Direito Processual Civil: entenda os princípios e divisões

Deixe seu like:

Avatar


14/02/2022 | 12:00Atualizado há 40 dias

Para vivermos em sociedade, é preciso ter como base princípios e deveres previamente aprovados e determinados pela lei. Essa é uma das formas de manter um controle perante a convivência em comunidade, bem como uma maneira de delimitar e facilitar processos, como é o caso do Direito Processual Civil.

Neste conteúdo, vamos te ajudar a compreender um pouco mais sobre esse ramo do Direito, assim como a respeito do Direito Civil em geral e seus fundamentos. Acompanhe!

O que é o Direito Processual Civil?

O Direito Processual Civil é o viés do Direito que contém todas as leis, regras e princípios da jurisdição civil. Por conta disso, ele é visto como a base de todas as ações judiciais, pois é por meio dele que há a regulação das ações processuais — aplicando o que está na lei nos casos que são considerados concretos.

Ou seja, o Direito Processual Civil é uma atribuição de poder ao Estado, que tem por objetivo maior julgar para solucionar os conflitos e priorizar os interesses dos indivíduos enquanto sociedade, de maneira imparcial e sempre com base no que está determinado na Constituição Federal de 1988.

Quais são os princípios do Direito Processual Civil?

Assim como outras áreas, o Direito Processual Civil tem princípios que norteiam as ações da jurisdição civil, de modo que sejam desempenhadas de forma imparcial, sem gerar conflitos de interesse.

No entanto, é preciso destacar que esses princípios podem ser de natureza constitucional, fundamentados e aplicados na Constituição Federal, ou de natureza infraconstitucional, quando são previstos por meio do novo CPC (Código de Processo Civil).

Os princípios que guiam o Direito Processual Civil são:

  • devido processo legal, que assegura um processo justo, seguindo as etapas previstas na lei;
  • ampla defesa e contraditório, que garante o direito de resposta perante o processo;
  • princípio da boa-fé, que rege todo o Direito Processual Civil, no qual subentende-se que todas as partes envolvidas vão agir com integridade, respeito e seguir todas as etapas da lei;
  • acesso à justiça, também conhecido por inafastabilidade da jurisdição, que vem para defender que qualquer direito que for ameaçado pode e deve ir para juízo;
  • princípio da publicidade dos atos processuais, previsto no Art. 93, que diz que todos os atos processuais devem ser públicos para que exista uma fiscalização da justiça — aqui, há algumas exceções, como nos casos de processos de divórcio e casamento, por exemplo;
  • princípio da igualdade, pelo qual entende-se que a justiça e/ou o órgão jurisdicional vai oferecer o mesmo tratamento para ambas as partes, de forma imparcial e igualitária.

Como é dividido o Direito Processual Civil?

O Direito Processual Civil é uma subdivisão do Direito Processual, que carrega consigo também uma subdivisão em: Direito Público e Direito Privado.
A diferença entre eles é que o primeiro diz respeito às atribuições do Estado e tudo o que o envolve. Já o segundo, o Direito Privado, vem falar das questões individuais relacionadas às pessoas como indivíduos únicos.

Para saber mais sobre o universo do Direito e se preparar para os certames sem sair de casa, conte com o Gran Cursos Online. Somos autoridade quando o assunto é aprovação em concursos públicos!

Fique por dentro dos concursos jurídicos abertos e previstos pelo Brasil. Confira os próximos exames de ordem e os cursos de pós-graduação do Gran:

CONCURSOS JURÍDICOS

DIREITO PARA CONCURSOS

PROVA OAB

PÓS-GRADUAÇÃO

Receba gratuitamente no seu celular as novidades do mundo dos concursos!
Clique no link abaixo e inscreva-se gratuitamente:

TELEGRAM

Deixe seu like:

Avatar


Equipe do Gran Cursos Online