Foco no objetivo, a sede e o desejo de ocupar o cargo de Técnico em Regulação da ANAC fizeram Samuel conquistar o 2º lugar. Inspire-se!

Técnico em RegulaçãoNosso primeiro entrevistado da série “Cheguei Lá“ de 2017 é o baiano de 28 anos, Samuel Albuquerque. Nessa entrevista, Samuel compartilha com os leitores do Blog Gran Cursos Online um pouco da sua história de vida e da trajetória de sucesso na conquista do 2º lugar no cargo de Técnico em Regulação da ANAC 2015 (PNE).

Com a aprovação e nomeação neste concurso, há cerca de um mês, ocorreram algumas mudanças na vida de Samuel dentre elas a mudança de cidade (de Florianópolis para Brasília).

O entrevistado era graduando em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Santa Catarina até dezembro de 2016, mas como o concurso da ANAC só previa vagas em Brasília – DF, o entrevistado teve que se mudar para Brasília para tomar posse no cargo, e assim, e veio radicar-se em uma nova cidade. Porém Samuel já pensa em retomar o curso de graduação que cursava, mas agora na modalidade EAD (modalidade de ensino que Samuel aprendeu a gostar e que deu muito certo com ele ). “Me chamo Samuel Albuquerque Marinho de Andrade, tenho 28 anos e era graduando em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Santa Catarina até dezembro de 2016, mas agora que estou em Brasília vou transferir para a modalidade a distância (EaD) do mesmo curso em outra instituição.”

“Por falar em EaD, como muita gente, eu tinha um certo preconceito com essa modalidade de educação. Mas em 2014 surgiu a oportunidade de ser tutor de um curso à distância (Gestão de Desastres e Ações de Recuperação) organizado pela minha universidade em parceria com a Defesa Civil de Santa Catarina. Fiquei na tutoria por todo o período do curso (mais de três meses) dando assistência e incentivando 90 participantes de todo o Brasil, e foi através desta experiência que comecei a gostar do EaD. A partir daí, comecei a procurar cursos não-presenciais para participar a fim de obter mais qualificações objetivando colocações melhores no mercado de trabalho. Foi com esse gosto pelo EaD que optei por encaixar um curso para concursos, e escolhi o Gran Cursos Online por conhecer o trabalho da instituição desde os tempos em que o Prof. José Wilson Granjeiro comentava no quadro Cursos e Concursos da Rádio CBN, em 2013/2014.”

Samuel deu um panorama completo sobre o concurso da ANAC e de todas as fases que fizeram parte do processo seletivo, além de comentar sobre como foram essas fases para ele e o processo de mudança de cidade. ” O concurso da Agência Nacional de Aviação Civil teve edital divulgado no D.O.U. do dia 7 de dezembro de 2015 e ofereceu 150 vagas, sendo 90 de nível superior divididas entre duas áreas de Analistas Administrativos (25 vagas) e cinco áreas de Especialistas em Regulação de Aviação Civil (65 vagas), e outras 60 vagas de nível médio, divididas em 15 para Técnicos Administrativos e 45 para Técnicos em Regulação de Aviação Civil. As provas tiveram uma fase objetiva, em 20 de março de 2016, e uma fase discursiva (abordando temas da parte específica do edital para cada cargo) dois meses depois, em 22 de maio, ambas eliminatórias e classificatórias. Para os cargos de nível superior houve ainda curso de formação em novembro de 2016, também eliminatório e classificatório.”

“Eu fiz para Técnico em Regulação de Aviação Civil. O resultado final e a homologação para os cargos de nível médio saíram simultaneamente no DOU de 30 de agosto de 2016, e no mesmo dia a ANAC entrou em contato com os aprovados para entregar exames e toda a documentação para a posse no fim de setembro, pois a nomeação estava prevista para 10 de outubro e a posse seria no dia seguinte. Fiz todos os exames e separei a documentação, vim para Brasília entre 26 e 29 de setembro e voltei para SC. Mas o dia 10 de outubro chegou e passou, e nada de nomeação, e menos ainda de posse. O Ministério do Planejamento acabou atrasando a autorização, que só saiu no dia 11 de novembro (D.O.U. do dia 14). No dia 23 de novembro a ANAC entrou em contato para informar que a nomeação sairia no Diário Oficial da União da segunda-feira seguinte, dia 28, e que a cerimônia de posse seria no mesmo dia. Ficou em cima da hora, mas organizei a minha mudança (e demais ‘‘pepinos’’ e consegui vir ao DF para começar uma nova história.”

O entrevistado compartilha como iniciou sua trajetória no universo dos concursos públicos e os motivos pelos quais fez a opção da carreira pública para a sua vida. “Comecei a fazer provas de concursos em 2012, aos poucos e sem estudar, para saber que nível de conhecimento eu tinha. O primeiro concurso que fiz foi o da Caixa Econômica Federal. Em 2013 comecei a estudar, pois ‘‘senti o drama’’, mas na época optei por apostilas. Segui com esse método até o fim de 2015, quando mudei de estratégia e abracei as videoaulas do Gran Cursos Online.”

“Eu optei pela carreira pública porque me frustrei muito quando atuei na iniciativa privada. Os melhores lugares que tive oportunidade de trabalhar foram em órgãos públicos (na UFSC, por duas vezes, e na Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina), onde sempre fui respeitado e reconhecido. E, é claro, a estabilidade, os benefícios e a remuneração que o serviço público oferecem são bem atraentes também.”

 

Samuel comenta sobre seus resultados em outros concursos públicos.

“Faço concursos como portador de necessidades especiais (PNE) por ter perdas auditivas e visuais de moderadas intensidades, por isso o parâmetro de comparação é diferente. Mas nessas condições obtive:

Estudando sozinho:

2ª colocação na CEF/2014 (Técnico Bancário) – 15 ‘‘vagas’’ no CR para Florianópolis, apenas o primeiro colocado foi convocado até hoje

3ª colocação na Prefeitura de Florianópolis 2014 (Fiscal de Serviços Públicos) – 1 vaga

 

Estudando com o Gran Cursos Online:

6ª colocação no INSS/2015 (Técnico do Seguro Social) – 1 vaga para a região de Florianópolis

2ª colocação na ANAC/2015 (Técnico em Regulação de Aviação Civil) – 3 vagas “

Samuel gosta muito de aviação, e como concursos nessa área não são tão frequentes, ele vislumbrou no concurso da ANAC a oportunidade de seguir uma carreira pública relacionada com algo que realmente gostava. Na época Samuel residia em Florianópolis e, como o concurso só previa vagas para Brasília, um fator facilitador foi a aplicação de provas em todas as capitais. Assim, o entrevistado conseguiu programar-se e dedicar-se para o concurso sabendo que a logística do dia da prova seria mais fácil. Com o tempo passando e os resultados positivos acontecendo, o entrevistado se viu animado com a perspectiva da mudança para uma nova cidade. ” Sempre gostei de aviação, e concursos nessa área são raros. A ANAC só ofereceu vagas para Brasília neste que fiz. Além disso, a ESAF, banca organizadora, proporcionou a realização das provas em todas as capitais. Como eu morava em Florianópolis, este foi um fator fundamental. ”

“Eu fiz a inscrição e as provas já me preparando psicologicamente para morar em Brasília, e na medida que eu avançava nas etapas do concurso, ia ficando mais animado com a mudança de cidade. Comecei a procurar apartamento para alugar na internet ainda em julho, logo após o resultado preliminar da prova discursiva e antes mesmo da perícia médica da banca. Quando o concurso foi homologado, em 30 de agosto, eu já sabia onde queria morar e já tinha entendido razoavelmente como funciona a cidade, nesse planejamento diferenciado que só ela tem.”

Ele comenta que estava há algum tempo sem estudar para concursos e vivia uma fase complicada em sua vida pessoal quando se deparou com a publicação do edital da ANAC. Como ficou sabendo do concurso apenas com o edital já lançado não houve uma preparação pré-edital. Mas a combinação de fatores da época motivaram Samuel a colocar a ANAC e a carreira pública como meta e assim, ele adquiriu o curso da ANAC do Gran Cursos Online e resolveu se dedicar para o seu novo objetivo de vida. “Antes do edital da ANAC eu estava parado nos estudos há pelo menos 9 meses. Em março de 2015 perdi uma namorada de uma hora para outra e levei pelo menos seis meses para aceitar e retomar tudo o que eu vinha fazendo. Eu não esperava o concurso, mas vi a notícia no dia que saiu o edital.

Pensei sobre a ideia de me mudar para o DF até o dia seguinte e fiz minha inscrição. Poucos dias depois adquiri o curso da ANAC no Gran Cursos Online e em janeiro de 2016 passei a ser assinante do site, pois tinha outros concursos em vista. A partir daí me programei para estudar.”

O entrevistado comenta que na época da preparação para o concurso era estagiário na Assembleia Legislativa de Santa Catarina e cursava faculdade. Porém, conseguia sempre um tempo para estudar e dedicar-se ao concurso. “Eu trabalhava na Assembleia Legislativa de Santa Catarina como estagiário em meio período. O volume de trabalho não era grande no meu setor, o que me dava boas brechas para os estudos, tanto para os concursos como para a faculdade, que eu frequentava à noite. Em casa também conseguia estudar em muitas oportunidades. Morava sozinho, o que contribuía bastante na concentração.”

 O entrevistado comenta um pouco sobre como foi o processo de preparação e de divisão de horas de estudos para as matérias básicas e específicas.”Não sei definir quantitativamente quanto tempo me dediquei para disciplinas básicas e específicas, mas creio que, de todo o tempo que estudei para a ANAC, dediquei cerca de dois terços a parte específica, principalmente na fase de preparação para a prova discursiva, que focava apenas nessas matérias.”

…vi todas as videoaulas do Gran Cursos Online para a ANAC, multipliquei por 2 e dividi pelo número de dias que restavam até a prova. Assisti mil aulas de meia hora cada em pouco mais de três meses.

Samuel comenta como foi feita sua estratégia de preparação vitoriosa para esse concurso com o Gran Cursos Online como seu aliado. Comenta ainda sobre algumas técnicas de estudos que utilizou para conseguir um bom desempenho.

“A minha estratégia a princípio foi bem simples, mas na prática deu bastante trabalho e exigiu foco e disciplina. Quando o edital saiu (7 de dezembro de 2015), cristalizei na minha mente que o estudaria por inteiro duas vezes até a prova objetiva (20 de março), e que, caso fosse aprovado na prova objetiva (resultado em 22 de abril), veria toda a parte específica outras duas vezes para me preparar para a discursiva (22 de maio). Para isso, vi quantas videoaulas o Gran Cursos Online ofereceu para a ANAC, multipliquei por 2 e dividi pelo número de dias que restavam até a prova. O resultado disso foi o número de aulas que eu deveria assistir por dia. Eram cerca de 500 aulas no total. Portanto teria que assistir mil aulas de meia hora cada em pouco mais de três meses. Deu trabalho, mas consegui cumprir.

“Para a discursiva os vídeos necessários se reduziram a pouco mais de 200, mas tive que vê-los duas vezes cada dentro de um mês (eu não acreditava que seria aprovado na objetiva e tive que recuperar o ‘‘vazio’’ que houve entre 20 de março e 22 de abril). Foi mais puxado ainda. E eu estava estudando para o INSS ao mesmo tempo, cuja prova foi em 15 de maio (uma semana antes da discursiva da ANAC).”

“Eu assistia às aulas seguindo a ordem alfabética das disciplinas e a ordem numérica/cronológica, de acordo com a disponibilização por parte do Gran Cursos Online . Portanto, só começava a matéria seguinte quando terminava toda a anterior. Não recomendo para ninguém, apesar de ser uma estratégia minha: nunca anotei nem fiz resumo de nada. Tenho a sorte de ter uma boa memória fotográfica.”

O Técnico em Regulação da ANAC destaca que o Gran Cursos Online foi decisivo nessa conquista, comenta sobre a qualidade da plataforma do curso e tece elogios à equipe de professores que o ajudaram nessa árdua caminhada. Samuel frisa sobre a vantagem do acelerador de vídeos (recurso disponível nos cursos do Gran Cursos Online que proporciona mais agilidade para rever uma aula ou conteúdo) e destaca que isso foi fundamental para as revisões do conteúdo. ” Além do que relatei acima, uma das melhores ferramentas que o Gran Cursos Online oferece, na minha opinião, é o acelerador de vídeos. Para mim foi uma mão na roda, principalmente em matérias que eu já tinha bom conhecimento e queria apenas revisar. Economizou um bom tempo, permitiu alcançar minha meta e me manteve num bom nível de aprendizado. Só não rendi mais porque essa ferramenta foi disponibilizada numa fase mais avançada dos meus estudos para a ANAC, mais perto da prova objetiva.”

“Destaco também os professores. Muitos deles têm uma didática que me agradam e foi mais fácil absorver certos conteúdos que, antes do Gran Cursos Online, não entravam na minha cabeça, como Direito Administrativo e a Lei 8.666/93, ministradas pelo Prof. Emerson Caetano. Nunca havia estudado Inglês para concursos antes, então faço menção de agradecimento ao Prof. Ulisses com suas aulas certeiras. E na parte específica do edital, destaco os professores Fábio Lúcio e Ismael Noronha, que desbravaram temas de regulação e legislação. A Profª. Vânia Araújo também deu dicas valiosíssimas e que fizeram total diferença para a discursiva. No fim das contas, todos os professores foram importantes, cada um com seu papel de protagonista nessa colcha de retalhos para costurar a aprovação.”

O aluno comenta que abdicou de todo lazer durante a sua preparação pois se preparava simultaneamente para dois concursos (INSS e ANAC). ” Eis aqui um dos meus erros. Abri mão de quase tudo para estudar para a ANAC em conjunto com o INSS, inclusive do lazer. O pouco lazer que tive se resumiu a um filme ou outro em toda a preparação. No início eu estudava de 5 a 9 horas por dia, mas no mês que antecedeu a prova objetiva dei um gás maior e cheguei a atingir 15 horas de estudo em alguns dias (geralmente tenho uma enxaqueca grande a cada dois anos, mas na semana da prova objetiva tive duas; até meus chefes e colegas no estágio me incentivavam a estudar). Esse ritmo caiu para 7 a 10 horas por dia na preparação para a discursiva.”

 O aluno comenta que seus diferenciais para obter uma excelente colocação em um concurso tão disputado como o da ANAC foram sua força de vontade, determinação para mudar e sua grande vontade de se tornar um servidor público do quadro da ANAC, além da sua garra e dedicação. Ele destaca também as pessoas que o apoiaram e deram forças. ” Meu grande diferencial foi o ‘‘querer’’. Eu realmente queria a ANAC. Nunca estudei tanto para um concurso como no caso da ANAC (e o INSS entrou junto). A sede, o desejo, a fome que tive pela ANAC foram fundamentais para que eu tivesse um foco de um tamanho que poucas vezes tive na vida.”

“Não tive o apoio de muita gente para estudar para concursos, mas os que apoiaram foram essenciais. Apoio não apenas através de conselhos e incentivo. Houve apoio nos atos de compreensão também, pois abri mão de diversos happy hours e festas com amigos para estar em casa estudando até altas horas. A minha atual namorada também contribuiu e incentivou de todas as formas que pôde, apesar da distância física (ela mora em Fortaleza). Mas o principal veio de mim. Foi o desejo de sair da zona de conforto. Foi o desejo de mudar. Foi muita força de vontade. Foi me blindar ao ponto de críticas não me atingirem. Foi saber o que queria. E ter as pessoas certas, perto ou longe, apoiando. ”

O aluno comenta sobre a sensação de ver seu nome na lista de aprovados no concurso que durante alguns meses se tornou o objetivo de sua vida. ” Foi uma explosão de sentimentos. Alegria, sensação de dever cumprido, de vitória, de superação, de que ‘‘querer é poder’’, de que valeu a pena cada ‘‘não’’ às tentações da procrastinação. Eu tremia. Mal conseguia digitar no celular para contar a notícia aos meus pais, amigos próximos e à minha namorada. Tudo isso no meio da madrugada, sozinho, após esperar por algumas horas pela publicação do DOU.”

Samuel comenta, segundo ele, quais são os maiores erros que as pessoas cometem quando decidem se preparar para concursos. Destaca alguns erros que também cometeu no início da sua jornada nos concursos. ” Erros são muitos, mas não sou contra nenhum. É com eles que se aprende. Gosto de errar, pois sei que erros também contam como experiência adquirida para qualquer coisa. Os maiores erros que vejo na preparação para concursos são: desistir na primeira ou segunda tentativa por ter sido mal classificado (ou nem ter classificação divulgada); focar apenas na banca do concurso-alvo ao estudar; achar que não tem capacidade para passar num concurso sem nunca ter tentado fazer algum; ceder às críticas de quem não compreende o que representa um objetivo como esse; parar de estudar ao ser aprovado em algum certame (nunca se sabe quando (e se) sairá a nomeação, não se pode perder oportunidades pelo caminho; meu lema é ‘‘estudar até ser nomeado’’).

Ao longo do caminho fui descobrindo quais tipos de órgãos eu gostaria de trabalhar. Antes eu fazia todos os concursos que apareciam, mas descobri que é bom restringir (não muito) a escolha a grupos específicos, como ‘‘legislativo’’, ‘‘agências reguladoras’’ e ‘‘ministérios’’, por exemplo. Isso aumenta o foco, o rendimento e o aprendizado nos estudos ao longo do tempo.”

Samuel comenta quais foram as maiores dificuldades que viveu durante toda a fase de preparação para o concurso. ” Creio que foi a enorme pressão que coloquei em mim mesmo. O descrédito de pessoas que eu não esperava também me consumiu algumas vezes. Mas algo que conquistamos com tanta dificuldade e ventos contrários sempre vale a pena depois de tanto esforço. ”

O Técnico em Regulação da ANAC comenta que cada pessoa deve encontrar seus métodos efetivos de estudo e que esses métodos são diferentes de pessoa para pessoa e que não existe uma fórmula mágica que dá certo para todos.” Não sou a melhor pessoa para dar dicas de estudos. Sou adepto da teoria de que cada pessoa precisa encontrar a melhor forma de estudos que lhe convier e for possível.”

“Por exemplo, nunca fiz resumos ou anotações e não recomendo que alguém faça o mesmo. Eu me adaptei dessa forma, e sei que é uma maneira pouco habitual e não recomendada para estudar. Conquistei um objetivo apenas assistindo às videoaulas, mas outras pessoas podem conseguir com apostilas, livros, resumos, aulas presenciais ou uma junção de duas ou mais dessas maneiras em diferentes horas do dia e da noite. Cada caso é um caso. Existem receitas prontas, mas elas não se adequam a todo ser humano.”

 Para o futuro, Samuel já tem objetivos bem traçados e bem alinhados com o seu trabalho atual. Ele comenta que pretende continuar estudando para concursos, mais especificamente para o concurso de Especialista em Regulação da ANAC, e compartilha os seus planos para o futuro. ” Estou há um mês na ANAC e tenho gostado muito! Mas tenho objetivos maiores, sim. Vou concluir meu curso de Economia aqui em Brasília e iniciar os estudos para o próximo concurso da ANAC, desta vez para Especialista em Regulação de Aviação Civil. Almejo também uma segunda graduação, desta vez em Ciências Aeronáuticas, e uma pós-graduação em Gestão e Direito Aeronáutico.

“Penso, ainda, em uma pós-graduação em Administração Pública ou Gestão Pública. Quanto tempo isso tudo vai levar? 10, 15 anos? Não sei… Mas meus objetivos acadêmicos e profissionais por enquanto são esses, e quero atingi-los. Meus olhos também se abrem para os concursos da Câmara dos Deputados, Câmara Legislativa do Distrito Federal e Senado Federal, mas eles não são prioridades por enquanto.”

Por fim, Samuel deixa uma mensagem para todos aqueles que estudam para concursos e almejam um dia “Chegar Lá“ como ele chegou. “O que vou dizer não vale só para quem quer chegar a um cargo público dos sonhos. Vale para tudo na vida. Não pense demais, aja! Não sabe por onde começar? Comece pelo que está mais palpável. Mas comece! E quando começar não desista no meio do caminho, por mais difícil que seja. Conclua! Tenha foco! “Se seu coração diz para fazer, faça, independentemente de opiniões contrárias! Se for um erro, aprenda com ele e faça com mais esmero e cuidado na próxima oportunidade. Você não tem que provar nada para ninguém, só para si mesmo! E poucas sensações são melhores que a do dever cumprido, ainda mais quando é um dever que era julgado como impossível por você mesmo. Quanto mais difícil, melhor o sabor da conquista. Vá devagar, a um passo de cada vez, mas vá com firmeza! Importantes características pessoais e ambientais: humildade, resiliência, força de vontade, responsabilidade, fé, objetivos claros, acreditar em si mesmo e ter pessoas incentivadoras perto de si.”

Estudando para concursos ? Prepare-se com quem tem tradição de aprovação e 27 anos de experiência em concursos públicos. Cursos online com início imediato, visualizações ilimitadas e parcelamento em até 12x sem juros

matricule-se 3

assinatura-ilimitada-

garantia-de-satisfacao-30

Depoimentos de alunos aprovados AQUI. Casos de sucesso:

CHEGUEI-LÁ2 CHEGUEI-LÁ CHEGUEI-LÁ2 CHEGUEI-LÁ-Natálial CHEGUEI-LÁ (7)
Lucas Gomes
Lucas Gomes
Equipe de Comunicação do Gran Cursos Online
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o Topo