#PergunteaoGG

#PergunteaoGG (6): O que fazer se meu concurso demorar para sair?

#PergunteaoGG (6): O que fazer se meu concurso demorar para sair?#PergunteaoGG (6)

Olá, Gabriel. Tudo bem?

Acompanho os seus posts e gosto muito da motivação que eles me proporcionam.

Estou estudando para concursos há algum tempo, mas passei a focar em apenas um: da Câmara dos Deputados. Todas as pessoas diziam que era para eu focar, então foquei. Fiz tudo aquilo que me sugeriram: avaliei qual é o meu diferencial, pesquisei sobre o cargo e sobre o trabalho em si e resolvi várias provas de certames anteriores para o Legislativo federal.

Já prestei alguns concursos, mas ainda tenho ficado na lista de espera ou bem longe das vagas. Apesar da frustração que cada tentativa malsucedida representa, sei que, muito mais do que a inteligência, o tempo de preparo, sim, é fundamental para se conquistar uma boa classificação. Contudo, dada a instabilidade política por que estamos passando no Brasil, agora estou com receio de que o concurso não saia.

Então, pergunto: no contexto atual, há alguma chance concreta de um concurso autorizado não vir a se realizar? Não me importo de aguardar 6 meses, 1 ano ou até mais, desde que o concurso, de fato, saia.

Será que devo mudar o foco para algum concurso cuja realização seja mais provável, talvez algum com provas programadas já para o segundo semestre deste ano? Pensei em começar a direcionar meus estudos para o certame do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, mas tenho receio de abandonar a preparação para a Câmara e deixar para trás tudo que evoluí até aqui. Além disso, é o estudo de longo prazo, possibilitado pela incerteza de quando será, de fato, o concurso, que me mantém motivada e tão focada. Afinal, no meu caso, como pretendo concorrer tanto para Analista como para Técnico Legislativo, ainda falta estudar algumas matérias.

Afinal, devo continuar com o foco no concurso da Câmara dos Deputados ou direcionar toda a minha energia para o do TCE/SP?

Ligia Matsumoto – São Paulo/SP – e-mail em 31/05

Olá, Lígia.

Notei que, além de escrever bem, você é determinada. Esse é um claro indício de que você está muito à frente da concorrência. Parabéns!

Mas vamos à sua pergunta. Tentarei ser bem objetivo na resposta.

Você tem agido certinho: foi atrás da lei que regula a carreira escolhida, informou-se sobre as atribuições do cargo e do ambiente de trabalho, resolveu questões de provas anteriores e participou de certames que tinham alguma similaridade com o que é o seu verdadeiro objetivo. Além dessas atitudes, bem pragmáticas, você ainda demonstrou maturidade ao perceber que não basta inteligência para passar em concurso e que deve ser respeitado o tempo necessário entre o início da preparação e a aprovação com classificação. Enfim, com seu planejamento e sua lucidez, você deu mostras efetivas de que é merecedora de uma vaga no serviço público.

As informações de que dispomos dão conta de que o concurso da Câmara dos Deputados sairá em breve. Ano a ano, são registradas tantas vacâncias, decorrentes, sobretudo, da aposentadoria de servidores efetivos, que o órgão não tem como simplesmente abrir mão de novas seleções. Com a iminente reforma da previdência, então, esse quadro só tem se agravado. Veja aqui o link de uma matéria sobre isso.

Caso não houvesse a mais remota previsão de lançamento do edital, pode ter certeza de que eu seria o primeiro a recomendar que você começasse a estudar para outro concurso. Não é o seu caso, mas fica a dica para os demais, que podem estar nessa situação. É preciso se manter aberto a outras possibilidades, justamente para a hipótese de uma carreira não ter nenhuma perspectiva de concurso no médio ou no longo prazo (4 a 5 anos).

Agora, de volta a sua situação específica, calcule em 2 anos ou mais de intensa preparação o mínimo para que você alcance a aprovação em um concurso como o da Câmara dos Deputados, que é de altíssimo grau de dificuldade e tem concorrência das mais ferrenhas, sem contar o grande volume de conteúdos a serem vencidos.

Para ser bem prático, se estivesse no seu lugar, eu me concentraria, agora, no estudo das disciplinas básicas, passíveis de ser aproveitadas na maioria dos certames (caso você opte por prestar outros no futuro). Avance o que puder em Direito Constitucional, Direito Administrativo e Língua Portuguesa – Gramática, Interpretação de Textos e Redação, tudo com especial atenção ao processo legislativo. Sugiro que, só depois de pontuar bem nos simulados dessas matérias, você encaixe em seu ciclo de estudos as específicas. A exceção é Regimento Interno, cujo estudo recomendo ser iniciado de imediato, dada sua extensão, sua complexidade e o fato de sempre fazer a diferença nos concursos para a Câmara Federal.

Também aconselho que você invista em bons preparatórios, especialmente de língua portuguesa. Para passar no Legislativo federal, é necessário ter excelente domínio dessa disciplina. Faça esse pequeno investimento. Acredite: vai valer a pena.

Quanto a ser oportuno fazer as provas previstas para o segundo semestre deste ano, penso que se trata de uma excelente ideia, desde que as provas sejam de concursos com alguma correlação com o cargo que você, de fato, almeja. O dia da prova é extremamente cansativo, por isso é muito válido aproveitar toda oportunidade que surgir para treinar, para praticar o que é fazer uma prova longa em um ambiente intimidador. Assim, no dia D, essa situação lhe será mais familiar.

Espero ter ajudado.

Lembre-se de que a aprovação em concurso é resultado de preparação adequada, investimento e merecimento!

Bons estudos e GRAN sucesso,


Gabriel Granjeiro – Diretor-Presidente e fundador do Gran Cursos Online e da GG Educacional. Sempre soube que a sua missão de vida era ser empreendedor. Por força do destino, ingressou no mercado de concursos muito novo, há mais de 10 anos. Acumulou experiências de grande valia ao acompanhar as atividades empresariais de seus pais, ambos ex-servidores com quase 3 décadas de experiência no mercado de concursos. Em 2013, decidiu que queria montar sua própria empresa e convidou o amigo Rodrigo Calado, também muito experiente na área, para ser o seu sócio. Nasceu ali a GG Educacional, uma organização totalmente dedicada à educação a distância, cujo lema é: “Ensino aliado à tecnologia”. Esse foco, em conjunto com o trabalho de colaboradores e professores dedicados e altamente especializados, resultou em crescimento exponencial ao longo dos últimos 2 anos. Atualmente, o Gran Cursos Online, principal marca da empresa, está entre as maiores do País e é referência em sua esfera de atuação.

É formado em Administração e Marketing pela New York University Stern School of Business, instituição de grande destaque no mundo corporativo. Nela, estudaram empreendedores de sucesso, como Jack Dorsey (fundador do Twitter) e John Paulson (fundador e presidente de um dos maiores fundos de investimento do mundo). Lá, participou de projetos desafiadores, interagindo com alunos do mundo inteiro e de visões muito diferentes da sua. Essa educação global e empreendedora hoje faz parte do DNA de Gabriel e da empresa que ele lidera, onde busca oferecer aos alunos o que há de melhor; tudo para ajudá-los a atingir os seus objetivos e a mudar de vida.

Cheguei Lá

2 Comentários

2 Comentários

  1. Leonardo Junio

    09/06/2017 21:31 em 21:31

    Realmente a moça escreve bem. Eu também estou focado no concurso da câmara federal, cansei de ser pobre, de morar na casa de meus pais (que não me incomodam), mas chega uma hora que a gente tem que ter a própria casa. Que Deus abençoe a nós que vamos prestar esse concurso.
    Rumo à vitória, em nome de Jesus!

  2. Ligia Matsumoto

    12/06/2017 12:26 em 12:26

    Leonardo,

    Aqui é a “moça” da pergunta.

    Força aí nos estudos que boa parte do nosso destino somos nós que construímos.

    E obrigada ao Gabriel e equipe do Gran Cursos pela resposta.

    Mto sucesso para todos nós !!!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o Topo