Coaching para Concursos

Plano de estudos, por que ter o seu?

O Plano de Estudos é o conteúdo organizado de acordo com o tempo de que se dispõe e interfere diretamente na qualidade do processo, uma vez que sua concentração é direcionada ao conteúdo que já está determinado por meio do planejamento. O plano de estudos otimiza a qualidade da concentração, a apreensão de conteúdo e, até mesmo, a memorização.

É fundamental que se mantenha um cronograma de estudos, pois, por meio dele, é que de fato se pode chegar ao resultado esperado, ele proporciona fatores fundamentais, como a organização, sem a qual muito pouco poderá ser efetivado, e é justamente essa organização que traz muitas vantagens, como, por exemplo, permitir que se retorne exatamente a um ponto anterior, eliminando retrabalho, além de fazer com que o tempo seja otimizado. E, sem nenhuma dúvida, tempo é tudo que não se tem a perder.

Antes de qualquer atitude a ser tomada quando for montar seu cronograma de estudos, é necessário que você adote a seguinte postura: seja realista! De nada ou muito pouco adiantará programar algo que se sabe ser impossível cumprir, daí a necessidade de organizar a rotina dos demais afazeres, todos temos vida, temos muitas outras tarefas diárias a serem cumpridas e que não poderão ser deixadas de lado.

Você vive para estudar? Mas, certamente, deve cumprir também qualquer outra tarefa que não sejam os estudos, portanto a necessidade de manter um planejamento, de forma indistinta, é necessária a todos.

Feito isso, é hora de partir para a prática. Como montar seu plano?

Quero dizer, nesse primeiro momento, que se pode optar pelo planejamento tradicional, que é aquele em que você determinará em que dias da semana estudará de forma fixa determinada disciplina. Você pode também optar pelo ciclo de estudos sobre o qual eu gostaria de fazer algumas considerações, sendo a primeira delas algo que muitos perguntam, mas o que é de fato esse ciclo de estudos?

Em primeiro lugar, saiba que ciclo de estudos é uma forma de organizar as matérias que você vai estudar ao longo do tempo de que dispõe sem que, para tanto, elas estejam presas a determinados dias.

E quais são os benefícios de estudar dessa forma?

Seguem algumas das grandes vantagens que encontraremos:

– Hábito: estudar por ciclos ajuda a transformar o estudo em um hábito que é integrado à sua rotina como qualquer outra tarefa diária, o que promove o melhor rendimento dos seus estudos;

– Adaptabilidade: a vida é muita dinâmica, e os imprevistos estarão sempre ali para serem usados como motivo para não ter cumprido uma tarefa em determinado dia; com o ciclo, uma disciplina não está vinculada a determinado dia da semana, podendo ser cumprida assim que possível e retomada quando interrompida, dessa forma, o ciclo de adequa à sua rotina e não o inverso;

– Variação: permite que sejam vistas várias disciplinas de forma constante, assim você estará sempre em contato com todas as disciplinas, isso é possível pela rotatividade nas matérias que o ciclo proporciona;

– Contribui para a menor incidência da curva do esquecimento: isso porque, como dito acima, o constante contato que existe com todas as disciplinas promove maior fixação de conteúdo, uma vez que você estará sempre revendo conteúdo;

– Melhora o raciocínio: como há troca de informações de um momento a outro, ao mudar as disciplinas de horas em horas, o cérebro está apto e até mesmo é forçado a buscar novas formas de raciocínio, melhorando, portanto, o seu aprendizado;

– Aumento da motivação: ao girar os ciclos e ver a evolução no aprendizado, você se sente cada vez mais motivado, o que gera um círculo virtuoso (e não vicioso), o que só pode trazer benefícios ao seu processo de estudos;

– Equilíbrio: permite distribuir as matérias de forma equilibrada, de maneira que todas possam ser estudadas e revisadas de forma concomitante.

Bem, essas foram algumas das vantagens de estudar utilizando ciclo de estudos, avalie se ele se encaixa dentro do seu perfil e siga com o planejamento.

Mas, independentemente do padrão pelo qual você opte, o primeiro passo é colocar em uma planilha a sua rotina, isso pode ser feito por meio de aplicativos ou mesmo à mão. Na verdade, isso é o que menos importa, apenas escolha a melhor forma para fazer esse controle e tenha em mente que esse instrumento é feito a seu favor e não para engessar suas atividades, mas sim, proporcionar, como dito, organização e praticidade, promover melhor rendimento e, portanto, resultados efetivos.

Feita sua escolha, você não pode esquecer de considerar fatores como em que momento rende mais nos estudos, se consegue avançar um pouco mais no período noturno, ou se é o tipo de pessoa que não pode dispor de nenhuma hora de sono sem estar prejudicando o dia seguinte diante de  menos horas dormidas. Cabe, no entanto, frisar que, mesmo no caso de pessoas que se sintam bem com menos horas de sono, estas mesmas horas não podem e não devem ser negligenciadas, haja vista a importância de horas adequadas de descanso aliadas a outros fatores que oportunamente serão tratados.

O nosso foco agora é o plano de estudos, que se torna um poderoso instrumento para quem estuda e, como dito, devem ser colocados na planilha os horários e as respectivas atividades a serem realizadas diariamente. É preciso registrar desde o horário em que se acorda até o tempo que é gasto para locomoção, não se trata de estar preso a um sistema metódico que engessa as tarefas, longe disso, ele, ao contrário do que se pode pensar, traz maior liberdade; uma vez que já se sabe o que será realizado e em que momento, não há perda de tempo.

Assim, o ideal é que sejam colocadas, de forma pormenorizada, as tarefas diárias adequando e encaixando o momento de estudar que deverá ser incorporado a sua vida, como qualquer outra tarefa. Feito isso, parabéns, você estará desenvolvendo o hábito de estudar, e isso será um fator diferencial na sua jornada.

É importante estar atento a alguns fatores:  lembre-se de nunca estudar uma única disciplina no dia tentando exaurir todo o seu conteúdo, pois, conforme pesquisas, nosso cérebro não retém tanto conteúdo estando tanto tempo focado no mesmo assunto, assim é fundamental a rotatividade das disciplinas estudadas; cabe fazer uma pausa entre uma disciplina e outra; manter sua qualidade de sono, o que irá influir diretamente no momento nos seus estudos e em qualquer outra atividade.

Devo frisar que o plano deve sempre estar adaptado e ser realizado o mais próximo possível da realidade de cada um e o fundamental é não desistir, a disciplina é determinante, pois no começo pode parecer difícil segui-lo, mas, quando menos se espera, ele já estará inserido na sua rotina e estudar terá virado um verdadeiro hábito que o conduzirá à conquista do seu tão sonhado objetivo.


Cristiane Capita

Servidora Pública do Ministério Público da União. Aprovada em 5 concursos: Secretaria de Estado de Educação do DF /SEE-DF, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística-IBGE, Ministério do Planejamento-MPOG, Ministério da Educação-MEC e Ministério Público da União.


CONCURSOS ABERTOS: veja aqui os editais publicados e garanta a sua vaga!

CONCURSOS 2019: clique aqui e confira as oportunidades para este ano!

Estudando para concursos públicos? Prepare-se com quem mais entende do assunto! Cursos completos 2 em 1, professores especialistas e um banco com mais de 800.000 questões de prova! Garanta já a sua vaga! Mude de vida em 2019!

Estude onde, quando, como quiser e em até 12x sem juros! Teste agora por 30 dias!

Matricule-se!

Para o Topo