Concurso PCDF: CONHEÇA o dia a dia de um Agente de Polícia

Concurso PCDF: CONFIRA a entrevista com o Agente de Polícia Hugo Cabral

A Polícia Civil do Distrito Federal lançou concurso para provimento de 600 vagas imediatas e 1.200 para formação de cadastro de reserva para o cargo de Agente de Polícia (concurso PCDF). Se o seu sonho é ingressar na carreira policial, você não pode perder essa oportunidade.

Mas você sabe o que um Agente de Polícia faz? Para falar sobre o dia dia deste profissional, a equipe de comunicação do Gran Cursos Online entrevistou o Agente de Polícia Hugo Cabral Noronha que foi aprovado no concurso da Polícia Civil do DF de 2013 e está na PCDF há 4 anos. Ele também respondeu perguntas sobre sua preparação para o concurso. Confira:

Quando você tomou posse?

Tomei posse em agosto de 2016.

Há quanto tempo você tomou posse?

Completará quatro anos em agosto/2020.

Como é a sua rotina de trabalho? O que um agente faz no dia a dia? Você poderia nos explicar como são as atividades diária de um Agente de Polícia da PCDF?

Um Agente de Polícia Civil possui inúmeras possibilidades dentro da instituição, seja na atividade fim, seja na atividade meio. Atualmente eu trabalho em uma das diversas seções de investigação existentes nas delegacias de polícia, pois mais me agrada o tipo de trabalho realizado e a escala de serviço. As atividades em geral são de investigação, coleta e confirmação de dados, etc. Não é possível detalhar muito as atividades pois o método de trabalho é sigiloso, na medida do possível. Já trabalhei também no plantão de uma central de flagrantes, onde adquiri muita experiência em pouco mais de um ano.

O trabalho que você exerce na PCDF é como você imaginava que seria antes de entrar na PCDF?

Sim, é bem como eu imaginava que seria. Um serviço técnico, às vezes de muita persistência e paciência, e muito gratificante.

Durante os anos que você está na PCDF, tem alguma atividade, trabalho, operação que marcou a sua vida profissional?

A atividade de investigação em geral marca bastante, pois em cada caso nós policiais nos dedicamos bastante e acabamos nos familiarizando com cada aspecto dos casos em que trabalhamos.

Um caso à parte que ocorreu na área de atuação da delegacia em que trabalho desde que entrei na PCDF (nunca mudei de lotação) foi o das mulheres que mataram o menino Rhuan, de 9 anos, e tentaram ocultar seu corpo, crime ocorrido em Samambaia. É um caso que mexe com todos nós por se tratar de uma criança.

Quando você decidiu que queria ser Policial?

Pelo que tenho de recordação, o trabalho específico da Polícia Civil me agrada desde a infância. Sempre quis ser policial civil. Antes de integrar a instituição PCDF, fui bombeiro militar por quase 5 anos, profissão que também muito me agradou e ensinou, contudo, trabalhar com investigação era um sonho que sempre tive e hoje estou muito satisfeito.

Como foi a sua preparação para o concurso da PCDF?

Além da bagagem que carregava de alguns concursos anteriores, minha preparação foi basicamente um cursinho preparatório com algumas horas de estudo no tempo livre e a realização de muitos exercícios. À época os cursos on-line ainda não eram tão difundidos quanto hoje, o que me trazia certo receio quanto à qualidade. Hoje, devido a sua popularização, me parece a opção com o melhor custo benefício.

Você poderia falar sobre como foi as etapas de provas? O que você achou? Quais etapas você acredita que foram mais tranquilas e quais você teve mais dificuldade?

Fiz a prova objetiva e de redação. Após alguns dias foi realizado o Teste de Aptidão Física, onde consegui aprovação de forma tranquila, pois já pratico atividade física há um bom tempo. Em seguida, os exames médicos, toxicológico e psicotécnico. Quanto ao exame psicotécnico, eu já havia sido aprovado no CBMDF, contudo,  foi a etapa que me deixou mais apreensivo  pois é um exame de avaliação bastante subjetiva, mas acabou dando tudo certo. Ao fim, a última etapa, o curso de formação, onde me dediquei bastante para que pudesse melhorar a minha colocação geral no concurso. (O curso de formação da PCDF, diferentemente da PMDF e do CBMDF, faz parte do certame. Nas carreiras militares, o curso de formação é realizado quando o candidato já tomou posse.)

Você pode nos contar como foi a sua jornada de concurseiro até chegar à aprovação?

Eu comecei a estudar para concursos muito cedo, incentivado pelos meus pais. Aos 20 anos de idade tomei posse no meu primeiro concurso público e, desde então, venho dedicando um pouco de investimento financeiro e tempo livre para esta jornada.

O período entre sua aprovação e nomeação durou quanto tempo? O que você fez enquanto a nomeação não chegava?

No caso específico da PCDF, como a minha colocação não foi boa, demorou bastante entre a aprovação e a nomeação (cerca de dois anos). Mas como dito anteriormente, eu era servidor do CBMDF, então, permaneci com a minha rotina até que fosse nomeado. A dica é que não deixe a ansiedade tomar conta, pois durante esse período entre aprovação e nomeação podem aparecer outras oportunidades que não podem deixar de ser aproveitadas. A ansiedade, em outras ocasiões, já me fez com que deixasse de aproveitar ótimas oportunidades.

Quais conselhos você pode passar para quem quer ser policial da PCDF e vai tentar o concurso?

Bom, basicamente resume-se a dedicação e esforço. Abdicar-se de alguns prazeres momentâneos para um prazer maior lá na frente.

Quanto ao método de estudo, eu acredito que fazer exercícios é tão ou mais importante do que a mera leitura do conteúdo, então, quanto mais exercício, melhor.

A Polícia Civil do DF é uma ótima instituição para se trabalhar. Todos podem encontrar seu lugar por lá. Quem quer trabalhar na rua, trabalha. Quem quer trabalhar na atividade-meio, trabalha. Há espaço para todos. Vale a pena o esforço.

Leia mais sobre o concurso PCDF

Resumo do concurso PCDF Agente

Concurso Polícia Civil do Distrito Federal (concurso Agente PCDF)
Banca organizadora Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos – CEBRASPE
Cargos Agente de Polícia
Escolaridade nível superior
Carreiras Policiais
Lotação Brasília DF
Número de vagas 1.800 vagas
Remuneração
  • R$ 8.698,78 (conforme o edital)
  • de R$ 9.394,68 a R$ 14.851,63 (subsídio reajustado conforme Medida Provisória n.º 971, de 26 de maio 2020 que alterou a redação da Lei nº. 11.361/2006)
Inscrições de 18/08/2020 a 08/09/2020
Taxa de inscrição R$ 196,00
Data da prova objetiva 18/10/2020
Link do edital clique AQUI para fazer download do edital  PCDF  Agente
Quer conquistar a sua aprovação no concurso PCDF?
Prepare-se com quem mais entende do assunto!
Comece a estudar no Gran Cursos
Lorena Martins
Lorena Martins
Equipe de Comunicação do Gran Cursos Online

Principais de Distrito Federal

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer conquistar a sua aprovação no concurso PCDF?
Prepare-se com quem mais entende do assunto!
Comece a estudar no Gran Cursos
Para o Topo