Elias Santana

Tonicidade. Por: Elias Santana

Saúde é paroxítona? Chapéu é oxítona?

Percebi, recentemente, que muitas pessoas (principalmente as que estudam para concursos públicos), confundem conceitos gramaticais simples; com isso, a compreensão de assuntos mais complexos fica comprometida, uma vez que o estudo de língua portuguesa exige pré-requisitos. Vamos, hoje, falar sobre um desses pontos: a tonicidade de palavras e as consequências disso para a acentuação gráfica.

Quanto à tonicidade, as palavras da nossa língua são classificadas em três grupos:

• Oxítonas (quando a última sílaba é a tônica);

• Paroxítonas (quando a penúltima sílaba é a tônica);

• Proparoxítonas (quando a antepenúltima sílaba é a tônica).

Obs1.: esqueça, por alguns segundos, os princípios de acentuação gráfica. Pense somente na sílaba tônica.

• Para que uma palavra seja oxítona, basta ter a última sílaba tônica. É o caso de ca, Capitu, país e chapéu, por exemplo.

• Para ser paroxítona, basta ter a penúltima sílaba tônica. É o caso de cater, item, e saú

• Por fim, para ser proparoxítona, basta ter a antepenúltima sílaba tônica: paralelepedo e gica e re

Obs2.: volte a pensar em acentuação.

Apenas no último tópico, a tonicidade e a regra de acentuação caminham juntas, uma vez que toda proparoxítona é acentuada. Essa parte é simples!

No primeiro, todas as palavras são oxítonas, mas só uma delas é acentuada por ser oxítona (“café”). “Capitu” sequer recebe acento; “país”, apesar de oxítona, é acentuada pela regra dos hiatos tônicos; “chapéu”, apesar de oxítona, é acentuada pela regra dos ditongos abertos.

No segundo caso, todas as palavras são paroxítonas, mas só uma delas é acentuada por ser paroxítona (“caráter”). “Item” sequer recebe acento. Saúde, apesar de paroxítona, é acentuada pela regra dos hiatos tônicos.

Viu como não é complicado? Agora, sabe por que tantas pessoas confundem isso? Porque não dão valor aos conhecimentos linguísticos básicos adquiridos nas séries primárias! Já querem avançar aos conteúdos mais sofisticados. Resultado: a impressão de que o português está sempre confundindo o estudante!

Por isso, volto a dizer: respeite a ordem de estudos da nossa língua! Assim, o seu aprendizado estará garantido!

 


Elias Santana

Licenciado em Letras – Língua Portuguesa e Respectiva Literatura – pela Universidade de Brasília. Possui mestrado pela mesma instituição, na área de concentração “Gramática – Teoria e Análise”, com enfoque em ensino de gramática. Foi servidor da Secretaria de Educação do DF, além de professor em vários colégios e cursos preparatórios. Ministra aulas de gramática, redação discursiva e interpretação de textos. Ademais, é escritor, com uma obra literária já publicada. Por essa razão, recebeu Moção de Louvor da Câmara Legislativa do Distrito Federal.

 


 

CONCURSOS ABERTOS: veja aqui os editais publicados e garanta a sua vaga!

CONCURSOS 2018: confira aqui os certames previstos ainda para este ano!

CONCURSOS 2019: clique aqui e confira as oportunidades para o próximo ano!

Estudando para concursos públicos? Prepare-se com quem mais entende do assunto! Cursos completos 2 em 1, professores especialistas e um banco com mais de 800.000 questões de prova! Garanta já a sua vaga!

Estude onde, quando, como quiser e em até 12x sem juros! Teste agora por 30 dias!

Matricule-se!

Cheguei Lá

2 Comentários

2 Comentários

  1. Ana Claudia

    15/11/2018 06:35 em 06:35

    Show de bola! Obrigada pelas dicas professor! Vou segui-las sim! Abraço!

  2. Jennifer Caroline Alves

    01/05/2019 12:46 em 12:46

    relacione as duas coluna de acordo com a tonicidade

    Úteis
    Além
    Nos

    Poderia me ajudar qual são monossílabos tônico, paroxítona e oxitona ?

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o Topo