Nacional

Concurso Polícia Federal para os cargos de Perito Criminal e Delegado: Veja os detalhes da carreira que paga até R$ 23 mil!

Brasao_Policia_Federal_auditorio_RNPolícia Federal (Concurso Polícia Federal 2016), instituição policial brasileira, subordinada ao Ministério da Justiça, cuja função, de acordo com a Constituição de 1988, é exercer a segurança pública para a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas, bem como dos bens e interesses da União, exercendo atividades de polícia marítima, aeroportuária e de fronteiras, repressão ao tráfico de entorpecentes, contrabando e descaminho, e exercendo com exclusividade as funções de polícia judiciária da União.

O órgão programa realizar este ano um concurso público destinado ao preenchimento de 558 vagas, sendo 491 de delegado e 67 de perito. Desde 2014 a PF possui autonomia para realizar seleções para a área policial, porém, depende de manifestação do Planejamento, quanto à verba, para preencher as vagas, mesmo com o prestígio junto à opinião pública diante do combate à corrupção, sobretudo por meio da Operação Lava-Jato.

Para ingressar no posto de delegado é necessário possuir o bacharelado em Direito e experiência mínima de três anos em atividade jurídica ou policial. Já o cargo de perito exige diploma de graduação de um dos cursos superiores de Química, Química Industrial, Física, Geologia, Farmácia, Ciências Contábeis, Ciências Biológicas, Engenharia Civil, Engenharia Ambiental, Engenharia Elétrica, Engenharia Eletrônica, Engenharia de Redes de Comunicação, Engenharia Mecânica, Engenharia Mecatrônica, Engenharia Química, Engenharia Agronômica, Engenharia Florestal, Engenharia Cartográfica, Engenharia de Minas, Medicina Veterinária, Ciências da Computação, Processamento de Dados, Análise de Sistemas, Informática, Sistemas de Informação, Engenharia da Computação, Engenharia de Telecomunicações, Biomedicina, Medicina, Odontologia e Ciências Econômicas. Os dois cargos têm ainda como requisito a carteira de habilitação, na categoria B ou superior. 

O cargo é aberto a homens e mulheres e proporciona estabilidade, devido às contratações via regime estatutário. A remuneração inicial é de R$ 17.288,85, incluindo auxílio-alimentação, de R$ 458. Quem tem filho tem direito ainda a auxílio-creche de R$ 321.

Polícia Federal – Delegado e Perito ESPECIAL
PRIMEIRA
          SEGUNDA
TERCEIRA
A ordem deve ser seguida de forma decrescente

Atribuições de cada grau:

  • Classe Especial
  • Perito: Instruir e orientar os peritos, visando ao desenvolvimento técnico de suas atividades, bem como à probidade, à segurança pessoal e do órgão; Atuar em missões diplomáticas.
  • Delegado: Instruir e orientar policiais e servidores administrativos, visando ao desenvolvimento técnico de suas atividades, bem como à probidade, à segurança pessoal e do órgão; Atuar como adido policial em missões diplomáticas
  • Primeira Classe
  • Perito: Planejar ações e avaliar resultados em sua área de atuação, ou por determinação em atividades especiais.
  • Delegado: Planejar ações e avaliar resultados em sua área de atuação, ou por determinação em atividades especiais.
  • Segunda Classe
  • Perito: Coordenar, supervisionar e orientar equipe de trabalho que estiver sob sua responsabilidade; Coordenar estudos e pesquisas sobre os métodos e técnicas do trabalho policial e pericial, buscando o aperfeiçoamento e modernização da instituição; Coordenar a elaboração de programas e projetos sobre assuntos de natureza policial e pericial de interesse do órgão; Coordenar programas e atividades relacionadas com a formação, treinamento e especialização policial ou afins, conforme diretrizes definidas para a unidade de ensino do órgão;
  • Delegado: Coordenar estudos e pesquisas sobre os métodos e técnicas do trabalho policial, buscando o aperfeiçoamento e modernização da instituição; Coordenar a elaboração de programas e projetos sobre assuntos de natureza policial e de interesse do órgão; Coordenar programas e atividades relacionadas com a formação, treinamento e especialização policial ou afins, conforme diretrizes definidas pela unidade de ensino do órgão; entre outras.
  • Terceira Classe:
  • Perito: Atuar na apuração de infrações penais previstas em lei; Atuar nas funções de polícia marítima, aeroportuária e de fronteiras; Atuar nas funções de polícia judiciária da União; Prender quem quer que seja encontrado em flagrante delito, submetendo à autoridade policial responsável para decisão sobre a prisão em flagrante; Assegurar aos presos o respeito à integridade física e moral; Informar aos presos seus direitos constitucionais; entre outras.
  • Delegado: Atuar na apuração de infrações penais previstas em lei; Atuar nas funções de polícia marítima, aeroportuária e de fronteiras; Atuar nas funções de polícia judiciária da União; Determinar a prisão ou prender quem quer que seja encontrado em flagrante delito; Coordenar, supervisionar e instruir equipes de trabalho; Assegurar aos presos o respeito à integridade física e moral; Informar aos presos seus direitos constitucionais; entre outras.

Progressão: O candidato aprovado no próximo concurso para delegado ou perito da Polícia Federal (PF) terá as atribuições da terceira classe. 

 

tabela2
Os candidatos que ingressarem no postos de delegado e perito serão avaliados e caso isso ocorra de forma positiva, acontecerá a progressão para a categoria posterior. Ao final de alguns anos, os aprovados passarão de uma CATEGORIA para outra. Isso acontecerá até que se chegue ao último padrão, quando o servidor fará parte da Especial.

Evolução remuneratória: Consequentemente, os valores da remuneração aumentarão. Ganhando inicialmente R$ 17 mil, o servidor chega a classe especial com mais de R$ 23, conforme abaixo.

Jornada de Trabalho: Os novos delegados e peritos, e todos da carreira, exercem suas atribuições em jornada de 40h semanais. A distribuição desse quantitativo se dar em escala de serviço, realizada de forma que se trabalhe 24h seguidas com folga de 72h, ou seja, trabalha um e folga três dias.

Lotação: Os recém-concursados são lotados, prioritariamente, nas regiões de fronteiras. E a necessidade de reforçar a presença da PF nas fronteiras é outro fator que pode influenciar a abertura do concurso ainda em 2016. Uma auditoria feita pelo Tribunal de Contas da União (TCU) apontou que o efetivo do departamento na região é insuficiente para combater os crimes de fronteira, cujo prejuízo estimado é de R$ 100 bilhão aos cofres públicos anualmente.

Organizadora e etapas: Os concursos da PF são tradicionalmente realizados pelo Cespe/UnB, com as avaliações sendo aplicadas em todas as capitais. As seleções compreendem provas objetivas e discursivas, exame de aptidão física, exame médico, avaliação psicológica, prova prática de digitação (apenas escrivão), avaliação de títulos, prova oral (apenas delegado) e curso de formação profissional.

Aplicação das provas: As provas do concurso costumam ser aplicadas em todas as capitais e no Distrito Federal. No caso das provas orais, essas são realizadas apenas em Brasília.

Necessidade de pessoal: Semelhante à PRF, a PF apresenta carência de servidores, e precisa desse concurso. A Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF) evidenciou a necessidade extrema de recursos humanos enfrentada pela PF, apontando que as quase 500 vagas ociosas no cargo de delegado equivalem a cerca de 30% do efetivo. A ADPF já ressaltou que a realização desse concurso depende unicamente do ministério e da existência de orçamento.

Inicie seus estudos: Diante de todas as explanações, você conheceu um pouco da carreira. E agora, mais do que nunca, deve iniciar seus estudos, pois os concursos da PF sempre atraem um quantitativo alto de inscritos, no último, por exemplo, foram mais de 46 mil inscritos para o cargo de delegado, uma concorrência de 310 candidatos por vaga. Já o último concurso para perito registrou um total de 35 mil candidatos, uma média de 358 por vaga. O que pode te ajudar neste momento são os estudos pré-edital. Assim, todo conteúdo estará consolidado até a publicação do edital, sobrando tempo para revisar e aprofundar possíveis inclusões.

Detalhes:

  • Concurso: Departamento de Polícia Federal (Concurso Polícia Federal)
  • Banca organizadora: Em definição
  • Cargos: delegado; perito
  • Escolaridade: nível superior
  • Número de vagas: 558 (expectativa)
  • Remuneração: Até R$ 17.203,85
  • Situação: Previsto
  • Link do último edital: Agente –  Perito    Escrivão Delegado

Comece a sua preparação hoje mesmo com quem é imbatível em aprovação nas carreiras policiais.
O Gran Cursos aprovou mais de 7.300 alunos nos últimos concursos para o DEPEN,
PRF, Polícia Federal e PMDF.

Preparatórios online com início imediato, visualizações ilimitadas e parcelamento em até 12x sem juros!
Prepare-se com quem mais aprova há 26 anos e conquiste a sua vaga!

matricule-se 3

carreiras policiaisPRF: Gran Cursos em primeiro lugar!

Antecipe sua preparação e saia na frente!

Depoimentos de alunos aprovados AQUI. Casos de sucesso:
CHEGUEI-LÁ2        CHEGUEI-LÁ     CHEGUEI-LÁ2       CHEGUEI-LÁ-Natálial    CHEGUEI-LÁ (7)
Para o Topo