Blockchain (não) vai te pegar

A cadeia de blocos é uma realidade - inclusive nos concursos.

Avatar


07/06/2022 | 17:49 Atualizado há 68 dias

Olá, Concurseir@!

Desde já, aviso: hoje vou iniciar uma nova thread com você! Vamos conversar sobre blockchain – justamente para ela não te pegar!

Blockchain é um “trend topic” no mundo dos negócios. Desde que surgiu em 2008, na esteira do Bitcoin, sua aplicação vem ganhando terreno. Atualmente, empresas como binance, pixbet e outros players do ecossistema global de blockchain patrocinam times do nosso futebol brasileiro.

Mas, esse tópico saiu do mundo dos negócios e aportou, com força, no mundo dos concursos. Isso se deu, em parte, pois diversas instituições públicas e privadas já estão implementando produtos/serviços utilizando a blockchain.

Definições

Antes de mais nada, vamos às definições:

Blockchain é uma estrutura de dados organizada em uma cadeia de blocos. Em outras palavras, trata-se de uma lista contínua e incremental de registros. Ou seja, a blockchain possibilita a criação de um livro digital descentralizado – imutável, seguro e com timestamp – compartilhado entre uma rede distribuída ponto a ponto de partes independentes (conhecidos por nós).

Portanto, nesta estrutura de dados, um bloco é a menor parte da blockchain, representando um conjunto de fatos. Então, os blocos são concatenados criptograficamente em uma cadeia imutável. Em suma, cada bloco geralmente inclui um ponteiro de hash para o bloco anterior, um timestamp, um número inteiro aleatório (nonce) e os dados das transações.

Veja a imagem a seguir, de minha autoria, que que ilustra essa estrutura de dados da blockchain (spoiler: teve questão do Cespe que já usou imagem semelhante).

Funcionamento

Na blockchain, cada nova transação é registrada em um bloco compartilhado e sincronizado por vários nós, sem controle central. Em seguida, os mecanismos de consenso fornecem segurança à cadeia e uma forma de verificar sua precisão, sustentando sua irrevogabilidade.

Assim, a blockchain armazena as informações exatas em nós distintos. Isso acontece de forma segura graças aos mecanismos de consenso.  Além disso, apenas novas transações são adicionadas. Portanto, transações anteriores (ou seus dados) não são alteradas ou removidas.

Isso permite que todos os nós acompanhem o histórico da transação. Por fim, a rede compartilha de forma transparente a cadeia formada por nós completos. Veja a imagem a seguir, também de minha autoria, que que ilustra o funcionamento da blockchain.

Smart Contracts

Numa evolução da tecnologia, por volta de 2015, a rede Ethereum trouxe o conceito de smart contracts ou contratos inteligentes.  Dessa forma, contratos inteligentes são transações eletrônicas programáveis. Tal qual, são scripts de computador que, quando acionados por uma determinada mensagem, são executados pelo sistema.

Em outras palavras, com a programação de smart contracts é possível definir cláusulas para uma transação que, uma vez atendidas, auto-executam a transação na blockchain.

Sopa de letrinhas

Derivado das implementações de blockchain, alguns conceitos ou tecnologias também surgiram, com destaque para DAO, dAPPs e NFT.

As DAOs, ou organizações autônomas descentralizadas, são organizações que funcionam na própria blockchain. As DAOs usam contratos inteligentes para permitir que seus participantes tomem decisões coletivas sobre governança, operações e liderança da organização e de seu funcionamento.

Os dAPPs (ou Aplicativos Descentralizados) são aplicativos implementados na blockchain que, em razão da sua característica descentralizada, não precisam de uma entidade/empresa para garantir o seu funcionamento. Uma vez definidas as regras do smart contract, o aplicativo funcionaria para “sempre” ou enquanto existir a rede blockchain.

A NFT (Non-Fungible Token ou Token não fungível) é uma espécie de ativo digital negociado online que representa bens físicos ou digitais, como fotos, vídeos, músicas e itens de jogos. Esses ativos só podem ter um proprietário oficial de cada vez – registrado na blockchain.

Ufa! São muitos novos conceitos, definições e letrinhas nessa “sopa”. Por ora, paramos por aqui. Próximo post, trarei algumas questões de blockchain para comentarmos.

Vamos juntos, destrinchar o conhecimento associado à blockchain e vermos sua cobrança nos certames. Blockchain não vai te pegar – você estará preparad@!

Bons estudos!


Quer ficar por dentro dos concursos públicos abertos e previstos pelo Brasil?
Clique nos links abaixo:

CONCURSOS ABERTOS

CONCURSOS 2022

Receba gratuitamente no seu celular as principais notícias do mundo dos concursos!
Clique no link abaixo e inscreva-se gratuitamente:

TELEGRAM

Avatar

Analista de TI no TRF 1 e professor de Governança, Gestão de TI nas Organizações Públicas e Gestão de Projetos
2

0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.