Concurso MPC PA: prazo de validade suspenso. CONFIRA

Concurso MPC PA ofertou iniciais de até R$ 8,5 mil

Avatar


06/04/2021 | 09:16 Atualizado há 171 dias

O Ministério Público de Contas do Estado do Pará resolveu suspender a validade do concurso MPC PA para membros e para servidores do MPC PA. A suspensão do prazo de validade passou a contar do dia 23 de março de 2020. O prazo de validade dos concursos voltará a correr a partir de 1º de janeiro de 2022.

O MPC PA publicou edital de concurso em 2019 ofertando 9 vagas imediatas e cadastro de reserva para cargos de Analista Ministerial, Assistente Ministerial de Controle Externo e Assistente Ministerial de Informática. Também foi publicado um edital para o cargo de Procurador de Contas.

Veja ao longo desta matéria mais informações sobre o concurso MPC PA, para facilitar, navegue utilizando o índice abaixo:

Concurso MPC PA: situação atual

06/04/2021 – suspensão do prazo de validade

A nova Portaria suspendendo o prazo de validade dos concursos para membros e servidores do MPC PA foi publicado no Diário Oficial do Estado do dia 06 de abril de 2021. Conforme informa o documento, os prazos de validade voltarão a correr a partir de 1º de abril de janeiro de 2022.

17/06/2020

Em junho de 2020 também foi publicado no Diário Oficial do Estado um edital suspendendo o prazo de validade do concurso MPC PA  para o provimento de vagas e a formação de cadastro de reserva em cargos de nível superior e médio.

Concurso MPC PA: remuneração e benefícios

A remuneração ofertada para o cargo de Analista Ministerial é de R$ 8.553,37, enquanto para Assistente Ministerial é de R$ 4.760,00.

Concurso MPC PA: inscrições

As inscrições estiveram abertas entre os dias 22 de fevereiro e 23 de abril de 2019, no site da banca examinadora, Cebraspe: www.cebraspe.org.br/concursos/mpc_pa_19_servidor.

Os valores das inscrições foram fixados em:

  • R$ 200,00 para os cargos de nível superior; e
  • R$ 100,00 para os cargos de nível médio.

Concurso MPC PA: cargos e vagas

O concurso MPC PA ofertou as seguintes vagas de:

nível superior

Analista Ministerial – Especialidade: Administração
Vagas: 1+CR
Jornada de trabalho: 30 horas semanais
Principais atribuições: planejar, organizar, coordenar, supervisionar, assessorar, estudar, analisar, pesquisar e executar as atribuições de elevado grau de complexidade e/ou para as quais se exija formação superior em Administração.

Analista Ministerial – Especialidade: Ciências Contábeis
Vagas: 1+CR
Jornada de trabalho: 30 horas semanais
Principais atribuições: planejar, organizar, coordenar, supervisionar, assessorar, estudar, analisar, pesquisar e executar as atribuições de elevado grau de complexidade e/ou para as quais se exija formação superior em Ciências Contábeis.

Analista Ministerial – Especialidade: Comunicação Social
Vagas: CR
Jornada de trabalho: 30 horas semanais
Principais atribuições: planejar, organizar, coordenar, supervisionar, assessorar, estudar, analisar, pesquisar e executar as atribuições de elevado grau de complexidade e/ou para as quais se exija formação superior em Comunicação Social.

Analista Ministerial – Especialidade: Controle Externo
Vagas: 3+CR
Jornada de trabalho: 30 horas semanais
Principais atribuições: planejar, organizar, coordenar, supervisionar, assessorar, estudar, analisar, pesquisar e executar as atribuições de elevado grau de complexidade e/ou para as quais se exija formação superior.

Analista Ministerial – Especialidade: Direito
Vagas: 1+CR
Jornada de trabalho: 30 horas semanais
Principais atribuições: planejar, organizar, coordenar, supervisionar, assessorar, estudar, analisar, pesquisar e executar as atribuições de elevado grau de complexidade e/ou para as quais se exija formação superior em Direito.

Analista Ministerial – Especialidade: Engenharia Civil
Vagas: 1
Jornada de trabalho: 30 horas semanais
Principais atribuições: planejar, organizar, coordenar, supervisionar, assessorar, estudar, analisar, pesquisar e executar as atribuições de elevado grau de complexidade e/ou para as quais se exija formação superior em Engenharia Civil.

Analista Ministerial – Especialidade: Tecnologia da Informação
Vagas: 1+CR
Jornada de trabalho: 30 horas semanais
Principais atribuições: planejar, organizar, coordenar, supervisionar, assessorar, estudar, analisar, pesquisar e executar as atribuições de elevado grau de complexidade e/ou para as quais se exija formação superior na área de Tecnologia da Informação.

nível médio

Assistente Ministerial de Controle Externo
Vagas: CR
Jornada de trabalho: 30 horas semanais
Principais atribuições: executar, sob supervisão, atividades de suporte técnico de média complexidade relacionadas às rotinas e ações do Órgão, atuando tanto em sua área-meio como em sua área-fim, em quaisquer setores de lotação.

Assistente Ministerial de Informática
Vagas: 1
Jornada de trabalho: 30 horas semanais
Principais atribuições: executar, sob supervisão, atividades de suporte técnico de média complexidade relacionadas às rotinas e ações de Tecnologia da Informação do Órgão, atuando tanto em sua área-meio como em sua área-fim, em especial no desenvolvimento de projetos e programas e na instalação, configuração, operação e suporte de sistemas de microcomputadores, bem como em outras atividades correlatas.

Concurso MPC PA: requisitos

Analista Ministerial – Administração: exige diploma de conclusão de curso de graduação de nível superior em Administração e registro no órgão de classe.

Analista Ministerial – Ciências Contábeis: diploma de conclusão de curso de graduação de nível superior em Ciências Contábeis e registro no órgão de classe.

Analista Ministerial – Comunicação Social: diploma de conclusão de curso de graduação de nível superior em Comunicação Social.

Analista Ministerial – Controle Externo: diploma de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área de formação.

Analista Ministerial – Direito: diploma de conclusão de curso de graduação de nível superior em Direito e registro no órgão de classe.

Analista Ministerial – Engenharia Civil: diploma de conclusão de curso de graduação de nível superior em Engenharia Civil e registro no órgão de classe.

Analista Ministerial – Tecnologia da Informação: diploma de conclusão de curso de graduação de nível superior em:

  • Tecnologia em Processamento de Dados;
  • Ciência da Computação;
  • Sistemas de Informação;
  • Análise de  Sistemas;
  • Redes de Computadores ou afins.

Assistente Ministerial – Controle Externo: certificado de conclusão de curso de ensino médio, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente.

Assistente Ministerial – Informática: certificado de conclusão de curso de ensino médio, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente e, no mínimo, certificado de curso completo de educação profissional técnica de nível médio na área de informática, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente.

Concurso MPC PA: etapas

O concurso foi composto de:

  • prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório;
  • prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório; e
  • avaliação de títulos, de caráter classificatório.

Prova objetiva

As provas objetivas tiveram a duração de 4 horas e 30 minutos e foram aplicadas no dia 04 de agosto de 2019.

Disciplinas

Os candidatos foram avaliados por meio das disciplinas de:

Língua portuguesa;
Legislação Estadual;
Ética no Serviço Público;e
Conhecimentos específicos.

Estrutura da prova

A prova objetiva foi do tipo múltipla escolha, contendo cinco opções de resposta (A, B, C, D e E), sendo uma única resposta correta.

Prova discursiva

A prova discursiva foi aplicada no mesmo dia da prova objetiva e consistiu:

para os cargos de nível médio, de redação de texto dissertativo, de até 30 linas, envolvendo uma situação-problema relativa aos temas relacionados aos conhecimentos específicos de cargo; e

para os cargos de nível superior, da elaboração de uma peça de natureza técnica, de até 30 linhas, envolvendo uma situação-problema relativa aos temas relacionados aos conhecimentos específicos de cada cargo.

Avaliação de Títulos

Os candidatos aprovados na prova discursiva foram convocados para avaliação de títulos.

À avaliação de títulos foi atribuído 5,00 pontos, ainda que a soma dos valores dos títulos apresentados tenha sido superior a esse valor.

Confira abaixo os títulos que foram aceitos no Concurso MPC PA:

Concurso MPC PA

Concurso MPC PA: avaliação de títulos.

Último concurso MPC PA

Realizado em 2012, o último concurso MPC PA foi organizado pelo Instituto AOCP e ofertou vagas para subprocurador.

O último concurso com vagas para cargos de níveis fundamental, médio e superior foi realizado em 2000, ou seja, há 18 anos, conforme publicação no Diário Oficial do Estado do Pará de 05 de maio de 2000.

Resumo do concurso MPC PA

Concurso Ministério Público de Contas do Pará (concurso MPC PA)
Banca organizadora Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos – Cebraspe
Cargos Analista Ministerial, Assistente Ministerial de Controle Externo e Assistente Ministerial de Informática
Escolaridade níveis médio e superior
Carreiras administrativas, jurídicas e tecnologia da informação
Lotação Pará
Número de vagas 9 vagas + CR
Remuneração de R$ 4.760,00 a R$ 8.553,37
Inscrições  de 22/02/2019 a 24/05/2019 (retificado)
Taxa de inscrição de R$ 100,00 a R$ 200,00
Data da prova objetiva 04/08/2019
Link do edital clique aqui para fazer download do edital
Avatar

Equipe do Gran Cursos Online
0

6


Tudo que sabemos sobre:

concurso MPC PA MPC PA


Comentários (6)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *