ANTT

Concurso ANTT: novo pedido encaminhado ao Ministério da Economia!

Concurso ANTT será para cargos de níveis médio e superior!

Concurso ANTT

Agência Nacional de Transportes Terrestres (Concurso ANTT) programa abertura de novo concurso!

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (Concurso ANTT)  fez uma nova solicitação de concurso ao Ministério da Economia. Desta vez o pedido foi para preenchimento de 394 vagas.

Das vagas, 208 serão para técnico em regulação, 87 para técnico administrativo, 63 para especialista e 36 para analista. Em 2018 o órgão havia solicitado 379 vagas, mas não foi atendido.

Para participar do certame, o candidato deve ter níveis médio ou superior dependendo do cargo. A remuneração inicial pode chegar a R$ 15,5 mil, já incluindo o  auxílio alimentação de R$458,00. Confira abaixo a remuneração de cada cargo do futuro concurso:

  • Técnico administrativo: R$7.474,64 para
  • Técnico em regulação: R$7.846,37 para
  • Especialista em regulação: R$14.265,57
  • Analista administrativo: R$15.516,12

Concurso ANTT: ultimo certame aconteceu há 6 anos

Sem realizar seleções desde 2013, a Agência Nacional de Transportes Terrestres precisar recompor sua estrutura. Por ser um concurso de alto nível e reunir um grande número de candidatos, é recomendando aos interessados em ingressar na ANTT que iniciem o quanto antes os estudos, tomando como base o programa do concurso anterior. Sendo assim, vamos analisar as oportunidades que deverão ser abertas e todos os detalhes das carreiras do órgão.

Atribuições dos cargos previstos e requisitos:

  • Analista Administrativo

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior nas áreas de  administração, biblioteconomia, ciência política, ciências contábeis, comunicação social, direito, tecnologia da informação – desenvolvimento de sistemas da informação e de tecnologia da informação – infraestrutura de TI para concorrer as funções de analista. Porém, é possível que as especialidades seja revistas e alteradas.

Atribuições: atribuições de nível superior voltadas para o exercício de atividades administrativas e logísticas relativas ao exercício das competências constitucionais e legais, fazendo uso de todos os equipamentos e recursos disponíveis para a consecução dessas atividades.

  • Especialista em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior nas áreas de ciências contábeis, direito, economia, engenharia ambiental e engenharia florestal, engenharia civil, engenharia civil/engenharia de produção e de estatística para concorrer as funções de analista. Porém, é possível que as especialidades seja revistas e alteradas.

Atribuições: cargos de nível superior com atribuições voltadas às atividades especializadas de regulação, inspeção, fiscalização e controle da prestação de serviços públicos de transportes terrestres, inclusive infraestrutura, bem como à implementação de políticas e à realização de estudos e pesquisas respectivos a essas atividades.

  • Técnico Administrativo

Requisitos: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau), expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC.

Atribuições: atribuições de nível intermediário, voltadas para o exercício de atividades administrativas e logísticas relativas ao exercício das competências constitucionais e legais, fazendo uso de todos os equipamentos e recursos disponíveis para a consecução dessas atividades.

  • Técnico em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres

Requisitos: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau), expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC.

Atribuições: atribuições voltadas ao suporte e ao apoio técnico especializado às atividades de regulação, inspeção, fiscalização e controle da prestação de serviços públicos de transportes terrestres, inclusive infraestrutura, bem como à implementação de políticas e à realização de estudos e pesquisas respectivos a essas atividades;

Progressão

O candidato aprovado no próximo concurso para as carreiras de técnico, analista e especialista da ANTT terá as atribuições da Classe A. Mas além das classes, os candidatos são postulados a um outro título dentro de uma classe, ou seja, ingressarão na Classe A padrão I, conforme abaixo:

antt-001

  • Tome nota: GDAR é a Gratificação de Desempenho de Atividade de Regulação.

Entendendo…

Explicando melhor, cada ano equivale a um padrão. Anualmente os candidatos que ingressarem, serão avaliados e caso isso ocorra de forma positiva, acontecerá a progressão para o padrão posterior. Cada classe é composta por padrões e, ao final de alguns anos, os aprovados passarão de uma classe para outra. Isso acontecerá até que se chegue última classe e padrão, cerca de 13 anos, quando o servidor fará parte da Classe Especial – Padrão III.

A promoção é a movimentação do servidor do último padrão de uma classe para o primeiro padrão da classe seguinte, observado o interstício de um ano em relação à progressão funcional imediatamente anterior, dependendo, cumulativamente do resultado de avaliação formal de desempenho e da participação em curso de aperfeiçoamento oferecido, preferencialmente, pelo órgão, na forma prevista em regulamento.

Evolução remuneratória: consequentemente, os valores da remuneração aumentarão. Ganhando inicialmente até R$ 12 mil, o servidor chega a classe especial com até de R$ 18, conforme abaixo:

  • Especialista em Regulação

antt-005

  • Analista Administrativo

antt-004

  • Técnico Administrativo

antt-003

  • Técnico em Regulação

antt-002

Os servidores contam ainda auxílio alimentação de R$ 458. Quem tem filho tem direito ainda a auxílio-creche de R$ 321. Há também benefícios como adicional de qualificação e adicional de cursos de capacitação.

Jornada de Trabalho: os editais preveem 40 horas semanais. A definição do horário de entrada e saída é flexível, e varia conforme o setor de lotação.

Lotação: As unidades onde os novos servidores serão alocados dependerá do quantitativo que for liberado pelo MPOG, informou a Assessoria de Imprensa da ANTT. As regionais centrais ficam em Brasília (sede), Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo, Rio Grande do Sul, Ceará, Maranhão, Bahia, Pernambuco, mas a entidade conta também com postos de atendimento e fiscalização nesses e em outros estados.

Organizadora e etapas: os concursos da ANTT são tradicionalmente organizados pelo Cebraspe. As seleções compreendem provas objetiva e discursiva, exigindo dos candidatos um altíssimo nível de preparação e um estudo pré-edital de muita dedicação. Os candidatos aprovados no concurso, convocados para posse para os cargos especialista e que entrarem em exercício participarão de Curso de Formação, para identificação, nivelamento e domínio dos conhecimentos necessários ao desempenho do cargo.

Aplicação das provas: as provas do concurso costumam ser aplicadas em Brasília/DF, Boa Vista/RR, Porto Velho/RO e Rio Branco/AC.

Demanda por servidores é alta: o excesso de aposentadorias foi o principal responsável pelo desmanche do efetivo da ANTT nos últimos anos, fazendo com que diversas atividades deixem de ser desenvolvidas, em função da falta de pessoal. O temor dos sindicatos dos servidores é que a defasagem possa se agravar a ponto de atingir atribuições prioritárias.

Concurso ANTT: concorrência

Sempre muito disputado, o concurso para técnicos, analistas e especialistas da ANTT atraem muitos candidatos. No total foram 18.514 inscritos (137,14 por vaga). O cargo com maior concorrência é de técnico administrativo em Brasília (5.618 inscritos para 10 vagas – 561,80 por vaga) – veja aqui a relação de candidatos/vaga.

Os cargos eram de analista administrativo (17 vagas), especialista em regulação de serviços de transportes terrestres (63 vagas), técnico administrativo (10 vagas) e técnico em regulação de serviços de transportes terrestres (45 vagas). As foram para Brasília (130), Boa Vista (2), Porto Velho (1) e Rio Branco (2).

Concurso ANTT: histórico de nomeações

O concurso sempre nomeia um grande quantitativo de candidatos aprovados. No último, por exemplo, era, 135 vagas, porém mais de 200 candidatos foram nomeados para as carreiras de técnico, analista e especialista.

Detalhes concurso ANTT:

  • Concurso: Agência Nacional de Transportes Terrestres (Concurso ANTT)
  • Banca organizadora: A definir
  • Cargos: Técnico; Analista; Especialista
  • Escolaridade: níveis médio e superior
  • Número de vagas: expectativa de  394 vagas
  • Remuneração:  ATÉ R$15.516,12
  • Situação: SOLICITADO!
  • Previsão de publicação do edital: 2019
  • Link do último edital

WHATSAPP GCO: receba gratuitamente notícias de concursos! Clique AQUI!

CONCURSOS ABERTOS: veja aqui os editais publicados e garanta a sua vaga!

CONCURSOS 2019: clique aqui e confira as oportunidades para este ano!

Estudando para concursos públicos? Prepare-se com quem mais entende do assunto! Cursos completos 2 em 1, professores especialistas e um banco com mais de 920.000 questões de prova! Garanta já a sua vaga! Mude de vida em 2019!

Estude onde, quando, como quiser e em até 12x sem juros! Teste agora por 30 dias!

Matricule-se!

Cheguei Lá

5 Comentários

5 Comentários

  1. Leonardo

    08/06/2017 18:32 em 18:32

    A informação sobre previsão de datas para realização das provas ficou um pouco confusa.
    Se o órgão solicitou previsão para a LOA agora (31.05.2017), então o concurso seria para o ano de 2018, certo? Mesmo assim há chance do lançamento do edital e realização da prova ser esse ano de 2017 mesmo que seja no final?

    *Tem uma outra página de vocês do dia 25.05.2017 dizendo que há chance de ser este ano também…

  2. Letícia

    14/11/2018 19:37 em 19:37

    .

  3. eduardo

    13/07/2019 13:18 em 13:18

    desejaria saber se os locais de realizações de prova serão nas principais capitais do pais?

  4. Willian

    15/07/2019 19:30 em 19:30

    Poxa, espero que revelem logo os detalhes do edital. Pois as provas precisam ser de nível nacional, compreende assim, em todas as capitais do Brasil. dai fica tenso eu estudar e estudar e na hora que lançam o edital eu ver que terei que ir pra Rio de Janeiro… longe pra caramba !!!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o Topo