Concurso Senado: edital previsto para o 1º semestre de 2020!

Concurso Senado Federal ofertará vagas para cargos de níveis médio e superior! Serão 40 vagas imediatas com remunerações de até R$35 mil!

Aconteceu na última quinta-feira (5) a audiência pública do concurso do Senado Federal (concurso Senado). Empresas especializadas em concursos públicos apresentaram questões importantes e subsídios técnicos para a elaboração do projeto básico do certame e do possível edital. Foram debatidos temas de segurança durante aplicação das provas, questões de logísticas, elaboração, diagramação, acesso ao local das provas, seleção e monitoramento de profissionais, sistema de detecção de fraudes, cruzamento de dados e uso de algoritmo.

Além de informações sobre os locais de realização da prova e modalidade de contratação da banca, a Comissão Organizadora informou que pretender realizar a publicação do edital no primeiro semestre de 2020. 

Durante o encontro os interessados apresentaram materiais de divulgação institucional e esclarecimentos por escrito.

Algumas questões e roteiro que foram abordados na audiência, estão disponíveis no endereço eletrônico: www12.senado.leg.br/transparencia/licitacoes-e-contratos/convocacoes-publicas – roteiro

Saiba todos os detalhes do concurso mais aguardado do país navegando no índice abaixo:

Concurso Senado Federal: situação atual

Na última quinta-feira (5), a Comissão Organizadora do concurso do Senado Federal convocou empresas que organizam concursos públicos para participarem de uma audiência pública, a fim de apresentar pontos e subsídios para a elaboração do próximo edital do certame.

Na ocasião foram abordados temas sobre segurança, locais de prova, acessibilidade, realização das provas, armazenamento, transparência, interferências externas, atendimentos especiais, inclusão social, fase recursal, formação de preços.

Confira as bancas que estiveram na audiência:

  • Fundação Getúlio Vargas – FGV,
  • Fundação Cesgranrio, Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional – IDECAN
  • Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação – IBFC
  • Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos – CEBRASPE
  • Instituto AOCP, Insituto Americano de Desenvolvimento – IADES
  • Instituto Access
  • Idecan

A convocação para audiência pública foi publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (29/11). Confira:

Concurso Senado: Audiência Pública

Concurso Senado: Audiência Pública

As expectativas para o novo edital do concurso só aumentam. Vale lembrar que o órgão informou (22/10) que já iniciou a elaboração do projeto básico, que constará todas as informações e cronograma do certame.

Em contato com a assessoria de imprensa do Senado, foi informado ao Gran Cursos Online, que os trabalhos da comissão organizadora já foram iniciados e que os membros estão realizando levantamento de dados e informações que irão conduzir as atividades do concurso.

Na última segunda-feira (25/11), o órgão atualizou o quantitativo de cargos vagos na maior casa do poder legislativo. Agora são 1.444 cargos possíveis de preenchimento, o que reforça a tese de ter mais nomeações do que a quantidade de vagas que serão ofertadas no edital.

O concurso do Senado Federal foi autorizado no dia 3 de outubro e poderá ter seu edital lançado ainda em 2020. O certame irá ofertar 40 vagas para cargos de níveis médio e superior.

A comissão organizadora do concurso Senado já iniciou os trabalhos para a elaboração do projeto básico do concurso, onde irá constar todas as etapas, cronograma e forma de contratação da banca examinadora, além de informar a quantidade e os cargos que serão ofertados no certame mais concorrido do país.

Após a elaboração do projeto básico, a escolha da banca  será divulgada e somente após a contratação da empresa o edital será elaborado e publicado. O edital poderá ser publicado ainda em 2019, visto que todas as etapas do certame têm sido elaboradas rapidamente.

Veja a nota enviada pela assessoria de imprensa do Senado.

 

O Senado Federal divulgou a autorização para realização de um novo concurso no dia 03 de outubro, com a publicação da autorização  no Diário Oficial da União. O novo certame vai ofertar 40 vagas para cargos de níveis médio e superior. As remunerações que podem variar de R$ 13.763,45 a R$ 35.114,14.

No último dia 7 de outubro, foi publicado no DOU a retificação da comissão examinadora do concurso senado! Serão sete servidores que dentre as principais atividades devem elaborar o projeto básico e escolher a banca organizadora. São eles:

  • Beatriz Balestro Izzo
  • João Pedro de Souza Lobo Caetano
  • Kleber Minatogau
  • Leonardo Souza de Oliveira
  • Rafael Pimenta Weitzel
  • Roberci Ribeiro de Araújo
  • Rodrigo Galha

Confira abaixo a íntegra do documento publicado no DOU:

Concurso Senado Federal: Portaria Nº 20.

Concurso Senado Federal: Portaria Nº 20.

Concurso Senado Federal: autorização

Foi publicado no Diário Oficial da União, no dia 3 de outubro, a autorização  para um novo concurso do Senado Federal. O certame ofertará 40 vagas! Confira o documento completo no link abaixo.

Autorização do Concurso para o Senado!

Concurso Senado Federal: remuneração e benefícios

Atualmente, as maiores remunerações de um servidor do Senado Federal, segundo a Estrutura Remuneratória dos cargos efetivos de 1 de janeiro de 2018, publicado no site do Senado, são para os cargos de consultor e advogado. De acordo com a estrutura, estes cargos têm remunerações que chegam a R$ 32.787,36 contando com os benefícios e no padrão 43.

Confira abaixo as remunerações, já com benefícios, de todos os cargos efetivos do Senado Federal no padrão inicial e final:

Consultor e Advogado

  • Inicial: R$ 32.020,77
  • Final: R$ 35.114,14

Analista Legislativo

  • Inicial: R$ 24.782,57
  • Final: R$ 28.087,90

Técnico Legislativo

  • Inicial: R$ 18.591,18
  • Final: R$ 22.259,21

Auxiliar Legislativo

  • Inicial: R$ 13.763,45
  • Final: R$ 19.381,54

Quer saber mais sobre os benefícios que os servidores efetivos do Senado recebem? Clique no link abaixo:

Remuneração e benefícios Senado Federal

Concurso Senado Federal: benefícios

Além dos vencimentos básicos do Senado Federal, os servidores podem contar com excelentes benefícios. Confira abaixo os benefícios que os servidores recebem:

BenfícioValorDescrição
Auxílio-Alimentação982,28Valor per capita vigente a partir de janeiro de 2017
Assistência Pré-Escolar831,19-
Auxílio Transporte163,36O valor per capita varia de acordo com o local em que o servidor reside e com o número de conduções que utiliza, nos termos da
legislação. O valor indicado no demonstrativo é resultado da divisão entre a despesa executada na respectiva programação (ação "2011")
e a quantidade de beneficiários no mês de referência do relatório.
Exames Períodicos0 Em virtude da oscilação mensal no número de servidores que realizam os exames periódicos, a
quantidade de beneficiários indicada refere-se à média mensal de servidores atendidos entre janeiro e o mês de referência do relatório e o
valor per capita é resultado da divisão entre a despesa anual prevista com os exames e a quantidade estimada de beneficiários no ano.
Não houveram gastos com os exames periódicos entre janeiro e o mês de referência do relatório
Assistência Médica e Odontológica 676,00Em virtude da oscilação na despesa paga mensalmente, o valor per capita indicado é apurado após o encerramento do exercício
financeiro e corresponde à divisão entre a despesa anual executada na respectiva programação (ação "2004") e a quantidade de
beneficiários, ambos relativos ao último exercício fechado.

Concurso Senado Federal: cargos, vagas e atribuições

De acordo com o Ato publicado no no Diários Oficial, as vagas serão divididas da seguinte forma:

Policial Legislativo (Técnico Legislativo, Nível II, padrão 21)

  • Requisito: nível médio
  • Vagas: 24
  • Principais atribuições: Garantir a segurança e integridade física de pessoas e do patrimônio no Senado Federal; assessorar a administração do órgão no exercício do seu poder de polícia; assessorar o Corregedor Parlamentar no exercício de suas atribuições ínsitas à Polícia do Senado Federal; dar apoio às Comissões Parlamentares de Inquérito, sempre que solicitado; participar da elaboração, execução e gestão compartilhada da Política de Segurança Corporativa do Senado Federal aprovada pelo Comitê de Governança Corporativa e Gestão Estratégica e instituída pela Comissão Diretora; realizar o policiamento do edifício e dependências do Senado Federal, apurar infrações penais em detrimento de bens, serviços e interesses do Senado Federal ou praticados nas suas dependências; cumprir, em caráter privativo as demais atividades típicas de segurança de autoridades e polícia legislativa; cumprir, em caráter privativo, os mandados de prisão, de busca e apreensão, as conduções coercitivas, a escolta de presos e de depoentes das comissões, quando estas diligências forem executadas nas dependências sob responsabilidade do Senado Federal; e executar outras atividades correlatas.

Advocacia (Advogado, Nível III, padrão 41,)

  • Requisitos: nível superior
  • Vagas: 4
  • Principais atribuições: Prestar consultoria e assessoramento jurídicos à Mesa, à Comissão Diretora, à Procuradoria Parlamentar, à Corregedoria Parlamentar, à Secretaria-Geral da Mesa; à Diretoria-Geral e demais órgãos da estrutura administrativa da Casa; opinar sobre minutas de atos e contratos administrativos a serem firmados pelo Senado Federal ou suas unidades; aprovar minutas-padrão; propor à Comissão Diretora a criação, alteração ou revogação de enunciados normativos; atuar em juízo na defesa das prerrogativas do Senado Federal e do Congresso Nacional, neste caso mediante autorização específica, asseguradas as garantias profissionais conferidas aos advogados públicos pela Lei nº 8.906, de 4 de julho de 1994, e legislação correlata aplicável ao serviço público federal; elaborar as peças processuais e informações a serem encaminhadas à Advocacia-Geral da União, ou, nos casos previstos em lei, diretamente ao Judiciário, com os elementos técnicos de fato e de direito necessários à defesa judicial e extrajudicial dos interesses da União e do Senado Federal.

Administração (Analista Legislativo, Nível III, padrão 36,)

  • Requisitos: nível superior
  • Vagas: 2
  • Principais atribuições: Competem atividades de execução e assessoramento, de nível superior e especializado, em matéria de administração e outros ramos do conhecimento; realizar atividades relacionadas a  planejamento, formulação, organização, coordenação, gestão, supervisão, execução, acompanhamento, controle e avaliação nas áreas de: organização, sistemas e métodos; tecnologia; desenvolvimento organizacional; documentação e informação; arquivo; desenvolvimento e gestão de pessoas; processo administrativo e industrial gráfico; recursos materiais e patrimoniais; licitação e contratos administrativos; finanças e orçamentos públicos; governança corporativa e controle interno; pesquisas, análises, instruções processuais e relatórios em matéria administrativa; auditorias e perícias; fiscalização técnica de contratos; e outras atividades  correlatas.

Arquivologia (Analista Legislativo, Nível III, padrão 36)

  • Requisitos: nível superior
  • Vagas: 1
  • Principais atribuições: Atividades, de nível superior e especializado, relacionadas a planejamento, supervisão, coordenação, orientação, acompanhamento e execução especializada de atividades arquivísticas; fiscalização técnica de contratos que envolvam atividades arquivísticas; e outras atividades correlatas.

Assistência Social (Analista Legislativo, Nível III, padrão 36)

  • Requisitos: nível superior
  • Vagas: 1
  • Principais atribuições: Competem atividades, de nível superior e especializado, envolvendo a supervisão, coordenação, programação e execução especializada, referentes à orientação de indivíduos e grupos, em matéria de serviço social, e ao desenvolvimento de programas de caráter social a servidores e seus dependentes, auxiliando-os na solução de problemas materiais, de saúde, psíquicos, visando ao bem-estar e motivação do servidor
    no trabalho e à participação em programas de reabilitação profissional, se for o caso; e outras atividades correlatas.

Contabilidade (Analista Legislativo, Nível III, padrão 36)

  • Requisitos: nível superior
  • Vagas: 1
  • Principais atribuições: Atividades de execução e assessoramento, de nível superior e especializado, em matéria de contabilidade; realizar atividades de escrituração dos livros de contabilidade obrigatórios ou necessários no âmbito do Senado Federal e levantamento dos respectivos balanços e demonstrações; revisão de balanços e de contas em geral; verificação de haveres; revisão permanente ou periódica da escrituração contábil; organização e execução de serviços de contabilidade em geral e de controle interno; opinar se os registros contábeis foram efetuados adequadamente e se as demonstrações refletem a situação econômico financeira do patrimônio; realizar auditorias e perícias; e outras atividades correlatas.

Enfermagem (Analista Legislativo, Nível III, padrão 36)

  • Requisitos: nível superior
  • Vagas: 1
  • Principais atribuições: Atividades, de nível superior e especializado, envolvendo a supervisão, coordenação, programação e execução especializada, referentes a trabalhos relativos à observação, ao cuidado, à educação sanitária dos doentes, gestantes e acidentados, ao cumprimento das prescrições médicas, da participação na formulação e aplicação de medidas destinadas à prevenção de doenças, auditoria e emissão de parecer em
    matéria de enfermagem; realização de perícia; e outras atividades correlatas.

Informática Legislativa (Analista Legislativo, Nível III, padrão 36)

  • Requisitos: nível superior
  • Vagas: 1
  • Jornada de trabalho: 40 horas semanais
    Principais atribuições: Atividades de execução e assessoramento, de nível superior e especializado, aos órgãos do Senado Federal e do Congresso Nacional, aos Senadores e usuários, e realizar atividades, em graus variados de complexidade, no que tange a: consultoria das gerências quanto a soluções de informática; diagnóstico de necessidades e modelagem funcional dos processos e rotinas de trabalho; elaboração de modelos de dados para sistemas informatizados; coordenação, desenvolvimento e suporte de sistemas e serviços de informática; coordenação ou execução da manutenção corretiva e evolutiva de sistemas informatizados; coordenação e acompanhamento de mudanças organizacionais e treinamentos decorrentes da implantação de soluções; auditorias e perícias; prospecção, homologação e implementação de novos produtos e ferramentas; especificações técnicas e acompanhamento da aquisição de produtos e serviços de informática; fiscalização técnica de contratos; arquitetura, projeto e manutenção da topologia da rede de computadores e recursos de
    comunicação e armazenamento de dados; instalação e manutenção dos recursos de rede e do ambiente operacional; configuração, instalação e gerenciamento de hardware, softwares, bancos de dados e ferramentas de apoio; proposição de normas de segurança de acesso e uso dos recursos computacionais, plano de contingência e de proteção contra ataques à rede; gerência de mudanças de serviços; gestão de cadastros e mapas de configuração; elaboração de manuais e materiais de treinamento; e outras atribuições correlatas.

Processo Legislativo (Analista Legislativo, Nível III, padrão 36)

  • Requisitos: nível superior
  • Vagas: 2
  • Principais atribuições: Atividades de execução e assessoramento, de nível superior e especializado, às Mesas do Senado Federal e do Congresso Nacional, à Comissão Diretora, às Comissões, aos Conselhos, aos Órgãos do Parlamento e aos Senadores, no âmbito do processo legislativo, no Senado Federal e no Congresso Nacional; elaborar estudos, notas técnicas e minutas de questão de ordem sobre o Regimento Interno do Senado Federal, o Regimento Comum do Congresso Nacional e o processo legislativo; proceder à instrução processual legislativa de matérias e proposições que tramitam no Senado Federal e no Congresso Nacional; coordenar atividades relacionadas ao provimento de informações aos usuários do processo legislativo, pertinentes à tramitação das proposições legislativas do Senado Federal e do Congresso Nacional e às normas jurídicas federais; elaborar a redação final das proposições legislativas aprovadas no Senado Federal; promover a gestão do processo legislativo e do processo legislativo eletrônico; realizar análise e instrução procedimentais inerentes ao processo legislativo; e outras atividades correlatas.

Registro e Redação Parlamentar (Analista Legislativo, Nível III, padrão 36)

  • Requisitos: nível superior
  • Vagas: 1
  • Principais atribuições: Atividades de nível superior e especializado, o registro taquigráfico envolvendo a presença, in loco, em sessões plenárias, a coordenação, a orientação e a execução dos trabalhos de gravação, interpretação, revisão e redação final de debates e pronunciamentos em plenário e em comissões, bem como o planejamento da elaboração dos originais para publicação em órgão oficial; e outras atividades correlatas.

Engenharia do Trabalho (Analista Legislativo, Nível III, padrão 36)

  • Requisitos: nível superior
  • Vagas: 1
  • Principais atribuições: Atividades relacionadas a coordenação e fiscalização de equipes operacionais e operação e manutenção de máquinas, aparelhos diversos, motores e sistemas elétricos em geral; e outras atividades correlatas.

Engenharia Eletrônica e Telecomunicações (Analista Legislativo, Nível III, padrão 36)

  • Requisitos: nível superior
  • Vagas: 1
  • Principais atribuições: Atividades relacionadas a coordenação e fiscalização de equipes operacionais e operação e manutenção de máquinas, aparelhos diversos, motores e sistemas elétricos em geral; e outras atividades correlatas.

Concurso Senado Federal: locais de provas

O Senado Federal, confirmou através de seu perfil em uma rede social, que as provas irão acontecer em todo o país. No entanto, o exercício do cargo será em Brasília.

 

 

Concurso Senado Federal: provas

Concurso Senado Federal: provas

Edital em 2019

Em uma entrevista exclusiva, concedida ao Gran Cursos Online, o Senador Lasier Martins, afirmou que está trabalhando para que o edital saia ainda este ano.

De acordo com o senador, que é o 2º vice-presidente do Senado Federal, existe uma necessidade de realização do novo certame, visto que existem muitos servidores efetivos aptos a se aposetarem. “O Senado precisa de novos servidores, eles são qualificados, passam por um processo muito concorrido e difícil, então eles são extremamente competentes e de extrema importância para que o serviço do Senado Federal continue sendo feito com muita qualidade. Precisamos discutir com o Presidente do Senado e aprovar a publicação do edital”, relatou.

A realização do concurso Senado será discutida nos próximos dias na Comissão Diretora do Senado Federal, para que o planejamento e execução do certame seja feito de forma correta e respeitando o Regimento Interno do órgão.

Último Concurso Senado

O edital do último concurso Senado foi publicado no dia 22 de dezembro de 2011, sendo a Fundação Getúlio Vargas a banca responsável pelo concurso. O certame ofertou 260 vagas para os seguintes cargos:

  • Analista Legislativo (diversas áreas) – ‭142 vagas
  • Consultor Legislativo (diversas áreas) – 9 vagas
  • Técnico Legislativo (diversas áreas) – 84 vagas
  • Técnico Legislativo, na área de Polícia Legislativa – 25 vagas

Provas

No último concurso do Senado Federal, cada cargo teve etapas e níveis de provas diferentes. Confira:

Analista Legislativo

As provas para os cargos da carreira de analista legislativo foram realizadas em 2 (duas etapas).

1ª etapa: Prova objetiva e discursiva, constituídas de 100 questões, de caráter classificatório e eliminatório.

2ª etapa: Foi aplicada apenas para a especialidade de Taquigrafia.

Confira abaixo as disciplinas cobradas.

DisciplinaNúmero de Questões
Língua Potuguesa20
Língua Inglesa10
Conhecimentos Gerais10
Conhecimentos Específicos 40

Consultor Legislativo

Para os cargos da carreira de Consultor Legislativo, o certame foi constituído de 3 (três) etapas.

1ª etapa: Prova objetiva, de múltipla escolha, de caráter eliminatório e classificatório, com 80 questões. Confira as disciplinas cobradas.

DisciplinasNúmeros de questões
Língua Portuguesa15
Conhecimentos Gerais10
Direito Constitucional e Administrativo10
Administração e Políticas Públicas5
Raciocínio Lógico6
Língua Inglesa4
Conhecimentos Específicos30

2ª etapa: Prova discursiva de caráter eliminatório e classificatório

TextosMínimo de LinhasMáximo de linhas
Dissertação4560
Resumo-20
Tradução (inglês para português)-60
Tradução (espanhol para português)-60
Parecer (todas as subáreas, exceto subárea de pronunciamentos)

Discurso (apenas para a subárea de
Pronunciamentos)
7090
Questão dissertativa (todas as subáreas,
exceto subárea de Pronunciamentos)

Discurso (apenas para a subárea de
Pronunciamentos)
7090

3ª etapa: Avaliação de Títulos

Técnico Legislativo

Para os cargos da carreira de Técnico Legislativo, o certame foi constituído de uma única etapa, com provas objetivas e discursivas. Apenas para o cargo de Policial Legislativo o concurso foi constituído de 5 (cinco) etapas.

Prova objetiva: múltipla escolha, com 70 questões, de caráter eliminatório e classificatório

DisciplinasNúmero de QuestõesPontos por questão
Língua Portuguesa202
Conhecimentos Gerais101
Noções de Informática 101
Conhecimentos Específicos302

Prova discursiva: foi composta de uma redação e uma questão discursiva, de caráter eliminatório e classificatório.

TextosMínimo de LinhasMáximo de LinhasTotal de Pontos
Redação253020
Questão discursiva-3020

Polícia Legislativa

Os candidatos que se inscreveram no cargo de Policial Legislativo, passaram por 5 (cinco) etapas do concurso. Foram elas:

1ª etapa:

Prova objetiva: de caráter classificatório e eliminatório, com 70 questões de múltipla escolha

DisciplinasNúmero de Questões
Língua Portuguesa20
Conhecimentos Gerais10
Noções de Informática10
Conhecimentos Específico 30

Prova discursiva: de caráter eliminatório e classificatório

TextosMínimo de LinhasMáximo de Linhas
Redação2530
Questão discursiva-30

2ª etapa: aptidão física (TAF), apenas eliminatória

TestesTempo Máximo Desempenho Mínimo Tentativas
Flexão de Braços1 minutoMasculino - 20 repetições
Feminino - 15 repetições
2
Abdominal1 minutoMasculino - 25 repetições
Feminino - 20 repetições
2
Barra-Masculino - 5 repetições
Feminino - 15 segundos em suspensão
2
Corrida12 minutosMasculino - 2.400 metros
Feminino - 2.000 metros
1

3ª etapa: avaliação psicológica, constituída de aplicação de teste psicológicos, dinâmica de grupo e anamnese, que visa apurar as condições necessárias para um bom desempenho do candidato.

4ª etapa: Investigação social, com convocação dos candidatos para fazer a investigação social documental, verificando a conduta irrepreensível e idoneidade moral.

5ª etapa: Para o curso de formação foram convocados os aprovados em todas as etapas anteriores. O curso foi de 80 horas/aulas, de caráter eliminatório.

Vamos analisar as provas para os cargos que obtiveram mais participações (inscrições e nomeações) no último concurso.

Analista – Apoio Técnico ao Processo Legislativo – Processo Legislativo

Concurso do Senado Federal: composição da prova de analista.

Concurso do Senado Federal: composição da prova de analista.

Língua Portuguesa (P1), Conhecimentos Gerais (P2) e Língua Inglesa (P3): O candidato precisa ficar atento para a prova de Língua Portuguesa, que teve 20 questões, enquanto foram apenas 10 nas demais disciplinas de conhecimentos gerais e língua inglesa. Na parte de conhecimentos gerais os candidatos resolveram questões de Raciocínio Lógico, Mundo Contemporâneo, Cultura internacional, Cultura e sociedade brasileira, Panorama da economia nacional, entre outras. Já na parte de Língua Inglesa o objetivo foi auferir se os candidatos tinham Estratégias de leitura, Estratégias discursivas e Aspectos gramaticais.

O total de questões é 40 e com o peso 1 – essa parte da prova é responsável por quase 36% da nota total do concurso.

Conhecimentos específicos (P4): Essas matérias são compostas por 40 questões, mas com peso dobrado (2). O percentual dessas questões, com a pontuação total de 80 pontos, é cerca de 60%. Dentre as disciplinas desta área estão Direito Constitucional, Regimento Interno do Senado Federal, Regimento Comum, Direito Administrativo, Projeto de Lei Orçamentária, Apreciação de Matérias em Regime de Urgência, Atribuições Privativas, Ética profissional e outros.

Importante: Somente são considerados aprovados os candidatos que alcançarem o mínimo de 54% (cinquenta por cento) de aproveitamento do total de pontos de cada prova (P1, P2, P3 e P4).

Técnico – Apoio Técnico ao Processo Legislativo – Todas as Especialidades

Concurso do Senado Federal: composição da prova de técnico.

Concurso do Senado Federal: composição da prova de técnico.

Língua Portuguesa (P1), Conhecimentos Gerais (P2) e Noções de Informática (P3): O candidato precisa ficar atento para a prova de Língua Portuguesa, que teve 20 questões com peso 2, enquanto foram apenas 10 nas demais disciplinas de conhecimentos gerais e noções de informática. Na parte de conhecimentos gerais os candidatos resolveram questões de:

  1. Mundo Contemporâneo,
  2. Cultura internacional,
  3. Noções de Direito Administrativo,
  4. Direito Constitucional,
  5. Regimento Interno do Senado Federal,
  6. Regimento Comum e outras.

O total de questões é 40 e com o peso 1 – essa parte da prova é responsável por quase 46% da nota total do concurso.

Conhecimentos específicos (P4) – Processo Legislativo: Essas matérias são compostas por 30 questões, mas com peso dobrado (2). O percentual dessas questões, com a pontuação total de 60 pontos, é cerca de 54%. Dentre as disciplinas desta área estão:

  1. Direito Constitucional,
  2. Regimento Interno do Senado Federal,
  3. Regimento Comum,
  4. Direito Administrativo,
  5. Apreciação de Matérias em Regime de Urgência,
  6. Atribuições Privativas,
  7. Ética profissional,
  8. Princípios Gerais do Processo Legislativo e outras.

Conhecimentos específicos (P4) – Policial Legislativo: Essas matérias são compostas por 30 questões, mas com peso dobrado (2). O percentual dessas questões, com a pontuação total de 60 pontos, é cerca de 54%. Dentre as disciplinas desta área estão Direito Constitucional, Direito Penal, Direito Processual Penal, ECA, Direito Administrativo, Regimento Interno do Senado Federal e Regimento Comum, Ética profissional e outras.

Importante: Somente são considerados aprovados os candidatos que alcançarem o mínimo de 50% (cinquenta por cento) de aproveitamento do total de pontos de cada prova (P1, P2, P3 e P4).

Etapas

Prova objetiva

Disciplinas

Conteúdos das provas objetivas para o último do último Concurso Senado:

Cargo Consultor Legislativo
  • Língua Portuguesa
  • Conhecimentos Gerais
  • Direito Constitucional e Administrativo
  • Administração e Políticas Públicas
  • Raciocínio Lógico
  • Língua Inglesa
  • Conhecimentos Específicos
Cargo Analista Legislativo
  • Língua Portuguesa
  • Conhecimentos Gerais
  • Língua Inglesa
  • Conhecimentos Específicos
Cargo Policial Legislativo
  • Língua Portuguesa
  • Conhecimentos Gerais
  • Noções de Informática
  • Conhecimentos Específicos
Cargo Técnico Legislativo
  • Língua Portuguesa;
  • Conhecimentos Gerais;
  • Noções de Informática;
  • Conhecimentos Específicos.

Estrutura da prova

As provas objetivas do último concurso Senado foram compostas de questões de múltipla escolha, numeradas sequencialmente, com cinco alternativas e apenas uma resposta correta.

Prova discursiva

Os candidatos respondem uma redação, com no mínimo de 25 linhas e máximo de 30, além de uma questão discursiva de, no máximo, 30 linhas. O tema da prova discursiva versa sobre os conhecimentos do cargo, podendo ser cobrado qualquer objeto do conteúdo programático.

Teste de Aptidão Física

Os candidatos ao cargo de policial legislativo foram submetidos à Prova de Aptidão Física, de caráter apenas eliminatório. Apenas os classificados até cinco vezes o número de vagas disponibilizadas no edital após a apuração das Provas Escritas Objetivas de Múltipla Escolha e Provas Escritas Discursivas foram convocados para esta fase do concurso. O objetivo da Prova de Aptidão Física foi verificar a aptidão física dos candidatos para o exercício do cargo. Os candidatos precisaram submeter-se a Avaliação Médica e Funcional e apresentar os Exames Complementares para aferir se o candidato gozava de saúde física para se submeter à Prova de Capacitação Física, bem como desempenhar as atividades típicas do cargo. Para isso, a banca organizadora designou uma Junta Médica para proceder à Avaliação Médica e Funcional e analisar os Exames Complementares apresentados.

O teste de aptidão física foi composto por:

  • Flexão de braços;
  • Abdominal;
  • Barra;
  • Corrida.

Avaliação Psicológica

A Avaliação Psicológica, de caráter eliminatório, foi aplicada apenas aos candidatos ao cargo de policial legislativo considerados aptos na Prova de Aptidão Física. Essa etapa do certame consistiu na aplicação coletiva de bateria de testes psicológicos, dinâmica de grupo e anamnese, que visa apurar as condições necessárias para uma perfeita adaptabilidade e um bom desempenho do candidato no exercício do cargo, como:

  • Equilíbrio Emocional – capacidade para controlar suas emoções,  evitando agir impulsivamente diante de pessoas e situações adversas;
  • Resistência a Fadiga – capacidade para executar tarefas por longos períodos de tempo sem alterações de ritmo e qualidade;
  • Comunicação – habilidade para ouvir com interesse, de compreender as necessidades das pessoas e expressar-se com clareza e objetividade de modo a atendê-las;
  • Sociabilidade – habilidade para demonstrar educação e respeito no trato com as pessoas, estabelecendo relacionamentos saudáveis, com imparcialidade e senso de justiça, mesmo em situações nas quais as opiniões são divergentes;
  • Flexibilidade – capacidade para adaptar-se com disposição positiva a diferentes pessoas e situações; Iniciativa – capacidade para identificar problemas, prever oportunidades e propor soluções, agindo com rapidez e eficiência;
  • Motivação – capacidade para manter o interesse pelas atividades e a disponibilidade para colaborar com as pessoas, mesmo diante de dificuldades; Administração de Conflitos – capacidade de facilitar a resolução construtiva de conflitos, visando à obtenção de resultados satisfatórios;
  • Disciplina – capacidade para adaptar-se a normas e regulamentos;
  • Liderança – habilidade para exercer autoridade com planejamento e sensatez ao coordenar situações e grupos;
  • Ética – capacidade para agir de forma correta e íntegra, de acordo com os valores fundamentais à convivência social sem prejudicar os outros;
  • Análise e Interpretação – capacidade para interpretar e analisar situações sob vários ângulos, de modo a tirar conclusões adequadas;
  • Atenção – capacidade para observar o ambiente de modo a selecionar estímulos relevantes;
  • Memória – capacidade para assimilar e armazenar estímulos verbais, sonoros e visuais.

Investigação Social Documental

Os candidatos ao cargo de policial legislativo considerados aprovados nas etapas anteriores foram convocados para a fase de Investigação Social Documental. A Investigação Social Documental, de caráter apenas eliminatório, verificou a conduta irrepreensível e a idoneidade moral necessária ao exercício do cargo e os candidatos.

Curso de Formação

Essa etapa foi aplicada unicamente ao candidatos ao cargo de policial legislativo. Os concurseiros que concorreram a essa função e que foram aprovados nas outras etapas foram submetidos ao Curso de Formação. Essa fase consistiu em de 80 horas/aula, de caráter apenas eliminatório. O curso de formação foi realizado em Brasília (DF).

Avaliação de Títulos

No último concurso, o edital para os cargos de consultor, além das fases de prova objetiva e prova discursiva, contou também com prova de títulos.

Títulos avaliados:

  • Doutorado;
  • Mestrado;
  • Pós-Graduação.

Concorrência

O Senado Federal sempre se sobressai no número de participações. Com 42.967 cadastros registrados para 150 vagas em 2008 e concorrência média de 286,4 candidatos por vaga, o certame registrou recorde na seleção aberta em 2012, quando obteve total de 157.939 inscritos para 246 vagas. Para o cargo de consultor legislativo foram 8.607 inscritos para 9 vagas, para policial legislativo foram 23.435 inscrições para 25 vagas, no cargo de analista legislativo eram 63.194 candidatos para 133 vagas e o posto de técnico legislativo teve 62.703 inscrições para 79 vagas.

 

Concurso Senado Federal: Gráfico com a quantidade de candidatos inscritos no concurso Senado Federal em 2012 e 2008.

Concurso Senado Federal: quantidade de candidatos inscritos no concurso em 2012 e 2008.

Concurso Senado Federal: cargos vagos

De acordo com do Portal da Transparência do Senado Federal, atualizado nesta segunda-feira (25), existem hoje 1.444 cargos vagos na casa.

Desse total, 653  vagas são de cargos que serão ofertados no próximo edital. Confira:

Cargo OfertadoNúmero de cargos vagos
Técnico Legislativo - Polícia Legistativa173
Advogado5
Analista Legislativo – Administração112
Arquivologia7
Assistência Social3
Contabilidade6
Enfermagem5
Informática Legislativa69
Processo Legislativo230
Registro e Redação Parlamentar36
Engenharia do Trabalho3
Engenharia Eletrônica e Telecomunicações3
38

Hoje, no Senado, existem mas de 1 mil funções comissionadas ocupadas. Essas funções estão previstas no Regulamento Administrativo do órgão. Confira a tabela abaixo com emissão no dia de hoje (4).

 

Concurso Senado Federal: Funções comissionadas.

Concurso Senado Federal: Funções comissionadas.

Concurso Senado Federal: rito do concurso

As seleções de pessoal para a casa legislativa levam em torno de 120 dias da autorização até a data das avaliações objetivas e discursivas. No último certame, o ato que autorizou a abertura do concurso foi publicado no dia 14 de novembro de 2011. O edital foi publicado no Diário Oficial da União do dia 23 de dezembro do mesmo ano, com inscrições abertas de 26 de dezembro de 2011 a 5 de fevereiro de 2012 e provas aplicadas no dia 11 de março de 2012, nas capitais de todos os estados brasileiros e no Distrito Federal, de forma a garantir amplo acesso dos interessados e uma seleção abrangente.

Animando ainda mais que está deseja ingressar na carreira, temos o prazo para nomeações dos aprovados, que foi de 65 dias após a publicação do resultado final, que teve validade de um ano, foi prorrogado e venceu em 2015.  Portanto, fica claro que a preparação antes mesmo da publicação do edital é extremamente importante, sairá na frente quem conseguir estudar previamente, usando o tempo em que o edital for publicado até as provas para revisão e maximização dos conteúdos ou das pequenas alterações.

Concurso Senado Federal: recomendações pré-edital

O edital ainda não foi publicado, mas existem diversas formas de se preparar com antecedência. De acordo com o professor Diego Fontes, uma delas é estudar com base nas bancas organizadoras anteriores.

“Eu me prepararia para duas bancas: ou FGV, por conta do histórico do senado, ou CESPE que também já fez concurso do Senado.”

Ainda segundo ele, a Língua Portuguesa costuma ter grande peso nessas provas.Português é fundamental para qualquer prova do Legislativo (…) e se for FGV, estude muito gramática.” 

Concurso Senado Federal: Nomeações

Confira a quantidade de nomeações que o Senado Federal realizou no seu último concurso. Foram convocados 615 aprovados, mais do que o dobro de vagas ofertadas. Veja:

Cargo EspecialidadeTotal
Consultor LegislativoAssessoramento Legislativo76
Consultor LegislativoAssessoramento em orçamentos15
Analista LegislativoProcesso Legislativo73
Analista LegislativoAdministração80
Analista LegislativoArquitetura4
Analista LegislativoEngenharia19
Analista LegislativoMedicina13
Analista LegislativoNutrição1
Analista LegislativoFármacia1
Analista LegislativoAssistência Social 1
Analista LegislativoPsicologia 5
Analista LegislativoFisioterapia1
Analista LegislativoEnfermagem5
Analista LegislativoComunicação Social17
Analista LegislativoInformática Legislativa38
Analista LegislativoRegistro e Redação Parlamentar (Taquigrafia)28
Analista LegislativoArquivologia5
Analista LegislativoBiblioteconomia7
Analista LegislativoContabilidade12
Analista LegislativoRedação e Revisão7
Técnico LegislativoProcesso Legislativo45
Técnico LegislativoAdministração 40
Técnico LegislativoArquivologia8
Técnico LegislativoEnfermagem6
Técnico LegislativoOdontologia1
Técnico LegislativoEletrônica e Telecomunicações16
Técnico LegislativoProcesso Industrial Gráfico23
Técnico LegislativoPolicial Legislativo Federal68

Concurso Senado Federal: Material Gratuito

O Gran Cursos Online preparou alguns editais verticalizados para ajudar na preparação dos alunos. Baixe o conteúdo, é gratuito e irá ajudar muito que está sonhando com a tão aguardada nomeação no Senado Federal.

Para os alunos que irão concorrer no cargo de advocacia, o edital verticalizado não está disponível pois no último edital não houve vagas para o cargo.

Todo o conteúdo do edital verticalizado foi preparado conforme o conteúdo do último edital do Senado Federal.

Comentários concurso Senado Federal

Confira os comentários do professor Diego Fontes sobre o novo certame do Senado Federal.

Motivos para fazer o concurso Senado Federal

O Senador Lasier Martins gravou um vídeo exclusivo para o Gran Cursos Online, onde ele relata os benefícios de ser um servidor efetivo do Senado Federal. Confira o recado e comece a preparar para o certame mais concorrido do país.

Sobre o Senado Federal

O Senado Federal em conjunto com a Câmara dos Deputados compõe o Congresso Nacional, órgão constitucional que exerce, no âmbito federal, as funções do poder legislativo. Pode-se afirmar, assim, que o Poder Legislativo Federal é bicameral.

Compõe o Senado Federal, 81 senadores, eleitos voto majoritário nos 26 estados e no Distrito Federal para mandatos de 8 anos.

Cada estado elege três senadores que têm a mesma representatividade, sendo os senadores representantes do estado e não da sua população, ou seja, não há proporcionalidade em relação ao número de habitantes de cada estado.

São funções típicas do Poder Legislativo legislar e fiscalizar.

O Senado Federal possuí ainda competências privativas, conforme previsto no artigo 52 da Constituição Federal. São elas:

– Processar e julgar o presidente e o vice-presidente da República nos crimes de responsabilidade, bem como os ministros de Estado e os comandantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica nos crimes da mesma natureza conexos com aqueles;

– Processar e julgar os ministros do Supremo Tribunal Federal, os membros do Conselho Nacional de Justiça e do Conselho Nacional do Ministério Público, o procurador-geral da República e o advogado-geral da União nos crimes de responsabilidade;

– Aprovar previamente, por voto secreto, após arguição, a escolha de:

a) magistrados, nos casos estabelecidos pela Constituição;
b) ministros do Tribunal de Contas da União indicados pelo presidente da República;
c) governador de território;
d) presidente e diretores do Banco Central;
e) procurador-geral da República;
f) chefes de missão diplomática de caráter permanente (embaixadores); e
g) titulares de outros cargos, conforme a lei.

– Autorizar operações externas de natureza financeira, de interesse da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios;

– Fixar, por proposta do presidente da República, limites globais para o montante da dívida consolidada da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios;

– Dispor sobre limites globais e condições para as operações de crédito externo e interno da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios, de suas autarquias e demais entidades controladas pelo Poder Público federal;

– Dispor sobre limites e condições para a concessão de garantia da União em operações de crédito externo e interno;

– Estabelecer limites globais e condições para o montante da dívida mobiliária dos estados, do Distrito Federal e dos municípios;

– Suspender a execução, no todo ou em parte, de lei declarada inconstitucional por decisão definitiva do Supremo Tribunal Federal;

– Aprovar, por maioria absoluta e por voto secreto, a exoneração, de ofício, do procurador-geral da República antes do término de seu mandato;

– Elaborar seu regimento interno;

– Dispor sobre sua organização, funcionamento, polícia, criação, transformação ou extinção dos cargos, empregos e funções de seus serviços, e a iniciativa de lei para fixação da respectiva remuneração, observados os parâmetros estabelecidos na Lei de Diretrizes Orçamentárias;

– Eleger membros do Conselho da República; e

– Avaliar periodicamente a funcionalidade do Sistema Tributário Nacional, em sua estrutura e seus componentes, e o desempenho das administrações tributárias da União, dos estados e do Distrito Federal e dos municípios.

Resumo do concurso Senado Federal

Concurso Senado Federal (Concurso Senado)
Banca organizadora a definir
Cargos diversos
Escolaridade níveis médio e superior
Carreiras Legislativo
Lotação Brasília
Número de vagas 40
Remuneração de R$ 18.591,18 a R$ 35.114,14
Situação COMISSÃO FORMADA
Links dos últimos editais                       Consultor   –   Analista    –  Técnico    –  Policial 
Quer conquistar a sua aprovação no concurso do Senado Federal?
Prepare-se com quem mais entende do assunto!
COMECE A ESTUDAR NO GRAN
Patrícia Lourenço
Equipe de Comunicação do Gran Cursos Online
60 Comentários

60 Comentários

  1. ROBERTO CARLOS SOUZA DE AQUINO Roberto Aquino

    16/11/2016 19:18em19:18

    Gostaria

  2. Donato Dorneles Monteiro

    27/12/2016 13:56em13:56

    Qual o limite de idade para Policia do Senado ?

  3. alice

    28/12/2016 21:06em21:06

    gostaria de saber quando começa as inscriçoes ?

    • Dea

      11/03/2017 15:04em15:04

      Detalhes concurso Senado Federal:
      Concurso: Concurso Senado Federal
      Banca Examinadora: a definir
      Total de Vagas: a definir (1.058 cargos vagos)
      Remuneração: até R$ 27 mil
      Taxa de Inscrição: a definir
      Datas de Inscrição: a definir
      Data da Prova: a definir
      Região: Brasília-DF
      Escolaridade: Médio, Superior
      Área: Fiscal, Judiciária, Administrativa, Outras

  4. MARINA BRAGA DE CASTRO

    02/01/2017 21:43em21:43

    Gostaria de saber o limite de idade e quando abrira as inscricoes.

    • ananda araújo de sousa

      05/07/2017 11:05em11:05

      No minimo 18 anos, os boatos sobre o concurso começou em agosto/2016 e até agora nada, mas provavelmente o edital será lançado neste ano.

    • pppa

      05/10/2019 20:07em20:07

      o limite é 75 anos, devido a aposentadoria compulsoria

    • Marta

      22/10/2019 20:11em20:11

      Será que sairá vagas para auxiliar legislativo?

    • Ellen

      13/11/2019 09:01em09:01

      Bom dia! Para o cargo de Policial legislativo é necessário possuir carteira nacional de habilitação?
      Grata, desde já.

      • Gabrielly Kristian

        13/11/2019 09:10em09:10

        Bom dia, Ellen !

        De acordo com o edital é necessário possuir Carteira Nacional de Habilitação, categoria “B” ou superior; 😀

  5. madruguinha churros

    05/01/2017 10:49em10:49

    Uma vaga é minha. Gostaria de saber os cargos vagos para a área de saúde nível superior?. E até mesmo superior em qualquer área. O estudo é a unica coisa que não podem roubar de você, avante! 0/

    • Mario

      28/02/2018 23:14em23:14

      O estudo podem não roubar, mas a vaga pode ser roubada sim nesse país de corruptos.

  6. Eduardo Oliveira

    15/01/2017 14:36em14:36

    Gostaria de saber se para policial do senado o exemplo de prova entra no grafico 1 ou 2

  7. Agda eliene da silva

    02/02/2017 11:36em11:36

    Vai ter vaga para tecnico em enfermagem?

    • Maria Ramos Henrique Cares

      30/06/2018 01:38em01:38

      Tem vaga para tecnico de enfermagem e enfermeiro?

  8. Lúcia Maria Miguel Morais

    09/02/2017 11:03em11:03

    Gostaria muito de fazer e passar neste concurso. Existe limite de idade para participar do concurso de Técnico Legialtivo? Sou funcionária de Câmara Municipal

  9. Luciano

    25/04/2017 15:32em15:32

    Vai ficar eternamente no “em breve”, ou podem uma notícia com algum informação relevante e nova que alguém ainda não saiba?

    • madruguinha churros

      02/05/2017 22:45em22:45

      concordo luciano. Esses donos de cursinho gostam de prender a gente nesse assunto. SÓ FALEM A VERDADE POW! SE SAI MESMO OU NÃO ESSE ANO!

      • Costa e Silva

        23/01/2018 03:39em03:39

        Não são os donos dos cursinhos como vocês dizem, que definem as datas das aberturas dos editais! Pesquisem nos órgãos, nas instituições ou nas bancas organizadora as notícias referentes aos concursos que vocês pretendem prestar. Estudem para se tornarem candidatos e não inscritos! Só querem estudar quando abre edital, só vai ser mais um inscrito. Se demorar abrir dois anos, levanta as mãos e agradece! São dois anos para vocês se prepararem.

        • Costa e Silva

          23/01/2018 03:45em03:45

          *Bancas organizadoras

        • Souza

          07/02/2018 09:14em09:14

          Falou tudo.

        • Luciano

          27/06/2018 09:37em09:37

          Onde alguém disse que são os “os donos dos cursinhos que definem as datas das aberturas dos editais”? Já sabemos a nota na interpretação de texto deste.

      • Bia

        13/11/2019 22:12em22:12

        Sao comentarios como o do madruguinaha que me dao esperancas de ser aprovada em um concurso. Pelo menos em portugues e interpretacao estou garantida! rsrsrsrs (meu computador nao faz pontuacao caso algum da ” alianca pelo brasil” ) comece a falar algo….

  10. jaqueline

    03/05/2017 16:55em16:55

    Nao quero nem saber,vou ser policial do Senado Federal!! rs

  11. Tiago

    05/05/2017 09:17em09:17

    Então estude muito. Caso contrário, nem o mínimo na objetiva vai fazer.

  12. Edimar filho

    31/05/2017 15:50em15:50

    Muito bom. vou me preparar e focar mesmo.

  13. Edimar filho

    31/05/2017 15:51em15:51

    Muito bom. Garantia boa pra toda vida…

  14. Antonio augusto Viana dos Santos

    02/06/2017 16:00em16:00

    Preciso saber quando o edital vai ser lançado para eu poder me preparar para fazer a inscrição.

    • YKNUIK

      24/01/2018 16:14em16:14

      Impossível saber. Quer ser aprovado? Não espere por edital. Quem passa já está estudando há tempos e não só quando há edital na praça.

  15. Azeitão

    02/03/2018 13:52em13:52

    Vou tentar passar na cagada

  16. Gustavo

    14/03/2018 19:21em19:21

    ALguém sabe ai se a prova será aplicada em todos os ESTADOS (Nas capitais)?

    • Francesco Totti

      15/03/2018 01:28em01:28

      Somente capital federal, Brasilia (DF)

      • Bruno

        27/03/2018 10:45em10:45

        Leia a matéria e veja o último edital Francesco Totti!! no último concurso do Senado foi para provas em todas as capitais e não só em Brasília!

  17. Chico de proprio

    15/03/2018 01:29em01:29

    Esse salaro e pra ganha quanto

  18. Cida

    19/03/2018 18:56em18:56

    QUERO NOVIDADES DO CONCURSO SENADO FEDERAL PARA CONSULTOR LEGISLATIVO. VAI HAVER PARA CONSULTOR EM EDUCAÇÃO? QUANTO É O CURSO?

  19. Douglas

    29/03/2018 07:33em07:33

    A prova discursiva de espanhol é pra todas as especialidades???

  20. Douglas Aguiar

    29/03/2018 07:34em07:34

    A prova discursiva de espanhol é pra todas as especialidades???

  21. alessandra

    03/04/2018 14:06em14:06

    Tem alguma previsão??

  22. Renata Fernandes Paiva

    22/04/2018 13:48em13:48

    O edital está previsto para quando ?

  23. jefferson_profeta@hotmail.com

    08/05/2018 22:15em22:15

    boa noite gostaria de sabe quanto fica a assinatura,em especial a esse presente curso de consultor legislativo , quanto fica e se completo com todas as fases do concurso, quero todas as informações detalhada e verdadeira , so estou me precavendo de futuros possíveis desconfortos

  24. jefferson vieira da silva

    08/05/2018 22:17em22:17

    agradeço desde ja atenção. e acredito que o email que enviei ja estar em suas mãos pra analisar e me oferecer uma resposta agradeço atenciosamente ! muito boa noite

  25. ramon alberto

    27/06/2018 11:55em11:55

    eu ja estou ouvindo esse: EM BREVE sairá o edital desde 2015 e ate agora NADA…da mesma forma que ouço Jesus Voltará EM BREVE..acho que Jesus volta e o edital não sai..rsrs

    • julio

      26/08/2018 15:36em15:36

      Vai se preparando enquanto isso…

    • Andreza às Avessas

      06/10/2019 15:10em15:10

      Mas agora a comissão do concurso está formada e as vagas já saíram no diário oficial.

  26. Bárbara Pinto

    03/09/2018 19:54em19:54

    Quero saber como adquir a apostila e qual a data do concurso

  27. Lucas dos Santos

    26/12/2018 18:13em18:13

    Boa Tarde.

    Sou do Rio de Janeiro, eu estou pretendendo fazer o concurso do Senado Federal. Gostaria de saber, se é preciso ir para Brasília ou se prova vai ser aplicada em cada capital do Estado da Federação?

    • Isa

      28/01/2019 17:52em17:52

      São em Brasília.

    • PAULO CÉSAR PEREIRA SOARES

      29/01/2019 12:57em12:57

      Depende. O ultimo a prova foi em todas as capitais. É aguardar o edital sair.

  28. jj

    01/05/2019 22:14em22:14

    o texto está com as remunerações todas desatualizadas! Isso faz com que as informações percam a credibilidade.

  29. Renato Couri Gabriel da Cunha

    03/05/2019 17:19em17:19

    brincadeira , Tão recrutando mais militantes , soldados para continuar a tramoia , bando de parasitas , políticos e seu exército , falsos trabalhadores . Pelo contrário lá nos EUA a coisa funciona , os verdadeiros trabalhadores , desde o lavador de pratos até os engenheiros são quem ganham melhor e faz a nação deles prosperar.

  30. wanderson

    03/10/2019 12:40em12:40

    E esse auxiliar legislativo ai ?

  31. Feliphe Henrique

    04/10/2019 08:25em08:25

    Porque não vai ter vaga para Técnico Legislativo – Administração?

  32. Raquel da Silva Siqueira

    04/10/2019 11:39em11:39

    Tem Alguma cargo de analista do Senado que exirja nivel superior em qualquer area?

  33. Joyce

    07/10/2019 11:45em11:45

    Gostaria de saber se a prova de nível médio terão vagas para PCD?

  34. Marcelo

    07/10/2019 12:38em12:38

    O que mais se vê nos comentários são pessoas questionando informações que tem no texto da matéria, fico feliz de saber que vou concorrer com pessoas assim, que não sabem nem ler um texto pra depois questionar algo, muito feliz vendo esses comentários, quando sai o edital pra eu começar a estudar? prova só em Bsb? Qual a remuneração? Daí pra pior. Continuem assim.

    • Henrique

      08/10/2019 13:55em13:55

      kkkkk né

  35. sandra

    10/10/2019 14:34em14:34

    Foi autorizado vaga para nível médio para policial legislativo,será qua pode haver contratação para outro cargo de nìvel médio?

  36. DANI

    10/12/2019 14:07em14:07

    E AI VOCÊ SE PERGUNTA: “SERÁ SE ALGUÉM QUE NUNCA ESTUDOU PRA UM CONCURSO PÚBLICO TERIA CHANCE?” E BOM, SONHAR GRANDE E SONHAR PEQUENO, CUSTA O MESMO TEMPO,
    ENTÃO VAMOS NOS DEDICAR!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer conquistar a sua aprovação no concurso do Senado Federal?
Prepare-se com quem mais entende do assunto!
COMECE A ESTUDAR NO GRAN
Para o Topo