Concurso Anvisa: novo pedido será de 100 vagas

O último edital do concurso ANVISA foi publicado em 2016; um novo pedido será encaminhado ao ME até o final deste mês

Avatar


19 de Maio 6 min. de leitura

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (concurso Anvisa) não realiza concurso público há cerca de três anos.

A Assessoria de comunicação da Anvisa informou que o novo pedido para o Ministério da Economia (ME) será de 100 vagas. O pedido anterior foi de 93 vagas.

Atualmente, são 93 cargos estão vagos. Confira todas as informações do certame ao longo desta matéria:

Concurso ANVISA: situação atual

Conforme informações do jornal O Globo, o presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres, encaminhou um pedido ao ministro da Economia, Paulo Guedes, solicitando a autorização de um novo certame.

No dia 28 de janeiro, o Sindicato Nacional dos Servidores da Agência Nacionais de Regulação – Sinagências encaminhou um ofício à Presidência da República alertando sobre a falta de servidores nas fiscalizações das Agências Nacionais. 

Edital de 2016

Lembrando que o edital que foi publicado em 2016 está válido até 2021, no entanto, no dia 19 de junho de 2020, a suspensão do prazo de vigência foi publicada no Diário Oficial.

Novo pedido de concurso

Conforme informações da GGPES, no pedido de 2020 solicitou 93 vagas. Já no próximo pedido serão solicitadas 100 vagas. Confira o detalhamento:

  • Especialista em Regulação e Vigilância Sanitária (39 vagas)
  • Analista Administrativo (14 vagas)
  • Técnico em Regulação e Vigilância Sanitária (4 vagas)
  • Técnico Administrativo -(43 vagas)

Sindicato encaminha ofício à Presidência

De acordo com o ofício nº 268/2020, o documento foi elaborado pelo Presidente do Sinagências, Alexnaldo Queiroz de Jesus, que solicitou uma audiência pública para tratar sobre o déficit de servidores da fiscalização sanitária nos portos, aeroportos e fronteiras. O ofício também conclui que é necessário a realização de um novo concurso público.

Alexanaldo de Jesus reforçou que existem locais em situações de fiscalização considerados graves. Um exemplo mencionado foi o do aeroporto de Guarulhos onde existe apenas um platonista  para fazer a fiscalização “É sabido que este aeroporto é o maior complexo aeroportuário e o mais movimentado da América do Sul em número de passageiro. Sendo relevante o combate a endemias e epidemias de doenças contagiosas tais como proveniente do coronavírus, assim se faz necessário a realização de concursos públicos para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA, de forma regional para localidades onde se encontra portos, aeroportos e fronteiras”, disse.

Veja AQUI o ofício na íntegra

Concurso ANVISA: remuneração e benefícios

Vencimentos dos cargos de Técnico Administrativo e Técnico em Regulação e Vigilância Sanitária

CARGO CLASSE PADRÃO VENCIMENTO BÁSICO
I R$ 4.715,70
B V R$ 4.425,82
IV R$ 4.296,90
III R$ 4.171,74
II R$ 4.050,24
I R$ 3.692,27
V R$ 3.692,27
IV R$ 3.584,73
III R$ 3.480,32
II R$ 3.378,95

 

Vencimentos dos cargos de Analista Administrativo e Especialista em Regulação e Vigilância Sanitária

CARGO CLASSE PADRÃO VENCIMENTO BÁSICO
Analista Administrativo ESPECIAL III R$ 10.017,72
Especialista em Regulação e Vigilância Sanitária II R$ 9.666,25
I R$ 9.314,78
B V R$ 8.963,31
IV R$ 8.611,84
III R$ 8.260,37
II R$ 7.908,89
I R$ 7.557,42
A V R$ 7.205,96
IV R$ 6.854,48

Concurso ANVISA: cargos e vagas

  • Analista administrativo
    Vagas: 11 (solicitadas)
    Jornada de trabalho: 40 horas semanais
    Principais atribuições: exercer atividades administrativas e logísticas relativas ao exercício das competências constitucionais e legais a cargo da Anvisa, fazendo uso de todos os equipamentos e recursos disponíveis para a consecução dessas atividades.
  • Especialista em regulação e vigilância sanitária
    Vagas: 36 (solicitadas)
    Jornada de trabalho: 40 horas semanais
    Principais atribuições: atividades especializadas de regulação, inspeção, fiscalização e controle das instalações físicas da produção e da comercialização de alimentos, medicamentos e insumos sanitários, bem como à implementação de políticas e à realização de estudos e pesquisas respectivos a essas atividades; formulação e avaliação de planos, programas e projetos relativos às atividades de regulação; elaboração de normas para regulação do mercado; planejamento e coordenação de ações de fiscalização de alta complexidade; gerenciamento, coordenação e orientação de equipes de pesquisa e de planejamento de cenários estratégicos; gestão de informações de mercado de caráter sigiloso; orientação aos agentes do mercado regulado e ao público em geral; e execução de outras atividades finalísticas inerentes ao exercício da competência da ANVISA.
  • Técnico em regulação e vigilância sanitária
    Vagas: 3 (solicitadas)
    Jornada de trabalho: 40 horas semanais
    Principais atribuições: suporte e apoio técnico especializado às atividades de regulação, inspeção, fiscalização e controle das instalações físicas, da produção e da comercialização de alimentos, medicamentos e insumos sanitários, bem como à implementação de políticas e à realização de estudos e pesquisas respectivos a essas atividades; fiscalização do cumprimento das regras pelos agentes do mercado regulado; orientação aos agentes do mercado regulado e ao público em geral; e execução de outras atividades finalísticas inerentes ao exercício da competência da ANVISA.
  • Técnico Administrativo
    Vagas: 20 (solicitadas)
    Jornada de trabalho: 40 horas semanais
    Principais atribuições: exercer atividades administrativas e logísticas de nível intermediário, relativas ao exercício das competências constitucionais e legais a cargo da ANVISA, fazendo  uso de todos os equipamentos e recursos disponíveis para a consecução dessas atividades; implementar e executar planos, programas e projetos relativos às atividades de regulação; subsidiar e apoiar tecnicamente  as atividades de normatização e regulação; subsidiar a formulação de planos, programas e projetos  relativos às atividades inerentes à ANVISA.

Cargos vagos

Em meados de 2019, a Anvisa informou que existiam 79 cargos vagos. Porém, o número foi atualizado e o quantitativo aumentou. Conforme resposta à equipe de Comunicação do Gran Cursos Online, atualmente existem 94 cargos. Veja o detalhamento: 

  • Especialista em Regulação – 36;
  • Analista Administrativo – 11;
  • Técnico em Regulação – 3; e
  • Técnico Administrativo – 43.

Concurso ANVISA: carreira

Requisitos

  • Analista administrativo: diploma devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior de acordo os requisitos do cargo; 
  • Especialista em regulação e vigilância sanitária: diploma devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior de acordo os requisitos do cargo;
  • Técnico em regulação e vigilância sanitária: diploma ou Certificado de nível médio (antigo 2º grau) ou equivalente emitido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC;
  • Técnico Administrativo: diploma ou Certificado de nível médio (antigo 2º grau) ou equivalente emitido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC.

Último concurso ANVISA

O último concurso foi realizado em 2016 e ofertou 78 vagas mais formação de cadastro reserva. As vagas eram destinadas ao cargo de técnico administrativo e, tinha como requisito nível médio ou curso técnico equivalente. Na época, a remuneração era de R$6.002,14, com jornada de trabalho de 40 horas semanais. A lotação era para a sede no órgão em Brasília. A banca organizadora foi o Cebraspe.

Concurso Anvisa: etapas

Os candidatos passaram por provas objetivas e prova discursiva. Os conteúdos que caíram em conhecimentos básicos foram de Língua Portuguesa, Noções de Informática, Raciocínio Lógico, Ética no Serviço Público, Atualidades (somente para a prova discursiva). Em conhecimentos específicos caíram questões de Noções de Administração, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Administrativo e Legislações Específicas.

Prova objetiva

Disciplinas

Técnico Administrativo
Língua Portuguesa
Noções de Informática
Raciocínio Lógico
Ética no Serviço Público
Atualidades
Noções de Administração
Noções de Direito Constitucional
Noções de Direito Administrativo
Legislações Específicas

Estrutura da prova

A provas foram de caráter eliminatório e classificatório, sendo que os itens foram avaliados em certo ou errado.

Prova discursiva

Consistiu na produção de uma redação de texto dissertativo de até 30 linhas.

Concurso ANVISA: prova discursiva!

Concurso ANVISA: prova discursiva!

Nomeações

Do concurso do cargo de Técnico Administrativo realizado em 2016, foram nomeados 110 candidatos, com nota de corte de 127.38 pontos de ampla concorrência.O concurso de 2016 teve a inscrição de 60.477 candidatos.

Concurso Anvisa: materiais gratuitos

Curso Gratuito Imparável

Você é imparável? Tem um sonho grande em mente que te motiva a seguir em frente em busca de uma vida melhor, mesmo com as dificuldades que aparecem no caminho (falta de tempo, desafios de conciliar a rotina, insegurança)? Se sim, então este curso é para você!Organizamos de forma objetiva e prática em um só material algumas das principais disciplinas e conteúdos cobrados em concursos públicos para intensificar as suas chances de aprovação, tudo preparado por nossa equipe de colaboradores e professores especialistas no assunto. E o melhor: todo o conteúdo é totalmente gratuito! Mesmo se você ainda não começou a estudar, não deixe essa oportunidade passar. Nunca é tarde!

Garanta a sua oportunidade no Curso Gratuito Imparável.Clique AQUI para se inscrever gratuitamente!

O Gran Cursos Online possui uma página de materiais gratuitos com diversos conteúdos de apoio para turbinar os estudos. Por lá, o concursando encontra e-books, editais verticalizados, Gran Vade Mecum, Informativos do STF e STJ e muito mais. Veja aqui.

Concurso Anvisa: depoimentos de aprovados

Insatisfeita com a iniciativa privada, Andressa se dedicou aos estudos e, com muita dedicação, foi aprovada no concurso da ANVISA.

Inspire-se! Veja como foi a jornada de estudos de Rodrigo Bin até conquistar a aprovação no concurso Anvisa

Concurso Anvisa: sobre a Agência

Criada pela Lei nº 9.782, de 26 de janeiro 1999, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) é uma autarquia sob regime especial, que tem sede e foro no Distrito Federal, e está presente em todo o território nacional por meio das coordenações de portos, aeroportos, fronteiras e recintos alfandegados. O órgão tem por finalidade institucional promover a proteção da saúde da população, por intermédio do controle sanitário da produção e consumo de produtos e serviços submetidos à vigilância sanitária, inclusive dos ambientes, dos processos, dos insumos e das tecnologias a eles relacionados, bem como o controle de portos, aeroportos, fronteiras e recintos alfandegados.

Resumo do concurso Anvisa

Concurso Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Concurso Anvisa)
Banca organizadora A definir
Cargos
Analista administrativo;
Especialista em regulação e vigilância sanitária; B
Técnico em regulação e vigilância sanitária; e
Técnico administrativo
Escolaridade Nível médio e superior
Carreiras Administrativo e regulação
Lotação A definir
Número de vagas 93 vagas (solicitadas ao ME)
Remuneração R$ 2.218,52 a R$ 7.503,14
Situação Edital de 2016 válido; solicitado 93 vagas solicitadas ao ME.
Link do edital – Servidor Link do último edital

Quer conquistar a sua aprovação no concurso ANVISA?

Prepare-se com quem mais entende do assunto!

COMECE A ESTUDAR NO GRAN

Notícias Recomendadas

Concursos Abertos: lista ATUALIZADA! Até R$3...

Thais Souza 23 de Junho

Concursos 2021: mais de 54 mil oportunidades!...

Fellype Sales Há 20 horas

Concursos Previstos
Concursos previstos: prepare-se e conquiste s...

Priscila Almeida 30 de Setembro de 2020

Depoimentos relacionados

Isabela Vitti
1º lugar - Auditor do TCDF

Isabela Vitti Vieira Borges nasceu e reside em Brasília/DF, cidade onde viu se concretizar o grande sonho de ser aprovada…

Eduardo Ghellere
5º lugar - Escrivão da Polícia Federal

Eduardo Ghellere Olivo estudou por oito meses e meio para o concurso PF. Seus estudos começaram após vender a participação…

Gilson José
Escrivão da Polícia Civil do Rio Grande do Sul

Em busca de estabilidade e de melhores salários para dar uma melhor condição de vida para a família, Gilson José…

Emili Rietta
Polícia Rodoviária Federal

O desejo de fazer a diferença, inspirou a nossa aluna Emili Barro Rietta a fazer concursos públicos. Além desse desejo…

Eduardo de Sousa Menezes
Papiloscopista da Polícia Federal

Eduardo Sousa de Menezes foi aprovado na primeira etapa do Concurso PF para o cargo de papiloscopista e agora está…

Pedro Higor Faustino
Agente da Polícia Federal

Pedro Higor Faustino é natural de Juazeiro/BA, mas reside desde pequeno em Brasília/DF, onde mais tarde começaria a sonhar com…

Gabriel Evangelista
Escrivão da Polícia Federal

Nosso aluno Gabriel, aprovado no concurso PF, disse não ter acreditado quando viu seu nome na lista de aprovados, a…

Daniele Laís
5º lugar - IBGE

Daniele Laís saiu de seu emprego no SENAC DF aproveitando um momento de mudança no seu cargo, hoje extinto, e…

Avatar

Equipe de Comunicação do Gran Cursos Online
0

5


Comentários (5)

Avatar marcio barros 2 de Janeiro de 2017

Estranho o primeiro colocado pra cotas fazer uma pontuação tao alta e trabalhar no cespe… não tirando o mérito do cidadão, mas ainda que legal, isso é ser imoral…

 Responder

Avatar MARIA DUCINEY DA SILVA LOCIO 2 de Janeiro de 2017

Pessoal,

Com quem fazer o recurso da redação? Como fazer?

Perdi muitos pontos no item 2.1.
DuciPersistente
Novo usuário
Novo usuário

Mensagens: 3
Registrado em: Seg Jan 02, 2017 10:12 am
Voltar ao topo
Re: ANVISA – RECURSO PROVA DISCURSIVA
por DuciPersistente » Seg Jan 02, 2017 10:47 am

Pessoal, achei isso aqui no facebook, com direcionamento total para o recurso:

“Galera da ANVISA (CESPE),
DICAS AO RECURSO DA REDAÇÃO:

1. Terão 33hs para fazer o recurso – a começar das 9hs de segunda (02.01) até às 18hs de terça (03.01), segundo item 2.1 do último edital.

2. Caso entendam que devem, entrem com recurso, pois, por força da não aplicação do “Reformatio in Pejus”, o CESPE não minora nota.

3. Foquem em MACROESTRUTURA (que outras bancas chamam de conteúdo), altamente passível de MAJORAÇÃO DE NOTAS, posto que, em microestrutura (parte formal/gramatical), raramente, o CESPE muda algo.

4. COLOQUEM TUDO nos 3 aspectos temáticos (tópicos), que deverão ser atacados de acordo com o Padrão de Respostas (não adianta dizer que o padrão está errado, pois o prazo para o fazer já expirou).

“In loco”:

Item 2.1 (Relação meio ambiente x preservação das condições sanitárias): muito tranquilo, em que deverão demonstrar que trataram da “busca do equilíbrio entre o progredir e a manutenção do ecossistema”, sabendo que “nada pode justificar um tipo de progresso a todo custo” [valor: 12,00 pontos].

Item 2.2 (Atitudes individuais que podem reduzir os efeitos
da ação humana sobre o planeta). ESSE (junto com o tópico 2.3) É MELHOR PARA SE ATACAR e, CERTAMENTE, muita gente foi penalizado sem a nota máxima [valor: 13,00 pontos].

Obs.: Se não tiverem tratado do “uso da água”, “lixo” e “material reciclável”, DEMONSTREM QUE ATENDARAM AO COMANDO, utilizando argumentos próprios distintos dos mencionados no Padrão. MUITO IMPORTANTE! Não digam que o padrão está errado, mas que apenas mencionou rol diferente do que mencionaram em prova.

Item 2.3 (Formas de atuação da sociedade): aqui a banca esperou uma forma de argumentação (conquanto deixe livre ao candidato argumentar).

A banca tinha abordagem mais direcionada no Padrão de Resposta. Logo, a forma de trabalhar é demonstrar mais uma vez que “o padrão não está equivocado”, mas que apenas mencionou rol diferente do que mencionaram em prova [valor: 13,00 pontos].

5. (Re)pensem muito acerca do ato de recorrer, pois a NOTA DE REDAÇÃO será sim o diferencial. Valerá 40 pontos (0,5 pontos majorados equivalem a dezenas de posições) .

6. E mais, galera, a banca do CESPE tem sido mais flexível que a FCC, a ESAF e a UNIVERSA nas reanálises. Diferentemente da IADES, IBFC e outras que raramente mudam notas.

Há grupo no qual damos vários conselhos acerca de como se fazer o recurso. Ei-lo:

https://ww w.faceb ook.com/groups/Recursop araProvasDiscursivas/

Caso queiram, posso fazer uma análise GRATUITA da REDAÇÃO, basta mandarem o espelho com nota detalhada para o e-mail
davido nascimento8 5@g mail.com

Abração,

Davi Nascimento”

 Responder

Avatar MARIA DUCINEY DA SILVA LOCIO 2 de Janeiro de 2017

essoal,

Envieiminha redação (espelho) a ele, que me fez análise gratuita da redação, recomendo para vocês.

Basta mandarem o espelho ao email dele, é o cara que mais aumenta notas no CESPE:

davido nascimento8 5@g mail.com

Também há no face um grupo com dicas gratuitas, segue:

https://ww w.faceb ook.com/groups/Recursop araProvasDiscursivas/

 Responder

Avatar MARIA DUCINEY DA SILVA LOCIO 2 de Janeiro de 2017

Pessoal, achei isso aqui no facebook, com direcionamento total para o recurso:

“Galera da ANVISA (CESPE),
DICAS AO RECURSO DA REDAÇÃO:

1. Terão 33hs para fazer o recurso – a começar das 9hs de segunda (02.01) até às 18hs de terça (03.01), segundo item 2.1 do último edital.

2. Caso entendam que devem, entrem com recurso, pois, por força da não aplicação do “Reformatio in Pejus”, o CESPE não minora nota.

3. Foquem em MACROESTRUTURA (que outras bancas chamam de conteúdo), altamente passível de MAJORAÇÃO DE NOTAS, posto que, em microestrutura (parte formal/gramatical), raramente, o CESPE muda algo.

4. COLOQUEM TUDO nos 3 aspectos temáticos (tópicos), que deverão ser atacados de acordo com o Padrão de Respostas (não adianta dizer que o padrão está errado, pois o prazo para o fazer já expirou).

“In loco”:

Item 2.1 (Relação meio ambiente x preservação das condições sanitárias): muito tranquilo, em que deverão demonstrar que trataram da “busca do equilíbrio entre o progredir e a manutenção do ecossistema”, sabendo que “nada pode justificar um tipo de progresso a todo custo” [valor: 12,00 pontos].

Item 2.2 (Atitudes individuais que podem reduzir os efeitos
da ação humana sobre o planeta). ESSE (junto com o tópico 2.3) É MELHOR PARA SE ATACAR e, CERTAMENTE, muita gente foi penalizado sem a nota máxima [valor: 13,00 pontos].

Obs.: Se não tiverem tratado do “uso da água”, “lixo” e “material reciclável”, DEMONSTREM QUE ATENDARAM AO COMANDO, utilizando argumentos próprios distintos dos mencionados no Padrão. MUITO IMPORTANTE! Não digam que o padrão está errado, mas que apenas mencionou rol diferente do que mencionaram em prova.

Item 2.3 (Formas de atuação da sociedade): aqui a banca esperou uma forma de argumentação (conquanto deixe livre ao candidato argumentar).

A banca tinha abordagem mais direcionada no Padrão de Resposta. Logo, a forma de trabalhar é demonstrar mais uma vez que “o padrão não está equivocado”, mas que apenas mencionou rol diferente do que mencionaram em prova [valor: 13,00 pontos].

5. (Re)pensem muito acerca do ato de recorrer, pois a NOTA DE REDAÇÃO será sim o diferencial. Valerá 40 pontos (0,5 pontos majorados equivalem a dezenas de posições) .

6. E mais, galera, a banca do CESPE tem sido mais flexível que a FCC, a ESAF e a UNIVERSA nas reanálises. Diferentemente da IADES, IBFC e outras que raramente mudam notas.

Há grupo no qual damos vários conselhos acerca de como se fazer o recurso. Ei-lo:

https://ww w.faceb ook.com/groups/Recursop araProvasDiscursivas/

Caso queiram, posso fazer uma análise GRATUITA da REDAÇÃO, basta mandarem o espelho com nota detalhada para o e-mail
davido nascimento8 5@g mail.com

Abração,

Davi Nascimento”

 Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *