Questões de Crase para Concursos. Veja os comentários!

Se você tem dificuldade com questões de crase para concursos, confira as nossas dicas para garantir a melhor pontuação na próxima prova!

Avatar


30/07/2021 | 17:09 Atualizado há 54 dias

Você sabia que a Língua Portuguesa é a disciplina responsável pela reprovação da maioria dos concurseiros? Não é de surpreender, já que é uma disciplina presente na maioria dos concursos públicos. Neste contexto, as questões de crase para concurso são responsáveis por um bom percentual de questões fáceis de errar.

A principal razão disso está na técnica de estudo: muitas pessoas se concentram em decorar as regrinhas, mas deixam de praticar. Assim fica mais difícil de fixar o conhecimento. Mas não se preocupe! Você pode contornar esse problema estudando pela resolução de questões de concurso comentadas. Acompanhe para descobrir mais maneiras de desmistificar as questões de crase, conseguir a pontuação máxima e garantir a aprovação no concurso público!

Destaques:

 

Questões de crase para concurso: quais são as principais regras que você precisa se lembrar?

A colocação correta da crase é regida por algumas regras que devem servir de base para julgar todas as questões de crase que você encontrar. Confira!

Quando usar a crase:

  1.  Na frente de substantivos femininos para complementar a ação expressa em um verbo. Por exemplo: O verbo ‘ir” e a palavra “padaria”. Vou a (a) padaria= Vou à padaria.
  2. Na frente de substantivos femininos para atender à complementação nominal. Por exemplo: se sou favorável, sou favorável “a” algo. O adjetivo requer uma complementação, logo acompanha o artigo a.  Se complemento é mudança, a palavra é feminina, então também é acompanhada do artigo “a”. Logo, “sou favorável à mudança”.
  3. Em pronomes demonstrativo (aquele, aquela, aqueles, aquelas) quando eles exercem função de complemento verbal ou nominal. Por exemplo, o verbo obedecer requer complementação e quero me referir à regras específicas. Logo, “Você precisa obedecer àquelas regras”.
  4. Em locuções adverbiais acompanhadas de substantivos feminino. Por exemplo: às vezes, às pressas, à tarde.
  5. Em locuções conjuntivas (duas palavras diferentes, que juntas compõe um mesmo sentido). Por exemplo: à proporção (de).

Questões de crase para concurso: como é a cobrança?

As questões de crase para concurso geralmente estão contextualizadas com um texto e requerem do candidato o julgamento da aplicação do acento indicativo de crase. Também pode ser assunto de questões casos especiais e de substituição de termos.  Como por exemplo: Antes de “que” e “de”, desde que o “a” tenha valor de “aquela” ou subentenda palavra feminina.

A melhor maneira de decorar os casos de aplicação de crase (incluindo a exceção) é por meio da resolução de questões de concurso! Sempre que possível, opte pelos itens com gabarito comentado. Afinal, assim você conferir uma explicação contextualizado logo depois de resolver o item.

Para saber mais dicas sobre o uso de crase para concursos, clique aqui. 

 

Questões de crase para concurso inéditas no Gran Cursos Questões

Já mencionamos a importância de resolver questões de crase para concursos. Somente a prática faz a perfeição, afinal de contas! E onde você pode encontrar questões de crase para concurso com gabarito comentado para te auxiliar nos estudos? A resposta é: no Gran Cursos Questões! 

Nossa plataforma conta com um acervo de mais de 1 MILHÃO de questões de concurso, com 372 MIL questões já comentadas por nossos professores especialistas. Descubra como está o seu desempenho na língua portuguesa e se você está dominando as questões de crase  criando um simulado personalizado sobre o tema.

Quer conhecer um pouco mais sobre o Gran Cursos Questões? Confira abaixo algumas das questões INÉDITAS que você encontra lá!

Emprego indicativo de sinal de crase

(PC PR- FUNPAR – NC/UFPR (Questões inéditas) – Investigador e Papiloscopista – 3º Simulado) 

A farda que veste policiais negros

O olhar de policiais negros complexifica o debate sobre ____ seletividade racial da atuação policial. Complexifica, mas confirma que, sem uma mudança institucional profunda, não haverá fim ____ violência policial. Pesquisa recém-lançada com coordenação de Jacqueline Sinhoretto (UFSCar) joga luz sobre estas questões. O estudo “Policiamento ostensivo e relações raciais” entrevistou policiais em SP, MG, RS e DF. Escutemos o que diz o corpo negro de farda.

Segundo ____ pesquisa, policiais negros defendem, de um lado, que o método de policiamento ostensivo — que gera em maior número prisões em flagrante e letalidade policial entre negros (pretos e pardos) — é “discriminatório e violento” e, de outro, policiais negros possuem orgulho de uma corporação com negros no seu alto escalão e que permite ____ sua ascensão social. Policiais negros relataram aos pesquisadores o receio que sentem quando são parados, durante a folga, por colegas policiais dirigindo um bom carro.

Esta dupla consciência — do corpo negro fardado — levanta questões importantes para que entendamos como enfrentar o racismo nas polícias. Desmantelar racismo como prática policial passa por envolver policiais negros na reflexão sobre o silenciamento institucional do racismo. Quando os protestos negros contra violência policial eclodiram em Ferguson e Baltimore, nos EUA, entre 2014-5, debateu-se o papel de policiais negros frente ao racismo policial.

No livro “Hands Up, Don’t Shoot”, Jennifer E. Cobbina elenca duas hipóteses: mais policiais negros poderiam diminuir conflitos (tese da “accountability comunitária”), ou, alternativamente, policiais negros, como brancos, percebem certos grupos étnico-raciais como perigosos (tese da ameaça minoritária). O que os protestos antirracistas nos ensinaram é que ambas as teses são insuficientes para explicar ____ visão de policiais negros, como aponta o livro de Cobbina.

(Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/colunas/thiago-amparo/2020/10/a-farda-que-veste-policiais-negros.shtml)

Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas, na ordem em que aparecem no texto.

A. a – à – a – à – a.
B. a – à – a – a – a.
C. a – a – a – à – à.
D. à – à – à – à – a.
E. a – a – a – a – a.

Resposta

Letra B.

A preposição “sobre” precedeu a primeira lacuna; então ocorre apenas artigo “a” diante de “seletividade”, portanto sem crase, porque sem preposição “a”.

Na segunda lacuna, existe relação de regência para complementar “não haverá fim”; uma comparação que ajuda a compreender consiste em escrever “não haverá fim para a violência policial”; assim fica claro que existe preposição “para” e artigo “a”, como também pode haver preposição “a” para se unir com o artigo “a”, formando crase obrigatória.

A terceira lacuna foi precedida pela conjunção “segundo”; essa conjunção não rege preposição, portanto temos apenas artigo “a”, sem crase, porque não ocorre aí preposição “a”.

A quarta lacuna inicia objeto direto do verbo “permite”; então não existe aí preposição “a”, mas somente artigo “a”, portanto sem crase (cuidado para não pensar que basta aparecer pronome possessivo “sua” para que seja facultativa a crase; é preciso, primeiro, que exista regência de preposição “a”, mas isso não houve com o verbo transitivo direto “permitir”; então fica proibida a crase).

Raciocínio similar ocorre na última lacuna, precedida do verbo transitivo direto “explicar”, por isso sem preposição, mas apenas com artigo “a”, sem crase.

*Resposta pelo professor Márcio Wesley da equipe Gran

Regras práticas de ocorrência de crase

(TCDF – Auditor de Controle Externo. CESPE/ Cebraspe (Questões inéditas). 2020 –  3º Simulado)

Questões de Crase para Concursos. Veja os comentários!

Acerca dos aspectos gramaticais e semânticos do texto, julgue os itens subsequentes.

Caso se substitua “projetos” (l. 7-8) por plantas, deverá ser empregado necessariamente o sinal indicativo de crase diante dessa nova palavra.

(C).Certo
(E).Errado

Resposta

ERRADO.

Não basta empregar o sinal de crase. Será preciso adicionar o artigo definido no plural “as”. Se permanecer apenas a preposição “a”, não haverá sinal de crase diante do plural plantas.

*Resposta pelo professor Márcio Wesley da equipe Gran

Não erre mais as questões de crase estudando com o Gran Mática!

Para mais dicas de como utilizar corretamente a crase, confira a nossa série exclusiva de língua portuguesa ministrada pelo professor Elias Santana!

Quer ficar por dentro dos concursos públicos abertos e previstos pelo Brasil? Clique nos links abaixo:

CONCURSOS ABERTOS

CONCURSOS 2021

Receba gratuitamente no seu celular as novidades do mundo dos concursos!
Clique no link abaixo e inscreva-se gratuitamente:

TELEGRAM

 

Avatar

Equipe do Gran Cursos Online
0

0

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *