Concurso para professores da Secretaria de Educação do DF contará com redação! Veja dicas!

Avatar


14/01/2016 | 15:38 Atualizado há 1810 dias

 Secretaria de Educação do DF

Secretaria de Educação do DF (SEDF)

Está cada vez mais próximo o lançamento do novo concurso público destinado ao preenchimento nos cargos de professor e da careira de Assistência à Educação do DF. Vários detalhes da seleção já estão acertados, como a contratação do Cespe/UnB organizador, oferta para nível médio e lançamento do edital. A notícia que trazemos quentinha para quem deseja ingressar no Magistério Público do DF é que a nova seleção para professores necessitará, diferentemente dos últimos concursos abertos, de uma avaliação subjetiva.

O anúncio foi feito pelo secretário de educação do DF, Júlio Gregório, em uma entrevista a uma emissora de rádio. “Nós entendemos que não é uma questão de preço é uma questão de qualidade. A gente tem que assegurar que um professor saiba produzir pelo menos um texto, mínimo, para que ele possa trabalhar os seus alunos. Independente dele ser professor de matemática, de física, de português, de história ou de geografia.” afirmou Gregório.

Ficou confirmado, ainda, que a seleção está mantida e não será afetada pela suspensão anunciada pelo Governo de Brasília. Segundo o secretário, o governo do Distrito Federal está trabalhando no concurso para que o mesmo aconteça no próximo ano, visto que, são esperadas aposentadorias e a necessidade de novos profissionais é crescente. 

A oferta para docentes será de 1.500 vagas, conforme já confirmou o Governador de Brasília. “Para o início do ano letivo, nosso governo irá contratar 4.600 professores temporários. Eles ocuparão as vagas de servidores em licença ou que estejam em algum cargo de coordenação nas escolas. É importante registrar que ainda neste primeiro semestre vamos realizar concurso para a contratação de mais 1.500 professores efetivos”, pontuou rollemberg em sua rede social (veja abaixo).  sedf

Dados obtidos por meio da Lei de Acesso à Informação mostram que 1.609 professores da rede pública estarão aptos a se aposentar até o fim de 2016. O número representa 5,4% do efetivo atual, composto por 29.748 funcionários. O levantamento aponta que, caso não seja realizado nenhum concurso para a categoria, 11% dos professores do DF podem se retirar – cumprindo os requisitos para pedir aposentadoria por tempo de contribuição e idade – até o fim do mandato de Rodrigo Rollemberg, em 2018. 

Consultada, a professora e especialista em redação do Gran Cursos Online, Vânia Araujo, deixou algumas dicas para quem está se preparando para o certame da SEDF e deverá, agora, se preparar para uma nova fase de avaliação. 

Como escrever um bom texto?

A criação de um bom texto requer, sobretudo, harmonia em sua estrutura: quando suas partes constitutivas se correlacionam ordenadamente, proporcionam não somente uma leitura agradável como também uma satisfatória assimilação das ideias.

E, para que isso aconteça, o autor precisa deixar afluir algumas qualidades tais como a criatividade na exposição das ideias, a escrita leve manifestando claramente o pensamento, a correção gramatical, a unidade temática da composição e o emprego de expressões adequadas e essenciais para a expressão das ideias, que precisam ser substanciais e consistentes (com muita objetividade, acima de tudo).

Quanto à objetividade, nas redações de concursos, esta pode ser entendida como a procura pelo adequado e relevante, ou seja, tudo que ali se escreve deve estar proporcional às convenções próprias de um texto (legibilidade, correção, construções equilibradas) e ao conteúdo cobrado no concurso.  Tome muito cuidado para não fugir ao tema proposto: faça uma leitura atenta do enunciado da redação, procurando extrair exatamente o que a banca deseja de você. É aí, na realidade, que começa a sua redação.

Mas, a questão crucial para a produção de um bom texto passa por aquilo que nenhum candidato gostaria de ouvir: é preciso ter tempo para praticar. Comece pela pesquisa e organização dos dados (etapa da preparação para o tema), escreva, releia, reescreva, peça que alguém leia o seu texto e que faça observações. Seus leitores podem ser os próprios colegas, amigos ou membros de um grupo de estudos. Organize um grupo de estudos no qual, entre outras coisas, todos escrevam para todos.

Em síntese, se você até hoje não conseguiu escrever tão bem quanto necessita, é porque não exerceu o ato de escrever textos com a mesma frequência com que pratica a fala (ou a própria leitura). Mas saiba que é possível melhorar mais e mais, se continuar praticando. Redigir é uma habilidade e habilidades são adquiridas com a prática constante.

Para começar a praticar, faça um plano concreto de abordagem do assunto:

– Formule uma questão sobre o assunto em torno do qual seu texto vai girar.

– Selecione as ideias que serão abordadas do início ao fim do texto.

– Relacione-as uma abaixo da outra. Assim, dará para mudar alguma delas de lugar e ter uma ideia geral da redação.

– Faça um elenco de argumentos, causas e consequências.

– Se possível, elabore soluções para o problema em questão.

– Construa o texto a partir dessas ideias, sem esquecer a norma culta, a coesão, a coerência e a concisão.

Sobre o concurso

O magistério público do DF é composto pelos cargos de professor de educação básica e pedagogo-orientador. A função de professor requer habilitação específica, obtida em curso superior com licenciatura plena ou bacharelado com complementação pedagógica, nas seguintes áreas de atuação: anos iniciais e finais do ensino fundamental; ensino especial; educação infantil; 1º, 2º e 3º segmentos da educação de jovens e adultos; ensino médio; e educação profissional. Já o emprego de pedagogo necessita de formação em curso superior em pedagogia, desde que habilitado ou pós-graduado em orientação educacional, nas mesmas áreas de atuação do professor. No entanto, o último cargo conta com concurso em vigência e os aprovados aguardam nomeação. O vencimento padrão para a carga de 20h semanais é de R$ 2.508,26, podendo chegar a R$ 4.514,87, para carga de 40h semanais.

Já a Carreira Assistência à Educação do DF é composta pelos cargos efetivos de Técnico, Monitor e Analista de Gestão Educacional. O cargo de Analista exige curso superior ou habilitação legal equivalente, fornecido por instituição de ensino devidamente reconhecida pelo ministério da Educação, com formação nas áreas indicadas e, nos casos especificados no edital normativo do concurso, inscrição em Conselho de Classe. São atribuições do analista: gestão, coordenação e execução de atividades técnicas, administrativas, logísticas e de atendimento no âmbito de competência da Secretaria de Estado de Educação. O inicial é de R$ 4.076,99.

O posto de Técnico exige nível médio e, quando exigido em edital de concurso, curso técnico e inscrição no conselho de classe. São atribuições do técnico: apoio administrativo às atividades técnicas, administrativas, logísticas e de atendimento no âmbito de competência da Secretaria de Estado de Educação.

Por fim, o cargo de Monitor exige apenas nível médio completo para ingresso e a colocação tem as seguintes atribuições: apoio administrativo às atividades técnicas, administrativas, logísticas e de atendimento no âmbito de competência da Secretaria de Estado de Educação. Os postos de técnico e monitor contam com inicial de R$ 2.122,69.

Todos os cargos exercerão suas funções em carga de 40h semanais.

Detalhes:

  • bullet1.gif (844 bytes)Concurso: Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal (SEDF)
  • bullet1.gif (844 bytes)Banca organizadora: Cespe/UnB
  • bullet1.gif (844 bytes)Cargos:  Professor; Analista; Técnico; Monitor
  • bullet1.gif (844 bytes)Escolaridade: Nível médio e superior
  • bullet1.gif (844 bytes)Estados: DF
  • bullet1.gif (844 bytes)Número de vagas: 1.500
  • bullet1.gif (844 bytes)Remunerações: Até R$ 5 mil
  • bullet1.gif (844 bytes)Situação: AUTORIZADO
  • bullet1.gif (844 bytes)Previsão p/ publicação do edital: 2016

Gostou desta oportunidade? Comece a sua preparação hoje mesmo e conquiste a sua vaga. Cursos online com início imediato e visualizações ilimitadas!

matricule-se 3

Antecipe sua preparação e saia na frente!

Depoimentos de alunos aprovados AQUI.

CHEGUEI-LÁ (2)  MARGARIDA  CHEGUEI-LÁ2  CHEGUEI-LÁ (7)

 

Comentários (1)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *