Sistema S: o que é, para que serve e quais as empresas?

Entenda mais sobre o Sistema S e suas empresas: Senai, Sesi, Senac, Sesc, Sebrae, Senar, Sest, Senat e Sescoop!

Avatar


20 de fevereiro4 min. de leitura

Talvez você tenha ouvido falar sobre o Sistema S por causa de uma das empresas que o compõem. Mas as siglas Senai, Sesi, Senac, Sesc, Sebrae, Senar, Sest, Senat e Sescoop fazem parte do chamado Sistema S e vale a pena entender melhor cada uma. 

Por isso, leia o artigo a seguir e, se preferir, navegue pelo índice abaixo:

Tem dúvidas sobre como começar uma faculdade? Baixe gratuitamente o nosso Guia da Graduação!

Enfrentar novos desafios por vezes vem acompanhado de muitas dúvidas, e é por isso que a equipe da Gran Faculdade preparou um material completo e gratuito que vai te ajudar a compreender melhor como funciona uma Graduação.

No e-book que criamos para você, respondemos perguntas como:

  • O que é Graduação?
  • Quais os tipos de Graduação?
  • Como escolher meu curso de Graduação?
  • Como começar uma Graduação?

Além de te dar estas respostas, também te explicamos de forma simplificada outras questões relacionadas ao universo acadêmico. Não deixe de conferir!

Para receber o material gratuitamente, basta preencher o formulário abaixo:

O que é o Sistema S?

O Sistema S é um conjunto de 9 empresas brasileiras de natureza privada (todas com o nome iniciando em S) que atuam na prestação de serviços de interesse público relacionadas aos principais setores da economia.

São instituições que oferecem serviços para melhorar a qualidade de vida, a economia e a sociedade de forma ampla, em áreas como:

  • Educação;
  • Saúde;
  • Cultura;
  • Lazer
  • Assistência social;
  • Qualificação profissional e formação técnica;
  • Empreendedorismo, etc.

Quem criou o Sistema S?

O Sistema S foi criado no governo de Getúlio Vargas, em 1942, em parceria com entidades empresariais. Seu objetivo principal é proporcionar desenvolvimento social, econômico, cultural e profissional no país. 

Quais são as empresas do Sistema S?

As empresas do Sistema S são:

  • Senai Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial: primeira entidade do Sistema S, o Senai oferece treinamento profissional e educação no setor industrial, com cursos, oficinas e programas para desenvolver habilidades e promover a inovação em indústrias diversas;
  • Sesc Serviço Social do Comércio: fornece serviços sociais, atividades culturais e programas de lazer para trabalhadores e suas famílias no setor do comércio. Ao público geral, também oferece serviços de saúde, atividades recreativas, eventos artísticos e programas educacionais de forma gratuita ou com custo acessível;
  • Sesi Serviço Social da Indústria: visa melhorar a qualidade de vida e o bem-estar dos trabalhadores da indústria e suas famílias, fornecendo cuidados de saúde, educação, esportes, atividades culturais e programas de segurança e saúde ocupacional; 
  • Sebrae Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas: apoia o desenvolvimento e crescimento de micro e pequenas empresas no Brasil, por meio de treinamento, consultoria e acesso a recursos e informações de mercado;
  • Senac Serviço Nacional de Aprendizagem do Comércio: treinamento profissional e educação especificamente para o setor comercial, incluindo cursos em varejo, hospitalidade, turismo, etc.;
  • Senar Serviço Nacional de Aprendizagem Rural: oferece programas de técnicas agrícolas, gestão rural e práticas sustentáveis, além de treinamento profissional e educação para trabalhadores rurais, agricultores e empresas agrícolas; 
  • Sescoop Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo: treinamento, educação e apoio para cooperativas de diversos setores, promovendo princípios e práticas cooperativistas; 
  • Sest Serviço Social de Transporte: serviços sociais, educação, cuidados de saúde e programas de treinamento para trabalhadores no setor de transporte (rodoviário, ferroviário, aéreo e marítimo);
  • Senat Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte: treinamento profissional e educação especificamente adaptados às necessidades do setor de transporte, incluindo logística, habilidades de direção e treinamento de segurança.

Assim, é mais fácil identificar que cada uma delas possui uma área de atuação específica e oferece uma variedade de serviços voltados para diferentes setores da economia e públicos.

Sistema S é público ou privado?

O Sistema S é composto por empresas de natureza privada, chamadas de paraestatais, que prestam serviços de interesse público voltados para o desenvolvimento social de forma ampla.

Elas fazem parte do terceiro setor e seu financiamento acontece por meio do recebimento de contribuições compulsórias de empresas. 

Quais empresas contribuem para o Sistema S?

Como dito anteriormente, o Sistema S foi criado em parceria com entidades empresariais (como federações e associações). Desde então, seu financiamento é garantido por meio de impostos pagos por empresas dos mais variados setores da economia, como indústria, comércio, agropecuária, entre outros.

As contribuições são realizadas com base na folha de pagamento das empresas, sendo uma parcela destinada ao financiamento das atividades das entidades do Sistema S.

Qual imposto vai para o Sistema S?

A chamada “contribuição compulsória” é uma parcela do imposto sobre a folha de pagamento das empresas dos setores correspondentes ao nicho atendido por cada uma das instituições do Sistema S. 

De acordo com a Agência Senado, “as empresas pagam contribuições às instituições do Sistema S com base nas alíquotas que variam em função do tipo do contribuinte, definidos pelo seu enquadramento no código Fundo de Previdência e Assistência Social (FPAS)”. 

Com esses valores, recolhidos pelo governo e repassados às entidades, são mantidas as estruturas da entidades do Sistema S, bem como os serviços prestados. 

O que é Terceiro Setor e Sistema S?

Terceiro setor é o nome dado a empresas e organizações voltadas para áreas de interesse público, geralmente sem fins lucrativos, desenvolvidas e gerenciadas de forma independente do governo. 

Antigamente, era entendido como o trabalho exclusivamente feito por Organizações Não Governamentais (ONGs), mas as conceituações evoluíram e se atualizaram de acordo com os avanços sociais, econômicos, políticos e tecnológicos.

Atualmente, o terceiro setor brasileiro é composto por:

  • Sistema S: por meio da prestação de serviço social autônomo, previsto na Constituição;
  • Sistema OS: de organizações sociais, regido pela Lei 9637/98;
  • Sistema OSCIP: Organização Social de Interesse Público, regido pela Lei 9790/99.

Ou seja, o Sistema S é parte do terceiro setor, oferecendo serviços e programas de desenvolvimento social e profissional.

Como as entidades do Sistema S contribuem com a sociedade?

Com uma ampla variedade de serviços oferecidos à população, as entidades do Sistema S contribuem para a qualidade de vida e bem-estar social, o desenvolvimento econômico e financeiro de pessoas e empresas. 

Entre os serviços, podemos listar:

  • Formação profissional;
  • Educação básica;
  • Capacitação técnica;
  • Apoio ao(à) empreendedor(a);
  • Assistência social;
  • Atividades culturais, esportivas e de lazer;
  • Programas de saúde e segurança, especialmente, no trabalho.

Desenvolva sua carreira com a Gran Faculdade!

A Gran Faculdade nasceu com o propósito de democratizar o acesso ao ensino superior de qualidade, permitindo que mais pessoas possam se qualificar e conquistar boas oportunidades no mercado de trabalho. 

Por isso, aqui você encontra:

  • Entrada imediata para você não precisar aguardar o início de um novo semestre letivo para começar a conquistar seu diploma – você se matricula e pode começar o curso no mesmo dia;
  • Faculdade EAD com curso 100% digital que possibilita conciliar a rotina do dia a dia com os estudos;
  • Plataforma simples e intuitiva, assim, você estuda de onde estiver, em qualquer dispositivo;
  • Professores renomados, didáticos e que preparam os alunos para a prática profissional;
  • Mensalidades que cabem no seu bolso para que você possa realizar seus sonhos, com valores fixos ao longo de todo o curso, sem pegadinhas ou letras miúdas;
  • Acessibilidade e ferramentas de inclusão, afinal, aqui, todo mundo pode! E muito mais.

Aproveite as vantagens da Gran Faculdade e do Sistema S para desenvolver sua carreira e mudar de vida! 

Confira nossos cursos de graduação e cupons de desconto disponíveis:

Cupons de desconto Graduação EAD

Confira os descontos abaixo e selecione a opção que melhor se encaixa para você (cupons válidos até o preenchimento das vagas disponíveis):

CategoriaValor mensalCupom
Graduação SocialR$ 94,90GRADSOCIALGRAN
Graduação Social MulherR$ 89,90GRADSOCIALGRANMULHER
Graduação Alunos e Ex-alunos GranR$ 94,90GRADALUNOGRAN
Graduação Alunas e Ex-alunas Gran (Mulher)R$ 89,90GRADALUNOGRANMULHER
Novos AlunosR$ 114,90NOVOGRADGRAN
Novas Alunas (Mulher)R$ 109,90NOVOGRADGRANMULHER

Além disso, você pode obter 10% de desconto fazendo o pagamento à vista. Ou, se não tiver limite do valor semestral no cartão de crédito, se matricular com pagamento recorrente (o valor da mensalidade é descontado a cada mês, sem comprometer o limite).

30 dias para testar! Aqui, confiamos no serviço que prestamos e no nosso propósito de mudar vidas por meio da educação da tecnologia. Então, se você não estiver satisfeito(a) em 30 dias, pode receber seu dinheiro de volta!

Garanta sua matrícula com desconto!


Quer ficar por dentro da Faculdade EAD mais inovadora do Brasil? Então, clique nos links abaixo:

Se preferir, receba gratuitamente no seu celular as principais notícias sobre a Gran Faculdade, clique no link abaixo e inscreva-se no canal:

TELEGRAM

Avatar


20 de fevereiro4 min. de leitura