Como fazer o que você sabe que precisa fazer

Nos meus atendimentos como coach, com muita frequência os coachees (concurseiros) narram a dificuldade de fazer o que sabem que precisam fazer: estudar.

“Coach, eu sei o que preciso estudar, mas não consigo; procrastino, faço qualquer coisa, menos estudar”. Isso acontece com você?

Esse texto tem o objetivo de abordar três maneiras simples de fazer o que precisa ser feito. Muitas vezes esperamos que surja uma “motivação” mágica para que possamos resolver todas as nossas pendências.

E o que é motivação? do Latim movere (mover), é a condição do organismo que influencia a direção (orientação para um objetivo) do comportamento. Em outras palavras, é o impulso interno que leva à ação.

A motivação é um impulso inicial, mas precisamos ter outros comportamentos na sequência para construir nossa visão de futuro. Para alcançar seus objetivos, são necessárias atitudes diárias, pequenos passos em direção ao que se deseja.

Para ter motivação no dia a dia, após a decisão de perseguir um objetivo (baseado na sua motivação), você precisa AGIR.

Após a consciência do que se quer, após a decisão ou a motivação inicial, você precisa começar a ter as atitudes que te levam ao seu estado desejado. E é aí que muitos enfrentam dificuldade e me dizem “eu não sou disciplinado”. Bom, citando Henry Ford: “Se você pensa que pode ou se pensa que não pode, de qualquer forma você está certo.”

Aí vão 3 dicas simples para que você entre em ação e faça o que precisa fazer. Infelizmente não são dicas para ter uma motivação mágica matutina, mas para ter comportamentos que facilitem a consecução de atividades.

  • COMECE!

Mesmo que seja pegando no tranco, comece. Quando você começa, fica mais fácil continuar. Lembra-se da inércia, na física? Se um corpo está parado, permanece parado, e, se está em movimento, permanece em movimento… Comece como dá e vá melhorando aos poucos. Se colocar em movimento, entrar em ação, é um excelente jeito de chegar a algum lugar. Qualquer pequeno passo inicial em direção a seu objetivo ajuda. Nos estudos, por exemplo, comece pela matéria que você mais gosta ou faça exercícios, se é o que mais te deixa animado. Apenas faça!

  • Crie objetivos intermediários

Outra importante dica é: decomponha o seu objetivo final em objetivos menores, de maneira que você identifique os pequenos passos que te levam na direção que você quer. Tenha objetivos intermediários que te levam em direção a seu objetivo final, de modo que o que você precisa fazer seja realizável a curto prazo. Nem sempre o seu objetivo final (por exemplo, aquele concurso com o qual você sonha) é tangível a curto prazo (o edital pode não ter saído ou é muito extenso).

Pense em como você pode vencer aos poucos. Você pode estudar para um cargo menor, por exemplo, ou criar blocos de estudos das muitas disciplinas necessárias. E essa dica também está relacionada à ideia de construir metas (específicas, mensuráveis, atingíveis, relevantes, com definição temporal), mas isso é tema para um outro texto.

  • Crie uma lista de tudo o que você ganha ao alcançar seu objetivo

Lembre-se do que você ganha por fazer o que está fazendo, cada pequeno detalhe conta. E leia sempre que se sentir desanimado. É importante ter em mente os pequenos ganhos que você terá e que te aproximarão do seu estado desejado, isso torna a caminhada mais leve.

Um exercício simples, mas muito frutífero, é: todos os dias, ao iniciar seus estudos, no momento em que você sentar, tenha um bloco de anotações e escreva um ponto positivo desse processo (“Estou estudando para ter estabilidade financeira”), um desejo bom associado a seu objetivo (“Vou tirar férias todo ano e conhecer lugares novos”), uma vitória importante (“Já estudei todo o conteúdo de português”)… Comece a sua atividade com foco nas recompensas, e sempre que se sentir desanimado, releia essa lista de coisas boas associadas a seu esforço.

Um aspecto importante na caminhada em direção a seu objetivo (pode ser um concurso específico, mas isso se aplica a qualquer objetivo pessoal que você tenha) é ter foco naquilo que se quer.

Eleja prioridades e não se distraia por qualquer coisa. Não dá para fazer tudo ao mesmo tempo, por isso entenda o que é importante e o que é circunstancial e escolha o que é importante. Você só terá dado o seu melhor por seus objetivos se administrar bem o tempo disponível e concentrar energia no que importa.

Faça sempre a pergunta: “Isso me aproxima do meu objetivo? Essa decisão me deixa mais próximo de quem quero ser?”

Por último, é importante lembrar: não busque a perfeição e não se esconda atrás desse autoengano (de que existe um jeito perfeito). Escolha um caminho e siga em frente. No primeiro momento, o mais importante não é como você faz, mas começar a fazer. Aos poucos é possível ajustar a rota na direção e velocidade correta.

De todas essas dicas, a mais importante é a primeira – COMECE! Motivação é motivo para começar, mas são atitudes que te fazem prosseguir em seus propósitos. AJA.

E o principal: não fique parado esperando um click, sentimento especial ou acontecimento mágico que te faça agir. Você é o principal responsável por dar os passos necessários em direção a seu objetivo. Não espere a “motivação” para se tornar quem você quer ser, aja todos os dias de modo a alcançar seus objetivos.

Faça o que precisa ser feito e torne-se quem você quer ser!

“Somos nós que forjamos as correntes que usamos em nossas vidas” – Charles Dickens

Ellen Piedade

Atua como Coach há mais de 5 anos, e, servidora do TJDFT. Aprovada em diversos concursos, dentre eles Ministério da Integração Nacional, Banco do Brasil, Analista de Gestão e Políticas Públicas e Gestão Governamental de São Paulo e Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios.

 

 

 

Quer ficar por dentro dos concursos abertos e previstos? Clique nos links abaixo:

CONCURSOS ABERTOS

CONCURSOS 2019

CONCURSOS 2020

Receba gratuitamente no seu celular as principais notícias do mundo dos concursos!
Clique no link abaixo e inscreva-se gratuitamente:

WHATSAPP GCO

Notícias Relacionadas

1 comentário

1 Comentário

  1. Lucas Oliveira de Almeida

    27/07/2019 22:40 em 22:40

    O difícil é começar, sair da inércia =/

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o Topo