Quem nunca sonhou em ser Bombeiro? Veja os detalhes do concurso CBMDF! Até R$ 11,6 mil!

Corpo de Bombeiros Militar do DF (Concurso CBMDF) é mantido pela união e tem uma das maiores remunerações do país! Edital aberto para 779 vagas!

Corpo de Bombeiros Militar do DF (Concurso CBMDF) é mantido pela união e tem uma das maiores remunerações do país! Edital aberto para 779 vagas!

Corpo de Bombeiros Militar do DF (Concurso CBMDF) oferece 779 vagas para candidatos com nível superior. Há vagas para dentistas, médicos, enfermeiros, psicólogos, arquivologistas e muitas outras. O requisito geral de de idade é de 28 anos até a data da inscrição. Mas as vagas do Quadro Complementar e de Saúde exige 35, um fator positivo para profissionais dessa área.

Conquistar uma das oportunidades requer do candidato muita disciplina e horas intensas de estudos. Neste momento inicial, os candidatos que pretendem participar do concurso devem conhecer todas as etapas deste difícil certame. Inicialmente, vamos analisar as especifidade de cada cargo e, posteriormente, todos os detalhes das etapas do certame, como provas objetivas, teste de aptidão física, psicotécnico e outros.

As inscrições serão abertas às 14h00min do dia 18 de julho de 2016 e seguem até às 23h59min do dia 18 de agosto de 2016, observado o horário oficial de Brasília/DF,  no site http://www.idecan.org.br/. A participação só é efetivada mediante o pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 140,00 para oficiais e R$ 90 para os demais postos.

O concurso tem validade de dois anos, devendo ser prorrogado por igual período. Caso isso ocorra, centenas de candidatos devem ser contratados, como ocorreu no último certame, realizado em 2011, em que somente para o cargo de QBMG – 01 – Operacional (Soldado) foram mais de 1.100 nomeações, enquanto o edital oferecia apenas 224 e o total de candidatos aprovados girava em torno de pouco mais de 1.500, o que gera um percentual de quase 500 % de nomeações a mais que o previsto no edital.  Outro destaque é para a função de QBMG – 02 -Condutor e Operador de Viaturas. Enquanto o edital oferecia 56 vagas, o número de nomeações foi de 318 % a mais, um total de 178 (veja todos os detalhes na tabela ao final da matéria).

Oficial – Quadro de Oficiais Bombeiros Militares Combatentes – Idade máxima: 28 anos!

Para o Quadro de Oficiais Bombeiros Militares Combatentes serão disponibilizadas 115 vagas, sendo que 23 vagas providas no 2º semestre de 2017, 23 vagas providas no 1º semestre de 2018, 23 vagas providas no 2º semestre de 2018, 23 vagas providas no 1º semestre de 2019 e 23 vagas providas no 2º semestre de 2019.

Para concorrer a uma vaga, o candidato deverá possuir diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelos sistemas de ensino federal, estadual ou do Distrito Federal; Carteira Nacional de Habilitação no mínimo com categoria tipo “B”; e possuir, no mínimo, 18 anos e, no máximo 28 anos de idade até a data da inscrição no concurso.

A remuneração de Cadete Bombeiro Militar do primeiro ano será de R$ 5.108,08, já acrescidas as gratificações, chegando a R$ 11.654,95 quando graduado ao posto de 2º Tenente.

Oficial – Quadro complementar e Saúde – Idade máxima: 35 anos!

Serão disponibilizadas 24 vagas no Quadro de Oficiais Bombeiros Militares de Saúde e 20 vagas no Quadro de Oficiais Bombeiros Militares Complementar. Oportunidades para graduados em medicina, enfermagem, psicologia, serviço social, engenharia, arquivologia, nutrição, biblioteconomia, museologia e outras áreas. Para concorrer a essas vagas, há uma diferença no requisito de idade em que o candidato deve possuir, no mínimo, 18 (dezoito) anos e, no máximo 35(trinta e cinco) anos de idade até a data da inscrição no concurso, em conformidade com a Decisão 2001/2016-TCDF.

Praça – Qualificação Bombeiro Militar Geral Operacional – Idade máxima: 28 anos!

Serão disponibilizadas 448 vagas, sendo que 194 vagas providas no ano de 2017 e 254 vagas providas no ano de 2018.

Os candidatos às vagas deverão possuir diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelos sistemas de ensino federal, estadual ou do Distrito Federal; Carteira Nacional de Habilitação no mínimo com categoria tipo “B”; e possuir, no mínimo, 18 anos e, no máximo 28 anos de idade até a data da inscrição no concurso.

A remuneração de Soldado 2ª classe será de R$ 5.108,08, já acrescidas as gratificações, chegando a R$ 6.338,87 quando graduado ao posto de de Soldado 1ª classe.

Praça – Bombeiro Militar Geral de Condutor e Operador de Viatura – Idade máxima: 28 anos!

Serão disponibilizadas 112 vagas, sendo que 56 vagas providas no ano de 2017 e 56 vagas providas no ano de 2018.

Os candidatos às vagas deverão possuir diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelos sistemas de ensino federal, estadual ou do Distrito Federal; Carteira Nacional de Habilitação no mínimo com categoria tipo “D”; e possuir, no mínimo, 18 anos e, no máximo 28 anos de idade até a data da inscrição no concurso.

A remuneração de Soldado 2ª classe será de R$ 5.108,08, já acrescidas as gratificações, chegando a R$ 6.338,87 quando graduado ao posto de de Soldado 1ª classe.

Praça – Bombeiro Militar Geral de Manutenção (Aeronaves/Equipamentos) – Idade máxima: 28 anos!

Serão disponibilizadas cinco vagas que serão providas no ano de 2017.  Os candidatos às vagas deverão possuir diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelos sistemas de ensino federal, estadual ou do Distrito Federal; Carteira Nacional de Habilitação no mínimo com categoria tipo “B”; e possuir, no mínimo, 18 anos e, no máximo 28 anos de idade até a data da inscrição no concurso.

Os candidatos para preenchimento das vagas para a especialidade de mecânica de manutenção aeronáutica (Aeronaves/Equipamentos) devem ainda apresentar, no mínimo, uma das certificações de habilitação técnica (CHT), dentro de sua validade legal, emitida por escola de aviação civil homologada pela ANAC, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação, de pelo menos um dos grupos: Grupo Motopropulsor (GMP), Grupo Célula (CEL) ou Grupo Aviônicos (AVI).

A remuneração de Soldado 2ª classe será de R$ 5.108,08, já acrescidas as gratificações, chegando a R$ 6.338,87 quando graduado ao posto de de Soldado 1ª classe.

Praça – Bombeiro Militar Geral de Manutenção (Veículos/Equipamentos) – Idade máxima: 28 anos!

Serão disponibilizadas 55 vagas que serão providas no ano de 2017. Os candidatos às vagas deverão possuir diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelos sistemas de ensino federal, estadual ou do Distrito Federal; Carteira Nacional de Habilitação no mínimo com categoria tipo “D”; e possuir, no mínimo, 18 anos e, no máximo 28 anos de idade até a data da inscrição no concurso.

A remuneração de Soldado 2ª classe será de R$ 5.108,08, já acrescidas as gratificações, chegando a R$ 6.338,87 quando graduado ao posto de de Soldado 1ª classe.

Inicialmente, o concurso está dividido em duas fases, com cinco avaliações. São elas: prova objetiva,  prova discursiva (apenas para o CFO), prova de capacidade física, Inspeção de saúde – exames médicos, biométricos e complementares, testes toxicológicos e exame odontológico, avaliação psicológica e sindicância de vida pregressa e investigação social e funcional, além de curso de formação profissional, que fará parte da segunda fase. Ufa! Extenso não? Pois é, este será o caminho a ser trilhado pelos futuros Praças e Oficias do Corpo de Bombeiros Militar do DF, uma das mais respeitadas corporações do país.

Os interessados que pretendem disputar uma das 779 oportunidades deverão estar preparados em cada uma das fases, que exigem instrução e treinamento específicos. Estar atento às particularidades de cada avaliação é essencial!

Prova Objetiva

O primeiro passo para a aprovação está previsto para o dia 9  de outubro de 2016, em Brasília/DF, nos turno da manhã e tarde, sendo composta por 80 questões de múltipla escolha, a serem respondidas em 4 ou 5 horas, dependendo do cargo. Não só por ser a primeira avaliação, o candidato deve estar com todos os conteúdos exigidos em edital estudados, além de estar familiarizado com o estilo de cobrança do Instituto Idecan. Preparamos o edital verticalizado para maximizar seus estudos. Clique aqui e baixe agora mesmo.

Os candidatos terão seus conhecimentos testados a respeito das matérias de  Língua Portuguesa, Matemática, Química, Física, Noções de Informática, Legislação Pertinente ao CBMDF e demais conhecimentos específicos, divididos uniformemente. Unir o estudo do conteúdo teórico com a resolução de questões é uma forma eficaz de assimilar todas as disciplinas. 

A prova objetiva de múltipla escolha, de caráter eliminatório e classificatório,  terá pontuação total variando do mínimo de 0 (zero) ponto ao máximo de 100 (cento) pontos. Há peso nas questões de conhecimentos específicos (verifique o edital de abertura). Será considerado aprovado na prova objetiva o candidato que obtiver, no mínimo, 50% (cinquenta por cento) do total de pontos da prova e, pelo menos, 1 (um) ponto em cada uma das disciplinas.

Prova Discursiva – Apenas para os cargos de Oficial

Prevista para o mesmo dia da prova objetiva, ou seja, 9 de outubro, essa etapa do certame será aplicada somente para que desejar concorrer aos cargos de Oficial. Será constituída de 1 (um) texto dissertativo abordando tema sobre atualidades. O edital traz as especificações do que pode ser cobra, são eles: Tópicos relevantes e atuais de diversas áreas, tais como segurança, transportes, política, economia, sociedade, educação, saúde, cultura, ciência, tecnologia, inovação, energia, relações internacionais, desenvolvimento sustentável e ecologia, suas interrelações e suas vinculações históricas.

A resposta à prova discursiva deverá ter a extensão mínima de 20 (vinte) e máxima de 30 (trinta) linhas para o texto.

Avaliação de Capacidade Física

Nesta fase do concurso, o futuro praça ou oficial é avaliado quanto a sua capacidade para suportar física e organicamente, as exigências da prática de atividades físicas a que será submetido durante o curso de formação. 

Serão aplicados os seguintes testes: flexão e extensão de cotovelos na barra fixa (para os candidatos do sexo masculino), teste estático de barra com cotovelos flexionados (para as candidatas do sexo feminino), corrida de 12 minutos (ambos o sexos) e natação. Na barra, os candidatos do sexo masculino deverão ter, no mínimo, 8 repetições, enquanto as do sexo feminino 15 (quinze) segundos. Na corrida, o mínimo é de 2.400 metros para o sexo masculino e 2.200 para o feminino. Na natação, o candidato deverá saltar na piscina e nadar 100 (cem) metros em nado livre, no tempo máximo de 02min15seg (dois minutos e quinze segundos) para o candidato do sexo masculino e no tempo máximo de 02min30seg (dois minutos e trinta segundos) para a candidata do sexo feminino.

O candidato será considerado apto ou inapto na prova de capacidade física. Verifique os detalhes específicos de cada teste no edital, disponível abaixo.

Dicas: Uma rotina de preparação física e uma dieta rigorosa são essenciais para a aprovação nessa etapa. Na prova física, não adianta só ter domínio do conteúdo teórico, o que vale é a sua preparação e condicionamento durante a avaliação.

O principal aliado do concurseiro/a antes dessa etapa é o cardápio. Uma alimentação balanceada e programada ajudam não só no aumento da força física, como também tem reflexo direto na resistência do candidato.

Avaliação psicológica

A avaliação psicológica, de caráter eliminatório, consistirá na aplicação e na avaliação de instrumentos e técnicas psicológicas, que permitam identificar a compatibilidade das características psicológicas do candidato com os requisitos necessários e os restritivos ao desempenho das atribuições do cargo pleiteado.

Será avaliado do futuro Bombeiro (Praça/Oficial) a sua responsabilidade, controle emocional, trabalho em equipe, inteligência, tomada de decisão, iniciativa, relacionamento interpessoal, atenção dividida, planejamento, persistência, meticulosidade, dinamismo, raciocínio espacial, memória visual, atenção concentrada, organização, raciocínio abstrato, raciocínio verbal.

A avaliação psicológica será realizada pelo IDECAN, nos dias e nos horários previstos no edital de convocação para a etapa e ocorrerá dentro dos parâmetros estabelecidos no capítulo VIII na Lei Distrital nº 4.949, de 15 de outubro de 2012, no art. 14 do Decreto nº 6.944, de 21 de agosto de 2009, com redação dada pelo Decreto nº 7.308, de 22 de dezembro de 2010, no art. 11 da Lei nº 7.479, de 2 de junho de 1986, com redação data pela Lei nº 12.086, de 6 de novembro de 2009 e nas resoluções do CFP nº 001/2002 e nº 002/2003.

Na avaliação psicológica, o candidato será considerado apto ou inapto. Será considerado apto o candidato que apresentar adequação nos requisitos psicológicos necessários e nos restritivos ao cargo pleiteado. Será considerado inapto o candidato que não apresentar adequação nos requisitos psicológicos necessários e nos restritivos ao cargo pleiteado.

Inspeção de saúde

A inspeção de saúde terá caráter eliminatório e o candidato será considerado apto ou inapto. O exame médico objetiva aferir se o candidato goza de boa saúde física e psíquica para suportar os exercícios a que será submetido durante o Curso de Formação Inicial Técnico-Profissional e para desempenhar as tarefas típicas da categoria funcional. Para mais detalhes, acesse o edital abaixo.

Sindicância de vida pregressa e investigação social e funcional

A investigação social verificará a conduta irrepreensível e a idoneidade moral necessária ao exercício do cargo, tendo como resultado INDICADO ou CONTRAINDICADO. Todos os candidatos serão submetidos à investigação social que se estenderá da inscrição até a nomeação, observando-se antecedentes criminais, sociais, familiares e profissionais.

A sindicância da vida pregressa e investigação social e funcional será realizada pelo Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal, por meio do Centro de Inteligência – CEINT, com base em documentos oficiais, informações e pesquisa de campo, conforme necessidade de complementação de informações, sobre a conduta do(a) candidato(a), constantes no Formulário de Investigação Social e Funcional – FISF, o qual será disponibilizado ao candidato, convocado para essa fase, em endereço eletrônico a ser disponibilizado pelo organizador do certame, em Edital de convocação específico para a Fase de Sindicância da Vida Pregressa e Investigação Social e Funcional.

O candidato não recomendado na investigação social será eliminado e não terá classificação alguma no concurso. 

Curso de Formação Profissional

Oficial: O CFOBM será desenvolvido em regime integral e sob sistema de internato com dedicação exclusiva e duração de 1815 (mil oitocentas e quinze) horas aula no primeiro ano e 1798 (mil setecentas e novena e oito) horas aula no segundo ano, com conteúdo (podendo algumas disciplinas serem desenvolvidas por meio da modalidade de Ensino à Distância – EAD) e carga horária definidos pela Diretoria de Ensino da Corporação, devendo, o Cadete sujeitar-se ao regime escolar e às demais exigências previstas no currículo.

Durante a realização do Curso de Formação, o aluno (Cadete) perceberá remuneração mensal, de acordo com a Lei de Remuneração do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal.tabela-cbmdf

Após o curso, obtendo aproveitamento, o Cadete será declarado Aspirante a Oficial BM, mediante ato do Comandante-Geral.

PraçasO CFOBM será desenvolvido em regime integral e sob sistema de internato com dedicação exclusiva e duração de 1815 (mil oitocentas e quinze) horas aula no primeiro ano e 1798 (mil setecentas e novena e oito) horas aula no segundo ano, com conteúdo (podendo algumas disciplinas serem desenvolvidas por meio da modalidade de Ensino à Distância – EAD) e carga horária definidos pela Diretoria de Ensino da Corporação, devendo, o Cadete sujeitar-se ao regime escolar e às demais exigências previstas no currículo.

Durante a realização do Curso de Formação, o aluno (Soldado de 2ª Classe) perceberá remuneração mensal, de acordo com a Lei de Remuneração do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal.

Após o curso, obtendo aproveitamento, o Soldado de 2ª Classe será promovido a Soldado de 1ª Classe, mediante ato do Comandante-Geral.

Todos os detalhes do edital com o professor e major do CBMDF, Eduardo Luiz

Conheça um pouco da carreira de Bombeiro Militar do DF

Detalhes:

  • bullet1.gif (844 bytes)Concurso: Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (Bombeiros/DF)
  • bullet1.gif (844 bytes)Banca organizadora: Idecan
  • bullet1.gif (844 bytes)Cargos: Praça; Oficial
  • bullet1.gif (844 bytes)Escolaridade: Nível Superior
  • bullet1.gif (844 bytes)Número de vagas: 779
  • bullet1.gif (844 bytes)Inscrições: de 18 de julho de 2016 a 18 de agosto de 2016
  • bullet1.gif (844 bytes)Taxa: R$ 140 ou R$ 90
  • bullet1.gif (844 bytes)Remuneração: Até R$ 11,6 mil
  • bullet1.gif (844 bytes)Prova objetiva: 9 de outubro de 2016
edital

Operacional

edital

Condutor

edital

Oficial

edital

Man. Aero

edital

Man. Veículos

edital

Saúde

Todos os cursos em nosso portal estão reformulados conforme o novo edital e contam com exercícios Idecan, simulados exclusivos e materiais em PDF – agora em novo formato! Ao adquirir um dos preparatórios disponíveis, você terá a garantia de um conteúdo completo e atualizado. Aproveite e matricule-se agora com valor promocional!

Preparatórios online com início imediato e visualizações ilimitadas!
Prepare-se com quem mais aprova há 26 anos e conquiste a sua vaga!

matricule-se 3

carreiras policiaisPRF: Gran Cursos em primeiro lugar!

Antecipe sua preparação e saia na frente!

garantia GCO

Depoimentos de alunos aprovados AQUI. Casos de sucesso:
CHEGUEI-LÁ2        CHEGUEI-LÁ     CHEGUEI-LÁ2       CHEGUEI-LÁ-Natálial    CHEGUEI-LÁ (7)
CHEGUEI-LÁ-Felipe

Principais de Distrito Federal

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o Topo