Concursos em Destaque

Concurso TCE SP oferta 133 vagas e inicial de R$ 12.984!

Concurso TCE SP divulga edital para nível superior!

Concurso TCE SP divulga edital para nível superior! Inicial de R$ 12 mil!

Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (Concurso TCE SP) está com as inscrições  de seu concurso público com oferta de 133 vagas para carreiras de nível superior ABERTAS.

A organizadora é a Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – Fundação VUNESP e as inscrições ficarão abertas até 23h59min de 31 de outubro de 2017. O valor da taxa de inscrição é de R$ 57,00 (cinquenta e sete reais), por cargo em concurso. O boleto deve ser pago até o dia 1º de novembro.

 Retificação do edital para o concurso TCE SP

O órgão divulgou no Diário Oficial da última segunda-feira, dia 25 de setembro, um edital TCE SP de retificação ao documento de abertura de inscrições. A alteração é referente ao conteúdo programático, especificamente da disciplina de contabilidade pública (acesse aqui),

O concurso TCE SP oferece 133 chances para para as carreiras de Agente da Fiscalização e Agente da Fiscalização – Administração, além das que surgirem na validade do certame.

Concurso TCE SP: edital comentado e dicas de estudo!

Os professores Claudio Zorzo, Rodrigo Cardoso e Herbert Almeida comentam detalhes sobre o concurso TCE SP e a grande expectativa pelo certame. Segundo Herbert, o último concurso para o órgão foi lançado em 2012, passando mais de 5 anos. “O último concurso foi em 2012, já se passaram 5 anos, e é um edital bastante esperado, um cargo muito interessante, muito bom e que vai ter uma competição muito boa” destacou.

O professor Rodrigo Cardoso, de Direito Administrativo, comentou a respeito da divisão do concurso entre área meio e área fim do concurso, algo novo. “São várias vagas e você não pode perder essa oportunidade, e detalhe: o número de vagas já constante do edital já é animador, pois hoje é raro o órgão em geral colocar um número de vagas. A jurisprudência orienta que se o órgão coloca o número de vagas, obrigatoriamente deve nomear os aprovados dentro do número de vagas”, pontua.

Esses e vários outros pontos são destacados no vídeo abaixo, como requisito, formação necessário, locais de atuação, remuneração, evolução na carreira e muito mais. Dê o play e inicie HOJE mesmo sua preparação para o concurso TCE SP.

Concurso TCE SP: baixe o edital verticalizado GRÁTIS

Para uma preparação organizada, o Gran Cursos Online elaborou, com exclusividade, o edital verticalizado de cada cargo do certame.

Com eles, você poderá otimizar o seu tempo e conseguir mais organização, maximizando seus estudos e ganhando orientação do que estudar no dia a dia. No mesmo arquivo, você poderá conferir os tópicos de cada disciplina em abas separadas, fazer anotações, controlar os seus horários e calcular o progresso do estudo. Para ter acesso aos editais, basta acessar os links abaixo:

Edital verticalizado – Agente de Fiscalização

Edital verticalizado – Agente de Fiscalização – Administração

Requisitos do concurso TCE SP

Para se candidatar é necessário formação acadêmica/habilitação exigida mediante a apresentação de:

a) para o cargo de Agente da Fiscalização (opções 002 a 011): diploma, devidamente registrado, ou certificado de conclusão de graduação de nível superior (Bacharelado), que conste a data de colação de grau, expedido por Instituição de Ensino Superior, reconhecida pelo Ministério da Educação, em Direito, Ciências Contábeis, Economia, Administração de Empresas ou Pública, Engenharia Civil ou Gestão de Políticas Públicas;

b) para o cargo de Agente da Fiscalização–Administração (opção 001): diploma, devidamente registrado, ou certificado de conclusão de graduação de nível superior (Bacharelado), que conste a data de colação de grau, expedido por Instituição de Ensino Superior, reconhecida pelo Ministério da Educação, em Direito, Ciências Contábeis, Economia, Administração de Empresas ou Pública, Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Civil, Gestão de Políticas Públicas, Biblioteconomia e Documentação, Enfermagem, Nutrição, Pedagogia Especializada em Educação Infantil, Psicologia ou Serviço Social.

Os nomeados sujeitar-se-ão ao Estatuto dos Funcionários Públicos Civis do Estado (Lei nº 10.261/1968), à Lei Complementar Estadual nº 180/1978 e demais disposições legais relativas aos funcionários públicos do Estado.

Cargos e locais de lotação do concurso TCE SP.

Cargos e locais de lotação do concurso TCE SP.

Atribuições dos cargos do concurso TCE SP

São atribuições dos cargos no concurso TCE SP:

Agente da Fiscalização (opções 002 a 011): prestar serviços internos e externos no âmbito da fiscalização contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimonial do Estado e dos seus Municípios, exceto o da Capital, e das respectivas entidades da administração direta e indireta;

Agente da Fiscalização – Administração (opção 001): prestar serviços internos e externos nas áreas da administração de pessoal, de materiais, de transportes, de comunicações, de finanças e orçamento, biblioteca, e executar atividades didáticas pedagógicas que exijam conhecimentos específicos da área educacional e recreativa de convivência infantil ou nas áreas de saúde, assistência social e nutricional, executar e acompanhar atividades rotineiras que exijam conhecimentos específicos e outras atividades correlatas.

Etapas do concurso TCE SP

O Concurso TCE SP constará de Prova Objetiva – de caráter eliminatório e classificatório – com 80 questões objetivas de múltipla escolha, com 5 (cinco) alternativas cada, sendo aplicado no dia 17 de dezembro, conforme a seguir:

a) manhã: para o cargo de Agente da Fiscalização (opções 002 a 011);

b) tarde: para o cargo de Agente da Fiscalização–Administração (código 001).

Detalhes da prova para o concurso TCE SP.

Detalhes da prova para o concurso TCE SP.

Matérias do concurso TCE SP

Conhecimentos Básicos para ambos os cargos:

  1. Português
  2. Raciocínio Lógico
  3. Informática – Windows 7

Conhecimentos Específicos para Agente de Fiscalização:

  1. Direito Administrativo
  2. Direito Constitucional
  3. Direito  Civil
  4. Direito  Penal
  5. Contabilidade Geral
  6. Contabilidade Pública
  7. Auditoria e Prestação de Contas

Conhecimentos Específicos para Agente de Fiscalização – Administração:

  1. Direito Administrativo
  2. Direito Constitucional
  3. Gestão Pública
  4. Políticas Públicas
  5. Noções de Direito Financeiro e Orçamentário
  6. Noções de Execução Orçamentária e Financeira
  7. Administração Financeira e Orçamentária

O prazo de validade do concurso TCE SP será de 2 (dois) anos, a contar da data da publicação de sua homologação, podendo ser prorrogado por igual período, segundo a legislação vigente, a critério do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo.

Detalhes do concurso TCE SP:

  • Concurso: Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (Concurso TCE SP)
  • Organizador: Fundação Vunesp
  • Cargo: Agente da Fiscalização
  • Escolaridade: Nível superior
  • Número de vagas: 133
  • Remuneração: R$ 12 mil
  • Inscrições: Entre 29 de setembro de 2017 e 31 de outubro  de 2017
  • Taxa: R$ 57edital tce sp
  • Data da prova: 17 de dezembro de 2017

Gostou dessa oportunidade? Prepare-se com quem tem tradição de aprovação e 27 anos de experiência em concursos públicos. Cursos online com início imediato, visualizações ilimitadas e parcelamento em até 12x sem juros

Matricule-se!

garantia-de-satisfacao-30

Cheguei Lá

13 Comentários

13 Comentários

  1. Roberta

    20/09/2017 10:57 em 10:57

    Sou Engenheira, mas não civil. Estou estudando com o Gran para esse concurso há meses para cargo de Agente de Fiscalização – Administração, que acolhia graduados em Engenharia em geral. Porém esse edital 2017 veio somente para Engenheiro Civil. Será um equívoco ou teriam mudado realmente o perfil de formação? É um cargo com formações tão distintas, não entendi a restrição a essa engenharia. Certamente, assim como a mim, isso frustrará a muitos engenheiros…

    • Luciano

      20/09/2017 15:35 em 15:35

      Gran te enganou kkkk
      Só quis te vender curso kkkk

    • Edson Ferreira da Silva

      20/09/2017 21:05 em 21:05

      Roberta, francamente nada entendi deste concurso. Formações totalmente díspares com o cargo. Eu mesmo, com formação em Sociologia, não posso participar do certame, mas Pedagogia e Nutrição, podem. Meu Deus!

      • Giulia

        20/09/2017 23:05 em 23:05

        Cada qual com seus afazeres dentro de sua área, Edson. Não menospreze Pedagogos e Nutricionistas pelo fato de sua profissão não ter sido inserida no concurso.

        • Roberta

          21/09/2017 08:00 em 08:00

          Giulia,
          Eu entendo o comentário do Edson como um questionamento sobre o sentido da ampliação das formações para o cargo, não como menosprezo às demais… meu ponto de vista, assim como ouvi dos professores do Gran, é que faria sentido para esse cargo cobrar ensino superior em qualquer área. O cargo é administrativo, área meio, para diversas atividades. Se eles precisam de Nutricionista por exemplo, deveriam abrir um cargo para direcionar esses profissionais. Como fazem, não tem controle de que tipo de profissionais conseguirão selecionar. Imagine que os primeiros colocados sejam apenas bacharéis em administração e direito. Vão aproveitá-los para as atividades para as quais desejam especialista em educação infantil ou nutrição? Se assim o é, não faz sentido a eleição de algumas formações.
          Desejo sucesso a quem teve a felicidade de se encaixar no edital 😉

        • Carlos

          23/09/2017 10:28 em 10:28

          Deveriam subdividir em especialização

  2. Roberta

    20/09/2017 11:30 em 11:30

    Por favor, abordem essa questão da formação em Engenharia na live de hoje no you tube…

    • Oscar

      26/09/2017 15:06 em 15:06

      Olá Roberta!!! Você conseguiu uma resposta? Pois, sou formado em engenharia mecânica e também fiquei na dúvida. Obrigado.

  3. Lucas Israel

    21/09/2017 10:47 em 10:47

    Pessoal tive informações para que as pessoas podem mandar mensagem na Ouvidoria do TCE para questionar esse posicionamento das áreas abrangidas pelo edital de seleção, por não incluir na área administrativa curso superior em qualquer área.

  4. Fabiana Nogueira Gomes

    04/10/2017 08:29 em 08:29

    Será que terá outro concurso, o de nível médio? Em 2015 teve, será que agora terá tbm??? Grata

  5. cesar

    08/10/2017 20:14 em 20:14

    alguem soube da limitação para as engenharia? eu vou presta assim mesmo e depois recorrer no judiciário se alguem tive algum retorno me fale

    ate

  6. Lindsay

    09/10/2017 17:02 em 17:02

    Eu abri uma reclamação na ouvidoria por conta das áreas abrangidas não serem de qualquer nível superior. Vamos ver o que dá.

  7. Gabriela

    21/10/2017 18:48 em 18:48

    Fiquei com uma dúvida sobre o ensino superior, sou formada em Administração, no edital fala adm de empresas ou publicas, nesse caso meu diploma teria validade ou não? Precisa ser especifico de empresas ou publicas?

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o Topo