Cheguei Lá

Persistência e planejamento foram os lemas de Ruan para emplacar sua aprovação na PM-PE!

cheguei-lá-1080-x-1080(1)

Nosso entrevistado do programa “Cheguei Lá” desse artigo conseguiu conciliar o trabalho, a faculdade e os estudos para ingressar no serviço público e conquistou a aprovação no concurso da Polícia Militar de Pernambuco (PM-PE), confira abaixo mais detalhes sobre a trajetória de nosso aluno Ruan Xavier.

Natural de Recife, no estado de Pernambucano, ele ingressou cedo na carreira pública “Com 18 anos eu fui aprovado no concurso da Escola de Aprendizes de Marinheiro, lá de Pernambuco. Fiz um ano de curso e assim que saí do curso, fui morar na cidade de Manaus, no Amazonas onde fiquei 2 anos e vim transferido, também pela Marinha, aqui para o Rio de Janeiro. E hoje estou no Rio de Janeiro há 4 anos. Esse foi o meu primeiro concurso (Escola de Aprendizes de Marinheiro)”, relembra.

No momento, nosso aluno aguarda a nomeação da Polícia Militar de Pernambuco para retornar ao seu estado de origem e ficar novamente próximo da família.

Ruan estava se preparando para o concurso da Polícia Militar do Estado do Ceará, fazia 4 meses, antes mesmo da publicação do edital. Como está lotado no Rio de Janeiro pelo atual cargo que ocupa na Marinha, vislumbrou com esse concurso a oportunidade de ficar mais próximo de casa e da sua família, em Pernambuco, visto que a distância entre Ceará e Pernambuco é menor.

Enquanto se preparava para o concurso da Polícia Militar do Ceará, foi surpreendido pela notícia da publicação do edital da Polícia Militar de Pernambuco, o que significaria a possibilidade de retornar para seu estado natal e ficar realmente próximo da família. Havia algumas matérias e assuntos cobrados nos dois editais que eram parecidos, mas após a publicação do edital da Polícia Militar de Pernambuco ele passou a se preparar exclusivamente para o segundo certame.

“Foi difícil conciliar o tempo, no trabalho, na faculdade. Estudar para concurso demanda dedicação, tempo e força de vontade, foi difícil. Mas a gente sempre dá um jeito, a motivação vem da família, da saudade da família, de ir para casa. Tem toda uma motivação. Consegui conciliar os horários estudando nas minhas horas de almoço, antes e depois do trabalho e da faculdade, até mesmo no intervalo das aulas da faculdade, tentava conciliar ao máximo”, revela.

Ruan conta que já conhecia o Gran Cursos Online através das aulas e séries gratuitas que são disponibilizadas em nosso canal no Youtube. Já tinha assistido algumas aulas do Youtube, mas a indicação para fazer um curso específico para a Polícia Militar de Pernambuco, do Gran Cursos Online, veio de um amigo, que mora em Brasília.

“O Gran Cursos Online foi indicação de um amigo que morava em Brasília. Procurei saber se tinha um curso específico para a Polícia Militar de Pernambuco, e encontrei. Eu já tinha assistido algumas aulas do Gran Cursos Online no Youtube e aí eu comprei o curso e para mim foi maravilhoso! Grande parte da ajuda na aprovação veio do Gran Cursos Online, principalmente na parte de Direito que eu não tinha facilidade”, afirma.

Para conseguir absorver o conteúdo de todas as matérias em que tinha dificuldade, ele teve que criar um planejamento de estudos e horários. E precisou de disciplina para o estudo online.

“Tive que criar todo um planejamento antes de começar a estudar, para poder conciliar o tempo do trabalho, da faculdade, os horários, porque o curso online em si demanda uma disciplina muito maior do que o presencial, porque o aluno não tem a obrigação de comparecer ao curso. As aulas estão gravadas e ele precisa assistir, demanda uma disciplina bem maior do que o presencial”, declara.

O aprovado relata as maiores dificuldades encontradas durante o percurso da preparação. Grande parte delas foram nas disciplinas de Direito, porque nunca tinha tido contato com essas matérias, o concurso em que fora aprovado anteriormente (Escola de Aprendizes de Marinheiro) cobrava disciplinas do ensino médio. E como Ruan prefere matérias exatas, também teve que dar uma atenção especial para Português.

“Na Marinha foram cobradas matérias do ensino médio, como química, física, essas matérias. Não foram matérias específicas de Direito. Por isso eu tinha certa dificuldade, nunca tinha visto e nem imagina como cairiam essas disciplinas em provas de concurso. Os concursos que eu eu fiz, grande parte não tinham matérias de Direito. Inclusive, o que mais me ajudou nessa parte foi um professor do Gran Cursos Online que é show de bola, eu gostaria até aproveitar para agradecer aqui o professor Wellington Antunes, foi show de bola, maravilhoso professor!”, elogia.

Ruan confessa que além do Direito precisou focar os estudos em uma disciplina básica que também aflige muitos concurseiros “como eu gosto mais das matérias exatas, tenho uma certa dificuldade em Português. Eu tive então que demandar uma carga horária de estudos muito maior também para essa disciplina. O Gran Cursos Online também me ajudou demais nessa matéria, também queria agradecer ao professor Elias Santana, ele foi maravilhoso.”

Durante a rotina de estudos, o nosso aluno buscou utilizar toda a grande gama de ferramentas que são oferecidas em nossa plataforma online, como o Gran Cuca que conta com banco de questões e simulados, otimizando todo o tempo livre disponível.  ”O banco de questões facilitou muito na questão de exercícios. Sobre o material, eu ainda adquiri uma apostila específica para o concurso da Polícia Militar de Pernambuco, também do Gran Cursos Online. Em relação a arrumar tempo para estudar, eu tentava estudar quando chegava em casa, no intervalo entre o trabalho e a faculdade, um pouco antes de dormir, no horário de almoço do trabalho. Meus finais de semana eram praticamente todos estudando, porque era o único tempo que tinha livre. Eu estudava também antes de começar o trabalho, chegava uma hora antes no trabalho e estudava até começar meu horário de trabalho.”

Ruan conta da sua experiência ao se deparar com os conteúdos estudados no dia da prova. Relata que se sentia preparado e que as matérias que antes o assustavam nesse dia não foram um problema. “Eu fui com a certeza de que eu estava preparado para a prova. Assim quando eu olhei a prova de Direito, eram 15 questões e eu consegui acertar 14, para quem nunca tinha feito prova de Direito, achei maravilhoso. Matemática, História e Geografia também acertei todas as questões. No dia da prova eu sabia que estava preparado, eu fui ciente de que ia fazer uma boa prova e que só dependia de mim, de ter tranquilidade e calma para responder todas as questões. Eu errei uma questão de Direito só que era a disciplina eu tinha certa dificuldade, e consegui fazer na mais de 80% na maioria das matérias. Consegui ficar bem, dentro do número de vagas, e hoje em dia a gente só espera”.

Quanto ao dia da realização da prova e sobre as revisões do conteúdo durante o concurso, o aprovado conta que fez revisões periódicas durante todo o tempo de preparação mas que essas revisões se encerraram no sábado de manhã que antecedia a prova, porque Ruan sabia da importância de estar descansado mentalmente para realizar uma prova que poderia ser muito cansativa.

“Eu fiz uma revisão até sábado de manhã, a prova era no domingo, e depois só relaxei para poder fazer a prova. Para também para não fazer a prova cansado, eu sabia que ia ser uma prova cansativa e tudo… Como eu tive que me descolar do Rio de Janeiro para Recife, ainda tinha o cansaço por viajar. No dia da prova eu consegui fazer tudo. Acabei faltando 5 minutos para acabar a prova, mas eu tinha uma planejamento bem definido para resolver a prova, sabia quais matérias ia resolver primeiro e quais ia deixar para depois, resolvi primeiro as que tinha mais dificuldade “.

Como os concursos das carreiras policiais tem outras fases além da prova objetiva, o aprovado conta como foram as etapas que sucederam a prova objetiva. Comenta sobre a importância da preparação prévia para o Teste de Aptidão Física (TAF), relata ainda que depois da prova física muitos candidatos foram eliminados e sua classificação melhorou bastante.

“Depois da prova de conhecimentos (objetiva), teve o teste físico (Teste de Aptidão Física) que inclusive, mesmo sem muito tempo disponível, eu já ia me preparando. Além de toda a rotina ainda tinha que encontrar tempo para fazer atividade física. Fiz semana passada o teste psicológico, e só falta o exame de saúde para chamarem para o curso de formação e poder voltar para casa de vez. Acho que mesmo quem é da Marinha, Aeronáutica ou Bombeiros deve se preparar com antecedência se for enfrentar um teste de aptidão física. A gente tem todo um treinamento, mas às vezes, por decorrência do nosso próprio serviço, não tem como ser constante, todos os dias. Então tem que se preparar e complementar as atividades físicas que a gente já faz. O dia do TAF foi um dia difícil, foi bom pela vitória, pela sensação de ter conseguido, mas no dia anterior nem consegui dormir de tão ansioso que eu estava. Foram 5 barras fixas, na natação 50 metros em 1 minuto, abdominal foram 40 em 1 minuto, salto em distância 3,60m e o outro foi corrida de 2.400 metros em 11 minutos e 30 segundos. A última prova foi a prova de corrida, cheguei na prova no final e foi na força de vontade mesmo, porque já estava exausto e no final foi garra mesmo, força de vontade e o incentivo da torcida que estava lá. Descobrimos o resultado do Teste de Aptidão física na hora, eles informam na hora se você está apto ou inapto. Na prova teórica fiquei em 148º, eram 1500 vagas, depois do TAF, como muita pessoas foram eliminadas eu pulei para 76.”

Ruan deixou uma dica para nossos leitores e concurseiros “A mensagem que eu deixo é para não desistirem porque essa prova não foi a primeira nem a segunda que eu fiz e para as outras eu também estudei com todas as dificuldades e não consegui passar mas continuei sem desistir nunca. E procurar motivação sempre, você sempre tem que ter uma motivação e tem que fazer um planejamento. Estudar com qualidade é melhor do que a quantidade. E não desistir nunca, se você não passou nesse, vai passar em outro. Como eu mesmo, esse concurso eu fiz para voltar para casa mas eu pretendo fazer outros concursos . Meu sonho de verdade é passar na Polícia Rodoviária Federal e eu vou conseguir, tenho certeza disso, pode não ser no primeiro ou segundo concurso que eu fizer, mas não vou desistir. Vou estudar para a PRF e se Deus quiser o Gran Cursos Online, mais uma vez, vai me ajudar novamente nesse sonho.”

Confira o vídeo da entrevista abaixo:

Estudando para concursos públicos? Prepare-se com quem tem tradição de aprovação e 26 anos de experiência em concursos públicos. Cursos online com início imediato, visualizações ilimitadas e parcelamento em até 12x sem juros

matricule-se 3

assinatura-ilimitada-

20-dias-garantia
Depoimentos de alunos aprovados AQUI. Casos de sucesso:
CHEGUEI-LÁ2 CHEGUEI-LÁ CHEGUEI-LÁ2 CHEGUEI-LÁ-Natálial CHEGUEI-LÁ (7)
Para o Topo