Concurso ANTT: encaminhado pedido para realização de certame

Concurso ANTT possui 752 cargos vagos. As remunerações podem chegar a R$ 15,5 MIL!

A Agência Nacional de Transportes Terrestres fez uma nova solicitação de certame ao Ministério da Economia (Concurso ANTT). O pedido visa o preenchimento de 394 vagas, sendo:

  • 208 vagas para técnico em regulação;
  •  87  vagas para técnico administrativo;
  • 63 vagas para especialista em regulação; e
  • 36 vagas para analista administrativo.

Para participar do certame, o candidato deve ter níveis médio ou superior, a depender do cargo. A remuneração inicial pode chegar a R$ 15,5 mil, já incluso o auxílio alimentação de R$458,00.

Saiba mais sobre o Concurso ANTT ao navegar com o índice abaixo:

Concurso ANTT: Situação Atual

A equipe de comunicação do Gran Cursos Online entrou em contato com a Assessoria de Comunicação Social da ANNT para saber a quantidade de cargos vagos e ocupados. Em maio, nos foi informado que:

concurso antt - cargos vagos e ocupados

 

Concurso Público

A Agência Nacional de Transportes Terrestres solicitou no dia 13 de maio de 2020 ao Ministério da Economia a realização de um novo concurso público. O pedido  é o mesmo feito em 2019,para o preenchimento de 394 vagas.

Em 2018, a ANTT havia solicitado 379 vagas, mas não foi atendido.

A Agência Nacional de Transportes Terrestres foi criada 2001 e, desde então, foram realizados 3 (três) concursos: 2005, 2008 e 2013. No momento existem 752 cargos vagos, possíveis de serem preenchidos. A remuneração inicial pode chegar a R$ 15,5 mil.

A Lei nº 10.871, de 20 de maio de 2004, criou a carreira e organizou os cargos efetivos das Agências Reguladoras, dentre as quais se enquadra a Agência Nacional de Transportes Terrestres – concurso ANTT. A Lei estabeleceu os seguintes cargos e suas respectivas atribuições:

  • Especialista em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres (nível superior), com atribuições voltadas às atividades especializadas de regulação, inspeção, fiscalização e controle da prestação de serviços públicos de transportes terrestres, inclusive infraestrutura, bem como à implementação de políticas e à realização de estudos e pesquisas respectivos a essas atividades.

 

  • Técnico em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres (nível intermediário), com atribuições voltadas ao suporte e ao apoio técnico especializado às atividades de regulação, inspeção, fiscalização e controle da prestação de serviços públicos de transportes terrestres, inclusive infraestrutura, bem como à implementação de políticas e à realização de estudos e pesquisas respectivos a essas atividades.

 

  • Analista Administrativo (nível superior), com atribuições voltadas para o exercício de atividades administrativas e logísticas relativas ao exercício das competências constitucionais e legais a cargo da ANTT, fazendo uso de todos os equipamentos e recursos disponíveis para a consecução dessas atividades.

 

  • Técnico Administrativo (nível intermediário), com atribuições voltadas para o exercício de atividades administrativas e logísticas de nível intermediário relativas ao exercício das competências constitucionais e legais a cargo da ANTT, fazendo uso de todos os equipamentos e recursos disponíveis para a consecução dessas atividades.

 

Remuneração e benefícios

Para participar do certame, o candidato deve ter níveis médio ou superior, a depender do cargo. A remuneração inicial pode chegar a R$ 15,5 mil, já incluindo o  auxílio alimentação de R$458,00.

Confira abaixo a remuneração de cada cargo do futuro concurso:

  • Técnico administrativoR$7.474,64;
  • Técnico em regulação – R$7.846,37;
  • Especialista em regulação – R$14.265,57; e
  • Analista administrativo – R$15.516,12.

Concurso ANTT: Cargos e vagas

O novo concurso ofertará vagas para os cargos de Técnico Administrativo, Técnico em Regulação, Especialista em Regulação e Analista Administrativo.

  • Analista Administrativo

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior nas áreas de  administração, biblioteconomia, ciência política, ciências contábeis, comunicação social, direito, tecnologia da informação – desenvolvimento de sistemas da informação e de tecnologia da informação – infraestrutura de TI para concorrer as funções de analista. Porém, é possível que as especialidades seja revistas e alteradas.

Atribuições: atribuições de nível superior voltadas para o exercício de atividades administrativas e logísticas relativas ao exercício das competências constitucionais e legais, fazendo uso de todos os equipamentos e recursos disponíveis para a consecução dessas atividades.

  • Especialista em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior nas áreas de ciências contábeis, direito, economia, engenharia ambiental e engenharia florestal, engenharia civil, engenharia civil/engenharia de produção e de estatística para concorrer as funções de analista. Porém, é possível que as especialidades seja revistas e alteradas.

Atribuições: cargos de nível superior com atribuições voltadas às atividades especializadas de regulação, inspeção, fiscalização e controle da prestação de serviços públicos de transportes terrestres, inclusive infraestrutura, bem como à implementação de políticas e à realização de estudos e pesquisas respectivos a essas atividades.

  • Técnico Administrativo

Requisitos: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau), expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC.

Atribuições: atribuições de nível intermediário, voltadas para o exercício de atividades administrativas e logísticas relativas ao exercício das competências constitucionais e legais, fazendo uso de todos os equipamentos e recursos disponíveis para a consecução dessas atividades.

  • Técnico em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres

Requisitos: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau), expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC.

Atribuições: atribuições voltadas ao suporte e ao apoio técnico especializado às atividades de regulação, inspeção, fiscalização e controle da prestação de serviços públicos de transportes terrestres, inclusive infraestrutura, bem como à implementação de políticas e à realização de estudos e pesquisas respectivos a essas atividades;

Progressão

O candidato aprovado no próximo concurso para as carreiras de técnico, analista e especialista da ANTT terá as atribuições da Classe A. Mas além das classes, os candidatos são postulados a um outro título dentro de uma classe, ou seja, ingressarão na Classe A padrão I, conforme abaixo:

concurso ANTT - Agência Nacional de Transportes Terrestres

  • Tome nota: GDAR é a Gratificação de Desempenho de Atividade de Regulação.

Trocando em miúdos…

Cada ano equivale a um padrão. Anualmente, os candidatos que ingressarem serão avaliados e, caso isso ocorra de forma positiva, acontecerá a progressão para o padrão posterior. Cada classe é composta por padrões e, ao final de alguns anos, os aprovados passarão de uma classe para outra. Isso acontecerá até que se chegue a última classe e padrão, cerca de 13 anos, quando o servidor fará parte da Classe Especial – Padrão III.

A promoção é a movimentação do servidor do último padrão de uma classe para o primeiro padrão da classe seguinte, observado o interstício de um ano em relação à progressão funcional imediatamente anterior, dependendo, cumulativamente do resultado de avaliação formal de desempenho e da participação em curso de aperfeiçoamento oferecido, preferencialmente, pelo órgão, na forma prevista em regulamento.

Evolução remuneratória: consequentemente, os valores da remuneração aumentarão. Ganhando inicialmente até R$ 12 mil, o servidor chega a classe especial com até de R$ 18, conforme abaixo:

  • Especialista em Regulação

concurso ANTT - Agência Nacional de Transportes Terrestres

  • Analista Administrativo

concurso ANTT - Agência Nacional de Transportes Terrestres

  • Técnico Administrativo

concurso ANTT - Agência Nacional de Transportes Terrestres

  • Técnico em Regulação

concurso ANTT - Agência Nacional de Transportes Terrestres

Os servidores contam ainda auxílio alimentação de R$ 458,00. Quem tem filho tem direito ainda a auxílio-creche de R$ 321,00. Há também benefícios como adicional de qualificação e adicional de cursos de capacitação.

Jornada de Trabalho: os editais preveem 40 horas semanais. A definição do horário de entrada e saída é flexível, e varia conforme o setor de lotação.

Lotação: As unidades onde os novos servidores serão alocados dependerá do quantitativo que for liberado pelo MPOG, informou a Assessoria de Imprensa da ANTT. As regionais centrais ficam em Brasília (sede), Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo, Rio Grande do Sul, Ceará, Maranhão, Bahia, Pernambuco, mas a entidade conta também com postos de atendimento e fiscalização nesses e em outros estados.

Organizadora e etapas: os concursos da ANTT são tradicionalmente organizados pelo Cebraspe. As seleções compreendem provas objetiva e discursiva, exigindo dos candidatos um altíssimo nível de preparação e um estudo pré-edital de muita dedicação. Os candidatos aprovados no concurso, convocados para posse para os cargos especialista e que entrarem em exercício participarão de Curso de Formação, para identificação, nivelamento e domínio dos conhecimentos necessários ao desempenho do cargo.

Aplicação das provas: as provas do concurso costumam ser aplicadas em Brasília/DF, Boa Vista/RR, Porto Velho/RO e Rio Branco/AC.

Demanda por servidores é alta: o excesso de aposentadorias foi o principal responsável pelo desmanche do efetivo da ANTT nos últimos anos, fazendo com que diversas atividades deixem de ser desenvolvidas, em função da falta de pessoal. O temor dos sindicatos dos servidores é que a defasagem possa se agravar a ponto de atingir atribuições prioritárias.

Último concurso

Sem realizar seleções desde 2013, a Agência Nacional de Transportes Terrestres precisar recompor a estrutura. Por ser um concurso de alto nível e reunir um grande número de candidatos, é recomendando aos interessados em ingressar na ANTT que iniciem o quanto antes os estudos, tomando como base o programa do concurso anterior. Sendo assim, vamos analisar as oportunidades que deverão ser abertas e todos os detalhes das carreiras do órgão.

Sempre muito disputado, o concurso para técnicos, analistas e especialistas da ANTT atraem muitos candidatos. No total, foram 18.514 inscritos – 137,14 por vaga. O cargo com maior concorrência é de técnico administrativo em Brasília – 5.618 inscritos para 10 vagas, ou seja, 561,80 candidatos por vaga) – veja aqui a relação de candidatos/vaga.

Os cargos eram de analista administrativo – 17 vagas, especialista em regulação de serviços de transportes terrestres – 63 vagas, técnico administrativo – 10 vagas, e técnico em regulação de serviços de transportes terrestres  com 45 vagas. As 135 vagas foram distribuídas para as seguintes localidades:

  • Brasília – 130 vagas,
  • Boa Vista – 02 vagas,
  • Porto Velho – 01 vaga, e
  • Rio Branco – 02 vagas.

Concurso ANTT 2013

Realização de concurso público para provimento de vagas nos cargos de Analista Administrativo, Especialista em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres, Técnico Administrativo e de Técnico em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres.

Remuneração:

  • Analista Administrativo – R$ 9.263,20;
  • Especialista em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres – R$ 10.019,20;
  • Técnico Administrativo – R$ 4.760,18; e
  • Técnico em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres – R$ 4.984,98.

Valores das inscrições:

  • Analista Administrativo: R$ 95,00;
  • Especialista em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres: R$ 100,00;
  • Técnico Administrativo: R$ 80,00; e
  • Técnico em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres: R$ 85,00.

Na época, a banca responsável pelo certame foi o CESPE/UnB. O edital n° 01/2013 para realização de concurso público contemplava remunerações que variavam de R$ 4.760,18 a até R$ 10.019,20, jornada de 40 horas semanais.

As provas objetivas, a prova discursiva, a avaliação de títulos e a perícia médica dos candidatos que  declararam com deficiência  foram realizadas em Brasília (DF), Boa Vista (RR), Porto Velho (RO) e Rio Branco (AC).

As provas objetivas e a prova discursiva para os cargos de Analista Administrativo e de Especialista em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres teve a duração de 4h30. As provas objetivas e a prova discursiva para os cargos de Técnico Administrativo e de Técnico em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres foram aplicadas na mesma data, porém no turno da tarde.

O concurso ANTT foi realizado em duas etapas para os cargos de nível superior e em etapa única para o cargo de nível médio. A segunda etapa foi ministrada em Brasília, no Distrito Federal. Todos os cargos contaram com provas Objetivas – 50 questões, de conhecimentos Básicos e Específicos – 70 questões, e prova Discursiva, de caráter eliminatório e classificatório.

Quem concorreu aos cargos de Analista e Especialista, passou por avaliação de títulos, de caráter classificatório. O cargo de Especialista contou também com Curso de Formação – de caráter eliminatório.

Prova concurso ANTT: Conhecimentos básicos

  • Especialista em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres: Língua Portuguesa, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Ética no Serviço Público, Agências Reguladoras Defesa da Concorrência e Legislação aplicada à Regulação em Transportes Terrestres.
  • Analista Administrativo: Língua Portuguesa, Legislação Aplicada à Regulação em Transportes Terrestres, Ética no Serviço Público Noções de Administração Pública, Atualidades e Raciocínio Lógico (para a área de Direito), e Noções de Direito Administrativo e Constitucional (exceto para a área de Direito).
  • Técnico: Língua Portuguesa, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Noções de Informática, Raciocínio Lógico eÉtica no Serviço Público.

Prova concurso ANTT: Conhecimentos específicos

  • Especialista –  Ciências Contábeis: Contabilidade Geral, Contabilidade Aplicada ao Setor Público.
  • Especialista –  Direito: Direito Econômico, Direito do Consumidor, Controle da Administração Pública e Legislação Especifica de Transporte Terrestre.
  • Especialista – Economia: Economia e Economia da Regulação.
  • Especialista –  Engenharia Ambiental e Engenharia Florestal: Meio Ambiente.
  • Especialista – Engenharia Civil: Infraestrutura Rodoviária e Ferroviária.
  • Especialista –  Engenharia Civil/Engenharia de Produção: Transportes, Noções de Gerenciamento de Projetos, Noções de Estatística, Logística, Qualidade e Produtividade em Transportes, Transporte Rodoviário no Brasil e Fiscalização no Âmbito da ANTT.
  • Especialista – Estatística: Econometria.
  • Analista Administrativo – Administração: Administração Geral, Administração Orçamentária e Financeira e Orçamento Público, Administração de Recursos Materiais e Ouvidoria.
  • Analista Administrativo –  Biblioteconomia: Biblioteconomia.
  • Analista Administrativo – Ciência Política: Ciência Política.
  • Analista Administrativo –  Ciências Contábeis: Finanças Públicas e Tributação e Contabilidade Aplicada ao Setor Público.
  • Analista Administrativo –  Comunicação Social: Comunicação Social e Relações Públicas.
  • Analista Administrativo –  Direito: Direito Administrativo, Constitucional, Financeiro, Civil e Controle da Administração Pública.
  • Analista Administrativo – T.I. – Desenvolvimento de Sistemas da Informação: Desenvolvimento.
  • Analista Administrativo – T.I. – Infraestrutura: Suporte Técnico, Banco de Dados e Segurança da Informação.
  • Técnico –  Técnico Administrativo: Agências Reguladoras, Noções de Direito do Consumidor, Legislação Aplicada à Regulação em Transportes Terrestres e Fiscalização no Âmbito da ANTT.
  • Técnico –  Técnico em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres: Noções de Administração, de Administração Financeira e Orçamentária Pública,  Contabilidade Governamental, Legislação Aplicada à Regulação em Transportes Terrestres.

Concurso ANTT: Nomeações

O concurso da Agência Nacional de Transportes Terrestres sempre nomeia um grande quantitativo de candidatos aprovados. Em 2013, por exemplo, foram 135 vagas, porém mais de 200 candidatos foram nomeados para as carreiras de técnico, analista e especialista.

 

Resumo do concurso ANTT

Concurso Agência Nacional de Transporte Terrestre (concurso ANTT)
Banca organizadora a definir
Cargos Técnico administrativo, Técnico em regulação, Especialista em regulação, Analista administrativo
Escolaridade  Níveis médio e superior
Carreiras administrativa
Lotação Brasília
Número de vagas 394 vagas
Remuneração de R$7.474,64 a R$15.516,12
Situação SOLICITADO
Link do edital Clique AQUI para fazer o download do edital

Quer conquistar a sua aprovação em concursos públicos?
Prepare-se com quem mais entende do assunto!
Comece a estudar no Gran Cursos
Priscila Almeida
Equipe de Comunicação do Gran Cursos Online

Principais de ANTT

5 Comentários

5 Comentários

  1. Leonardo

    08/06/2017 18:32em18:32

    A informação sobre previsão de datas para realização das provas ficou um pouco confusa.
    Se o órgão solicitou previsão para a LOA agora (31.05.2017), então o concurso seria para o ano de 2018, certo? Mesmo assim há chance do lançamento do edital e realização da prova ser esse ano de 2017 mesmo que seja no final?

    *Tem uma outra página de vocês do dia 25.05.2017 dizendo que há chance de ser este ano também…

  2. Letícia

    14/11/2018 19:37em19:37

    .

  3. eduardo

    13/07/2019 13:18em13:18

    desejaria saber se os locais de realizações de prova serão nas principais capitais do pais?

  4. Willian

    15/07/2019 19:30em19:30

    Poxa, espero que revelem logo os detalhes do edital. Pois as provas precisam ser de nível nacional, compreende assim, em todas as capitais do Brasil. dai fica tenso eu estudar e estudar e na hora que lançam o edital eu ver que terei que ir pra Rio de Janeiro… longe pra caramba !!!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer conquistar a sua aprovação em concursos públicos?
Prepare-se com quem mais entende do assunto!
Comece a estudar no Gran Cursos
Para o Topo