Como não passar em concurso público

Juliana Gebrim


05/07/2021 | 13:20 Atualizado há 75 dias

Fala-se tanto em como passar em concurso! A goumertização dessa área no país quer vender sonhos de uma forma fácil e cara por todos os cantos. Vendem-se técnicas milagrosas, receitas de bolo prontas, formas de pensar no seu emocional que só prejudicam mais do que ajudam o concurseiro. Chamo isso de DESVIO no seu percurso.

Nesse artigo, falaremos sobre alguns aspectos que podem te levar à reprovação e ao desânimo. Pela minha experiência clínica de 22 anos e com inúmeras pessoas que buscaram equilíbrio emocional em provas, sei como a mentalidade do concurseiro funciona.

A primeira questão que coloco é a busca por ABSTRAÇÕES. O concurseiro deve ter em mente que não existem soluções mágicas para o quesito emocional. Encontrar a motivação diária constante (a motivação oscila), o fim da ansiedade (temos de ter uma pequena ansiedade para seguirmos adiante), a blindagem emocional perfeita (é impossível não nos influenciarmos em maior ou menor grau pelas condições externas) ou buscar a força de vontade perfeita para começar algo (a motivação se inicia com a ação).

Outra questão é algo que tenho colocado muito em todos os meus Divãs. O aluno quer visualizar a meta final. Sinto te dizer que, quando fazemos isso, é como se passássemos um rodo nas ondas de uma praia. Existe a sensação de que aquilo nunca terá um fim. Coloco o nome disso de MICROPASSOS. Sempre afirmei que, quando temos um elefante muito grande, temos de cortá-lo em pequenos pedaços. Quem vislumbra o resultado final só terá um percurso mais doloroso. Faça pequenos passos diários.

Há algo bem óbvio: para passar, você deve ESTUDAR! Sim, o óbvio também deve ser dito. Uma pessoa que não estuda nunca irá passar! Se você não estudou, nem o direito de falar a palavra REPROVAÇÃO você tem. Só há reprovação quando se tem estudo.

Tentar também abordar questões emocionais com pessoas que não possuem formação adequada em MEDICINA ou em PSICOLOGIA pode te ajudar a não passar em uma prova. Seria a mesma coisa que tentar tratar um câncer em um açougue. Procure a ciência sempre. Buscar a ciência é procurar um profissional apto para resolver o seu problema e fechar um diagnóstico correto. Existem profissionais que fazem atendimentos por um preço social e outros o fazem de forma gratuita em universidades.

Já vi pessoas tentarem tratar traumas e ansiedade com pessoas não habilitadas em algum curso na área de saúde. Esses alunos chegam ao consultório super desajustados e em estado emocional péssimo. Esses casos estão lotando as clínicas.

No nosso Divã de terça, teremos mais de 40 formas de você não passar em um concurso, todas com base científica e baseadas nessas décadas de experiência em psicologia clínica. Será um Divã para você formar autoconsciência a fim de o seu processo não ser muito doloroso.

Juliana Gebrim

Psicóloga clínica e neuropsicóloga com mais de 20 anos de experiência em psicoterapia
0

0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *