Bacen

Bacen: fiscalização do setor financeiro precisa de reforço. Sindicato lutará por concurso.

BacenPara Rubens Teixeira, analista do Banco Central, um dos setores que deverá sofrer com o encolhimento do quadro do Banco Central (Bacen) é o de fiscalização de instituições financeiras, tais como bancos, corretoras, cooperativas de crédito. Segundo ele, embora o setor possua um quadro bastante competente, a quantidade de servidores já é bastante reduzida se comparada à demanda, tamanhas são a complexidade e a abrangência do sistema financeiro. Daí a necessidade de realizar um concurso Bacen.
“A fiscalização é feita por amostragem. Quando reduz-se a equipe, a capacidade, diminui-se a amostra. E isso aumenta a probabilidade de deixar passar algo que poderia ser evitado”, explicou. “Quanto mais fiscalização, a tendência é que o sistema funcione melhor, porque quem atua no sistema financeiro sabe que há maior possibilidade de ser percebida alguma fragilidade ou até um erro, alguma coisa que não era para ser feita como foi”, completou.
O analista apontou que há muitas ações judiciais contra bancos. “Ora, se os bancos estão muito demandados judicialmente é porque a qualidade está deixando a desejar. E cuidar dessa fiscalização é função institucional do Banco Central”, observou ele. “Os bancos estão errando muito com o cidadão. Se o BC não fiscalizar, o sistema financeiro vai funcionar de forma precária e isso vai estourar no Judiciário. Ou seja, cria uma dificuldade para o cidadão, porque ninguém quer ir para a Justiça. E se o Banco Central se antecipar, os cidadãos são menos afetados pelos desvios que o sistema financeiro pode eventualmente cometer, não só contra o cidadão individualmente, mas até contra a economia de um modo geral.”
Ex-diretor administrativo e financeiro de uma subsidiária da Petrobrás, Teixeira ressaltou que quando há escassez de pessoal, é necessário otimizar processos, o que já acontece no BC. “O Banco Central é muito informatizado. Mas a informática só não compensa todo o aumento de demanda e complexidade. O banco tem muita responsabilidade em atividades muito complexas e a administração pública não pode achar que sistemas de computadores conseguem realizar todas as tarefas que seres humanos exercem. A otimização tem limites”, ponderou.
Com relação ao controle da inflação, Teixeira avaliou que a falta de pessoal só deverá prejudicar a atribuição caso a evasão seja muito intensa. Entretanto, ele observou que os efeitos da redução do quadro tendem a ser sentidos em todos os setores. “De um modo geral, quando reduz-se sistematicamente o quadro, podese afetar a eficiência. Isso é um efeito natural. E se essa eficiência for sendo reduzida de forma contínua, vai acabar afetando de um modo geral a gestão”, avaliou.
Ele interpretou que o governo está fazendo cortes severos por conta do ajuste fiscal e observou que abrir espaço para o concurso de uma instituição irá gerar demanda nas demais. “Mas priorizar o concurso do BC no próximo ano poderá ser a solução. O Banco Central lida com a atividade econômica e com uma parte do sistema financeiro que afeta muito a vida do cidadão. Não pode ter uma estrutura fragilizada, tem que ter um funcionamento solidamente estabelecido, sem riscos de diminuição de eficiência.” O Sinal já afirmou que lutará pela realização do concurso, especialmente em função da possibilidade de até mil servidores poderem se aposentar até o fim do próximo ano. Desse quantitativo, 600 já podem deixar o banco a qualquer momento, segundo a entidade.

Detalhes:

  • bullet1.gif (844 bytes)Concurso: Banco Central (Bacen)
  • bullet1.gif (844 bytes)Banca organizadora: a definir
  • bullet1.gif (844 bytes)Cargos: Técnico; Analista; Procurador
  • bullet1.gif (844 bytes)Número de vagas: a definir
  • bullet1.gif (844 bytes)Remuneração: Até R$ 17 mil
  • bullet1.gif (844 bytes)Escolaridade: níveis médio e superior
  • bullet1.gif (844 bytes)Situação: Previsto
  • bullet1.gif (844 bytes)Previsão p/ publicação do edital: 2017
  • bullet1.gif (844 bytes)Link do último edital

Gostou desta oportunidade? Prepare-se com quem tem tradição de aprovação e mais de 25 anos de experiência em concursos públicos. Cursos online conforme o novo edital, com início imediato, visualizações ilimitadas e parcelamento em até 12x sem juros

matricule-se 3

Depoimentos de alunos aprovados AQUI. Casos de sucesso:
CHEGUEI-LÁ2 CHEGUEI-LÁ CHEGUEI-LÁ2 CHEGUEI-LÁ-Natálial CHEGUEI-LÁ (7)
Para o Topo