Concurso TCE RJ: edital será publicado em 2020! Confira!

O concurso TCE RJ ofertará 40 vagas para Analista de Controle Externo, cargos de nível superior!

Um dos concursos que está entre os mais aguardados é o do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro, porém, o órgão informou que seu novo certame ficará para 2020. De acordo com uma nota divulgada, o novo edital foi prorrogado devido a recuperação fiscal na qual o estado do Rio de Janeiro se encontra, mas o concurso prosseguirá normalmente.

No mês de setembro o órgão anunciou que o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e Promoção de Eventos – CEBRASPE, como a banca organizadora do novo certame que visa preencher cargos da carreira de Auditor de Controle Externo.

O próximo passo é a assinatura do contrato entre a banca e o TCE RJ. A previsão para o lançamento do edital é entre 2019/2020.

Com a autorização do novo certame, que aconteceu em maio de 2019, o órgão prevê o preenchimento de 40 vagas para nível superior nas áreas de Ciências Contábeis, Controle Externo, Direito e Tecnologia da Informação.

Navegue através do índice abaixo:

Concurso TCE RJ: situação atual

Em nota divulgada pelo site do TCE RJ, o órgão informa que o adiamento do novo certame visa contribuir com a recuperação fiscal do estado, com isso, o novo edital ficará para o próximo. Os valores destinado a realização do certame serão destinados para utilização na Segurança Pública do RJ. Confira a nota publicada.

Durante a sessão plenária do dia 18 de setembro, o Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro, anunciou o Cebraspe como banca organizadora do próximo concurso do TCE RJ.

De acordo com o presidente da comissão organizadora do concurso, o conselheiro Rodrigo Nascimento, a banca foi escolhida pela por conta das exigências que o certame exige. “Solicitei à Secretaria-Geral de Administração a adoção das medidas administrativas necessárias para a contratação da referida banca, considerando as exigências legais aplicáveis“, afirmou.

A previsão de publicação do edital é de 15 dias úteis após assinatura do contrato.

Em maio, o Tribunal já havia aprovado o documento que trata da realização do novo certame e as regras básicas que irá servir como diretriz para a elaboração do edital.

O novo edital ofertará 40 vagas para Analista de Controle Externo. Do total, serão nove vagas para Ciências Contábeis, dezesseis para Controle Externo, oito para Direito e sete para Tecnologia da Informação.

De acordo com o regulamento já publicado, o  prazo de validade do certame será de 6 meses, contados a partir da publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado uma vez, por mais 6 meses.

Confira aqui o regulamento na íntegra.

Concurso TCE RJ: remuneração e benefícios

A remuneração da carreira de Analista de Controle Externo é composta por vencimento inicial acrescido de gratificação de controle externo que varia de 50% a 85% do vencimento base, conforme o nível ocupado.

Ao ingressar no TCE RJ, o servidor receberá remuneração de R$ 11.670,25, composta por salário + 50% de gratificação.

A progressão na carreira é dada pela progressão abaixo (do nível inicial ao final). Confira a tabela abaixo, de acordo com as informações obtidas através do Portal da Transparência do TCE RJ.

Índice    Vencimento-base       Gratificação (85%) 
2000 R$ 7.410,17 R$ 6.298,64
2100 R$ 7.780,68 R$ 6.613,58
2200 R$ 8.151,19 R$ 6.928,51
2300 R$ 8.521,70 R$ 7.243,45
2400 R$ 8.892,21 R$ 7.558,38
2500 R$ 9.262,72 R$ 7.873,31
2600 R$ 9.633,08 R$ 8.188,12
2700 R$ 10.003,74 R$ 8.503,18
2800 R$ 10.374,24 R$ 8.818,10

Os servidores do TCE RJ fazem jus também aos seguintes benefícios:

  • Auxílio Educação: R$ 1.174,00
  • Auxílio Saúde: R$ 726,00
  • Auxílio Locomoção: R$ 314,60
  • Auxílio Alimentação: R$ 1.064,80

Concurso TCE RJ: quadro de vagas

De acordo com o regulamento do concurso TCE RJ, serão ofertadas 26 vagas para ampla concorrência, 4 para portadores de deficiência, 5 para negros e índios e 5 para hipossuficientes economicamente. A distribuição das vagas pode ser conferida na tabela abaixo:

Concurso TCE RJ: quadro de vagas

Concurso TCE RJ: quadro de vagas

De acordo com o Portal da Transparência do TCE RJ, há 282 cargos ociosos nas áreas de Controle Externo e Organizacional.

Concurso TCE RJ: requisitos para o cargo de Analista de Controle Externo

O edital TCE RJ ofertará vagas para a carreira de Analista de Controle Externo na área Controle Externo e Organizacional. Para ingresso no cargo é necessário possuir nível superior completo na especialidade desejada, conforme especificado abaixo:

Área Controle Externo

  • Ciências Contábeis: nível superior em Ciências Contábeis.
  • Controle Externo: nível superior em qualquer área de formação.
  • Direito: nível superior em Direito.
  • Tecnologia da Informação: nível superior em Engenharia de Sistemas, ou em Engenharia da Computação, ou em Ciências da Computação, ou na área de ciências exatas com pós-graduação em Análise de Sistemas.

Atribuições do Analista de Controle Externo

  • O analista de controle externo tem como missão emitir parecer das contas, atos e demais procedimentos sujeitos à apreciação, registro ou julgamento;
  • Executar inspeções e auditorias;
  • Executar todos os demais atos de fiscalização de competência do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro, de forma a permitir ao Corpo Deliberativo a necessária apreciação ou julgamento.

Além destas atividades há outras também, de acordo com a especialidade do analista de controle externo. Essas especificações serão publicadas no edital do certame.

Concurso TCE RJ: etapas

O certame contará com as seguintes etapas:

  • Prova objetiva (eliminatória e classificatória),
  • Prova discursiva (eliminatória e classificatória) e
  • Avaliação de títulos (classificatória).

O conteúdo programático terá como base o regulamento aprovado.

Último concurso TCE RJ (2012)

Em 2012, o Tribunal abriu edital que ofereceu 100 vagas para início imediato, sendo 89 para cargos de nível superior e 11 para nível médio.

Para os cargos de analista de controle externo, as oportunidades foram para as seguintes especialidades:

  • Administração em saúde;
  • Ciências contábeis;
  • Controle externo;
  • Direito;
  • Engenharia civil;
  • Tecnologia da informação;
  • Área organizacional – ciência contábeis;
  • Área organizacional – engenharia civil;
  • Área organizacional – pedagogia;
  • Área organizacional – tecnologia da informação.

O salário inicial era de R$ 9.031,89.

As únicas vagas para o cargo de técnico de controle externo foram para a carreira de técnico de notificações. Na época, o salário inicial era de R$ 6.322,31.

Prova último concurso:

A prova para Analista de Controle Externo continha 40 questões de conhecimentos básicos e 60 de conhecimentos específicos. Também foi aplicada prova discursiva com redação e 4 questões.

A prova para Técnico de Notificações foi planejada com 40 questões de conhecimentos básicos e 40 de conhecimentos específicos, além de uma redação.

Concurso TCE RJ: organização da prova!

Concurso TCE RJ: organização da prova!

Critérios para aprovação

Os candidatos a cargos de analista precisaram obter, no mínimo, 20 pontos em conhecimentos básicos, 30 em conhecimentos específicos, e 50 ao todo.

Para a aprovação na avaliação de Técnico de Notificações foi necessário obter a nota mínima de 20 pontos em conhecimentos básicos, 20 em conhecimentos específicos, e 40 ao todo.

Concurso TCE RJ já possui orçamento disponível

A realização do novo certame já foi aprovada pela Secretaria de Controle Externo. A Secretaria de Planejamento do Tribunal informou haver orçamento disponível para a realização do concurso em 2019 e para o exercício de despesas decorrentes da realização do concurso com a contratação dos novos servidores.

Confira abaixo o documento publicado no DORJ:

Concurso TCE RJ com comissão instituída

Concurso TCE RJ: comissão instituída

Confira AQUI todas as oportunidades em carreiras de tribunais!

Concurso TCE RJ: Como Intensificar os Estudos

Professor Sandro Bernardes destaca o tema Controle Externo como um conteúdo importante para estudos das provas de concurso para cargos nos Tribunais de Contas, de forma geral. Assim, a lógica também se aplica ao concurso do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro.

Além disso, o professor ressalta que, embora seja muito importante focar nos estudos da fase objetiva, os concurseiros não devem se esquecer da relevância de iniciar um preparo para a prova discursiva.

No mais, quanto aos títulos, a dica é deixar essa questão para uma análise posterior: o foco deve ser na absorção e domínio do conteúdo recorrente nos editais anteriores e de outros concursos de Tribunal de Contas.

Saiba como aproveitar o seu tempo e intensificar já os seus estudos para a prova do concurso TCE RJ!

Assista o vídeo e aproveite as dicas do professor Sandro Bernardes.

Resumo do concurso TCE RJ

Concurso Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (concurso TCE RJ)
Banca organizadora Centro Brasileiro de
Cargos Analista de Controle Externo
Escolaridade  Nível superior
Carreiras Controle e Gestão
Lotação Rio de Janeiro
Número de vagas 40 vagas
Remuneração iniciais de até R$ 11,6 mil
Situação BANCA DEFINIDA
Link do edital Clique AQUI para fazer o download do edital
Patrícia Lourenço
Equipe de Comunicação do Gran Cursos Online
16 Comentários

16 Comentários

  1. Debora

    14/03/2019 22:16em22:16

    Gran, gostaria de saber se essa experiência profissional de 2 anos só pode ser na área que tenho graduação ou pode ser em qualquer área. Também gostaria de saber se são dois anos num cargo só ou pode ser: 1 ano em um cargo e 1 ano em outro cargo.

    • BoBy

      30/03/2019 15:09em15:09

      Pode ser em qualquer cargo, de qlq escolaridade. Tem uma lei ou decreto que trata disso.

  2. sergio duarte

    15/03/2019 12:43em12:43

    quero receber informações sobre tce rj

  3. CLAUDIA LEMES MARTINS

    23/05/2019 10:43em10:43

    Quero receber sempre qualquer anúncio

  4. André

    24/05/2019 21:35em21:35

    Absurdo essa cláusula de experiência profissional de 2 anos em qualquer coisa. Minha esposa formou em engenharia em uma renomada universidade, porém no último semestre ele teve nosso filho e decidiu se dedicar na maternidade até que ele tivesse idade razoável. Agora que se voltaria para concursos e se interessou por esse e não pode fazer porque estava “a toa” cuidando do nosso filho nos ultimos 4 anos. Dai uma pessoal vai lá e se forma em um Letras na modalidade EAD, trabalha dois anos em uma escolinha de bairro ganhando salario mínimo e tem o direito de fazer o concurso. Isso ai é no mínimo irrazoável.

    • Luis Paulo

      31/05/2019 07:53em07:53

      Ou a pessoa se forma numa academia militar, estuda e trabalha sem hora pra terminar ….acho justíssimo esse critério! Tem gente que entra no serviço público e não tem a mínima noção de nada.

    • PAMELA

      27/06/2019 10:28em10:28

      as pessoas querem justificar uma coisa atacando outra.
      Faço Letras (ead) pela Uff, ralo muito! não fique desmerecendo os cursos… isso é tão feio…

    • Marcio

      02/12/2019 01:46em01:46

      Qual o problema em cursar Letras? E qual o problema da modalidade EaD?

  5. Valesca Soares de Souza

    28/05/2019 21:48em21:48

    Boa Noite!
    Sou formada em Gestão Pública , desde 2017 atualmente fazendo Pós Graduação em Administração Pública , e como experiência profissional , tenho 15 anos de serviço Público, sou Inspetora De Administração Penitenciária( SEAP-RJ), com essa experiência e função, atualmente estaria apta a concorrer ao concurso do TCE na área de Controle Externo ??

  6. Weverson

    03/07/2019 11:17em11:17

    No que se refere ao tempo de experiência, tempo estagio também conta como experiência?

  7. Inelise Pereira Lima Martins

    23/09/2019 18:16em18:16

    De novo. Desculpe usar ese canal, mas enquanto vcs não atenderem ao meu pedido, é por aqui que devo reiterá-lo.

    Gosto da Gran, mas recebo, por baixo, em média de 10 a 15 notificações de vcs ao dia! Já pedi, desmarquei as notificações, mas continuo recebendo.

    Trabalho online e elas têm atrapalhado meu serviço. Quando terei, de fato, minha solicitação atendida?

  8. Charles Rocha

    22/10/2019 17:37em17:37

    Boa tarde. Sou formado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas e gostaria de saber se posso concorrer para o cargo de Tecnologia da Informação, justamente pelo que se pede abaixo:

    – Nível superior em Engenharia de Sistemas, ou em Engenharia da Computação, ou em Ciências da Computação, ou na área de ciências exatas com pós-graduação em Análise de Sistemas.

  9. Gleise

    08/11/2019 14:40em14:40

    Boa tarde. Sou formado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas ( tecnólogo – 3 anos) e gostaria de saber se posso concorrer para o cargo de Tecnologia da Informação?
    Desde já agradeço,
    Gleide

    • Gabrielly Kristian

      12/11/2019 11:42em11:42

      Bom dia, Gleise!

      De acordo com o ultimo edital, segue os requisitos para o cargo:

      Diploma, devidamente reconhecido e registrado, do curso de graduação em Ciência
      da Computação, Engenharia de Sistemas, Engenharia da Computação ou de curso de graduação da área de Ciências Exatas,
      neste último caso desde que acompanhado do certificado de conclusão de curso de pós-graduação em Análise de Sistemas;
      e, no mínimo, dois anos de prática profissional.

  10. Jéssica

    19/11/2019 12:49em12:49

    Boa tarde.
    Eu gostaria de saber quais são os documentos necessários para comprovação de experiência profissional para autônomos. Eu trabalho há mais de dois anos de forma autônoma e queria saber como que eu faço para comprovar.

    • Gabrielly Kristian

      21/11/2019 11:08em11:08

      Bom dia, Jéssica!

      De acordo com o último Edital, segue o link : https://blog-static.infra.grancursosonline.com.br/wp-content/uploads/2019/06/08145555/%C3%BAltimo_EDITAL_TCE_RJ.pdf

      Exercício de atividade/serviço prestado como autônomo: cópia autenticada em cartório de contrato de prestação
      de serviços ou recibo de pagamento autônomo (RPA) acrescido de declaração do contratante que informe o período
      (com início e fim, se for o caso) e a espécie do serviço realizado.

      A comprovação de prática profissional por meio do recibo de pagamento autônomo (RPA) só será aceita com a
      apresentação do primeiro mês e do último mês recebido.

      Obrigada !

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o Topo