Repositório de Processos de BPM

O armazém de processos da organização

Avatar


09/12/2021 | 16:47 Atualizado há 162 dias

Olá, Concurseir@!

Inicialmente, se gostar do post, ajude a melhorar a life do professor, dando uma curtida!

Antes de tudo, lembro a você que apresentei o CBOK 4.0 (AQUI) e as suas “novidades” (AQUI).

Essa semana estava em home studio gravando a área de conhecimento da Modelagem de Processos. E esse post complementa o conteúdo da aula gravada. Nesse sentido, ressaltei que a temática do Repositório de Processos é algo “novo” e que merece atenção.

Em outras palavras, se a banca quiser se diferenciar e cobrar algo realmente novo nas provas, uma das fortes tendências é o repositório de processos. Então, vamos a ele!

O que é?

O repositório de processos é o local onde os modelos de processos de negócio são armazenados e, posteriormente, gerenciados. Em outras palavras, podemos entender o repositório de processos como o “armazém de processos”. Nesse sentido, mantém inventário (e histórico) dos processos da organização.

Para que serve?

De acordo com o CBOK 4.0, o repositório de processos serve para:

  • Armazenar modelos de processos e artefatos de processos para reutilização;
  • Criar um local centralizado para acessar informações do processo;
  • Habilitar acesso e colaboração para vários usuários;
  • Consultar e gerar relatórios sobre os processos armazenados;
  • Verificar a consistência com os padrões corporativos.

Características de um “bom repositório”

Ao mesmo tempo, também é pertinente conhecermos as melhores práticas de um bom repositório:

  1. Centralizado – usado como um local central para armazenar informações sobre como a organização administra seus negócios;
  2. Usado para armazém de artefatos – modelos, objetos, relacionamentos, atributos, regras de negócio, medidas de desempenho, que descrevem, em vários níveis de detalhe, como a organização executa seus processos;
  3. Software habilitador – implementado por meio de um produto de software apropriado e integrado;
  4. Sistemático – orientado a objetos para armazenar conhecimento do processo de maneira sistemática, o que permite a elementos individuais do processo serem utilziados em todo o repositório para evitar redundância;
  5. Pronto para integração – com sistemas de gerenciamento eletrônico de documentos (GED), soluções de treinamento e portais corporativos ou de conhecimento;
  6. Governado – deve ser suportado e gerenciado por uma estrutura de governança bem definida e processos e procedimentos de suporte;
  7. Padrão de ciclo de vida – têm seu ciclo de vida em fases: estratégia, design, construção, manutenção e operação;
  8. Ciclo de vida gerenciado – deve ser gerenciado durante todo o seu ciclo de vida, incluindo atividades como criação de ativos, armazenamento e alteração, validação, liberação e comunicação;
  9. Apoio à iniciativa – deve ser alavancado para diferentes iniciativas empresariais, como transformação de negócios, melhoria de processos, ERP, riscos, portfólio, entre outras.

Por fim, ainda segundo o CBOK 4.0, são benefícios da adoção do repositório de processos: a (1) transparência para a organização – tornando os processos de negócios visíveis a todos; (2) processos de negócios reconhecidos como ativos – em organizações maduras em BPM, os processos de negócios são tratados como ativos tangíveis e gerenciáveis, características possíveis a partir do repositório; e (3) informações sobre a operação – as informações de como as organizações operam, a partir da execução de seus processos, ficam disponíveis no repositório.

Concluindo

Em resumo, entendo o repositório de processos como uma convergência entre ferramentas de gestão. Na prática, trata-se de juntar Enterprise Content Management (ECM), Gestão Eletrônica de Documentos (GED), Gestão do Conhecimento e Educação Corporativa (Portais Corporativos).

Como resultado, essas tecnologias de gestão, em conjunto com o conceito de repositório, trazem seus benefícios para a abordagem de BPM, potencializando seus impactos positivos e sua abrangência corporativa.

Enquanto este texto vai para moderação, continuo em home studio, criando conteúdo relevante para sua preparação e aprovação. Vamos juntos!

Bons estudos.

 

Avatar

Analista de TI no TRF 1 e professor de Governança, Gestão de TI nas Organizações Públicas e Gestão de Projetos
0

0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.