Concurso SEDF 2016: Cargos confirmados para nível médio e superior! Inicial de até R$ 5 mil!

Avatar


23/09/2016 | 10:27 Atualizado há 1816 dias

Edital do concurso SEDF 2016 é adiado por algumas semanas! Aproveite o tempo extra e intensifique sua preparação. Oferta de 2,9 mil vagas!

Concurso SEDF 2016 define requisitos e atribuições para concurso com 2,9 mil vagas de níveis médio e superior!

Um importante passo para que o edital do concurso público para a Secretaria de Educação do Distrito Federal (Concurso SEDF 2016) foi realizado na última quarta-feira. Conforme divulgado no Diário Oficial, os requisitos e atribuições das carreiras de magistério público e assistência à educação do foram definidos e cargos de nível médio e superior estão confirmados.

Segundo a Portaria Conjunta Nº 27 – Acesse aqui – , o cargo de professor tem como atribuições básicas atividades de regência de classe nas modalidades, etapas, atendimentos, de acordo com a habilitação específica e executar outras atividades de interesse da área de atuação.

Serão abertas vagas para as áreas de atividades, biologia, ciências naturais, eletrônica, enfermagem, filosofia, física, geografia, história, informática, língua estrangeira moderna: espanhol, francês, japonês e inglês, matemática, nutrição, química, sociologia, administração, biomedicina, eletrotécnica, farmácia, odontologia, artes e fisioterapia. Com exceção da área de atividades, que requer licenciatura plena em pedagogia ou normal superior, as demais requerem curso na respectiva área de atuação.

Já o posto de analista de gestão educacional oferecerá oportunidades para as área de Administração, Arquivologia, Biblioteconomia, Comunicação Social; 5- Contabilidade, Direito e Legislação, Economia, Psicologia e Tecnologia da Informação, que requerem nível superior na área. As atitudes pessoais dos cargos, atribuições e requisitos específicos podem ser conferidos no link acima.

Candidatos com nível médio completo poderão concorrer ao cargo de técnico de gestão educacional, nas áreas de Apoio Administrativo ou Secretário Escolar. Haverá ainda chances para o posto de monitor, ao qual cabe executar, sob orientação de equipe escolar, atividades de cuidado, higiene e estímulo de crianças; participar de programas de treinamento e formação continuada; executar outras atividades de interesse da área. Para mais dos cargos, atribuições e requisitos específicos, consulte o link acima.

O último concurso aberto para as funções de nível médio contou com um bom número de contratações de aprovados para a carreira de técnico em gestão educacional, nas especialidades de secretário escolar e apoio administrativo. Segundo dados da Secretaria de Estado de Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag), nada menos que 2.117 candidatos aprovados foram nomeados, sendo que o edital oferecia apenas 250 vagas em edital. 

Agora o órgão trabalha intensamente para definir a organizadora que ficará à frente da organização da seleção. Segundo informou a Seplag ao Gran Cursos Online Blog, oito empresas entregaram propostas, entre elas o próprio Cespe/UnB, Instituto IBFC, Fundação Universa e Iades. O próximo passo agora é fazer a avaliação da capacidade técnica, bem como escolher a proposta mais vantajosa para a administração, informou a pasta.

Após a escolha da empresa, o autos serão enviados para validação pela Procuradoria-Geral do DF, estando tudo certo, o edita já poderá ser encaminhado para publicação no Diário Oficial do DFA informação era de que o Cebraspe, antigo Cespe/UnB, seria o organizador do certame, conforme havia confirmado em diversas ocasiões o titular da SEDF, Júlio Gregório. Porém, a PGDF não aceitou a contratação direita do organizador, pois é necessário a melhor proposta para administração, e isso só pode ser feito se a licitação for aberta a mais de uma empresa.

A oferta será de 2,9 mil vagas, sendo a maior parte – 2 mil – para professores, em diversas especialidades. As outras 900 serão destinadas para a carreira de Assistência à Educação: 560 para técnicos em gestão educacional (230 imediatas e 330 para cadastro de reserva), 250 para monitores de gestão educacional (100 imediatas e 150 para cadastro de reserva) e 90 para analistas (40 imediatas e 50 para cadastro de reserva). Para professores e analistas será exigido nível superior, já para os cargos de monitor e técnico, nível médio.

O sonho de servir à sociedade em um órgão famoso por oferecer boas remunerações não é o único combustível que deverá atrair milhares candidatos. A estabilidade no emprego, por conta da contratação pelo regime estatutário, é outro atrativo do cargo. Os iniciais das carreiras podem alcançar a casa do R$ 5 mil para professores.

O órgão deverá fazer um bom número de contratações nesta seleção. A justificativa se deve ao resultado de uma auditoria divulgada em outubro do ano passado pelo TCDF, contatando que o magistério público do DF tem um quadro negativo de quase 8 mil profissionais. Segundo o levantamento,  existem 7.911 cargos vagos de professores da rede pública de ensino, 22% do total, não dispondo a SEDF de planejamento, indicadores e metas formalizados visando à reposição do quadro de servidores. A investigação apontou alta carência de professores e de orientadores educacionais, não realização de aulas e comprometimento da qualidade do ensino. 

Na fiscalização feita pelo corpo técnico do Tribunal de Contas do DF, constatou-se que a Secretaria de Educação do DF não dispõe de uma política estruturada para realizar a reposição da força de trabalho dos profissionais de magistério (professores e orientadores educacionais), que acaba ocorrendo de forma descontinuada. Não são realizados concursos públicos periódicos para seleção de professor e, principalmente, de orientador educacional.

A tradição demonstra que a SEDF sempre nomeia muitos aprovados dentro do prazo de validade, o que deverá se repetir tendo em vista o aumento das necessidades de pessoal. E os dados são favoráveis ao fortalecimento de muitas nomeações. Na última seleção, com edital publicado em 2013, mais de 1.032 professores foram nomeados e tomaram posse, sendo a maioria para a especialidade de atividades, em que o edital oferecia 200 vagas e nada menos que 1.136 candidatos foram nomeados. Outras áreas de técnicos e analistas também tiveram um número expressivo de contratações, conforme demonstra a tabela ao lado. 


Detalhes:

  • Concurso: Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal (Concurso SEDF 2016)
  • Banca organizadora: Em definição
  • Cargos:  Professor; Analista; Técnico; Monitor
  • Escolaridade: Níveis médio e superior
  • Estados: DF
  • Número de vagas: 2,9 mil
  • Remunerações: Até R$ 5 mil
  • Situação: EDITAL IMINENTE
  • Previsão p/ publicação do edital: 2016

Gostou dessa oportunidade? Prepare-se com quem tem tradição de aprovação e 26 anos de experiência em concursos públicos. Cursos online com início imediato, visualizações ilimitadas e parcelamento em até 12x sem juros

matricule-se 3

assinatura-ilimitada-

Antecipe sua preparação e saia na frente!

Depoimentos de alunos aprovados AQUI.

CHEGUEI-LÁ (2)  MARGARIDA  CHEGUEI-LÁ2  CHEGUEI-LÁ (7)

ab9e77ea-b1fb-4956-a945-5635a873b293  cheguei-lá-1080-x-1080   cheguei-lá-1080-x-1080-Jusieli   cheguei-lá-1080-x-1080

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *