Concurso TCE TO está previsto no orçamento. CONFIRA

Concurso TCE TO: órgão não realiza concurso há mais de 10 anos e possui 140 cargos vagos

Avatar


7 de Maio 7 min. de leitura

O concurso TCE TO deve ser realizado em 2021. Isso porque a Portaria do Quadro de Detalhamento da Despesa para o exercício financeiro de 2021 do Estado do Tocantins foi publicada e traz a previsão de orçamento de R$ 350 mil para a realização do concurso do Tribunal de Contas do Estado. Além do mais, em contato com a Assessoria do TCE TO, no dia 12 de abril, a equipe do Gran Cursos Online foi informada que a solicitação do concurso está em estudo.

“Sobre a solicitação a respeito do concurso público, informamos que a questão está em estudo e a intenção é realizar o concurso público, tendo em vista a necessidade da instituição”, afirmou o TCE TO

Sem realizar concurso público há mais de 10 anos, em abril de 2020 o Ministério Público do Estado do Tocantins teve de instaurar um inquérito Civil Público com o objetivo de apurar o suposto excessivo número de cargos de provimentos em comissão em detrimento de cargos de provimento efetivo no âmbito do Tribunal de Contas do Estado, bem como apurar a suposta ausência de concurso TCE TO.

O TCE TO promoveu o seu último concurso em 2008, há mais de 10 anos. Na ocasião, o certame foi organizado pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília – Cespe/UnB e ofertou 86 vagas para cargos de níveis médio e superior. O TCE TO já acumula 140 cargos vagos.

Confira ao longo desta matéria mais informações sobre o concurso TCE TO, para facilitar, navegue utilizando o índice abaixo:

Concurso TCE TO: situação atual

Orçamento 2021

Veja abaixo o detalhamento da Despesa para o exercício financeiro de 2021 do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins publicado no Diário Oficial do Estado do dia 05 de abril de 2021 com previsão orçamentária de R$ 350 mil para a realização do concurso TCE TO:

Concurso TCE TO está previsto no orçamento

Concurso TCE TO está previsto no orçamento

MPTO instaura inquérito para apurar ausência de concurso

No dia 16 de abril de 2020, foi publicado no Diário Oficial do Ministério Público do Estado do Tocantins uma Portaria de Instauração de inquérito Civil Público com o objetivo de apurar o suposto elevado número de cargos de provimentos em comissão em detrimento de cargos de provimento efetivo no âmbito do Tribunal de Contas do Estado, bem como apurar a suposta ausência de concurso TCE.

De acordo com o Inquérito Civil Público instaurado, seria solicitado ao Presidente do TCE TO as seguintes informações:

  • a relação com o nome de todos os ocupantes dos cargos de provimento em comissão, integrantes da estrutura administrativa do TCE TO, acompanhada das respectivas lotações e remuneraçõs correspondentes;
  • o quantitativo de servidores cedidos do TCE TO, listando o cargo, o nome do seu respectivo ocupante e o ente público em que se encontram lotados;
  • cópia de todos os atos legislativos que criaram os cargos integrantes da estrutura funcional do TCE TO, acompanhada do roal de atribuições dos respectivos cargos;
  • a data da realização do último concurso público destinado ao provimento de vagas no âmbito do TCE TO, assim como o quantitativo de vagas e os cargos ofertados no certame, acompanhado do quantitativo de candidatos nomeados e empossados nos respectivos cargos;
  • o quantitativo de cargos vagos, decorrente de: exoneração, demissão, readaptação, aposentadoria, posse em outro cargo inacumulável e falecimento.

A Equipe de Comunicação do Gran Cursos Online entrou em contato com o Tribunal de Contas do Estado de Tocantins na ocasião para obter mais informações sobre o assunto. A Corte de Contas já havia tomado conhecimento do inquérito e iria se poscionar no prazo legal.

Concurso TCE TO: remuneração e benefícios

A Lei nº 1.614, de 4 de outubro de 2005, dispõe sobre o Quadro de Pessoal, o Plano de Carreira e os Subsídios dos Servidores Efetivos do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins.

De acordo com a Lei, o quadro de pessoal do TCE TO é composto pela carreira Especialista, integrada pelos cargos efetivos de:

  • Analista de Controle Externo;
  • Técnico de Controle Externo; e
  • Assistente de Controle Externo.

Os cargos do TCE TO são formados por classes (A, B, C, D, E e F) e por padrões de 1 a 5.

Desta forma, o Auditor de Controle Externo – Área de Controle Externo e Apoio Técnico e Administrativo ingressa na classe A, padrão 1, recebendo vencimento de R$ 9.625,27. No topo da carreira, o vencimento chega a R$ 39.618,94.

Já o Técnico de Controle Externo – Área de Controle Externo e Apoio Técnico e Administrativo inicia na classe A, padrão 1, recebendo vencimento de R$ 4.714,41. Ao chegar no final da carreira, o vencimento é de R$ 19.405,20.

O vencimento inicial ofertado para o cargo de Assistente de Controle Externo – Área de Apoio Técnico e Administrativo é de R$ 1.622,57 na classe A, padrão 1. No topo da carreira, classe F, padrão 5, o vencimento chega a R$ 6.678,75.

Além do vencimento, os servidores do TCE TO têm direito a:

  • auxílio-alimentação; e
  • auxílio-creche – para os servidores, em efetivo exercício nas atividades do cargo, co filhos ou enteados menores de 6 anos de idade, matriculados em creche, pré-escola ou sob cuidados de profissional contratado para fins de zelo da criança.

Concurso TCE TO: cargos e vagas

Ainda não há informações sobre os cargos e a quantidade de vagas que serão oferecidos no próximo certame.

Cargos vagos

Atualmente há no TCE TO 140 cargos vagos, sendo eles de: Auditor de Controle Externo, Técnico de Controle Externo e Assistente de Controle Externo.

Concurso TCE TO: carreira

A Lei n 1.903, de 17 de março de 2008 dispõe sobre o quadro de pessoal, o plano de carreira e os subsídios dos servidores do Tribunal de Contas do Estado.

Conforme consta na Lei, o TCE TO é composto pela carreira de Especialista, integrada pelos cargos efetivos de:

  • Analista de Controle Externo;
  • Técnico de Controle Externo; e
  • Assistente de Controle Externo.

Concurso TCE TO: requisitos

Analista de Controle Externo – Área de Controle externo: diploma de conclusão de curso superior, com habilitação específica, conforme definido no edital de concurso.

Analista de Controle Externo – Área de apoio Técnico e Administrativo: diploma de conclusão de curso superior, com habilitação específica, segundo edital de concurso.

Técnico de Controle Externo – Área de Controle Externo: certificado de conclusão de ensino superior com habilitação específica conforme definido no edital de concurso, com atribuições de nível superior.

Técnico de Controle Externo – Área de Apoio Técnico e Administrativo: certificado de conclusão de ensino superior com habilitação específica em edital de concurso, com atribuições de nível intermediário.

Concurso TCE TO: atribuições

Ainda segundo a Lei nº 1.903, de 17 de março de 2008 é atribuição do cargo de:

Analista de Controle Externo – Área de Controle Externo: o desempenho de todas as atividades de caráter técnico de nível superior relativas ao exercício das competências constitucionais e legais a cargo do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins.

Analista de Controle Externo – Área de Apoio Técnico e Adminsitrativo: o desempenho de todas as atividades administrativas e logísticas de nível superior junto ao TCE TO destacando-se o de planejamento, coordenação e execuação.

Técnico de Controle Externo – Área de Controle Externo: desempenhar todas as atividades de nível intermediário concorrentes ao exercício das competências constitucioanis e legais a cargo do Tribunal de Contas.

Técnico de Controle Externo – Área de Apoio Técnico e Administrativo: desempenhar atividades administrativas e logísticas de apoio e suporte, de nível intermediário, relativas ao exercício das competências constitucioanis e legais a cargo fo TCE TO.

Último concurso TCE TO

O TCE TO realizou o seu último concurso em 2008, organizado pelo CESPE/UnB. Ao todo, foram oferecidas 86 vagas para cargos de níveis médio e superior, distribuídos da seguinte forma:

Analista de Controle Externo – Área: Apoio Técnico e Administrativo – Especialidade: Contabilidade
Vagas: 2
Jornada de trabalho: 40 horas semanais

Analista de Controle Externo – Área: Apoio Técnico e Administrativo – Especialidade: Direito
Vagas: 2
Jornada de trabalho: 40 horas semanais

Analista de Controle Externo – Área: Controle Externo – Especialidade: Contabilidade
Vagas: 6
Jornada de trabalho: 40 horas semanais

Analista de Controle Externo – Área: Controle Externo – Especialidade: Direito
Vagas: 4
Jornada de trabalho: 40 horas semanais

Analista de Controle Externo – Área: Controle Externo – Especialidade: Engenharia Ambiental
Vagas: 1
Jornada de trabalho: 40 horas semanais

Analista de Controle Externo – área: Controle Externo – Especialidade: Engenharia Civil
Vagas: 5
Jornada de trabalho: 40 horas semanais

Analista de Controle Externo – Área: Controle Externo – Especialidade: Informática/Processamento de Dados
Vagas: 1
Jornada de trabalho: 40 horas semanais

Técnico de Controle Externo – Área: Apoio Técnico e Administrativo – Especialidade: Contabilidade
Vagas: 6
Jornada de trabalho: 40 horas semanais

Técnico de Controle Externo – Área: Apoio Técnico e Administrativa – Especialidade: Direito
Vagas: 18
Jornada de trabalho: 40 horas semanais

Técnico de Controle Externo – Área: Apoio Técnico e Administrativo – Especialidade: Designer Gráfico
Vagas: 3
Jornada de trabalho: 40 horas semanais

Técnico de Controle Externo – Área: Apoio Técnico e Administrativo – Especialidade: Informática
Vagas: 7
Jornada de trabalho: 40 horas semanais

Técnico de Controle Externo – Área: Apoio Técnico e Administrativo – Especialidade: Pedagogia
Vagas: 4
Jornada de trabalho: 40 horas semanais

Assistente de Controle Externo – Área: Apoio Técnico e Administrativo – Especialidade: Técnico em Contabilidade
Vagas: 5
Jornada de trabalho: 40 horas semanais

Assistente de Controle Externo – Área: Apoio Técnico e Administrativo – Especialidade: Técnico em Informática
Vagas: 11
Jornada de trabalho: 40 horas semanais

Assistente de Controle Externo – Área: Apoio Técnico e Administrativo – Especialidade: Técnico em Edificações
Vagas: 1
Jornada de trabalho: 40 horas semanais

Assistente de Controle Externo – Área: Apoio Técnico e Administrativo – Especialidade: Técnico em Eletrotécnica
Vagas: 4
Jornada de trabalho: 40 horas semanais

Assistente de Controle Externo – Área: Apoio Técnico e Administrativo – Especialidade: Técnico em Saneamento Ambiental
Vagas: 1
Jornada de trabalho: 40 horas semanais

Assistente de Controle Externo – Área: Apoio Técnico e Administrativo – Especialidade: Técnico em Secretariado
Vagas: 5
Jornada de trabalho: 40 horas semanais

Concurso TCE TO: etapas

O concurso TCE TO foi composto de:

  • provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório;
  • prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório; e
  • avaliação de títulos, de caráter classificatório.

Concurso TCE TO prova objetiva

As provas objetivas foram compostas de questões com cinco opções (A, B, C, D e E) e um única resposta correta.

Disciplinas

Os candidatos tiveram seus conhecimentos avaliados nas disciplinas de:

  • Língua portuguesa
    Língua inglesa (apenas para os cargos de Analista de Controle Externo – Área: Controle Externo – Especialidade: Informática/Processamento de Dados e Assistente de Controle Externo – Técnico em Informática)
    Noções de Informática (exceto para os cargos de Analista de Controle Externo – Área: Controle Externo – Especialidade: Informática/Processamento de Dados e Assistente de Controle Externo – Técnico em Informática)
    Atualidades
    Administração Financeira e Orçamentária
    Controle Externo da Gestão Pública
    Conhecimentos específicos

Concurso TCE TO prova discursiva

A prova discursiva para os cargos de nível superior valeu 40,00 pontos e consistiu em responder quatro questões sobre conhecimentos específicos constantes no edital.

Já para os cargos de nível médio a prova valeu 20,00 pontos e consistiu em responder duas questões sobre conhecimentos específicos do edital.

Concurso TCE TO avaliação de títulos

A avaliação de títulos valeu 5,00 pontos. Foram aceitos os seguintes títulos:

  • diploma, devidamente registrado ou habilitação legal equivalente, de conclusão de curso de pós-graduação, em nível de Doutorado, concluído na formação exigida para o cargo/área a que concorre.
  • diploma, devidamente registrado ou habilitação legal equivalente, de conclusão de curso de pós-graduação, em nível de Mestrado, concluído na formação exigida para o cargo, área a que concorre.
  • Curso de pós-graduação, em nível de especialização, com carga horária mínima de 360 horas, na formação exigida para o cargo/área a que concorre.
  • Exercício de atividade profissional de nível superior na Administração Pública ou na iniciativa privada, em cargos/empregos na formação exigida para o cargo/área a que concorre.

Os candidatos que não entregaram os títulos no prazo e horário estabelecidos receberam nota zero.

Concurso TCE TO: nomeações

De acordo com o TCE TO, foram nomeados 53 candidatos aprovados.

Concurso TCE TO: cursos gratuitos

Você é imparável? Tem um sonho grande em mente que te motiva a seguir em frente em busca de uma vida melhor, mesmo com as dificuldades que aparecem no caminho (falta de tempo, desafios de conciliar a rotina, insegurança)? Se sim, então estes cursos são para você!

Clique AQUI para se inscrever gratuitamente!

Resumo do concurso TCE TO

Concurso  Tribunal de Contas do Estado do Tocantins (concurso TCE TO)
Banca organizadora a definir
Cargos a definir
Escolaridade a definir
Carreiras Gestão e Controle
Lotação Tocantins
Número de vagas a definir
Remuneração de R$ 1.622,57 a R$ 9.625,27
Situação PREVISTO NA LOA 2021
Link do último edital clique aqui para download do último edital TCE TO 2008

0

Quer conquistar a sua aprovação no concurso TCE TO?

Prepare-se com quem mais entende do assunto!

Comece a estudar no Gran Cursos

Notícias Recomendadas

Concursos Abertos: ATUALIZADA! 5.171 vagas; a...

Thais Souza Há 8 horas

Concursos 2021: mais de 54 mil oportunidades!...

Fellype Sales 19 de Junho

Concursos Tocantins 2021: CONHEÇA as oportun...

Lorena Martins 7 de Maio

Depoimentos relacionados

Nome do aluno aprovado
Concurso em que foi aprovado

Daniele Laís saiu de seu emprego no SENAC DF aproveitando um momento de mudança no seu cargo, hoje extinto, e…

Nome do aluno aprovado
Concurso em que foi aprovado

Ernesto Luiz Lima é de Limoeiro, interior de Pernambuco. Sua trajetória não foi nada fácil, mas hoje ele pode dizer…

Nome do aluno aprovado
Concurso em que foi aprovado

Natural da terra Caruru e da Maniçoba, o belenense Diego Barroso sempre sonhou em ingressar no serviço público por três…

Pedro Higor Faustino
Concurso Polícia Federal

Pedro Higor Faustino é natural de Juazeiro/BA, mas reside desde pequeno em Brasília/DF, onde mais tarde começaria a sonhar com…

Éder Gomes
Concurso Ministério da Economia

Éder Gomes é de Ceilândia-DF e foi aprovado no concurso de temporários do Ministério da Economia para o cargo de…

Wallace Batista
Concurso ALESE

Wallace Batista dos Santos é de Aracaju, capital do Estado de Sergipe. De família humilde, quando adolescente, ele chegou a…

Luiz Faustino
Concurso ALESE

Natural de Aracaju, cidade onde reside e exerce seu cargo, Luiz Faustino Correa Freire compartilhou conosco a sua história de…

Gabriel Evangelista
Concurso PF

Nosso aluno Gabriel, aprovado no concurso PF, disse não ter acreditado quando viu seu nome na lista de aprovados, a…

Avatar

Equipe de Comunicação do Gran Cursos Online
0

4


Comentários (4)

Avatar wanderson 23 de Abril de 2020

No Tocantins não é comum fazer concurso, a pratica do cargo comissionado reina. Quando se abre um certame, a justiça vai e suspende como foram os casos da ALE e TJ.

0
 Responder

Avatar Vinicius Matos 22 de Abril de 2020

Hora da onça ir beber água!

0
 Responder

Avatar RICARDO GOMES 22 de Abril de 2020

Eu soube que em Tocantins os órgãos públicos estão contratando concursados de outras áreas, e não interessa a classificação do aprovado. Sendo assim, muitos filhos e parentes de políticos e atuais funcionários são convocados ainda que estejam lá no finalzinho da fila de aprovados de qualquer órgão.

0
 Responder

Avatar Vinicius Matos 24 de Abril de 2020

Um conhecido meu já chegou a ganhar mais de R$ 10.000,00 em cargão comissionado. Sem especialidade pra nada, direção, assessoramento… só me esqueci se era no TJ ou TCE do Toca. Triste, mas aos poucos estamos plantando honestidade, justiça, amor ao próximo para assim colhermos uma nação justa.

0
 Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *