Planejando seus horários – e como montar um programa de estudos

Todos nós, quando criamos uma meta, tendemos a querer sempre mais. Às vezes, temos necessidade de recuperar o tempo perdido para alcançar o sucesso da maneira mais rápida. Não é ruim ter tais desejos, porém, não é bom quando os colocamos à frente do que é possível de se alcançar.

Criar metas é o primeiro passo para atingir um objetivo, contudo, estas devem ser trabalhadas de forma factível para que não gerem ansiedade e frustrações descabidas.

É importante que, antes de elaborar um propósito, você tenha em mente que é preciso trabalhar com o razoável, com necessidades práticas. Seu objetivo deve ser concreto, de forma a possibilitar o andamento dos trabalhos. Uma meta inconsistente leva ao desespero; já uma meta concreta leva ao sucesso.

Para criar uma meta sólida, siga estes passos:

1. Escreva em um pedaço de papel todos os seus horários. Liste toda a sua rotina (trabalho, obrigações, afazeres, academia etc.) de maneira detalhada. Todos os seus hábitos devem constar nesse primeiro momento. Coloque também os horários de cada tarefa, montando um pequeno calendário;

2. Defina suas prioridades. Faça um checklist de tudo que você realmente PRECISA fazer, excluindo o que não for necessário. Também coloque um indicador para as tarefas que tenham maleabilidade de horário e abra outra lista para elas, elencando as opções existentes para realizá-las;

3. Quantifique o seu tempo. Analise o edital (se não houver edital, use o anterior como parâmetro) para verificar quantas matérias são exigidas em sua prova. Veja a extensão do conteúdo programático e faça uma verificação por alto do tempo que levaria para cumprir a programação e quanto tempo falta (especulado ou não) até a data da prova;

4. Crie um cronograma. Nele devem constar quantas horas você possui para estudar e quanto tempo de fato é possível dispor para que você tenha uma rotina prática. Distribua esse tempo ao longo do dia. Dê preferência ao estudo contínuo, caso algumas de suas tarefas possam ser remanejadas para outro horário, ou faça o fracionado, se elas não puderem ser realocadas.

Tendo em mãos esse calendário, e já sabendo a quantidade de horas das quais pode dispor ao longo do dia, você deve passar para a fase seguinte, que é a elaboração de um cronograma de estudos. Mas, antes de abordar a elaboração do cronograma, eu quero chamar a atenção para alguns fatos.

Primeiro, é de bom tom que o candidato conheça o examinador do certame. Para tanto, procure ter contato com provas anteriores realizadas pela banca para saber qual tipo de questão é mais cobrada (verdadeiro ou falso ou múltipla escolha, por exemplo), bem como para saber a tendência da prova (se são cobradas a letra de lei, a doutrina ou a jurisprudência, por exemplo).

Segundo, é muito importante que o candidato crie o hábito de fazer questões e de ler a legislação. A resolução de questões, além de servir como método de estudo ativo, cria o contato do candidato com a banca examinadora, familiarizando-o com o tipo de prova elaborada e treinando-o para o certame. Lembrando que toda questão deve ser feita com a utilização do método de estudo reverso. Já a leitura da lei seca é obrigatória para um bom rendimento na prova – diversos concursos têm por hábito apenas cobrar a letra de lei, e o melhor método para estudá-la é lendo-a.

Terceiro, resolva simulados. Estes são a melhor forma de treinamento para provas, pois com eles você realmente (perdoe o pleonasmo) simula a resolução de um certame. Há dois modos de se fazer um simulado: você pode fracioná-lo por grupos de disciplinas, ou pode imprimir uma prova anterior e realmente praticar a vivência da prova. Seja qual for o método escolhido, é importante que essa atividade exista em sua rotina, podendo ser realizada num dia específico na semana, ou de 15 em 15 dias.

Agora sim. Para montar um cronograma de estudos adequado, o método mais válido é o ciclo de estudos. Nele deve constar MAIS de uma disciplina; todos os conteúdos devem ser distribuídos ao longo da semana, e você deve seguir o seu calendário de acordo com estes passos:

1. De posse dos seus horários bem definidos, analise o edital para saber a quantidade de disciplinas exigidas. Utilize como parâmetro a valoração do tempo que levaria para cumprir todo o edital (essa valoração já deve ter sido realizada anteriormente);

2. Crie um organograma dividindo as disciplinas em grupos. Exemplo:

a) Grupo A: Direito Penal, Informática e Direito Constitucional;

b) Grupo B: Processo Penal, Gramática e Direito Administrativo.

Crie os grupos de acordo com a quantidade de tempo disponível para cada tarefa, distribuindo-os de maneira igualitária. Atenção a esse ponto, você deve dedicar a CADA TAREFA A MESMA QUANTIDADE DE TEMPO DE ESTUDO.

O recomendável é a elaboração de dois grupos com quatro tarefas, caso você possua uma quantidade razoável de tempo para estudar; ou três grupos com duas ou três tarefas, caso o tempo disponível seja menor.

3. Organize as disciplinas no cronograma, distribuindo-as de maneira igualitária, dando ênfase às que possuem maior conteúdo programático e que demandam mais tempo.

Exemplo: caso seu cronograma seja de segunda à sexta-feira, com o bloco A sendo estudado durante três dias, e o bloco B, durante dois dias, coloque no Bloco A as matérias com conteúdo mais extenso (como, por exemplo, Direito Civil);

4. Coloque também os horários de cada tarefa (se os tiver definidos) e os intervalos entre elas, caso sejam realizadas de maneira contínua;

5. Deixe um horário disponível para resolução de questões e para a leitura da lei;

6. Por fim, atualize seu cronograma sempre, excluindo as matérias já finalizadas e acrescentando as que ainda precisam ser finalizadas.
Este é um exemplo de um cronograma montado com base no ciclo de estudos:

 

Os cronogramas são únicos e pessoais; são elaborados de forma individualizada para cada candidato, e, por óbvio, havendo mudanças na rotina, eles deverão ser reajustados e adaptados frente às novas necessidades do estudante.

Para você que é aluno do Gran Cursos Online, não se preocupe, nós fazemos isso para você. Nossa equipe de Gran Xperts, composta por profissionais mais que capacitados, com diversas aprovações na carreira, estabelecem metas e criam cronogramas personalizados baseados em ciclos de estudos. Estes são constantemente atualizados e pensados de forma a proporcionar maiores rendimentos para te orientar no caminho rumo à aprovação.

Quer conquistar a sua aprovação em concursos públicos?
Prepare-se com quem mais entende do assunto!
Comece a estudar no Gran Cursos

Notícias Relacionadas

Thiago Paixão
Delegado de Polícia Civil do Distrito Federal. Coach e professor de Direito Processual Penal.
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer conquistar a sua aprovação em concursos públicos?
Prepare-se com quem mais entende do assunto!
Comece a estudar no Gran Cursos
Para o Topo