Concurso TRT ES

Concurso TRT ES: AUTORIZADO! Até R$ 18 mil!

Concurso TRT ES terá oportunidades para níveis médio e superior!

Concurso TRT ES paga inicial de até R$ 7.566,42.

Concurso TRT ES paga inicial de até R$ 7.566,42!

O Tribunal Regional do Trabalho da 17ª Região, no estado do Espírito Santo, possui comissão formada e o próximo concurso já está autorizado.

De acordo com informações da assessoria de comunicação do órgão, passadas ao Gran Cursos Online na tarde desta quinta-feira (31),  mesmo que o certame esteja autorizado, é necessário que o Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT) também conceda o aval para que o concurso seja realizado.

Desse modo, é necessário um posicionamento do CSJT para que a seleção tenha seu edital publicado. A boa notícia é que o tribunal adiantou que a comissão já está realizando os estudos técnicos preliminares e o termo de referência para realizar a colheita de orçamentos junto às bancas examinadoras. A possibilidade de um novo edital neste ano é grande.

Atualmente, o tribunal possui 21 cargos vagos, confira na tabela abaixo.

Processo de autorização do concurso TRT ES

O Pleno do órgão autorizou o edital TRT ES em Sessão Administrativa Extraordinária no dia 23 de janeiro de 2018. Seis desembargadores já haviam se posicionado positivamente em favor da realização do concurso.

O certame foi autorizado por todos os membros da corte e a seleção contemplará os cargos de técnicos e analistas judiciários, mas as áreas de atuação ainda serão definidas.

Concurso TRT ES paga inicial de até R$ 7.566,42.

Concurso TRT ES: comissão organizadora!

Órgão publicou em seu Twitter decisão do Pleno sobre o concurso TRT ES!

Órgão publicou em seu Twitter decisão do Pleno sobre o concurso TRT ES!

Concurso TRT ES já conta com AUTORIZAÇÃO oficial!

Concurso TRT ES já conta com AUTORIZAÇÃO oficial!

O processo foi enviado para os desembargadores após ser analisado internamente pela Diretoria-Geral, por meio do processo administrativo de nº 0001867-91.2017.5.17.0500, que começou a ser discutido pelo Tribunal Pleno em setembro de 2017.

O último concurso TRT ES ocorreu em 2013, oferecendo cargos para analista e técnico judiciário em diversas áreas e teve sua validade expirada no dia 24 de fevereiro de 2018.

Nomeações e cargos do último edital TRT ES

Na época do último concurso TRT ES, foram oferecidas 23 vagas, mas o órgão selecionou 119 candidatos para as nomeações. O cargo com mais nomeações foi para técnico jurídico (60).

Cargos do último concurso TRT ES.

Cargos do último concurso TRT ES

Cargos previstos no próximos edital TRT ES

A oferta no concurso TRT ES será para a área de apoio, nos cargos de técnico (nível médio) e analista (nível superior) judiciário. Veja abaixo as atribuições e requisitos dos cargos previstos, podendo ser acrescido de outras especialidades.

Analista Judiciário – Área Judiciária – Especialidade Oficial de Justiça Avaliador Federal

Requisito: curso superior completo em Direito.

Atribuições: executar atividades privativas de bacharel em Direito relacionadas com processamento de feitos e apoio a julgamentos e execução de mandados.

Analista Judiciário – Área Judiciária 

Requisito: curso superior completo em Direito.

Atribuições: executar citações, notificações, intimações e demais ordens judiciais, certificando no mandado o ocorrido; executar penhoras,avaliações, arrematações, praças e hastas públicas, remissões, adjudicações, arrestos, sequestros, buscas e apreensões, lavrando no local o respectivo auto circunstanciado; redigir, digitar e conferir e expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Analista Judiciário – Área Administrativa 

Requisito: curso superior completo.

Atribuições: analisar petições e processos, confeccionar minutas de votos, emitir informações e pareceres; proceder a estudos e pesquisas na legislação, na jurisprudência e na doutrina pertinente ara fundamentar a análise de processo e emissão de parecer; fornecer suporte técnico e administrativo aos magistrados, órgãos julgadores e unidades do Tribunal; inserir, atualizar e consultar informações em base de dados; verificar prazos processuais; atender ao público interno e externo; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Técnico Judiciário – Área Administrativa 

Requisito: ensino médio completo.

Atribuições: prestar apoio técnico e administrativo pertinente às atribuições das unidades organizacionais; executar tarefas de apoio à atividade judiciária; arquivar documentos; efetuar tarefas relacionadas à movimentação e à guarda de processos; atender ao público interno e externo; classificar e autuar processos; realizar estudos, pesquisas e rotinas administrativas,redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Técnico Judiciário – Área Administrativa – especialidade Segurança

Requisito: ensino médio completo e Carteira Nacional de Habilitação Categoria “D” ou “E”.

Atribuições: atuar na segurança dos magistrados, das autoridades, dos servidores e das instalações do Tribunal; realizar investigações preliminares; conduzir veículos automotores; vistoriar veículos e registrar sua movimentação; prestar primeiros socorros às vítimas de sinistros e outras situações de risco; fiscalizar as atividades de controle de entrada e saída de materiais, equipamentos e volumes das dependências do Tribunal; executar ações de prevenção e combate a incêndio ; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de grau de complexidade.

Remunerações e regime dos aprovados no concurso TRT ES

O vencimento inicial do cargo de técnico judiciário é de R$ 7 mil, enquanto para analista, os ganhos mensais são de R$ 12 mil, podendo alcançar R$ 14 mil para oficial de justiça avaliador federal. Em ambos os casos, já incluído o valor de R$ 884 de auxílio-alimentação.

Os valores podem ainda ser acrescidos de auxílio-natalidade de R$ 700, para candidatos que tenham filho.

Todos os valores mencionados estão de acordo com a Lei 13.317, sancionada em junho de 2018 pelo governo, onde são reajustados tanto o salário-base quanto a gratificação de atividade judiciária (GAJ). As remunerações no topo da carreira definidas para este ano estão em R$ 11.398 para técnico e R$ 18.701 para analista.

Último edital publicado para o TRT ES

No último certame foram oferecidas vagas para analista judiciário nas áreas: apoio especializado com especialidade em medicina (1); especialidade em tecnologia da informação (19); e vagas para técnico judiciário na área administrativa (3). Além disso, foram oferecidas vagas para diversos cargos em cadastro reserva.

Matérias do último certame TRT ES

A prova objetiva (conhecimentos gerais e específicos) foi aplicada para todos os cargos, porém, a discursiva (redação) foi apenas para os candidatos a vagas de analista judiciário.

Tipos de prova no concurso TRT ES.

Tipos de prova no concurso TRT ES.

Detalhes do concurso TRT ES:

CONCURSOS ABERTOS: veja aqui os editais publicados e garanta a sua vaga!

CONCURSOS 2019: clique aqui e confira as oportunidades para este ano!

Estudando para concursos públicos? Prepare-se com quem mais entende do assunto! Cursos completos 2 em 1, professores especialistas e um banco com mais de 920.000 questões de prova! Garanta já a sua vaga! Mude de vida em 2019!

Estude onde, quando, como quiser e em até 12x sem juros! Teste agora por 30 dias o Gran Sistema de Ensino!

Matricule-se!

Cheguei Lá

4 Comentários

4 Comentários

  1. joseph

    18/09/2018 11:46 em 11:46

    foi autorizado, dezautorizado, e por aí vai o certo é que não sabem quando farão o mesmo , mesmos enrolations

  2. joseph

    18/09/2018 11:47 em 11:47

    o de delegado já sabem a banca?

  3. Fabio

    05/02/2019 11:38 em 11:38

    Será q terá esse concurso mesmo? Não quero criar intriga política, sei q a maioria aqui votou no bolsonaro, mas ele, assim como todos os politicos da direita liberal, se demonstraram contra os tribunais do trabalho, para eles o trabalhador q se sentir lesado deve procurar a justiça comum. Sei q o tribunal nao vai acabar mas pode ser desincentivado

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o Topo