Concurso PMDF 2016 – Oficial: Contratação do Iades é autorizada pela PGDF! Até R$ 12 mil após formado!

Willian Chimiti


20/09/2016 | 16:15 Atualizado há 973 dias

Concurso PMDF 2016 - Oficial conta com autorização para contratação do Iades como organizador! Edital em breve e até R$ 12 mil após formado!

Concurso PMDF 2016 – Oficial conta com autorização para contratação do Iades como organizador! Edital em breve e até R$ 12 mil após formado!

A Polícia Militar do DF (Concurso PMDF 2016 – Oficial) recebeu parecer favorável para a contratação direta, por dispensa de licitação, do Instituto Americano de Desenvolvimento (Iades). De acordo com relatório ao qual o Gran Cursos Online Blog teve acesso, a procuradora Maridalva Freitas de Almeida garantiu que existe a possibilidade jurídica da PMDF contratar a entidade privada sem fins lucrativos para prestação de serviços para organização e realização do concurso público para provimento de vagas para o Quadro de Oficiais Policiais Militares.

No entanto, para que isso ocorra, deverá observar alguns requisitos básicos exalados no Parecer de  N° 0808/2016. Os autos foram remetidos para a PM na última sexta-feira, dia 16 de setembro, para conhecimento e adoção das providências pertinentes. Após isso, nova consulta deverá ser feita, dando-se fiel cumprimento aos pontos questionados, para que enfim haja a publicação da dispensa de licitação em favor do Iades (Acesse aqui o parecer). 

O organizador [Iades] já ficou à frente de outras seleções do GDF, como Secretaria de Cultura, Saúde, Metrô/DF, além do concurso para a área da saúde da própria PMDF (Curso de Habilitação de Oficiais de Saude – CHOS), em 2012. Após o parecer final da PGDF, espera-se que o edital seja conhecido em poucas semanas. Serão ofertadas 51 vagas de Oficial da PM-DF, sendo 50 para o quadro de oficiais policiais militares (QOPM) e 1 vaga para o Quadro de Oficiais Policiais Militares Capelães (QOPMC), além de cadastro de reserva com 153 aprovados.

O concurso PMDF 2016 é uma ótima oportunidade para aqueles que possuem nível superior, já que o cargo exige formação em qualquer área, desde que seja reconhecido pelos sistemas de ensino federal, estadual ou do Distrito Federal, até a data da inclusão na PMDF. O candidato precisa também ser brasileiro, possuir idade entre 18 e 30 anos, o que significa ter 18 anos até o dia da posse e 30 anos, no máximo até o último dia de inscrição. Lembrando que para quem já é policial militar a idade mínima é mantida, porém a idade máxima de 30 anos não se aplica. Por exemplo, se um soldado da PM resolve fazer concurso para oficial essa idade máxima não será exigida, porque nesse caso o policial apenas mudará de quadro, caso venha a ser aprovado.

Para este concurso especificamente os candidatos terão que passar por seis etapas. A primeira delas é o teste intelectual (provas objetiva e discursiva), em seguida enfrentarão o teste físico (TAF), que geralmente reprova a maioria dos candidatos aprovados com maior média no exame intelectual, uma vez que se dedicam quase que exclusivamente com as provas escritas, e acabam por deixar a parte física de lado, e com isso não conseguem êxito nessa segunda fase do concurso. Em seguida temos o psicotécnico, que busca avaliar o candidato sobre o aspecto profissiográfico, que busca selecionar os candidatos que apresente as características necessárias para o exercício da função policial. Em seguida todos os aprovados nas etapas anteriores serão submetidos a uma bateria de exames médicos e finalmente a uma investigação social detalhada de sua vida pregressa. A última etapa do certame, mas não menos importante é a realização e aprovação do candidato no Curso de Formação de Oficiais (CFO).

Assim, vencidas todas estas etapas, o candidato ingressa no curso de formação de oficiais, que tem duração de três anos, onde o candidato iniciará a carreira como aluno oficial (cadete do 1º ano), será promovido a cadete do 2º ano e a cadete do 3º ano. Em seguida, obtendo aprovação nestes três anos, ele será declarado aspirante-a-oficial da Polícia Militar e passará por um estágio probatório de 6 meses, e só então será promovido a segundo tenente, que é o primeiro posto do oficialato, ingressando no quadro de oficiais combatentes, podendo prosseguir a sua carreira pelos graus hierárquicos sucessivos de primeiro tenente, capitão, major, tenente coronel, e chegando até mesmo a ser um coronel ao final da careira.

Um dos detalhes que chamam a atenção é o fato do Curso de Formação de Oficiais (CFO), ser reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) como curso de graduação em ciências policiais, tendo sido avaliado recentemente com nota máxima (5).

O candidato ao ingressar no Curso de Formação de Oficiais, receberá na condição de aluno, uma remuneração que hoje o equivalente a remuneração de um soldado de 2ª classe, aproximadamente, R$ 5,2 mil durante os dois primeiros anos, sendo que no terceiro o valor aumenta para R$ 6 mil, e após aprovado no estágio probatório, ele contará com uma remuneração de R$ 12,5 mil.

Hoje na corporação existem três escalas básicas de serviço. Uma delas é a de 24×72, quando o policial trabalha vinte e quatro horas e folga setenta e duas, a de 12×36, no qual há uma folga após três serviços prestados, e também a de 12×60, Existe ainda o expediente administrativo e o serviço voluntário gratificado, onde o policial, no seu período de folga, se dispõe a realizar um determinado serviço e é gratificado, além de escalas extraordinárias, que surgem em momentos como manifestações.

O edital de 2009 é o principal material de apoio neste momento, pois serve de base para o início dos estudos. As disciplinas de língua portuguesa, atualidades, lei orgânica do DF, noções de direito constitucional, administrativo, humanos, penal, processual penal, penal militar e processual penal militar são favoritas e devem integrar o conteúdo programático do novo concurso.

Além da prova objetiva que versou sobre as disciplinas já mencionadas, houve uma avaliação discursiva, de caráter eliminatório e classificatório, sobre tema de atualidades – Violência Contra a Mulher. Nela, os candidatos precisaram discorrer sobre três pontos: Quais são as principais causas da violência contra a mulher?;  por que muitas mulheres não denunciam seus agressores?; e a que instituições a mulher pode recorrer depois de ter sido agredida?

Detalhes:

  • MarcadorConcurso: Polícia Militar do Distrito Federal (Concurso PMDF)
  • MarcadorBanca organizadora: Iades
  • MarcadorCargos: Oficial
  • MarcadorEscolaridade: Nível Superior
  • MarcadorNúmero de vagas: 51 + CR
  • MarcadorRemuneração: Até R$ 12 mil
  • MarcadorSituação: EDITAL IMINENTE
  • MarcadorPrevisão p/ publicação do edital: 2016
  • MarcadorLink do último edital CFO

Comece a sua preparação hoje mesmo com quem é imbatível em aprovação nas carreiras policiais.
O Gran Cursos aprovou mais de 7.300 alunos nos últimos concursos para o DEPEN,
PRF, Polícia Federal e PMDF.

Preparatórios online com início imediato, visualizações ilimitadas e parcelamento em até 12x sem juros!
Prepare-se com quem mais aprova há 26 anos e conquiste a sua vaga!

matricule-se 3

Apostila Digital p/ o concurso da PMDF por apenas R$ 34,90

carreiras policiaisPRF: Gran Cursos em primeiro lugar!

Antecipe sua preparação e saia na frente!

Depoimentos de alunos aprovados AQUI. Casos de sucesso:
CHEGUEI-LÁ2 CHEGUEI-LÁ CHEGUEI-LÁ2 CHEGUEI-LÁ-Natálial CHEGUEI-LÁ (7)
CHEGUEI-LÁ-Felipe CHEGUEI-LÁ2 (4)

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *