Prova AGU: data definida para reaplicação dos exames! Confira!

Prova AGU: nova data para reaplicar exames definida!

Prova AGU: aplicação dos cargos do turno matutino foi cancelada!

Prova AGU: aplicação dos cargos do turno matutino foi cancelada!

As provas do concurso da Advocacia-Geral da União (concurso AGU) aplicadas na manhã do último domingo (9/12), foram canceladas por decisão do Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (IDECAN), responsável pela organização do certame, após relato de irregularidades na aplicação da prova por candidatos.

De acordo com o IDECAN, ocorreram problemas na logística da distribuição dos malotes de provas e, por isso, os candidatos nas cidades de Cuiabá (MT), Florianópolis (SC) e São Luís (MA) não tiveram acesso ao exame.

O instituto afirma que no restante do país, as provas ocorreram normalmente, mas para manter a lisura na realização do concurso, optou pelo cancelamento das provas do turno matutino. As provas objetiva e discursiva para os cargos de Administrador, Arquivista, Contador e Técnico em Assuntos Educacionais foram remarcadas para o dia 27 de janeiro de 2019. Conforme comunicado da AGU abaixo:

Concurso AGU: comunicado sobre o cancelamento

Concurso AGU: nota de cancelamento

Concurso AGU: nota de cancelamento

 

Você estava em uma das três cidades afetadas pela irregularidade na aplicação das provas? Deixe o seu relato nos comentários!

Detalhes do concurso AGU:

  • Concurso: Advocacia-Geral da União (Concurso AGU)
  • Cargos: diversos
  • Banca organizadora: IDECAN
  • Escolaridade: nível superior
  • Número de vagas: 100
  • Remuneração: R$ 6.203,34
  • Inscrições:  de 03 de outubro a 04 de novembro de 2018
  • Taxa de Inscrição: R$ 95,00
  • Data  da prova: 27 de janeiro de 2019

Edital

CONCURSOS ABERTOS: veja aqui os editais publicados e garanta a sua vaga!

CONCURSOS 2018: confira aqui os certames previstos ainda para este ano!

CONCURSOS 2019: clique aqui e confira as oportunidades para o próximo ano!

Estudando para concursos públicos? Prepare-se com quem mais entende do assunto! Cursos completos 2 em 1, professores especialistas e um banco com mais de 800.000 questões de prova! Garanta já a sua vaga!

Estude onde, quando, como quiser e em até 12x sem juros! Teste agora por 30 dias!

Anna Rodrigues
Anna Rodrigues
Equipe de Comunicação do Gran Cursos Online
3 Comentários

3 Comentários

  1. Elizabete Niles

    13/12/2018 10:22em10:22

    Eu iria fazer a prova para contador na Escola Hilda Teodoro Vieira, em Florianópolis. Quando soou o sinal para início das provas, os fiscais distribuíram o cartão de resposta e a folha para questão discursiva (não contei quantas folhas tinha, mas não passavam de quatro). Ficamos esperando a entrega da prova e nada. Até que alguém perguntou. Os fiscais ficaram desnorteados, pois não perceberam que não tinham entregue a prova. Fiquei bem perplexa de eles não terem notado isso, uma vez que a prova tem um volume bem maior. Foi só aí que se deu o alvoroço dos fiscais atrás da prova. Pediram que ficássemos aguardando e recorreram ao coordenador para saber da prova. Enquanto isso, não tínhamos notícias que esclarecessem os fatos. A medida que o tempo passava os ânimos ficavam cada vez mais exaltados. Em outras salas a confusão era maior, alguns alunos chamaram a polícia que estava a caminho. O tempo foi passando e percebemos que já não seria possível fazer a prova. Passava das 10:30 quando nos dispensaram, alegando que a prova não iria chegar. Uma turma se dirigiu até a polícia federal para prestar queixa.
    O que a Idecan expôs em seu comunicado, na minha opinião não expressa a realidade: equipe altamente qualificada? Erro do operador logístico responsável pelo transporte aéreo? Quem pode nos responder como só a prova não chegou, já que os demais materiais chegaram? Pura desorganização e/ou falta de segurança nesse processo. Lamento por quem fez a prova, pois um desgaste físico e emocional jogado fora e também por aqueles que vieram de longe para fazer a prova na capital e arcaram com custos que não terão ressarcimento. Esse concurso foi o maior fiasco!

  2. Diogo Carvalho

    13/12/2018 15:54em15:54

    Já ocorreram problemas graves em outros certames dessa banca. Na minha opinião o concurso já está manchado e a credibilidade comprometida.

  3. Mônica

    16/12/2018 16:45em16:45

    Gostaria que fosse feita uma revisão da prova que foi aplicada para técnico em assuntos educacionais. Fiz a prova no RJ. Sou aluna do Gran

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o Topo