Reforma Administrativa: Economia coloca documentos sob sigilo! VEJA!

Segundo a pasta, os documentos da Reforma Administrativa só poderiam ser divulgados após tramitação no Congresso Nacional

Avatar


30 de Setembro de 2020 1 min. de leitura

O Ministério da Economia colocou sob sigilo os documentos utilizados para estruturar a Reforma Administrativa. O pedido de acesso aos arquivos foi feito via Lei de Acesso à Informação (LAI) pelo jornal O Globo.

A justificativa do utilizada pela pasta é de que os documentos da Reforma Administrativa não podem ser acessados enquanto o Congresso Nacional estiver analisando a Proposta de Emenda à Constituição. A resposta citou artigo do decreto 7.724, em que só é permitida a divulgação de documentos preparatórios após edição de ato administrativo.

Outras notícias em destaque:

“A matéria está pendente de ato decisório conclusivo, tendo em vista que é uma Proposta de Emenda Constitucional – PEC, a qual ainda encontra-se em análise no Congresso, somente podendo ser tido como editado após a conclusão de toda a tramitação necessária”, declarou a pasta.

Entretanto, a Controladoria-Geral da União (CGU) possui precedentes julgados em que considera públicos os chamados “documentos preparatórios” desde o momento em que a proposta é enviada ao Legislativo. “Entende-se que a salvaguarda legalmente atribuída aos documentos que fundamentaram a referida PEC se exauriu no momento em que a mesma foi apresentada ao Congresso Nacional”, declarou a CGU em 2017.

Em 2019, o Ministério teve o mesmo comportamento com os dados utilizados na elaboração da Reforma Previdenciária. A própria CGU manifestou-se à época afirmando que a LAI não cita expressamente o momento em que se dá a decisão final do processo. “Entende-se que, com a finalização do texto da PEC e seu encaminhado ao Poder Legislativo, a decisão final que cabe ao Poder Executivo já foi devidamente tomada”, declarou o órgão. Contudo, após intensa pressão dos congressistas, foi liberado o acesso aos prognósticos e cálculos econômicos utilizados como base.

 

 

Quer conquistar a sua aprovação em concursos públicos?

Prepare-se com quem mais entende do assunto!

Comece a estudar no Gran Cursos

Depoimentos relacionados

Natural de Aracaju, a professora Érika Ramos decidiu ingressar na conquista pelo cargo público por 2 principais razões: a busca…

Persistência e dedicação sempre foram palavras que permearam a vida de Elisa da Silva Gomes Lana, natural de Costa Verde…

Daniele Laís saiu de seu emprego no SENAC DF aproveitando um momento de mudança no seu cargo, hoje extinto, e…

Evelyn Rodrigues é natural de Brasília/DF, mas hoje mora em Aracaju/SE, onde realizou e foi aprovada no Concurso Prefeitura Barra…

Qual é o seu grande objetivo de vida? Para Raul Marcelo da Silva o foco estava em ingressar na carreira…

Natural da cidade de Poço Verde/ SE, Aialla Suelem Andrade de Souza escolheu a carreira pública não só pela estabilidade…

Dedicando-se ao estudos por cerca de 3 anos, José Roberto Ferreira conquistou não apenas a aprovação no Concurso BRB para…

Ygor Bruno Silva é de Caruaru, cidade localizada no estado de Pernambuco, e foi aprovado, em 2º lugar, na Residência…

Avatar

Equipe do Gran Cursos Online

1

Comentários (1)

Avatar Estudos 30 de Setembro de 2020

Não podemos deixar que isso ocorra! É um tremendo de um absurdo, uma proposta como essa, que afeta a vida de milhões de pessoas, não ser tornada pública! É de interesse da sociedade que esse texto seja amplamente debatido! É um retrocesso constitucional. Uma verdadeira afronta a democracia!!!

 Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *