Caixa

Concurso Caixa terá a convocação de 2 mil candidatos! Confira!

Novo concurso visa a contratação de candidatos com deficiência

CEF estuda contratação de novos empregados públicos.

Concurso caixa teve mais de 30 mil aprovados

Cerca de 2 mil aprovados no último concurso para a Caixa Econômica Federal (Concurso Caixa) serão convocados em breve! As convocações correspondem à contratação de novos servidores Portadores de Necessidades Especiais (PNE), para atuarem em agências de todo o país.

A informação foi confirmada pelo presidente do banco, Pedro Guimarães, durante cerimônia entre a Caixa e o Comitê Paraolímpico. A data e o prazo para publicação não foram informados.

A decisão cumpre a ordem da Justiça do Trabalho que, no mês passado, mandou a Caixa cumprir a Lei de Cotas e, para isso, contratar 2.500 pessoas com deficiência para se adequar à legislação.

Além disso, candidatos aprovados no último concurso fora das cotas para PNE serão convocados a partir do segundo semestre de  2019.

A afirmação foi feita pelo presidente da instituição juntamente ao anúncio do Programa de Demissão Voluntária (PDV), destinado aos 28 mil funcionários de diversas matrizes e escritórios regionais.

Concurso Caixa: entenda o caso

Em 2014 foi realizado o último certame para a instituição. A seleção foi organizada pela banca Cespe, atual Cebraspe, em dois editais que visaram preencher 9 vagas efetivas para os cargos de Engenheiro nas áreas: Civil, Elétrica, Mecânica e Médico do Trabalho, além de formação de cadastro de reserva para o cargo de Técnico Bancário Novo.

O prazo de validade do concurso era de um ano, mas em maio de 2015, a Caixa Econômica Federal prorrogou por mais um ano este prazo. A seleção passou assim a ter validade até o dia 16 de junho de 2016 para os cargos de Técnico Bancário Novo, e até o dia 26 de junho de 2016 para os cargos de nível superior.

Contudo, nos últimos três anos ocorreram várias mobilizações. Isso porque muitos aprovados não foram convocados, embora a CEF esteja com o seu quadro de pessoal reduzido devido a aposentadorias e ao Programa de Demissão Voluntária (PDV).

Segundo informações publicadas no site da Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal – FENAE, em 2014, a Caixa encerrou o ano com um pouco mais de 101 mil empregados.  Ainda, nesse ano de 2014, ficou estabelecido que a CEF contrataria mais de dois mil empregados, conforme o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) 2014/2015. Isso aumentaria o número de bancários para 103 mil, mas muitos desligamentos foram realizados. Atualmente, estima-se que 16 mil deixaram a instituição.

Diante das incertezas de convocação dos aprovados e de acusações que o banco estaria descumprido o Acordo Coletivo de Trabalho 2014/2015, o Ministério Público do Trabalho do Distrito Federal e do Tocantins ajuizou Ação Civil Pública contra a CEF.

A sentença proferida, em 6 de outubro de 2016, pela juíza Natália Queiroz Cabral, do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região, condenou a instituição a apresentar um estudo de dimensionamento do seu quadro de pessoal e um cronograma de contratação dos aprovados do último concurso de 2014, além de manter a vigência do concurso por prazo indefinido até que toda a tramitação da Ação Civil Pública fosse concluída.

Em agosto de 2018, o julgamento da Ação Civil Pública foi suspenso. Dessa forma  a validade do certame, também, segue suspensa por liminar até o trânsito em julgado da decisão.

Concurso Caixa: cargo Técnico Bancário

Para participar da seleção, os candidatos precisavam ter nível médio completo. A remuneração inicial ofertada era de R$ 2.025,00 para cumprir carga horária de 6 horas diárias, caracterizando 30 horas semanais.

Além da remuneração, os Empregados públicos da Caixa Econômica recebem outros benefícios como: evolução salarial ao longo de sua trajetória profissional, possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional, participação nos lucros e nos resultados, auxílio refeição/alimentação, possibilidade de participação em plano de saúde e em plano de previdência complementar, entre outros.

Os candidatos foram avaliados por meio de provas objetivas e prova discursiva, ambas de caráter eliminatório e classificatório.  Conforme descrito no quadro abaixo.

Ao todo, foram 1.156.744 inscritos para todos os polos.

Detalhes do concurso Caixa Econômica Federal

CONCURSOS ABERTOS: veja aqui os editais publicados e garanta a sua vaga!

CONCURSOS 2019: clique aqui e confira as oportunidades para este ano!

Estudando para concursos públicos? Prepare-se com quem mais entende do assunto! Cursos completos 2 em 1, professores especialistas e um banco com mais de 800.000 questões de prova! Garanta já a sua vaga! Mude de vida em 2019!

Estude onde, quando, como quiser e em até 12x sem juros! Teste agora por 30 dias!

Matricule-se!

Cheguei Lá

8 Comentários

8 Comentários

  1. Daniel

    21/06/2019 11:46 em 11:46

    Fake news! O próprio presidente afirmou que não haverá concurso, e esses 2000 pdc serão nomeados concurso de 2014,que continua vigente por determinação judicial. Além disso a justiça do trabalho proibiu a Caixa de realizar novo certame enquanto não chamar os aprovados de 2014.
    Repito Não haverá Concurso da Caixa !

    • John

      22/06/2019 09:59 em 09:59

      Sai daí, doido. Procure na internet o vídeo da esposa do presidente dizendo que haverá contratação de 2.000 PDC. Se liga.

    • Dom

      22/06/2019 12:48 em 12:48

      Ora, como pode afirmar com tanta certeza que não haverá concurso? Por acaso exerce algum cargo de direção na empresa? Por acaso você é o Presidente da República? Consegue prever o futuro? Como vão repor as aposentadorias e desligamentos sem concurso? Pode demorar para sair, mas está previsto na Constituição a realização de concursos públicos como forma de provimento de cargos no serivço público. Cada doido que me aparece!

      • Angelita Bau

        28/06/2019 12:34 em 12:34

        Já li em vários lugares que essas 2.000 vagas para PCD serão preenchidas pelos classificados no concurso de 2014 sim.

    • Denis Miguel

      15/07/2019 06:54 em 06:54

      doidão vai estudar primeiro, o Tribunal do trabalho não pode ser inconstitucional.

  2. davi

    21/06/2019 17:11 em 17:11

    Concurso será apenas para PNE??

  3. Jaime

    28/06/2019 23:54 em 23:54

    Pessoal, não tem como contratar esses 2500 pcd’s respeitando os 5% para pcds previsto no edital de 2014.
    pra chamar 2500 vão ter que contratar 50mil dos candidatos da ampla ? acham mesmo que vão fazer isso????

    tá parecendo que vão chamar apenas um pouco de 2014 respeitando os 5% do edital, e farão novo concurso, exclusivamente para pcd’s. e tem que ser logo, se não vão continuar pagando a multa de 1milhão de reais por dia

  4. Jhon Maycon

    06/07/2019 12:43 em 12:43

    Quando começa a inscrição e em qual site ?

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o Topo