Reforma Administrativa: Deputado protocola emenda aditiva

Reforma Administrativa: Proposta de Emenda à Constituição (PEC 32/2020) visa alterar  disposições sobre servidores, empregados públicos e organização administrativa

A Reforma Administrativa tem acalorado os ânimos dos concurseiros. A Proposta de Emenda à Constituição (PEC 32/2020) visa alterar  disposições sobre servidores, empregados públicos e organização administrativa.

A fim de garantir os direitos dos concursandos, o deputado Professor Israel Batista (PV-DF) protocolou hoje (23/09) uma emenda que ressalva os concursos homologados dos efeitos da PEC 32. Uma vez que as regras da Emenda Constitucional nº 32/2020 não se aplicam aos concursos públicos homologados até a data de sua entrada em vigor.

Para que a emenda aditiva chegue a votação no Congresso é necessária a assinatura de 171 deputados federais. Caso a proposta do parlamentar Israel consiga o número mínimo necessário de assinaturas para entrar na pauta de votação e discussão dos parlamentares, boas notícias podem surgir para os concurseiros.

Caso a proposta do deputado Israel seja aprovada, futuramente,  quem participa dos certames públicos poderá ser favorecido. Trata-se de uma emenda que beneficia os concursos de todo país e garante a aplicação do mesmo regime jurídico às pessoas que realizaram o mesmo concurso. Confira aqui o texto da Emenda Aditiva do deputado Professor Israel Batista (PV-DF) referente a Reforma Administrativa!

E para que você entenda melhor o que está acontecendo a respeito desse assunto, hoje (23/09), às 20h30, os professores o Israel Batista, Aragonê Fernandes e Vandré Amorim farão uma live sobre o tema. Não perca e acompanhe:

Reforma Administrativa

O Gran Cursos Online lançou a campanha nas redes sociais #EstabilidadeSim para lutar pela garantia constitucional referente a estabilidade. O objetivo é fazer com que os aprovados continuem exercendo o trabalho sem interferências, conforme o que determina a lei. ⁣

O time Imparável acredita que não se pode falar em estabilidade apenas para algumas carreiras e para outras não. Todos possuem papéis importantes dentro da sociedade. Cada um faz parte de uma grande engrenagem que serve a 210 milhões de habitantes em um território continental! ⁣

Reforma Administrativa: Combo Essencial 4 em 1

Devido ao Coronavírus, o Gran Cursos Online liberou um Curso Completo Para Concursos Públicos gratuitamente por 100 dias que tem como objetivo beneficiar 1 milhão de concurseiros que estão com aulas paralisadas em cursos presenciais pelo Brasil. Consta no material:

  • 260 videoaulas e mais de 40 PDFs autossuficientes das  principais disciplinas cobradas em concursos de nível médio e superior.
  • Curso Básico de Técnicas de Estudo com o Fernando Mesquita.
  • Mais de 1 milhão de questões de todos os concursos e exame de ordem treinar.
  • Mapas mentais.

Quero me inscrever! Clique aqui para fazer a inscrição!

Quer conquistar a sua aprovação em concursos públicos?
Prepare-se com quem mais entende do assunto!
Comece a estudar no Gran Cursos
9 Comentários

9 Comentários

  1. Stênio Araújo

    23/09/2020 19:30em19:30

    Excelente iniciativa, enfim um guerreiro na Câmara dos Deputados que representa verdadeiramente o serviço público e o público concurseiro!!!

  2. Francisco Silva

    23/09/2020 19:52em19:52

    Essa reforma é um retrocesso para o serviço público brasileiro. Na verdade o que estão querendo é criar um grande curral eleitoral.

  3. Cláudia de Souza Neves França

    23/09/2020 20:55em20:55

    Radiologistas, vamos lutar pelos nossos direitos.

  4. Andarilho

    23/09/2020 21:38em21:38

    O problema do Brasil NÃO SÃO OS SERVIDORES PÚBLICOS, que são trabalhadores. O problema do Brasil SÃO OS POLÍTICOS QUE ROUBAM O BRASIL, ALÉM DE RECEBER FORTUNAS NO FINAL DO MÊS

  5. João Ribeiro da Cunha Neto

    23/09/2020 22:37em22:37

    Excelente iniciativa da equipe Grancursos online, sou concurseiros é fico feliz em saber que tem pessoas que estão tentando nos proteger dessa PEC que ppde trazer consequencias danosas para o serviço público.
    Prof. Israel defendendo os direitos dessa galera esforçada que luta para entrar no serpúblico pela porta da frente, de forma a não sofrer ingerências político partidárias.

  6. , José Claudio Lopes Soares

    24/09/2020 00:57em00:57

    É louvável uma campanha nesse sentido,afinal o que estamos presenciando é uma subtração dos direitos do cidadão tanto na CLT quanto no RGU(EX:O STF revogou um ACT dos CORREIOS assinado em 2019,pelo TST,como prevê a CFB atendendo ao GOVERNO.Em 88 havia servidor regidos pelos dois regimes (CLT e RGU)com a promulgação da CFB em 88 o CLT foi extinto do serviço público.O que estamos vendo é a famigerada mídia brasileira apoiando os lobos capitalista e os políticos, interessados na volta da velha política do (QI).Em resumo é um retrocesso e um de respeito para a sociedade que espera do governo o cumprimento do papel que a CFB lhe outorga.

  7. Fernando antônio parreiras

    24/09/2020 11:01em11:01

    Sugiro a extinção do abono permanência para renovação da administração e oportunizar o ingresso de novos servidores aprovados nos concursos.

  8. Jeronimo de Jesus Filho

    24/09/2020 15:57em15:57

    A questão é defender os direitos já conquistados aos velhos e aos novos servidores, indistintamente.Essa campanha é uma fraude.Se atentem.

  9. Gilenio Camilo

    24/09/2020 16:13em16:13

    Parabéns e obrigado pela iniciativa ! De fato,precisamos combater os pontos negativos dessa reforma administrativa onde querem transformar o servidor em instrumento de manipulação política. A estabilidade é uma garantia do servidor e não um privilégio como insinua esse governo de caterva. Os verdadeiros privilégios não serão combatidos nessa reforma criminosa.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer conquistar a sua aprovação em concursos públicos?
Prepare-se com quem mais entende do assunto!
Comece a estudar no Gran Cursos
Para o Topo