CEBRASPE: confira a entrevista com Ricardo Bastos!

A equipe de comunicação do Gran Cursos Online conversou com o assessor da Direção do Cebraspe. Confira a entrevista exclusiva!

O Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos – CEBRASPE é frequentemente escolhido como banca organizadora para os mais diversos concursos públicos.

No mês de março conversamos com o professor Rodrigo Lima que passou dicas exclusivas relacionadas às provas da banca. Veja aqui na íntegra.

Ainda no mês de março, também divulgamos uma matéria com conteúdos gratuitos elaborados por especialistas em aprovação do Gran Cursos Online. Veja aqui os materiais gratuitos.

Dando sequência aos conteúdos relacionados à Instituição, conversamos com o assessor da Direção do Cebraspe, Ricardo Bastos, para entender as características da banca. Confira a entrevista completa:

Blog Gran Cursos Online: Quais são as características principais do Método Cespe?

Ricardo Bastos: O Cebraspe utiliza com exclusividade o Método Cespe, que consiste em uma metodologia de elaboração e aplicação de provas com excelência acadêmica desenvolvida ao longo de mais de 20 anos de experiência com o apoio da Universidade de Brasília (UnB). Essa metodologia consiste em uma série de técnicas, que incluem a elaboração de questões interdisciplinares e contextualizadas, que avaliam habilidades que vão além do mero conhecimento memorizado, abrangendo compreensão, aplicação, síntese e avaliação e valoriza a capacidade de raciocínio. Incluem, também, a aplicação de provas com excelência logística e alto nível de segurança e sigilo. Esse método está em constante evolução, sendo desenvolvido e aperfeiçoado a partir de pesquisas acadêmicas, algoritmos, processos estatísticos e outras técnicas sofisticadas. Tudo isso para entregar resultados confiáveis, obtidos com inovação e alta qualidade técnica.

GCO: Por qual motivo é utilizada a penalidade do item correto quando se erra uma questão em alguns eventos?

R.B: A chamada “apenação” possui uma função pedagógica. Ela serve, basicamente, a dois propósitos:

1. Inibir a marcação ao acaso – Em uma prova objetiva, sempre existe uma chance razoável de o participante acertar a resposta correta marcando a folha de respostas ao acaso. Isso ocorre tanto em provas de assertivas certo/errado quanto em provas de múltipla escolha. Porém, do ponto de vista pedagógico, é importante se certificar de que o participante acertou a resposta porque sabia e não porque “chutou”. Daí
decorre a primeira função da apenação: inibir a marcação ao acaso, a fim de forçar o participante a marcar apenas os itens de que tem certeza (ou “quase” certeza) da resposta.

2. Calibrar o instrumento de medida – A prova objetiva é um instrumento de medida da proficiência do participante nos objetos de conhecimento que estão sendo abordados nela. Como qualquer instrumento de medida, ele precisa estar calibrado. Essa calibração é feita em dois pontos: (1) 100% de proficiência e (2) 0% de proficiência. O primeiro ponto é muito fácil de calibrar: se o participante acertar 100% dos itens da prova, considera-se que ele possui 100% de proficiência. O segundo ponto é mais difícil de calibrar, pois requer algumas ponderações, considerando a possibilidade de acerto ao acaso. Para calibrar o ponto de 0% de proficiência, é preciso fazer com que a nota mais provável de um participante que marcar 100% da folha de respostas ao acaso seja zero.

GCO: Nas provas da banca existe o balanceamento do gabarito (metade certo e metade errado)?

R.B: Embora não seja obrigatório, o balanceamento de gabarito é desejável, a fim de que o participante não obtenha pontuação significativa marcando toda a folha de respostas com uma das duas opções de resposta (em caso de itens para marcação certo/errado). O mesmo raciocínio vale para provas de múltipla escolha.

GCO: Qual é o perfil das pessoas que elaboram as questões?

R.B: As bancas elaboradoras do Cebraspe são formadas por profissionais com notório saber em suas áreas de atuação e que possuem reputação ilibada e conduta inatacável. A maioria possui pós-graduação, sendo a maior parte mestrado ou doutorado.

GCO: Quem julga os recursos?

R.B: Igualmente, pessoas com notório saber, reputação ilibada e conduta inatacável, com qualificação igual ou superior à da banca elaboradora.

GCO: Existe uma jurisprudência da banca?

R.B: O Cebraspe utiliza, na elaboração das questões, a jurisprudência pacificada dos tribunais superiores, assim como jurisprudência aplicada aos tribunais de contas, em concursos de tribunais de contas e áreas correlatas.

GCO: A definição das disciplinas que serão cobradas é do Cebraspe ou do Órgão para o qual a banca foi contratada para realizar o Concurso?

R.B: A demarcação dos objetos de avaliação é precedida por uma etapa de definição dos perfis desejáveis dos selecionados. Essa identificação dos perfis é feita conjuntamente entre o Cebraspe e o órgão contratante. Esses perfis são, então, usados como base na definição dos objetos de conhecimento, que é feita, também, em comum acordo com a instituição que realiza o concurso ou processo seletivo.

Quer conquistar a sua aprovação em concursos públicos?
Prepare-se com quem mais entende do assunto!
Comece a estudar no Gran Cursos
Avatar
Jaqueliny Botelho
6 Comentários

6 Comentários

  1. Avatar

    João

    13/04/2020 01:14em01:14

    As informações foram ótimas muito bem elaboradas e respondidas
    Agora precisamos de informações do retorno da inscrição do TJRJ se puderem antecipar alguma informação ficaremos gratos

  2. Avatar

    Lúcia

    13/04/2020 05:06em05:06

    Gostaria de saber se o sebraspe exige dos examinadores exclusividade de atuação,ou seja, os examinadores podem dar aulas em cursinhos preparatórios, ou não?

  3. Avatar

    Marcos Santana

    13/04/2020 23:11em23:11

    O cebraspe é a prova inequívoca que o satanás existe. É descendente do coisa ruim. Dá com a direita e toma com a esquerda.

  4. Avatar

    Warmestrong

    14/04/2020 05:39em05:39

    Muito esclarecedor

  5. Avatar

    Sandro

    01/05/2020 10:32em10:32

    E mesmo com todo esse rigor de provas super técnicas teve 10% de suas questões anuladas na prova para PRF-2019. Número extremamente elevado para o padrão da banca considerada a mais temida! Quiseram complicar demais e acabaram fazendo péssimo trabalho até na desigual cobrança dos conteúdos!

  6. Avatar

    Jeferson

    01/05/2020 10:36em10:36

    Parabéns Gran!
    Obrigado pela matéria.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer conquistar a sua aprovação em concursos públicos?
Prepare-se com quem mais entende do assunto!
Comece a estudar no Gran Cursos
Para o Topo