Concurso TJDFT: edital ANUNCIADO; 422 cargos vagos. Veja!

Concurso TJDFT: o presidente do Tribunal disse, durante sessão, que a elaboração da minuta do edital pode começar na próxima semana

Avatar


29 de Julho 15 min. de leitura

Novidades sobre o concurso TJDFT! O novo edital do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios  é um dos concurso públicos mais aguardados da área de Tribunais. A equipe do Gran Cursos Online está acompanhando todos os passos que antecedem a realização do certame.

No dia 7 de julho, o desembargador e atual presidente do Tribunal, Romeu Gonzaga Neiva, disse que terá uma reunião com a corregedora para fechar questões sobre o próximo concurso público. Ainda foi dito que início da elaboração da minuta pode começar na próxima semana.

A Assessoria informou os trâmites ainda estão concentrados no levantamento das necessidades de servidores em áreas específicas.

De acordo com dados do Portal da Transparência do mês de julho, 422 cargos estão vagos. Confira ao longo desta matéria todas as informações sobre o concurso, para facilitar, navegue pela matéria por meio do índice abaixo:

Destaques:

Concurso TJDFT: situação atual

Presidente volta anunciar o concurso – 07 de julho de 2021

Na quarta-feira, 07 de julho, durante a 17ª Sessão da 7ª turma cível, o presidente do TJDFT, Romeu Neiva, voltou a falar sobre o próximo concurso TJDFT.

“Hoje, nós temos reunião com a corregedora porque nós vamos fechar um projeto para fazer um concurso para servidores. Vamos transformar alguns cargos para evitar questões de despesas. Com a criação de órgãos, nós estamos completamente defasados, os outros tribunais não querem ceder servidores e estamos ficando em uma situação difícil. Hoje, vamos trabalhar para isso, para que a gente bata o martelo com a corregedora e a partir da semana que vem já preparar a minuta de um edital,” disse o presidente.

Resposta da Assessoria do Tribunal – 08 de julho de 2021

No dia 8 de julho, a Assessoria respondeu aos nossos questionamentos e informou que o TJDFT está fazendo um estudo para levantamento das necessidades de servidores em áreas específicas e posterior elaboração de um edital, mas ainda não há data definida para publicação.

Concurso TJDFT: edital será publicado nas próximas semanas?

Logo após o anúncio do presidente do Tribunal sobre o novo concurso TJDFT para servidores, o professor Vandré Amorim fez uma live e explicou detalhes da publicação do próximo concurso público. Confira na íntegra:

Primeiro anuncio do presidente – Maio de 2021

Em maio deste ano, Romeu Gonzaga Neiva, em entrevista ao Correio Braziliense, informou a previsão para a publicação de um novo edital TJDFT para os cargos de Técnico e Analista no segundo semestre de 2021 ou no primeiro semestre de 2022.

Romeu Neiva ainda informou que devido perdas por conta da covid-19 e de aposentadorias também está em estudo concurso TJDFT para Juiz.

Em contato com a Assessoria de Imprensa do TJDFT foi informado que os trabalhos estão voltados para o levantamento dos cargos vagos.

“O TJDFT está fazendo um levantamento dos cargos vagos e especialidades. Há um estudo em andamento e a intenção da Administração de viabilizar o concurso. Contudo, ainda não chegamos sequer à fase de contratação de banca examinadora. Assim, entendo que não haverá tempo hábil para realização desse concurso no segundo semestre, uma vez que, friso: estamos apenas no levantamento de necessidades,” informou a responsável pela comunicação.

Apesar da resposta da Assessoria, não é possível afirmar que a informação concedida pelo presidente é inverídica, isso porque ele destacou que a publicação seria no segundo semestre ou no início do ano que vem.

A equipe do Gran Cursos Online continua acompanhando todos os detalhes sobre o concurso TJDFT  e informará em caso de novas informações.

Logo após informação da possibilidade de edital no 2º semestre, o professor Vandré Amorim conduziu uma live e falou sobre as últimas atualizações do concurso TJDFT.

Edital estava previsto na LOA 2020 e  e PLOA 2021

O professor Anderson Ferreira explicou que o quantitativo de nomeações poderá ser superior ao quantitativo de 128 “não significa que esse número não possa crescer, estamos no início do ano a LOA foi publicada hoje (20), ela sofre muitas mudanças ao longo do ano, inclusive outros órgãos que sequer foram citados aqui também podem ser contemplados a partir de uma retificação”, explicou.

Conforme o Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) de 2021, encaminhado para o Congresso Nacional, existe a possibilidade de provimento de 111 vagas. No dia 26 de fevereiro, a Assessoria do TJDFT informou que existem estudos em andamento que objetivam subsidiar ações sobre o novo concurso TJDFT para os cargos de Analista Judiciário e Técnico Judiciário.

Presidente determina estudos – setembro de 2019

Em setembro de 2019, recebemos a informação, de fontes confiáveis, que os estudos para o próximo concurso TJDFT foram retomados pelo presidente do TJDFT.

A assessoria de comunicação do TJDFT esclareceu por meio de nota que o presidente comunicou às unidades competentes pela elaboração de concursos sobre o quantitativo de cargos vagos. Desta forma, as unidades poderão fazer a análise para o próximo concurso TJDFT.

Segundo o portal da transparência, atualmente o tribunal tem o total de 422 cargos vagos.

Em janeiro de 2020, em contato com a Comissão Permanente de Apoio ao Concurso para Servidores e para Delegação de Serviços de Notas e Registros – CACSD a equipe de Comunicação do Cursos Online confirmou com exclusividade que o processo administrativo para realização de um novo certame está em análise de impacto orçamento no setor de Orçamento e Finanças do Tribunal.

 

Novas unidades

Foram criadas duas novas unidades judiciais. De acordo com o órgão, a nova estrutura contará com a 3ª Vara Cível de Águas Claras e a 2ª Vara de Família e de Órfãos e Sucessões de Águas Claras.

O TJDFT irá implantar ainda o Cartório Judicial Único com o objetivo de executar serviços cartorários relativos aos processos judiciais de competência da 1ª, 2ª e 3ª Vara Cível e 1ª e 2ª Vara de Família e de Órfãos e Sucessões, todas da Circunscrição Judiciária de Águas Claras.

Segundo o Tribunal, as novas varas aumentam a produtividade na prolação de despachos, decisões e julgamentos.

Com a criação dessas novas varas, a expectativa é que o número de vagas que serão ofertadas no próximo concurso TJDFT seja maior.

 

Concurso TJDFT: remuneração e benefícios

Recentemente, o Presidente do TJDFT ressaltou que a remuneração dos servidores é excepcional e se equipara com o salário dos servidores públicos da Justiça Federal.

Conforme o portal da transparência, em outubro de 2020, um Analista Judiciário do TJDFT recebe a remuneração de R$ 12.455,30, sendo, R$ 5.189,71 o salário base acrescidos de mais R$ 7.265,59 de Gratificação por Atividade Judiciária.

Já um Técnico Judiciário do TJDFT, recebe R$ 7.591,39 de remuneração, sendo, R$ 3.163,07 a remuneração base acrescidos de mais R$ 4.428,29 de Gratificação por Atividade Judiciária.

Esses valores são referentes a classe A, padrão I. Os novos servidores ingressam nesta classe.

Confira a progressão salarial no TJDFT:

DADOS DO CARGO VENCIMENTO BÁSICO GRATIFICAÇÕES E SIMILARES
CARREIRA / CLASSE / ESCOLARIDADE / PADRÃO PARCELAS BÁSICAS PARCELAS VARIÁVEIS
ATIVO E INATIVO ATIVO
ATIVO E INATIVO GAJ GAS AQ TREINAMENTO
140,00% 35% 1% 2% 3%
ANALISTA C SUPERIOR 13 7.792,30 10.909,22 2.727,30 77,92 155,84 233,76
12 7.565,34 10.591,47 2.647,86 75,65 151,3 226,96
11 7.344,99 10.282,98 2.570,74 73,44 146,89 220,34
B 10 7.131,06 9.983,48 2.495,87 71,31 142,62 213,93
9 6.923,36 9.692,70 2.423,17 69,23 138,46 207,7
8 6.550,01 9.170,01 2.292,50 65,5 131 196,5
7 6.359,23 8.902,92 2.225,73 63,59 127,18 190,77
6 6.174,01 8.643,61 2.160,90 61,74 123,48 185,22
A 5 5.994,18 8.391,85 2.097,96 59,94 119,88 179,82
4 5.819,60 8.147,44 2.036,86 58,19 116,39 174,58
3 5.505,76 7.708,06 1.927,01 55,05 110,11 165,17
2 5.345,40 7.483,56 1.870,89 53,45 106,9 160,36
1 5.189,71 7.265,59 1.816,39 51,89 103,79 155,69
TÉCNICO C MÉDIO 13 4.749,33 6.649,06 1.662,26 47,49 94,98 142,47
12 4.611,00 6.455,40 1.613,85 46,11 92,22 138,33
11 4.476,70 6.267,38 1.566,84 44,76 89,53 134,3
B 10 4.346,31 6.084,83 1.521,20 43,46 86,92 130,38
9 4.219,71 5.907,59 1.476,89 42,19 84,39 126,59
8 3.992,16 5.589,02 1.397,25 39,92 79,84 119,76
7 3.875,88 5.426,23 1.356,55 38,75 77,51 116,27
6 3.763,00 5.268,20 1.317,05 37,63 75,26 112,89
A 5 3.653,40 5.114,76 1.278,69 36,53 73,06 109,6
4 3.546,98 4.965,77 1.241,44 35,46 70,93 106,4
3 3.355,71 4.697,99 1.174,49 33,55 67,11 100,67
2 3.257,97 4.561,15 1.140,28 32,57 65,15 97,73
1 3.163,07 4.428,29 1.107,07 31,63 63,26 94,89

Os selecionados no concurso TJDFT serão contratados sob o regime jurídico único dos servidores civis da União, das Autarquias e das Fundações Públicas Federais conforme a Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990.

Há ainda vários benefícios, convênio médico, que proporciona atendimento médico-hospitalar nas melhores clínicas e hospitais de Brasília, serviço médico e odontológico interno de primeira qualidade, que abrange quase todas as especialidades médicas, apto ao atendimento emergencial e clínico, tanto no fórum de Brasília como nos das regiões administrativas.

Em quase todas as regiões administrativas do Distrito Federal há fóruns e há previsão de criação de outros tantos, o que possibilita ao servidor trabalhar em lugar próximo de sua residência.

Benefícios do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios

De acordo com o portal da transparência do TJDFT, os aprovados no concurso TJDFT recebem os benefícios listados logo abaixo, os dados são referentes ao mês de junho de 2021, veja:

  • Auxílio-alimentação – R$ 910,08;
  • Assistência pré-escolar – R$ 719,62;
  • Auxílio-transporte – R$ 156,60; e
  • Assistência médica e odontológica – R$ 232,00.

Nos últimos anos foi implementado o Teletrabalho, onde o servidor realiza o expediente remotamente de casa. São regulamentados pelas resoluções 12/2015 e 12/2016. Terão prioridades no pedidos, os casos em que:

  • for acompanhar cônjuge ou companheiro que foi deslocado ou se deslocou temporariamente por motivo justificado, para outro local do território nacional ou para o exterior;
  • servidores com deficiência ou que tenham filhos, cônjuges ou dependentes com deficiência;
  • mulheres gestantes e lactantes;
  • pessoas que demonstrem habilidade de auto-gerenciamento de tempo e organização.

 

Concurso TJDFT: cargos e vagas

Atualmente, são 422 cargos vagos para os cargos de analista judiciário e técnico judiciário. Os dados foram publicados no portal da transparência de julho de 2021. Confira abaixo as vagas detalhadas:

Código Carreira Área Especialidade Criados Providos Vagos
TEC003 TÉCNICO JUDICIÁRIO Administrativa 4176 3998 182
TEC004 TÉCNICO JUDICIÁRIO Administrativa Apoio 8 8 0
TEC021 TÉCNICO JUDICIÁRIO Administrativa Telefonia 34 34 0
TEC022 TÉCNICO JUDICIÁRIO Administrativa Segurança 382 364 18
TEC023 TÉCNICO JUDICIÁRIO Administrativa Transporte 13 13 0
TEC017 TÉCNICO JUDICIÁRIO Apoio Especializado Contabilidade 8 8 0
TEC018 TÉCNICO JUDICIÁRIO Apoio Especializado Enfermagem 36 32 4
TEC024 TÉCNICO JUDICIÁRIO Apoio Especializado Taquigrafia 16 16 0
TEC025 TÉCNICO JUDICIÁRIO Apoio Especializado Digitação 11 11 0
TEC026 TÉCNICO JUDICIÁRIO Apoio Especializado Operação de Computador 4 4 0
TEC028 TÉCNICO JUDICIÁRIO Apoio Especializado Artes Gráficas 6 6 0
TEC029 TÉCNICO JUDICIÁRIO Apoio Especializado Carpintaria e Marcenaria 5 5 0
TEC030 TÉCNICO JUDICIÁRIO Apoio Especializado Cinefotografia e Microfilmagem 5 5 0
TEC031 TÉCNICO JUDICIÁRIO Apoio Especializado Desenho Técnico 1 1 0
TEC032 TÉCNICO JUDICIÁRIO Apoio Especializado Eletricidade e Comunicações 2 2 0
TEC033 TÉCNICO JUDICIÁRIO Apoio Especializado Mecânica 1 1 0
TEC034 TÉCNICO JUDICIÁRIO Apoio Especializado Telecomunicações e Eletricidade 20 20 0
TEC035 TÉCNICO JUDICIÁRIO Apoio Especializado Programação de Sistemas 127 104 25
Total geral 4855 4632 229

 

 

Código Carreira Área Especialidade Criados Providos Vagos
ANA001 ANALISTA JUDICIÁRIO Administrativa 111 104 7
ANA022 ANALISTA JUDICIÁRIO Administrativa Segurança * 3 3 0
ANA009 ANALISTA JUDICIÁRIO Apoio Especializado Contabilidade 25 24 1
ANA010 ANALISTA JUDICIÁRIO Apoio Especializado Medicina 13 10 3
ANA012 ANALISTA JUDICIÁRIO Apoio Especializado Arquitetura 8 7 1
ANA013 ANALISTA JUDICIÁRIO Apoio Especializado Odontologia 5 5 0
ANA014 ANALISTA JUDICIÁRIO Apoio Especializado Serviço Social 75 62 13
ANA015 ANALISTA JUDICIÁRIO Apoio Especializado Psicologia 103 97 6
ANA016 ANALISTA JUDICIÁRIO Apoio Especializado Biblioteconomia 12 12 0
ANA017 ANALISTA JUDICIÁRIO Apoio Especializado Arquivologia 14 13 1
ANA018 ANALISTA JUDICIÁRIO Apoio Especializado Enfermagem 12 11 1
ANA019 ANALISTA JUDICIÁRIO Apoio Especializado Engenharia Mecânica 3 3 0
ANA020 ANALISTA JUDICIÁRIO Apoio Especializado Engenharia Civil 7 7 0
ANA021 ANALISTA JUDICIÁRIO Apoio Especializado Engenharia Elétrica 6 4 2
ANA024 ANALISTA JUDICIÁRIO Apoio Especializado Administração 11 11 0
ANA025 ANALISTA JUDICIÁRIO Apoio Especializado Pedagogia 10 7 3
ANA027 ANALISTA JUDICIÁRIO Apoio Especializado Taquigrafia 26 23 3
ANA028 ANALISTA JUDICIÁRIO Apoio Especializado Medicina – Psiquiatria 8 7 1
ANA029 ANALISTA JUDICIÁRIO Apoio Especializado Análise de Sistemas 69 64 5
ANA030 ANALISTA JUDICIÁRIO Apoio Especializado Medicina – Cardiologia 3 3 0
ANA031 ANALISTA JUDICIÁRIO Apoio Especializado Medicina – Neurologia 2 2 0
ANA032 ANALISTA JUDICIÁRIO Apoio Especializado Medicina – Dermatologia 2 2 0
ANA033 ANALISTA JUDICIÁRIO Apoio Especializado Medicina – Gastroenterologia/Hep 1 1 0
ANA034 ANALISTA JUDICIÁRIO Apoio Especializado Medicina – Geriatria 1 1 0
ANA035 ANALISTA JUDICIÁRIO Apoio Especializado Medicina – Oftalmologia 1 1 0
ANA036 ANALISTA JUDICIÁRIO Apoio Especializado Medicina – Ortopedia/Traumatolo 1 1 0
ANA038 ANALISTA JUDICIÁRIO Apoio Especializado Medicina – Pediatria 7 7 0
ANA039 ANALISTA JUDICIÁRIO Apoio Especializado Medicina – Endocrinologia 1 1 0
ANA040 ANALISTA JUDICIÁRIO Apoio Especializado Medicina – Medicina do Trabalho 3 3 0
ANA041 ANALISTA JUDICIÁRIO Apoio Especializado Odontologia – Dentística 11 11 0
ANA042 ANALISTA JUDICIÁRIO Apoio Especializado Odontologia – Odontopediatria 5 5 0
ANA043 ANALISTA JUDICIÁRIO Apoio Especializado Odontologia – Periodontia 9 7 2
ANA044 ANALISTA JUDICIÁRIO Apoio Especializado Nutrição 1 1 0
ANA045 ANALISTA JUDICIÁRIO Apoio Especializado Fisioterapia 1 1 0
ANA046 ANALISTA JUDICIÁRIO Apoio Especializado Controle Interno 3 3 0
ANA047 ANALISTA JUDICIÁRIO Apoio Especializado Medicina – Clinica Medica 19 18 1
ANA048 ANALISTA JUDICIÁRIO Apoio Especializado Estatística 10 8 2
ANA049 ANALISTA JUDICIÁRIO Apoio Especializado Medicina – Ginecologia/Obstetríci 4 4 0
ANA052 ANALISTA JUDICIÁRIO Apoio Especializado Suporte em Tecnologia da Inform 13 10 3
ANA023 ANALISTA JUDICIÁRIO Judiciária 1471 1438 36
ANA050 ANALISTA JUDICIÁRIO Judiciária Oficial de Justiça Avaliador Feder 643 541 102
Total geral 2783 2543 193

Confira logo abaixo as atribuições e os requisitos dos cargos vagos do TJDFT. As informações foram retiradas do manual de descrição de cargos do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios.

  • Analista Judiciário – Área administrativa
    Jornada de trabalho: 40 horas semanais
    Principais atribuições: Realizar atividades de nível superior desenvolvendo as funções de planejamento, execução e controle relacionadas à administração de recursos humanos, materiais e patrimoniais, orçamentários e financeiros, ao desenvolvimento organizacional, licitações, contratos, auditoria, dentre outras; execução de mandados; organização e funcionamento dos ofícios judiciais; bem como a elaboração de laudos, de atos, de pareceres e de informações jurídicas.
  • Analista Judiciário – apoio especializado especialidade contabilidade
    Jornada de trabalho: 40 horas semanais
    Principais atribuições: realizar atividades de nível superior referentes à programação, supervisão, coordenação ou execução especializada de trabalhos inerentes à administração orçamentária, financeira e patrimonial, contabilidade e auditoria; assessoramento
    especializado em todos os níveis funcionais do sistema de controle interno e acompanhamento e avaliação dos recursos alocados para o Órgão.
  • Analista Judiciário – apoio especializado especialidade medicina e psiquiatria
    Jornada de trabalho: 40 horas semanais
    Principais atribuições: Atividades de nível superior, referentes à supervisão, coordenação e execução de trabalhos, concernentes ao tratamento e/ou prevenção da saúde individual e coletiva dos magistrados, servidores e seus dependentes.
  • Analista Judiciário – apoio especializado especialidade arquitetura
    Jornada de trabalho: 40 horas semanais
    Principais atribuições: atividades de nível superior referentes à supervisão, coordenação ou execução de trabalhos inerentes à construção civil e a elaboração de programas e projetos, manutenção, prevenção e correção de instalações, visando à resolução de problemas relacionados ao espaço físico, bem como à administração e fiscalização de obras, e à elaboração de pareceres técnicos.
  • Analista Judiciário – apoio especializado especialidade serviço social
    Jornada de trabalho: 40 horas semanais
    Principais atribuições: atividades de nível superior ligadas ao planejamento, execução, avaliação, coordenação e supervisão de ações pertinentes ao desenvolvimento, diagnóstico e tratamento dos servidores, magistrados e seus dependentes, no âmbito de abrangência dos serviços do Órgão, objetivando o ajustamento pessoal e social em relação ao meio em que vive.
  • Analista Judiciário – apoio especializado especialidade psicologia
    Jornada de trabalho: 40 horas semanais
    Principais atribuições: compreende atividades relacionadas à coordenação e à supervisão de
    ações que visem à promoção da saúde mental e ocupacional, bem como à formação de políticas de recursos humanos, de benefícios sociais e de desenvolvimento organizacional.
  • Analista Judiciário – apoio especializado especialidade arquivologia
    Jornada de trabalho: 40 horas semanais
    Principais atribuições: realizar atividades de nível superior, relacionadas ao planejamento e à organização de serviços de arquivo, bem como as concernentes à gestão informacional, à conservação e à restauração de documentos de interesse administrativo e/ou histórico.
  • Analista Judiciário – apoio especializado especialidade engenharia elétrica
    Jornada de trabalho: 40 horas semanais
    Principais atribuições: compreende atividades relacionadas ao estudo e pesquisa, execução e direção de projetos de Engenharia Elétrica, para a manutenção de instalações, aparelhos e equipamentos elétricos, dentro dos padrões técnicos exigidos.
  • Analista Judiciário – apoio especializado especialidade pedagogia
    Jornada de trabalho: 40 horas semanais
    Principais atribuições: atividades de nível superior, de supervisão e orientação com relação a tarefas concernentes à execução especializada de trabalhos pedagógicos, tais como planejar, coordenar e elaborar diagnósticos, utilizando recursos pedagógicos e técnicas especiais.
  • Analista Judiciário – apoio especializado especialidade taquigrafia
    Jornada de trabalho: 40 horas semanais
    Principais atribuições: compreende atividades referentes à coordenação, supervisão e execução de trabalhos especializados, envolvendo apanhamento e interpretação taquigráficos, bem como revisão e redação final de debates e pronunciamentos.
  • Analista Judiciário – apoio especializado especialidade análise de sistema
    Jornada de trabalho: 40 horas semanais
    Principais atribuições: atividades de nível superior relacionadas com desenvolvimento, implantação e manutenção de sistemas informatizados.
  • Analista Judiciário – apoio especializado especialidade odontologia
    Jornada de trabalho: 40 horas semanais
    Principais atribuições: atividades de nível superiora referentes à supervisão e coordenação ou execução qualificada de trabalhos concernentes à prevenção e tratamento da saúde bucodentária.
  • Analista Judiciário – apoio especializado especialidade controle interno
    Jornada de trabalho: 40 horas semanais
    Principais atribuições: atividades de nível superior, referentes ao planejamento, coordenação e
    acompanhamento das atividades de controle interno, visando certificar a regularidade na aplicação dos recursos, bem como avaliar o desempenho da gestão.
  • Analista Judiciário – Área judiciária
    Jornada de trabalho: 40 horas semanais
    Principais atribuições: compreende atividades relacionadas ao suporte técnico às funções dos
    magistrados, elaboração de relatórios, pesquisas e pareceres de natureza jurídica, preparo e execução de atos referentes a processos judiciais, bem como assessoramento às áreas jurídicas.
  • Analista Judiciário – Área judiciária – oficial de justiça avaliador
    Jornada de trabalho: 40 horas semanais
    Principais atribuições: Consiste na execução de citações, notificações, intimações, execuções de medidas preventivas e assecuratórias, penhoras, arrestos, sequestros, despejos, buscas e apreensões, avaliações de bens e valores, praça de bens imóveis, reintegrações e imitações de posse e demais diligências ordenadas pelo juízo e lavratura dos respectivos autos e certidões nos processos.
  • Técnico Judiciário – Área administrativa
    Jornada de trabalho: 40 horas semanais
    Principais atribuições: compreende atividades que consistem na execução de tarefas relacionadas à redação de expedientes simples e/ou padronizados, operação de microcomputador, atendimento ao público, ações relativas ao andamento dos  Processos Judiciais e Administrativos, bem como transportes de Processos e documentos em geral.
  • Técnico Judiciário – Área segurança
    Jornada de trabalho: 40 horas semanais
    Principais atribuições: Compreende a execução de atividades relacionadas às áreas de segurança e inteligência, dedicadas à manutenção da incolumidade dos ativos institucionais do TJDFT.
  • Técnico Judiciário – Área contabilidade
    Jornada de trabalho: 40 horas semanais
    Principais atribuições: atividades de nível intermediário, referentes à prestação de serviços especializados quanto a sua formação, visando ao apoio técnico e administrativo
    ao cargo de Contador, bem como a operação de máquinas e equipamentos próprios, além da organização e funcionamento de protocolo específico e de arquivo de documentos.
  • Técnico Judiciário – Área enfermagem
    Jornada de trabalho: 40 horas semanais
    Principais atribuições: Atividades de nível intermediário, de natureza pouco repetitiva, envolvendo trabalho de enfermagem em grau auxiliar, participação no planejamento da assistência aos enfermos, bem como atividades operacionais de apoio ao tratamento médico, cirúrgico e odontológico, sob supervisão superior.
  • Técnico Judiciário – Área taquigrafia
    Jornada de trabalho: 40 horas semanais
    Principais atribuições: compreende atividades que consistem no auxílio dos trabalhos relativos ao apanhamento e interpretação taquigráficos.
  • Técnico Judiciário – Apoio especializado programação de sistemas
    Jornada de trabalho: 40 horas semanais
    Principais atribuições: compreende a execução de atividades de nível intermediário relacionadas com a programação de sistemas informatizados.

 

Concurso TJDFT: carreira

Confira na lista abaixo os requisitos necessários para ingresso nas carreiras do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios.

Requisitos

  • Analista Judiciário – Área administrativa: diploma de qualquer curso superior (exigindo-se licenciatura plena, quando se tratar de habilitação para o Magistério), registrado no MEC e expedido por instituição oficial ou legalmente reconhecida.
  • Analista Judiciário – apoio especializado especialidade contabilidade: Diploma de nível superior em Ciências Contábeis, registrado no MEC, expedido por instituição oficial ou legalmente reconhecida;
    registro no Conselho Regional da categoria.
  • Analista Judiciário – apoio especializado especialidade medicina e psiquiatria: diploma de Bacharel em Medicina e certificado(s) de especialização na(s) área(s), registrado no MEC e expedido por instituição oficial ou legalmente reconhecida; registro no Conselho Regional da categoria.
  • Analista Judiciário – apoio especializado especialidade arquitetura: diploma de nível superior em Arquitetura, registrado no MEC, expedido por instituição oficial ou legalmente reconhecida; registro no Conselho Regional da categoria.
  • Analista Judiciário – apoio especializado especialidade serviço social: diploma de nível superior em Serviço Social, registrado no MEC, expedido por instituição oficial ou legalmente reconhecida; registro no Conselho Regional da categoria.
  • Analista Judiciário – apoio especializado especialidade psicologia: diploma de nível superior em Psicologia, registrado no MEC, expedido por instituição oficial ou legalmente reconhecida; registro no Conselho Regional da categoria.
  • Analista Judiciário – apoio especializado especialidade arquivologia: Diploma de nível superior em Arquivologia, registrado no MEC, expedido por instituição oficial ou legalmente reconhecida; registro no Conselho Regional da categoria.
  • Analista Judiciário – apoio especializado especialidade engenharia elétrica: diploma de nível superior em Engenharia Elétrica, registrado no MEC, expedido por instituição oficial ou legalmente reconhecida; registro no Conselho Regional da categoria;
  • Analista Judiciário – apoio especializado especialidade pedagogia: diploma de nível superior em Pedagogia, registrado no MEC, expedido por instituição oficial ou legalmente reconhecida.
  • Analista Judiciário – apoio especializado especialidade taquigrafia: diploma de nível superior em qualquer curso superior, devidamente registrado no MEC e expedido por instituição oficial ou legalmente reconhecida (exigindo-se licenciatura plena, quando se tratar de habilitação para o Magistério) e formação especializada em taquigrafia.
  • Analista Judiciário – apoio especializado especialidade análise de sistemas: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior na área de Informática ou em qualquer outro curso de graduação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC e curso de especialização com, no mínimo, 360 horas/aula na área da Ciência da Computação.
  • Analista Judiciário – apoio especializado especialidade odontologia: diploma de nível superior em Odontologia, registrado o MEC e expedido por instituição oficial ou legalmente reconhecida; registro no Conselho Regional da categoria.
  • Analista Judiciário – apoio especializado especialidade controle interno: diploma de qualquer curso superior (exigindo-se licenciatura plena, quando se tratar de habilitação para o Magistério), registrado no MEC e expedido por instituição oficial ou legalmente reconhecida.
  • Analista Judiciário – Área judiciária: diploma de nível superior em Direito, registrado no MEC, expedido por instituição oficial ou legalmente reconhecida.
  • Analista Judiciário – Área judiciária – oficial de justiça avaliador federal: diploma de nível superior em Direito, registrado no MEC, expedido por instituição oficial ou legalmente reconhecida.
  • Técnico Judiciário – Área administrativa: certificado, devidamente registrado, de conclusão de ensino médio ou equivalente expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), devidamente registrado na Secretaria de Educação.
  • Técnico Judiciário – Área segurança: certificado, devidamente registrado, de conclusão de ensino médio ou equivalente expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), devidamente registrado na Secretaria de Educação; carteira Nacional de Habilitação “B” ou superior.
  • Técnico Judiciário – Área enfermagem: certificado de conclusão de 2º grau e curso profissionalizante de Auxiliar de Enfermagem (Decreto n. 5.154 de 23.07.2004), expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), devidamente registrado na Secretaria de Educação; registro no Conselho Regional da categoria.
  • Técnico Judiciário – Área taquigrafia: certificado, devidamente registrado, de conclusão de ensino médio ou equivalente expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), devidamente registrado na Secretaria de Educação e formação especializada em taquigrafia.
  • Técnico Judiciário – Apoio especializado programação de sistemas: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (2º grau) expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), ou curso técnico equivalente, acrescido de cursos de programação de sistemas, totalizando, no mínimo, 180 horas/aula.

 

Último concurso TJDFT

No último concurso TJDFT foram ofertadas 80 vagas. O edital foi publicado em 2015.

As vagas foram para o cargo de Analista Judiciário, as vagas oferecidas foram nas seguintes áreas de especialidade:

  • Análise de Sistemas (1);
  • Biblioteconomia (1);
  • Psicologia (1);
  • Tecnologia da informação(1);
  • Medicina no ramo de clínica médica (1);
  • Medicina no ramo de ginecologia-obstetrícia (1);
  • Medicina no ramo de neurologia (1);
  • Medicina no ramo de pediatria (1);
  • Medicina no ramo de psiquiatria (1);
  • Medicina no ramo odontológico (1);
  • Oficial de Justiça Avaliador Federal (2);
  • Área Judiciária (31).

Já para os cargos de Técnico Judiciário, foram oferecidas vagas nas áreas:

  • Administrativa (35);
  • apoio especializado com especialidade em Enfermagem (1);
  • apoio especializado em Programação de Sistemas (1).

O salário para cargo de técnico judiciário, na época foi de R$ 5.425,79, já para analista judiciário a remuneração R$ 8.863,84.

 

Concurso TJDFT: etapas

O concurso TJDFT conta com etapas de aplicação de provas objetivas e prova discursiva, ambas de caráter eliminatório e classificatório, com duração de 4 horas e 30 minutos.

Concurso TJDFT: prova objetiva

No último concurso TJDFT a prova objetiva contou com 50 questões de conhecimentos básicos e 70 de conhecimentos específicos. O certame também aplicou prova discursiva.

PROVA/TIPO ÁREA DE CONHECIMENTO NÚMERO DE ITENS CARÁTER
(P1) Objetiva Conhecimentos Básicos 50 Eliminatório
e classificatório
(P2) Objetiva Conhecimentos Específicos 70
(P3) Discursiva Conhecimentos Específicos

 

Disciplinas do Concurso TJDFT

As disciplinas de Conhecimentos Básicos para todos os cargos no concurso TJDFT foram:

  • Língua Portuguesa,
  • Noções de Informática (exceto para cargos da área de tecnologia da informação e afins),
  • Ética no Serviço Público e
  • Atualidades.

Estrutura da prova do concurso TJDFT

Para ser considerado classificado no concurso TJDFT, o candidato tinha que atingir a nota mínima de 10 pontos na prova de conhecimentos básicos, 21 em conhecimentos específicos e 36 pontos ao todo. Na prova discursiva a pontuação mínima foi 20 pontos.

 

Concurso TJDFT: nomeações

Além das boas remunerações e das vantagens de ser servidor do TJDFT, aqueles que desejam ingressar no judiciário brasiliense devem se atentar ao quadro de nomeados do último concurso TJDFT, que teve sua validade expirada em abril de 2018. É que, conforme consta no site do órgão, o concurso que oferecia apenas 80 vagas imediatas em edital obteve um número muito expressivo de nomeações.

Desse quantitativo, 736 foram chamados do último concurso, sendo 503 para a carreira de Técnico Judiciário – Área: Administrativa e 233 para Analista Judiciário – Área: Judiciária.

No anterior, em 2013, também não foi diferente. O certame oferecia 110 vagas imediatas em edital e obteve um número muito expressivo de nomeações: 1.360. Desse quantitativo, 927 foram para o posto de Técnico Judiciário – Área: Administrativa, seguido do cargo de Analista Judiciário – Área: Judiciária, com 314 e do posto de Analista Judiciário -Área Judiciária: Especialidade Oficial de Justiça Avaliador Federal, com 112 convocados.

 

Concurso TJDFT: demanda

De acordo com os dados divulgados pelos CEBRASPE, no último edital o certame teve 71.831 inscritos. O cargo de técnico judiciário – área administrativa teve o maior número de inscritos, no total 46.692 candidatos concorreram, a demanda foi de cerca de 1334 por vaga.

O cargo com a menor demanda por vaga foi o de Analista judiciário – área apoio especializado – especialidade: medicina – Ramo: neurologia. Este cargo teve a demanda de 35 candidatos por vaga. Confira o detalhamento logo abaixo:

Concurso TJDFT: demanda!

Concurso TJDFT: demanda!

 

Concurso TJDFT: materiais gratuitos

Prepare-se para o concurso TJDFT com os melhores especialistas e conteúdos para o concurso. Confira abaixo os materiais gratuitos:

 

Concurso TJDFT: motivos para fazer o certame

O concurso TJDFT tem um bom retrospecto no número de nomeações. E de acordo com aos dados do portal da transparência, o quadro de cargos vagos já soma 422.

Servidores do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Território são servidores federais, isso porque o órgão integra o Poder Judiciário da União. Além disso, a remuneração é bastante atrativa, analistas podem receber até R$ 12.455,30.

Confira abaixo 10 motivos para participar do concurso TJDFT:

1. Remunerações altas no início das carreiras;
2. Por padrão, a carga horária de trabalho é de sete horas diárias. Dependendo da unidade, pode ser necessário que trabalhe pela manhã ou num horário diferente. Algo muito importante: servidor estudante tem direito à jornada especial, de forma que sua jornada seja compatível com o horário de estudos. Via de regra, a jornada é aferida por meio eletrônico, e não costuma ser difícil faltar, sob compensação das horas não trabalhadas, para resolver problemas particulares, de qualquer natureza;
3. Regime estatutário, ou seja, estabilidade;
4. Auxílio alimentação;
5. Benefícios básicos como plano de saúde, auxílio-creche e auxílio-transporte;
6. Gratificação de Atividade Judiciária – GAJ (90% sobre os vencimentos); Adicional de Qualificação e Treinamento, entre outras.
7. O TJDFT é conhecido pelo alto índice de convocações de aprovados, ou seja, o interesse da administração é aproveitar ao máximo os candidatos que se mostrarem aptos no concurso.
8. Retribuição pelo exercício de função comissionada ou cargo em comissão.
9. Para concorrer ao cargo de técnico judiciário administrativo é necessário apenas o ensino médio completo. Já para analistas, superior em direito para oficial de justiça e diversas graduações para outras especialidades.
10. Ascensão, crescimento profissional e desenvolvimento na carreira.

Resumo do concurso TJDFT

Concurso TJDFT Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT)
Banca organizadora a definir
Cargos Técnico e Analista
Escolaridade Nível médio e superior
Carreiras Tribunais e administrativa
Lotação Distrito Federal
Número de vagas a definir
Remuneração de R$ 7.591,39 até R$ 12.455,30
Situação anunciado pelo presidente
Clique aqui para ver o último edital TJDFT

 

Quer conquistar a sua aprovação no concurso TJDFT?

Prepare-se com quem mais entende do assunto!

COMECE A ESTUDAR NO GRAN

Depoimentos relacionados

Em busca de estabilidade e conforto para a família, Isabella Modesto estudou por três anos para conquistar uma vaga para…

Natural de Aracaju, a professora Érika Ramos decidiu ingressar na conquista pelo cargo público por 2 principais razões: a busca…

Persistência e dedicação sempre foram palavras que permearam a vida de Elisa da Silva Gomes Lana, natural de Costa Verde…

Daniele Laís saiu de seu emprego no SENAC DF aproveitando um momento de mudança no seu cargo, hoje extinto, e…

Evelyn Rodrigues é natural de Brasília/DF, mas hoje mora em Aracaju/SE, onde realizou e foi aprovada no Concurso Prefeitura Barra…

Qual é o seu grande objetivo de vida? Para Raul Marcelo da Silva o foco estava em ingressar na carreira…

Natural da cidade de Poço Verde/ SE, Aialla Suelem Andrade de Souza escolheu a carreira pública não só pela estabilidade…

Dedicando-se ao estudos por cerca de 3 anos, José Roberto Ferreira conquistou não apenas a aprovação no Concurso BRB para…

Avatar

Equipe do Gran Cursos Online

55


Tudo que sabemos sobre:

concurso tjdft Edital TJDFT tjdft nomeaçoes


Comentários (55)

Avatar Andre 28 de Outubro de 2019

Ao Redator: No DF não existem mais “cidades satélites”. Arniqueira foi a 33ª Região Administrativa constituída.

 Responder

Avatar kirdousan 2 de Julho de 2020

Na verdade existe sim “cidades-satélites”, ocorre que elas passaram a ser Regiões Administrativas, contudo, continuam sendo chamadas “popularmente” de cidades-satélites. Esse termo ainda não foi banido da LODF. Abs

 Responder

Avatar Lucas 14 de Janeiro de 2020

Infelizmente, este concurso não vai sair tão cedo, em vista da PL apresentada pelo iganeis.

 Responder

Avatar Gabriel 24 de Janeiro de 2020

O TJDFT é de alçada federal.
Só a jurisdição eh do DF e territórios.
O tribunal é mantido pela União.

 Responder

Avatar Leilanne 4 de Fevereiro de 2020

Ontem saiu no DFTV que não vai sair concurso para o TJDFT este ano, vcs estão sabendo de alguma coisa?

 Responder

Avatar Rubens 4 de Fevereiro de 2020

Tem um comunicado oficial no site do TJDFT!

 Responder

Avatar edelson Gomes 3 de Outubro de 2020

obrigado

 Responder

Avatar edelson Gomes 3 de Outubro de 2020

gran cursos o melhor do Brasil

 Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *