Concurso Polícia Federal administrativo pode ocorrer em 2021!

Concurso Polícia Federal administrativo: "tratativas do pedido serão retomadas em 2021", afirmou diretora de Gestão de Pessoal da corporação

O Departamento da Polícia Federal solicitou o aval orçamentário ao Ministério da Economia para a realização de novos certames que terão como objetivo repor o quadro efetivo da corporação. O pedido contempla 508 vagas para o concurso Polícia Federal administrativo.

A diretora de Gestão de Pessoal da PF, delegada Cecília Silva Franco, afirmou que mesmo com a solicitação feita em 2020, vários novos códigos de vaga foram liberados (vacâncias) desde que fizeram o pedido. A intenção é reiterar o pedido até maio de 2021″, pontuou. A representante concedeu as informações por meio de entrevista ao site Metrópoles.

Além disso, os presidentes da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Luís Antônio Boudens, e do Sindicato Nacional dos Servidores do Plano Especial de Cargos da Polícia Federal (SinpecPF), João Luís Rodrigues Nunes, estão reunindo forças para trabalhar pela realização, ainda neste ano, de concurso público para a carreira administrativa.

Para provimento na área de apoio, ou seja, ingresso na carreira administrativa o último edital publicado foi em 2013. Na época foram ofertada vagas em ocupações de níveis médio e superior, o qual teve validade encerrada em junho de 2018.

Veja abaixo o índice com informações sobre o concurso Polícia Federal Administrativo:

 

Concurso Polícia Federal: situação atual

REUNIÃO E LEVANTAMENTO DE DADOS

No dia 26 de janeiro de 2021, os dirigentes da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Luís Antônio Boudens, e do Sindicato Nacional dos Servidores do Plano Especial de Cargos da Polícia Federal (SinpecPF), João Luís Rodrigues Nunes se reuniram na sede da Fenapef para traçar uma estratégia conjunta. O diretor jurídico do SinpecPF, Cícero de Sousa, também participou.

“O encontro serviu para alinharmos as lutas em comum e para definirmos uma forma de atuação na busca por mais vagas nos concursos para administrativos”, afirmou Boudens.

Os profissionais Boudens e Nunes vão reunir dados e demandas relativas ao quadro administrativo e, em fevereiro deste ano, tudo será consolidado em uma nova reunião de trabalho. “Depois disso, faremos uma live para ouvir os colegas administrativos de todo o Brasil e construiremos um documento robusto que será levado à Direção Geral”, finalizou o presidente da Fenapef.

DÉFICIT DE PROFISSIONAIS

O presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Luís Boudens, mais uma vez voltou a falar sobre a necessidade da realização de um concurso público para o quadro administrativo da corporação.

Para Boudens é importante ampliar o quantitativo de policiais, mas “não é suficiente para resolver os problemas atuais do órgão”. De acordo com o dirigente, há um déficit no quadro da carreira de apoio.  O dirigente indica ainda que a carreira de apoio foi sendo desvalorizada ao longo do tempo e hoje deveriam ser ofertadas pelo menos 5.000 vagas apenas para este quadro. A entrevista foi divulgada no site Toda Palavra.

Veja todas as informações sobre o assunto

Além disso, em janeiro de 2021, o dirigente realizou uma reunião com o diretor-geral da Polícia Federal, Rolando Alexandre, para discutir assuntos relacionados à corporação e sobre a necessidade de um novo concurso Polícia Federal administrativo. Dentre os assuntos em pauta e discutidos foram: a remuneração pelo sobreaviso, a sobrecarga de trabalho dos escrivães, retomada das discussões sobre a Lei Orgânica da Polícia Federal junto ao Ministério da Justiça e Segurança Pública e a necessidade de repor profissionais por meio de certame. Outro assunto de destaque foi sobre a indenização de fronteira.

 

ANDAMENTO DO PEDIDO DA SELEÇÃO

Em entrevista ao site Metrópoles, a diretora de Gestão de Pessoal da PF, delegada Cecília Silva Franco conta que deve retomar as tratativas ainda em 2021. “Temos que atualizar o quantitativo de vagas, que vai aumentar. A cada dia que passa, alguém se aposenta ou sai. Para esse último concurso policial, por exemplo, temos vários servidores administrativos que entraram para a carreira policial”, explicou.

Confira aqui todas as informações

 

PROPORÇÃO NAS VAGAS

A proposta de Emenda Constitucional da Reforma Administrativa foi encaminhada ao Congresso Nacional no início do mês de setembro deste ano. A propositura está sendo avaliada e questionada pelo Sindicato Nacional dos Servidores do Plano Especial de Cargos da Polícia Federal – SINPECPF. A entidade sindical quer que os cargos de apoio da corporação (carreira administrativa) sejam incluídos no rol de carreiras típicas de Estado, pois contempla na PF apenas os cargos da carreira policial.

O deputado federal Sanderson (PSL/RS) visitou a entidade sindical e afirmou que irá tratar sobre o assunto com os representantes do Ministério da Economia. Em entrevista ao SINPECPF, o parlamentar pontuou que a PF precisa de uma carreira administrativa própria. “Não dá para conceber servidores de uma carreira genérica que terão acesso às informações confidenciais”, afirmou.

Estabilidade para a carreira administrativa da Polícia Federal é proposta

 

ENTREVISTA FENAPEF

Para esclarecer aspectos pontuais da seleção, a equipe de comunicação do Gran Cursos Online conversou com o presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais – FENAPEF, Luís Antônio Boudens. O representante indica tratativas para melhor distribuição das vagas para os cargos de acordo com as carreiras de atuação. Também destaca ações para valorização dos profissionais da área administrativa já concursados e futuros servidores que ingressarem na corporação.

[VÍDEO] Entrevista exclusiva com o presidente da FENAPEF

 

Volte ao topo

Concurso Polícia Federal: remuneração e benefícios

Confira abaixo os vencimentos indicados de acordo com a escolaridade.

Vencimento Nível médio/intermediário Nível superior
Inicial R$ 4.746,16 R$ 5.776,47
Topo da carreira R$ 5.298,82 R$ 8.924,85

Já os profissionais Médicos recebem valores maiores, pela natureza da ocupação e da jornada de trabalho.

Outros benefícios adicionais podem ser concedidos, desde que previstos em legislação institucional ou federal.

Os valores foram extraídos da Tabela de Remuneração dos Servidores Públicos Federais Civis e dos Ex-Territórios.

 

Concurso Polícia Federal administrativo: cargos e vagas

De acordo com a assessoria da Polícia Federal foram pedidas 508 vagas para reposição de pessoal na área administrativa. Veja abaixo as ocupações:

  • Agente Administrativo – 349 vagas
  • Técnico em assuntos educacionais – 13 vagas
  • Técnico em Comunicação Social – 3 vagas
  • Assistente Social – 10 vagas
  • Administrador – 21 vagas
  • Odontólogo – 11 vagas
  • Médico – 65 vagas
  • Contador – 9 vagas
  • Arquivista – 8 vagas
  • Psicólogo – 5 vagas
  • Estatístico – 4 vagas
  • Economista – 3 vagas
  • Enfermeiro – 3 vagas
  • Engenheiro – 1 vaga
  • Farmacêutico – 1 vaga
  • Nutricionista – 1 vaga
  • Bibliotecário – 1 vagas

Saiba que na PF há mais cargos, veja a relação completa aqui.

 

Volte ao topo

Último concurso Polícia Federal administrativo

O concurso anterior teve edital publicado em novembro de 2013 e foi organizado pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (CESPE/UnB). O certame visou ao provimento de vagas em cargos de nível superior e de nível intermediário do Plano Especial de Cargos do Departamento de Polícia Federal. Veja abaixo todos os detalhes.

Para provimento no cargo de Agente Administrativo foram ofertadas vagas em todos os Estados e no DF. Já para os cargos de nível superior, foram somente para lotação no Distrito Federal. Houve reserva de vagas para candidatos com deficiência.

Todas as informações sobre o andamento podem ser consultadas no endereço eletrônico:(http://www.cespe.unb.br/concursos/dpf_13_administrativo).

 

Carreira Polícia Federal

Os candidatos nomeados são subordinados ao Regime Jurídico Único dos Servidores Civis da União, das Autarquias e das Fundações Públicas Federais (Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990, e suas alterações).

Veja abaixo as exigências por ocupação:

 

Requisitos dos cargos

NÍVEL INTERMEDIÁRIO

Agente Administrativo

Certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau), expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC.

 

NÍVEL SUPERIOR

Administrador

Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior de bacharelado em Administração, em nível de graduação, fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC, e inscrição no Conselho Regional de Administração.

 

Arquivista

Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior de bacharelado em Arquivologia, em nível de graduação, fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC e registro na Delegacia Regional do Trabalho do Ministério do Trabalho e Emprego, conforme art. 4º da Lei nº 6.546/78.

 

Assistente Social

Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior de bacharelado em Serviço Social, em nível de graduação, fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC, e inscrição no Conselho Regional de Serviço Social.

 

Contador

Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior de bacharelado em Ciências Contábeis e (ou) Ciências Atuariais, em nível de graduação, fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC, e inscrição no Conselho Regional de Contabilidade.

 

Engenheiro Civil

Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior de bacharel em Engenharia Civil, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e inscrição no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia.

 

Engenheiro Eletricista

Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior de bacharel em Engenharia Elétrica, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e inscrição no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia.

 

Engenheiro Mecânico

Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior de bacharel em Engenharia Mecânica, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e inscrição no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia.

 

Psicólogo

Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior de bacharel em Psicologia, em nível de graduação, fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC, e inscrição no Conselho Regional de Psicologia.

 

Volte ao topo

Concurso Polícia Federal administrativo: etapas

Os candidatos inscritos foram avaliados por de duas etapas:

  1. Prova objetiva (para todos os cargos) e
  2. Prova discursiva (somente para cargos de nível superior).

A nota final no concurso para os cargos de nível superior foi o somatório da nota final nas provas objetivas (NPO) e da nota final na prova discursiva (NPD).

 

Prova objetiva

As provas e a perícia médica foram realizadas no estado da Federação no qual o candidato optou pelo cargo. Confira abaixo as matérias indicadas no conteúdo programático e a forma de avaliação.

Disciplinas

  • Conhecimentos básicos (50 itens)
    • Língua Portuguesa;
    • Raciocínio Lógico;
    • Noções de Informática;
    • Noções de Direito Administrativo;
    • Noções de Direito Constitucional;
    • Atualidades (somente para nível intermediário).
  • Conhecimentos específicos de acordo com o cargo (70 itens

 

Estrutura da prova

Cada prova objetiva foi constituída de itens para julgamento, agrupados por comandos que deverão ser respeitados. O julgamento de cada item foi de CERTO ou ERRADO, de acordo com o(s) comando(s) a que se referiam o item. O valor da prova foi de 0 (zero) a 120,00 (cento e vinte) pontos.

Foi reprovado nas provas objetivas e eliminado do concurso público o candidato que se enquadrou em pelo menos um dos itens a seguir:
a) obtiver nota inferior a 10,00 pontos na prova objetiva de Conhecimentos Básicos P1;
b) obtiver nota inferior a 21,00 pontos na prova objetiva de Conhecimentos Específicos P2;
c) obtiver nota inferior a 36,00 pontos no conjunto das provas objetivas.

 

Volte ao topo

Prova discursiva

A prova discursiva, para os cargos de nível superior, teve o valor de 13,00 pontos e consistiu na redação de texto dissertativo, de até 30 linhas, a respeito de temas relativos aos conhecimentos específicos dos respectivos cargos.

Nos casos de fuga ao tema, ou de não haver texto, o candidato receberá nota na prova discursiva igual a zero. Saiba as colocações para ter tido a redação corrigida.

CARGO GERAL CANDIDATOS COM DEFICIÊNCIA TOTAL
Administrador – Classe A, Padrão I 34ª 36ª
Arquivista – Classe A, Padrão I 17ª 18ª
Assistente Social – Classe A, Padrão I 55ª 58ª
Contador – Classe A, Padrão I 41ª 44ª
Engenheiro Civil – Classe A, Padrão I 41ª 44ª
Engenheiro Eletricista – Classe A, Padrão I 26ª 28ª
Engenheiro Mecânico – Classe A, Padrão I 26ª 28ª
Psicólogo – Classe A, Padrão I 26ª 28ª

 

Concurso Polícia Federal administrativo: concorrência

Veja abaixo a relação de inscritos por vaga e a demanda:

Concurso Polícia Federal Administrativo: demanda por vaga e UF.

Concurso Polícia Federal Administrativo: demanda por vaga e UF.

 

Volte ao topo

Concurso Polícia Federal administrativo: nota de corte e nomeações

A lista completa com os nomes dos candidatos, notas por UF ou DF e situação (nomeado, final da fila, cadastro de reserva) pode ser consulta abaixo:

Concurso Polícia Federal Administrativo – notas e situações por aprovado

 

Curso Gratuito para Concursos

Você é imparável? Tem um sonho grande em mente que te motiva a seguir em frente em busca de uma vida melhor, mesmo com as dificuldades que aparecem no caminho (falta de tempo, desafios de conciliar a rotina, insegurança)? Se sim, então este curso é para você!

Organizamos de forma objetiva e prática em um só material algumas das principais disciplinas e conteúdos cobrados em concursos públicos para intensificar as suas chances de aprovação, tudo preparado por nossa equipe de colaboradores e professores especialistas no assunto. E o melhor: todo o conteúdo é totalmente gratuito! Mesmo se você ainda não começou a estudar, não deixe essa oportunidade passar. Nunca é tarde! Garanta a sua oportunidade no Curso Gratuito Imparável! Clique AQUI para se inscrever gratuitamente!

 

Materiais gratuitos

Estude para concursos públicos com os materiais gratuitos do Gran Cursos Online. Acesse nossa página exclusiva e conheça:

  • E-books,
  • Apostilas,
  • Guias de estudos,
  • Editais verticalizados e muito mais!

 

Volte ao topo

Depoimentos de aprovados

O Gran Cursos Online tem uma honra de fazer parte da trajetória de centenas de aprovados nos mais diversos concursos públicos e que atualmente estão no serviço público. São vários aprovados em Tribunais, Polícias (Civis, Militares e outras) e nos mais diversos órgãos. Inspire-se! Confira AQUI histórias de vida e depoimentos.

 

Resumo do Concurso PF

Concurso Departamento da Polícia Federal
Banca organizadora A definir
Cargos Diversos
Escolaridade Níveis médio e superior
Carreiras Administrativa, saúde e tecnologia da informação
Lotação Todos as Unidades Federativas e Distrito Federal
Número de vagas 508
Situação Solicitado ao Ministério da Economia
Link do edital Clique AQUI para fazer o download do último edital Polícia Federal Administrativo
Quer conquistar a sua aprovação em concursos públicos?
Prepare-se com quem mais entende do assunto!
Comece a estudar no Gran Cursos
Lanna Sant'Anna
3 Comentários

3 Comentários

  1. CARLOS GONCALVES DE OLIVEIRA

    04/09/2020 11:13em11:13

    MUITO BOM. NÃO CONHECIA ESSE SITE.

    • Debora Costa

      09/09/2020 23:40em23:40

      A Gran Cursos é para minha uma das melhores no ramo de cursos para concursos públicos.

  2. Alana

    12/01/2021 08:25em08:25

    Essa incerteza é terrível.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer conquistar a sua aprovação em concursos públicos?
Prepare-se com quem mais entende do assunto!
Comece a estudar no Gran Cursos
Para o Topo