Concurso STF está previsto na LOA 2022; VEJA!

Concurso STF: órgão acumula 65 cargos vagos para nível médio e superior! Último certame foi realizado em 2013

Avatar


21/01/2022 | 13:30 Atualizado há 202 dias

O Concurso STF ainda não tem previsão para lançar o edital. Recentemente foi aprovada a LOA Federal 2022 que aponta o provimento de 33 vagas para o Superior Tribunal Federal.

O último certame foi realizado em 2013 e com o passar do tempo, a vacância no órgão só aumenta. Isso sinaliza a possibilidade de um novo concurso.

De acordo com dados do Portal de Transparência do STF, atualizado em dezembro de 2021, o órgão já soma 65 cargos vagos.

Navegue pelo índice abaixo e saiba mais sobre o concurso STF

Destaques:

Concurso STF: Situação atual

Volte ao topo

Concurso STF: Cargos vagos

De acordo com tabela atualizada em dezembro de 2021, no Portal de Transparência do órgão, são 65 cargos vagos para as carreiras de técnicos e analistas, de níveis médio e superior. Confira abaixo:

  • Analista Judiciário: 26 vagas
  • Técnico Judiciário: 39 vagas

Volte ao topo

Concurso STF: Requisitos e atribuições

Os servidores são regidos de acordo com a Lei nº 11.416/2006 que versa sobre a Carreira dos Servidores do Poder Judiciário da União. Conheça mais:

Analista Judiciário – Área Judiciária

Requisitos: diploma, devidamente registrado, de curso de nível superior de graduação em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

Atribuições: realizar atividades de nível superior, de natureza técnica, relacionadas ao planejamento, organização, coordenação, supervisão, assessoramento, estudo, pesquisa e execução de tarefas que envolvam processamento de feitos, apoio a julgamentos, análise e pesquisa de legislação, de doutrina e de jurisprudência, bem como elaboração de laudos, de atos, de pareceres e de informações jurídicas.

Analista Judiciário – Área Administrativa

Requisitos: diploma ou certificado, devidamente registrado, de curso de Ensino Superior em qualquer área de formação, inclusive licenciatura plena, reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

Atribuições: realizar atividades de nível superior, de natureza técnica, relacionadas ao planejamento, organização, coordenação, supervisão, assessoramento, estudo, pesquisa e execução de tarefas que envolvam a gestão estratégica de pessoas, de processos, de recursos materiais e patrimoniais, de licitações e contratos, de orçamento e finanças, de controle interno e auditoria e outras atividades complementares de apoio administrativo.

Técnico Judiciário – Área Administrativa

Requisitos: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo 2º grau) ou de curso técnico equivalente, expedido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Atribuições: realizar atividades de nível intermediário, relacionadas à execução de tarefas de apoio à atividade judiciária e de suporte técnico e administrativo às unidades organizacionais do Tribunal.

Técnico Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Segurança Judiciária

Requisitos: certificado, devidamente registrado, de curso de nível médio (antigo segundo grau) ou de curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC, e carteira nacional de habilitação categoria D ou E.

Atribuições: realizar atividades de nível intermediário, relacionadas à execução de tarefas que envolvam segurança de dignitários e de pessoas, de bens materiais e patrimoniais e da informação.

Volte ao topo

Concurso STF: Remunerações e benefícios 

O candidato aprovado no próximo concurso para as carreiras de técnico e analista do Supremo terá os vencimentos da Classe A. Mas além das classes, os candidatos são postulados a um outro título dentro de uma classe, ou seja, ingressarão na Classe A padrão 1, conforme abaixo.

Além disso, o servidor possui diversos auxílios e benefício. Veja abaixo:

  • R$910,08 do Auxílio-Alimentação;
  • R$719,62 da Assistência Pré-escolar;
  • R$134,05 do Auxílio Transporte;
  • Assistência Médica e Odontológica.

Além de um ótimo ambiente de trabalho, são benefícios disponíveis para os servidores: berçário para atender filhos com idade de seis a 14 meses e outras vantagens.

Sobre a jornada de trabalho, os editais indicam 40 horas semanais. Contudo, o servidor pode trabalhar apenas 35h semanais se fizer 7h corridas, sem intervalo para o almoço.

A definição do horário de entrada e saída é flexível, e varia conforme o setor de lotação com aval do supervisor/gestor. Vale lembrar que a lotação é em Brasília (DF).

Volte ao topo

Concurso STF: Carreira

Cada ano equivale a um padrão. Anualmente, os candidatos são avaliados e, caso seja avaliado de forma positiva, o servidor ingressa na progressão salarial para o padrão posterior. Isso acontecerá até que se chegue última classe e padrão, cerca de 13 anos, quando o servidor fará parte da Classe C – Padrão 13.

A promoção é a movimentação do servidor do último padrão de uma classe para o primeiro padrão da classe seguinte, observado o interstício de um ano em relação à progressão funcional imediatamente anterior, dependendo, cumulativamente do resultado de avaliação formal de desempenho e da participação em curso de aperfeiçoamento oferecido, preferencialmente, pelo órgão, na forma prevista em regulamento.

Evolução remuneratória

A medida que se alcança uma nova classe e/ou novo padrão, os ganhos tendem a aumentar. A remuneração inicialmente pode chegar até R$ 7 mil, o Técnico chega a classe especial recebendo mais de R$ 12 mil. Já o Analista recebe até R$ 12 mil e chega a classe especial com mais de R$ 18 mil, conforme valores demonstrados acima. Os vencimentos poderão sofrer reajustes periodicamente (anualmente) por parte do órgão.

Volte ao topo

Último Concurso STF

O último Concurso STF foi realizado em 2013 e foi organizado pelo Cebraspe. As seleções exigem um altíssimo nível de preparação e um estudo pré-edital de muita dedicação. As provas do certame costumam ser aplicadas somente em Brasília/DF, cidade em que está localizada o Supremo Tribunal Federal.

Volte ao topo

Concurso STF: Etapas de provas

No último edital STF, os candidatos foram avaliados por meio de provas objetiva e discursiva de caráter eliminatória e classificatória. Os inscritos tiveram o tempo de 4 horas e 30 minutos para a resolução.

  • Prova Objetiva (eliminatória e classificatória)
  • Prova Discursiva (eliminatória e classificatória)

Prova Objetiva

A prova objetiva contou com 120 questões, sendo 50 com conhecimentos básicos e outras 70 com conhecimentos específicos. As provas foram realizadas no dia 15 de dezembro de 2013, no período da manhã.  Para classificação os índices foram:

  • obter nota maior a 10,00 pontos na prova objetiva de Conhecimentos Básicos;
  • obter nota maior que 21,00 na prova objetiva de Conhecimentos Específicos e
  • obter nota maior a 36,00 em todo o conjunto de provas objetivas.

As disciplinas indicadas no último edital STF foram:

  • Língua Portuguesa,
  • Raciocínio Lógico,
  • Língua Inglesa,
  •  Noções de Informática,
  • Direito Constitucional,
  • Direito Administrativo,
  • Legislação Específica,
  • Regimento Interno do STF,
  • Conhecimentos Específicos do cargo de atuação.

Prova Discursiva

As provas discursivas aconteceram no mesmo horário da prova objetiva. Confira abaixo quais foram os textos exigidos para os cargos ofertados:

  • Texto dissertativo – Para os cargos de Analista Judiciário – áreas Judiciária e Administrativa;
  • Estudo de caso – somente para Analista Judiciário – Apoio Especializado
  • Redação de texto – Para o cargo de Técnico Judiciário.

O valor da prova discursiva foi de 0 (zero) a 30,00 (trinta) pontos.

Foram corrigidas as provas discursivas de acordo com os índices previsto no edital de abertura do concurso. Veja:

Concurso STF

Concurso STF: número de provas discursivas a serem corrigidas.

Concorrência

Ao todo, foram 37.168 inscritos para 34 vagas em cargos de nível médio e superior. A concorrência média foi de 1.093,18 candidatos por vaga. As oportunidades foram para técnico e analista judiciário.

O cargo de técnico judiciário – área administrativa, que ofereceu 8 vagas, foi o que registrou o maior número de candidatos, com 17.598. A concorrência foi de 2.199,75 inscritos por vaga.

Nomeações

O concurso sempre nomeia um grande quantitativo de candidatos aprovados. Trazemos mais uma vez como base os dois últimos editais (2013 e 2008).

2013:

stf-2013

Nomeações STF 2013: quadro referente a dezembro de 2018.

 

Volte ao topo

Concurso STF: dicas de estudo

Nesta fase inicial de estudos é importante que o candidato entenda a banca dos últimos concursos, que foi o Cespe/Cebraspe que tem grandes possibilidades de vir novamente como organizador. Uma forma de conhecer a banca examinadora é refazer provas anteriores, disponíveis nos sites. Assim, é possível assimilar o modelo de avaliação.

Dicas gerais:

Não espere o edital ser publicado. Intensifique agora mesmo os estudos! Comece pelas matérias básicas (língua portuguesa, regimento interno e demais disciplinas com maior cobrança). Estas matérias pedem uma dedicação maior, especialmente agora, quando o edital ainda não foi divulgado. Para mais detalhes, confira os editais abaixo da matéria.

A concentração maior de energia deve sem nas matérias ligadas às atividades do STF como direito constitucional, direito administrativo, Lei 8.112/1990, regimento interno. Domine também a disciplina de Língua Portuguesa.

Observação: após a publicação do edital, as prioridades terão que ser reavaliadas. Podem existir mudanças na cobrança de conteúdos e atualizações jurídicas importantes.

Todos sabem que para ser aprovado em um concurso público é preciso esforço, determinação e a consciência de que nada é impossível. O concurso público é uma fila na qual você vai andando a cada prova, a cada aula e a cada exercício. Prova disto, é a ex-aluna do Gran Cursos, Anne Souza, que foi aprovada em 1° lugar no concurso do Supremo Tribunal Federal (STF).

Depoimento: ex-aluna aprovada em 1º lugar no último concurso do STF

Volte ao topo

Se prepare com o Gran: Assinatura Ilimitada 7.0

Alô, concurseiros! Os concursos em 2022 vem com tudo e o Gran Cursos Online oferece toda a estrutura necessária para a sua aprovação.

Downloads ilimitados das aulas e dos PDFs, fórum de dúvidas, mapas mentais, acesso a mais de 27.194 cursos, acesso a mais de 28.000 audiolivros e outras ferramentas incríveis continuam disponíveis.

A grande novidade é que a Assinatura Ilimitada 7.0 ganhou um upgrade! Acompanhe:

  • App Desktop 3.0: plataforma completa e atualizada com acesso a aplicativo para Windows, Mac e Linux;
  • Gran Audiobooks na Web: acesse os audiolivros para todas as carreiras pelo navegador do computador ou do celular;
  • Gran Gerenciador de Estudos na Web: organize sua rotina de estudos e acompanhe o seu desenvolvimento pelo computador ou celular;
  • Gran Cursos Questões 3.0: veja questões comentadas em vídeo pelos professores;
  • Edital em Questão: acompanhe todo o edital com exercícios específicos e separados por níveis (iniciante, intermediário e avançado);
  • Ferramenta “Dá pra conciliar?”: estude para mais de um concurso, analisando a compatibilidade dos conteúdos abordados;
  • Lei em Questão: pratique a lei seca com questões voltadas para cada parte dos dispositivos legais que mais caem nas provas.

Está esperando o que para se tornar um Gran Aluno e garantir a sua aprovação em 2022?

VEJA AQUI a Assinatura Ilimitada 7.0

Resumo do concurso STF

Concurso STF Supremo Tribunal Federal
Situação atual previsto
Banca organizadora A definir
Cargos Técnico e Analista Judiciário
Escolaridade Níveis médio e superior
Carreiras Tribunais
Lotação Brasília/DF
Número de vagas A definir
Remuneração de R$ 7.591,37 a R$ 14.271,70
Clique AQUI e confira o último edital STF

Quer ficar por dentro dos concursos públicos abertos e previstos pelo Brasil?
Clique nos links abaixo:

CONCURSOS ABERTOS

CONCURSOS 2022

Receba gratuitamente no seu celular as principais notícias do mundo dos concursos!
Clique no link abaixo e inscreva-se gratuitamente:

TELEGRAM

Avatar

Equipe do Gran Cursos Online
3

3


Tudo que sabemos sobre:

previsto


Comentários (3)


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.