Concurso Polícia Federal: confira os recursos; prazo até 27/05!

Concurso Polícia Federal: SAIU o gabarito preliminar. Saiba as fundamentações para recursos para Agente, Escrivão e Papiloscopista

Avatar


26/05/2021 | 20:38 Atualizado há 119 dias

As provas objetivas e discursivas do Concurso Polícia Federal foram realizadas no último domingo, 23 de maio. A seleção para a Polícia Federal contemplou um total de 1500 vagas para os cargos de Agente, Escrivão e Papiloscopista. Ao todo, foram registrados mais de 321 mil inscritos.

As provas ocorreram em dois turnos, sendo matutino e vespertino para o cargo de delegado e apenas vespertino para os demais cargos. O gabarito preliminar foi divulgado no dia 25 de maio de 2021 pelo Cebraspe e pode ser consultado pelo endereço eletrônico <https://www.cebraspe.org.br/concursos/pf_21>.

Candidatos que desejem entrar com recurso para qualquer uma das questões poderão fazer isso no prazo de 10 horas do dia 26 de maio de 2021 até as 18 horas do dia 27 de maio de 2021, também pelo endereço eletrônico <https://www.cebraspe.org.br/concursos/pf_21>, pelo Sistema Eletrônico de Interposição de Recurso.

Destaques:

Concurso Polícia Federal

CADERNOS DE PROVAS E GABARITO PRELIMINAR OFICIAL

Clique nos links abaixo e faça o download do material:

RECURSOS DISPONÍVEIS

Confira abaixo o que os professores do Gran têm a dizer sobre os itens e fundamentação de recursos em cada matéria.

Esta matéria está sendo atualizada. Novos recursos ainda poderão ser apresentados. Acompanhe, concurseiro(a)!

Disciplina Química – Questão 117 (Marina Maccarin)

Prova para Papiloscopista
QUESTÃO NÚMERO  117 : A interação intermolecular citada no texto envolve atração entre cargas de sinais opostos.

GABARITO PRELIMINAR DA BANCA CEBRASPE: Certo

Recurso: O gabarito da banca classifica a questão como CERTA, porém entendo que a mesma deve ser anulada por conter duas interpretações. As ligações intermoleculares ocorrem entre moléculas que são espécies neutras. Um dos tipos de ligação intermolecular são as interações/ligações de Van der Waals que ocorrem tanto para moléculas polares (do tipo dipolo-dipolo) quanto para moléculas apolares (do tipo dipolo-induzido). No caso das moléculas apolares, os elétrons eventualmente estarão concentrados em um dado lado da molécula, uma vez que eles estão em constante movimento. Assim, nesse instante, o lado da molécula com maior concentração de elétrons fica com uma carga parcial negativa, enquanto o lado contrário com
uma carga parcial positiva (devido ausência de elétrons). Como consequência, a molécula fica momentaneamente polarizada que, por sua vez, polariza a molécula vizinha por indução criando, assim, um dipolo induzido.
Já no caso das moléculas polares, devido à diferença de eletronegatividade entre os elementos químicos, a molécula possui, naturalmente, uma extremidade de carga positiva, enquanto o outro lado possui uma carga negativa, gerando-se, assim, um dipolo elétrico permanente. A parte negativa de uma molécula atrai a parte positiva da molécula vizinha e, assim, sucessivamente.
Resumindo, em interações de Van der Waals ocorrem interações entre moléculas que são espécies neutras. É diferente do que ocorre em ligações iônicas, ligações intramoleculares, nas quais íons, que são espécies carregadas, ligam-se por forças de atração devido a cargas opostas. No livro de Atkins e Jones, as interações entre cargas opostas são aquelas que ocorrem nas ligações iônicas apenas, quando temos um cátion (íon com carga positiva) ligando-se a um ânion (íon com carga negativa).

 

Disciplina Estatística – Questão 41 (Thiago Silva)

Prova para Escrivão, Agente e Papiloscopista
QUESTÃO NÚMERO 41 : Considere que x e y sejam variáveis aleatórias contínuas que se distribuem conjuntamente conforme a função de densidade f(x,y) = x + y, na qual 0 < x < 1 e 0 < y < 1. 41   E[X+Y|X = 1/2] = 14/12.

GABARITO PRELIMINAR DA BANCA CEBRASPE: Certo

Recurso: Clique aqui e confira o recurso

 

Disciplina Língua Portuguesa/Gramática – Questão 12 (Bruno Pilastre)

Prova para Escrivão, Agente e Papiloscopista
QUESTÃO NÚMERO 12 (No segundo período do texto, a partícula “se” classifica-se como partícula apassivadora)

GABARITO PRELIMINAR DA BANCA CEBRASPE: Certo

Recurso: solicita-se anulação da questão, pois o item pode ser julgado como Certo e Errado. Segundo a afirmativa, “a partícula ‘se’ classifica-se como partícula apassivadora”. De fato, o “se” pode ser partícula apassivadora porque estes elementos estão presentes (nessa análise, sigo Amini Boainain Hauy, em sua Gramática da Língua Portuguesa Padrão, 2014, p. 945): há passiva sintética em perífrase do tipo “estar + gerúndio”; o núcleo verbal é transitivo direto (segundo classificação apresentada no Dicionário Houaiss Eletrônico 2009 e por Celso Pedro Luft, em seu Dicionário Prático de Regência Verbal, 2008: “ampliar” pode ser transitivo direto); e o sujeito é singular e paciente.

Ademais, pode-se identificar, em termos de coesão, um agente implícito. No entanto, a partícula “se” também pode ser classificada como parte integrante do verbo. No Dicionário Houaiss (Eletrônico, 2009) e no Dicionário Prático de Regência Verbal (LUFT, 2008), o verbo “ampliar” pode ser pronominal (e o “se” é parte integrante do verbo). Nesse caso, a forma “se” denota mudança de estado sem agente externo, o que também é coerente com os sentidos do texto. Por haver duas análises possíveis (e, consequentemente, duas respostas possíveis: Certo e Errado), a questão deve ser anulada.

Disciplina Língua Portuguesa/Gramática – Questão 12 (Tereza Cavalcanti)

Item 12: No segundo período do texto, a partícula ‘se’ funciona como partícula apassivadora.
Frase: Em quase toda parte, a rede de prisões está se ampliando.
Gabarito: CERTO

Frase: Em quase toda parte, a rede de prisões está se ampliando.
Na frase, há locução verbal, cujo verbo principal é “ampliar”.
O Dicionário de Verbos e Regimes, de Francisco Fernandes, prevê, para o verbo AMPLIAR a única regência de transitivo direto:
AMPLIAR Transitivo – Tornar amplo; alargar; dilatar: “Ampliar os custos limites que lhe marcam as areias da praia” (Camilo) ; – Prorrogar: “Debalde o embaixador… forcejou para, ao menos, ampliar esse período.” (Herculano); – Exagerar: “Ampliou o que lhe contaram”; – Desenvolver, explanar: “Ampliar o assunto de uma obra” (Aulete).
Atende-se, dessa forma, a uma das exigências para a classificação do ‘se’ como partícula apassivadora.
Ademais, é possível, dentro da lógica da gramática normativa e da coerência do texto, reescrever a frase na voz passiva analítica: Em quase toda parte, a rede de prisões está sendo ampliada. Essa possibilidade de reescrita ratifica o entendimento do ‘se’ como mecanismo apassivador.
Ressalta-se aos argumentos já apresentados o fato de que, na oração, o sujeito (“a rede de prisões”) é claramente paciente da ação verbal, já que é o alvo da ação de ampliar, ou seja, o objeto para o qual se dirige a ação verbal. Além disso, não há definição do agente responsável pela ação verbal.
Importa mencionar, por fim, alguns aspectos complementares à análise: a natureza inanimada do sujeito inviabiliza a possibilidade de o ‘se’ ter natureza reflexiva; a presença clara do sujeito (paciente) torna impossível a classificação do ‘se’ como índice de indeterminação do sujeito; e a regência do verbo – que não o prevê, conforme mencionado, como pronominal – não permite o entendimento do ‘se’ como parte integrante do verbo.

 

Disciplina Física – Questão 112 (Herico Avohai)

Prova Papiloscopista – Clique aqui e confira o documento na íntegra

 

Disciplina Arquivologia – Questão 15 (Elvis Miranda)

O gabarito preliminar para o cargo de escrivão da prova da Polícia Federal trouxe um item que não “bateu” com o meu gabarito do pós-prova. É um item relativamente simples, em que a banca errou até de forma grosseira no gabarito. Acredito que não teremos problemas em alterá-lo, a partir de recursos por parte dos alunos.

ITEM 115 da prova modelo 9/14 (ESCRIVÃO)

É o princípio da proveniência que dá ao documento de arquivo a singularidade para diferenciá-lo de outros tipos de documentos

Coloco a seguir sugestão de texto para recurso para ser publicado:

Solicito a alteração de gabarito do item 115 de CERTO para ERRADO, em função dos argumentos seguintes:

O item afirma que “É o princípio da proveniência que dá ao documento de arquivo a singularidade para diferenciá-lo de outros tipos de documentos”.

A partir da bibliografia arquivística, fica claro que, na verdade, não é o princípio da proveniência que diferencia os documentos de arquivo dos outros tipos de documentos, como os documentos de biblioteca, por exemplo, e sim o princípio da organicidade.

Documento orgânico é aquele produzido ou recebido no decorrer das atividades de uma pessoa, ou instituição. Isto não acontece com os documentos ou objetos das bibliotecas e museus, que são acumulados de forma não-orgânica, artificial ou, tecnicamente, o que a bibliografia chama de coleção.

Segundo Heloísa Liberalli Belotto, um dos nomes mais renomados da Arquivologia no país, “Organicidade é a qualidade segundo a qual os arquivos refletem a estrutura, funções e atividades da entidade produtora, acumuladora em suas relações internas e externas”.

Ela ainda destaca, na obra “Arquivos Permanentes: Tratamento Documental”, na página 136, que “Essa organicidade, que está vivamente presente na própria conceituação de fundo, é o fator que melhor esclarece a diferença entre os conjuntos documentais arquivísticos e as coleções características das bibliotecas e dos centros de documentação”.

Shellemberg, outro renomado autor da área, afirma que “as diferenças observadas entre os materiais de biblioteca e de arquivo referem-se a) ao modo pelo qual se originam; e b) ao modo pelo qual entraram para as respectivas custódias” (Schellenberg, 2006, p. 43).

O autor destaca que os documentos de arquivo possuem características como naturalidade e relação orgânica, que são opostas aos documentos de biblioteca, com objetivos culturais, constituindo peças avulsas artificiais, sem valor orgânico.

Este detalhe, inclusive, já foi inúmeras vezes objeto de cobrança em provas do Cespe-UnB, atual Cebraspe, que considerou sempre  que o arquivo não é uma coleção de documentos, e sim um conjunto orgânico de documentos, como vemos nos itens de provas anteriores descritos a seguir:

  • (CESPE-CEBRASPE-UNB/MPE-PI/2018) A existência de um sentido orgânico no arquivo é o que o distingue da biblioteca e do museu.
  • (CESPE-CEBRASPE-UNB/TJRR/2012) O arquivo caracteriza-se por ser um conjunto orgânico, resultado das atividades de uma pessoa física ou jurídica, e não uma coleção de documentos de diversas fontes
  • (CESPE-CEBRASPE-UNB/FUB/2008) As informações que emanam diretamente das funções vinculadas à missão de um órgão público ou empresa privada são consideradas orgânicas e, portanto, informações arquivísticas.

Desta forma, fica claro que o item em questão se refere ao princípio da organicidade, e não ao princípio da proveniência, como foi citado. Até mesmo porque o princípio da proveniência, de acordo com a bibliografia arquivística, é aquele que defende que arquivos de entidades distintas não devem se misturar uns aos outros, ou seja, não está relacionado à diferenciação entre os documentos arquivísticos dos documentos não arquivísticos.

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA:

BELLOTTO, Heloísa Liberalli. Como Fazer Análise Diplomática e Análise Tipológica de Documentos de Arquivo. 1ª ed. São Paulo : Arquivo do Estado e Imprensa Oficial do Estado. , 2002. p. 23.
BELLOTTO, Heloísa Liberalli, Arquivos Permanentes: Tratamento Documental. 4. ed. FGV : Rio de Janeiro, 2006. p. 136.
SCHELLENBERG, Theodore R. Arquivos modernos: princípios e técnicas. 6. ed. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2006. 388 p.

 

Disciplina Informática – Questão 95 (Jósis Alves)

Item 95: O item sobre SQL não constava no edital. Por isso, solicita-se a anulação da questão por extrapolar o conteúdo cobrado no edital.

 

Disciplina Química – Questão 117 (Wanessa Felix)

ITEM 117 da prova modelo (PAPILOSCOPISTA)

117 – A interação intermolecular citada no texto envolve atração entre cargas de sinais opostos.

O item foi gabaritado como CERTO e o comentário é que “A interação será do tipo íon-dipolo”.

As forças chamadas de Van der Waals são as forças atrativas entre moléculas neutras e podem ser classificadas em três tipos: forças dipolo-dipolo, de London e de Ligação de hidrogênio.( BROWN, LEMAY & BURSTEN, QUÍMICA A CIÊNCIA CENTRAL – 9.ed. Pearson Prentice Hall ed. 2005, pág. 377; RUSSEL, John B. Química Geral, vol. 1. 2ª edição. McGrall-Hill, São Paulo, 1994.).

Segundo Atkins, as interações entre dipolos decorrem da atração entre cargas parciais de suas moléculas neutras. Para este mesmo autor, as cargas presentes nos dipolos são consideradas regiões de densidade de carga, mais fracas do que as cargas efetivas presentes na formação dos íons (ATKINS, P.; JONES, L.; Princípios de Química, questionando a vida moderna e o meio ambiente; 5ª Ed, Bookman Companhia Ed., 2011).

A questão menciona uma interação do tipo íon-dipolo entre as moléculas de água e o composto iônico (Fe2O3), tal interação não se enquadra nas forças de van der Waals. Bem como, as interações de van der Waals decorrem da formação de dipolos e não de cargas efetivas.

Referências:

BROWN, LEMAY & BURSTEN, QUÍMICA A CIÊNCIA CENTRAL – 9.ed. Pearson Prentice Hall ed. 2005.
ATKINS, P.; JONES, L.; Princípios de Química, questionando a vida moderna e o meio ambiente; 5ª Ed, Bookman Companhia Ed., 2011.
RUSSEL, John B. Química Geral, vol. 1. 2ª edição. McGrall-Hill, São Paulo, 1994.

 

 

Concurso Polícia Federal: próximos passos

Os resultados dos recursos com a divulgação da pontuação final das provas objetivas e provisória das provas discursivas, conforme o novo cronograma, estão agendados para o dia 11 de junho de 2021. Após essa data, ainda existe a espera para a divulgação oficial do resultado das provas discursivas e apenas então a convocação para o TAF no dia 29 de junho de 2021.

Confira abaixo o cronograma do concurso Polícia Federal:

Atividade Datas previstas
Aplicação das provas objetiva e discursivas 23/05/2021
Divulgação dos gabaritos preliminares da prova objetiva
e do padrão preliminar de respostas das discursivas
25/05/2021,
a partir das 19h
Prazo para recursos 26 e 27/05/2021
Resultado final da prova objetiva e provisório da discursiva 11/06/2021
Resultado final das provas discursivas e
convocação para o Teste de Aptidão Física (TAF)
29/06/2021
TAF (realização das avaliações) 3 e 4/07/2021
Resultado final do TAF e convocação para o preenchimento da FIC e para a avaliação médica 23/07/2021
Realização da avaliação médica (presencial) 7 e 8/8/2021
Prova Oral (cargo de delegado) 23 e 24/10/2021
Aplicação da prova prática de digitação (escrivão) 24/10/2021
Resultado final da primeira etapa do concurso e
convocação para a matrícula no curso de formação
21/12/2021

Concurso Polícia Federal: compartilhe a sua experiência

Você realizou as provas do Concurso Polícia Federal no último domingo, 23 de maio? Conte para nós no comentário:

  • Como foi sua experiência?
  • Quais questões estavam mais difíceis?
  • Irá solicitar recurso para alguma delas?

Desde já agradecemos pela sua resposta!

 

 

Resumo do Concurso Polícia Federal

Concurso Polícia Federal
Banca organizadora Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção de Promoção de Eventos – CEBRASPE
Cargos Delegado, Papiloscopista, Agente e Escrivão de Polícia
Escolaridade Nível superior
Carreiras Policial e segurança pública
Lotação Nacional
Número de vagas 1.500 para provimento imediato e 500 para formação do cadastro de reserva
Remuneração iniciais de R$ 12,5 mil a R$ 23,6 mil
Inscrições de 22 de janeiro até às 18h do dia 11 de de fevereiro de 2021 (inscrições encerradas)
das 10h do dia 30 de março até às 18h do dia 1º de abril de 2021 (somente às vagas reservadas – PcDs)
Taxa de inscrição de R$ 180,00 a R$250,00
Data da prova objetiva 23 de maio de 2021 (domingo)
Clique aqui para ver o edital Polícia Federal 2021

Avatar

Equipe do Gran Cursos Online
0

1

Comentários (1)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *