Noções sobre tentativa

Bruno de Mello


12 de Julho 1 min. de leitura

Vamos falar um pouco sobre tentativa ??

Então, vem comigo dr.!!

 

Ab inito, destacamos que comumente é cobrado em prova o termo “conatus”, isto posto o concurseiro deve adaptar-se a essas palavras em latim. Tentativa, então, ocorre quando o agente persegue um resultado, mas não alcança por circunstância alheias a sua vontade, pois caso o agente desista de prosseguir na execução do crime, descortinado estará a chamada tentativa abandonada ou desistência voluntária.

E como você faz para distinguir esses institutos ?? Simples !! Você faz um simples raciocínio. Se o agente pode continuar, mas não quis, ele desistiu. Por outro lado, se o agente quis, mas não pôde continuar, por qualquer que seja o motivo (viu uma testemunha, alguém lhe tomou a arma ou avistou uma viatura policial), a tentativa se faz presente.

Doutrinariamente, classifica-se a tentativa em:

– Perfeita: é aquela em que o agente faz tudo que está ao seu alcance, esgota a fase executória. Ex. “A” atira quatro vezes em “B”, acha que matou e vai embora. Perceba: não importa aqui se atingiu ou não a vítima, mas o que importa é que ninguém o impediu de prosseguir na execução do crime.

– Imperfeita: é aquela em que o agente é impedido de prosseguir na execução do crime. Ex. “A” atira em “B” uma única vez e quando vai efetuar mais disparos vê uma testemunha, uma viatura de polícia (impedimento mental) ou alguém lhe toma a arma (impedimento físico).

 

– Cruenta (ou vermelha): “A” atira em “B” e o acerta.

– Incruenta (ou branca): “A” atira em “B” e erra todos os disparos.

 

Cuidado, pois podemos mesclas essas classificações, senão vejamos…

 

“A” atira várias vezes em “B”, acerta todos os disparos, acha que o matou e vai embora. Neste caso, teremos, concomitantemente, as classificações – Perfeita e cruente.

Por outro lado, quando “A” atira em “B” uma única vez, o acerta, avista uma viatura e, com medo de ser preso, vai embora, já teremos as classificações – Imperfeita e cruenta.

E quando “A” atira em “B”, erra e quando vai continuar atirando avista uma testemunha e no receito de ser reconhecido foge do local. Neste caso, termos as classificações – Imperfeita e branca. Assim também será quando “A” atira em “B”, uma única vez, o acerta, e quando vai continuar atirando avista a testemunha, também teremos a classificação Imperfeita, mas agora será a tentativa vermelha.

 

Cuidado, então, com o tema “Tentativa”, sempre cai em prova cobrando suas classificações de forma isolada ou com exemplos.

 

Fiquem com DEUS e estudem, não percam tempo !!

 

Prof. Bruno de Mello

Direito Penal / Processo Penal / Legislação Correlata

 

Quer conquistar a sua aprovação em concursos públicos?

Prepare-se com quem mais entende do assunto!

Comece a estudar no Gran Cursos

Depoimentos relacionados

Estudando de 3 a 4 horas por dia antes do edital e dedicando todo o seu tempo após a publicação…

Diante de uma reprovação, muitas pessoas desistem. Esse não foi o caso de Fernando Henrique M. que mesmo após 12…

Natural de Goiânia, Gustavo Rodrigues escolheu a carreira pública por dificuldade em encontrar um emprego bom na área privada. Com…

“É incrível e emocionante, dá um frio na barriga, o coração dispara, e a ficha demora a cair. Faltam palavras…

Quando Henrique Passamani Tamanini decidiu que conquistaria o cargo público, nenhum obstáculo foi forte o suficiente para desmotivá-lo. Chegando a…

Rafaela Pereira sempre esteve inserida no mundo do serviço público. Dentro de casa, a mãe, o pai e o padrasto…

Natural de Palmas/ TO, Reydner Mamud Pereira Alves começou a sonhar com o cargo público desde o seu ingresso na…

Andréia Rodrigues foi alfabetizada em uma escola da zona rural, onde, segundo ela conta, aprender a ler e a escrever…

Bruno de Mello

Advogado criminalista e professor de Direito Penal
0

0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *