Gabriel Granjeiro

Lições de Silvio Santos para os concurseiros

É feliz quem sonha, mas só tem sucesso quem se dispõe a pagar o preço para transformar o sonho em realidade.” – Silvio Santos

Todos que me acompanham neste espaço sabem como eu gosto de estudar a biografia de empreendedores e de gente interessante, cujos feitos eu considere inspiradores. Aprecio ler sobre essas pessoas por acreditar que a história delas pode me ajudar em meus projetos pessoais, em minha atuação como empreendedor e, em especial, na missão que assumi de realizar os sonhos dos nossos alunos e de quem me segue aqui e nas redes sociais.

Como prometi em conversas anteriores com meus leitores, chegou a hora de resumir o que nos ensina a biografia de um dos maiores empreendedores que este país já viu: Silvio Santos. Hoje vamos falar um pouco sobre as grandes lições que os concurseiros podem extrair da vida desse homem que mudou para sempre os meios de comunicação no Brasil. Para tanto, vamos nos basear no livro “A Fantástica História de Silvio Santos”, do jornalista e repórter Arlindo Silva, que trabalhou durante vários anos com o empresário. Indiquei a leitura dessa obra no Clube do Livro GG, projeto que lancei em minhas redes sociais e no qual indico uma obra para leitura por mês. Procuro selecionar livros que possam contribuir de alguma forma para o projeto de estudar para concursos, seja como leitura motivacional, seja como apoio psicológico, seja ainda como fonte de conhecimento técnico. Se você tiver interesse em participar do Clube, basta me seguir no Instagram e/ou no  Facebook.

Então, vamos à nossa análise?

Você há de concordar que, em nosso país, quando se pronuncia a palavra “comunicador”, a primeira imagem que vem à mente é a de Senor Abravanel, o “patrão”, o “dono do Baú”, o conhecidíssimo e amado por todos os brasileiros Silvio (porque sua mãe o chamava assim) Santos (porque os santos protegem as pessoas). Sincero, espirituoso, autêntico e polêmico, esse grande frasista e fenômeno da comunicação costumava ser chamado, no início da carreira, de “Peru que Fala”, porque ficava muito vermelho de vergonha na hora de apresentar as atrações. Hoje, o camelô que se tornou apresentador é o mais imitado comunicador do Brasil e tido como ícone de sucesso.

Ao longo de toda a sua vida, Silvio Santos demonstrou reunir muitos dos atributos sobre os quais já comentamos por aqui. Desde muito cedo ele revelou ter coragem para enfrentar as dificuldades e ousar nos momentos difíceis, além de inabalável , que foi reiteradamente testada, inclusive no episódio do sequestro de uma de suas filhas e dele próprio. Também não faltaram oportunidades para ele dar mostras de sua autoconfiança, ainda que alguns desses momentos se traduzissem em infortúnios praticamente impossíveis de superar. Resiliente, ele tentou de novo mesmo depois de sofrer derrotas e, dono de uma característica muito marcante das pessoas exitosas, honestas e disciplinadas, soube manter a alegria durante toda a caminhada, e não apenas na chegada ao destino. Seu faro apurado fica evidente quando notamos como ele acerta na escolha das companhias, dos colaboradores – “colegas de trabalho” – e dos líderes em seus negócios. E não há como deixar de reparar em sua enorme vontade de agir e de nunca procrastinar. O homem está sempre em busca de grandes resultados e não dorme no ponto. Nunca.

“O período dedicado ao estudo deve ser visto como uma fase que merece ser tão desfrutada quanto a etapa das provas e – esse é fácil – o momento da assinatura do termo de posse no cargo, a partir de quando muitas outras necessidades básicas e secundárias do (ex-)concurseiro serão finalmente satisfeitas.”

E como trabalha! E como tem prazer nisso! “Eu acho que o trabalho é uma necessidade. Hoje é o meu principal divertimento. Sou um homem preso ao trabalho mais porque gosto, não pelo que o trabalho me dá. Pelo contrário, desgasta, mas me dá grandes emoções e eu sou um homem que gosta de emoções”, diz. Essa visão de mundo deve nos inspirar, concurseiro, para que também encaremos a preparação para concurso público – que não deixa de ser um (árduo) trabalho – como fonte de prazer. O período dedicado ao estudo deve ser visto como uma fase que merece ser tão desfrutada quanto a etapa das provas e – esse é fácil – o momento da assinatura do termo de posse no cargo, a partir de quando muitas outras necessidades básicas e secundárias do (ex-) concurseiro serão finalmente satisfeitas. O candidato a uma vaga no serviço público tem de aprender a gostar da jornada que escolheu, por mais sofrida que ela lhe pareça vez ou outra. Só assim ele a tornará mais leve. Estudar é um privilégio que nem todos têm, e você que está lendo estes conselhos não pode se esquecer disso! A esse respeito, gosto muito deste post que publicamos recentemente em nossas redes sociais:

Além de todo o prazer que Silvio Santos demonstra ter com o trabalho, o nosso animador-empresário deposita muita fé em tudo que faz. Na verdade, ele coloca Deus à frente de tudo. Quando foi homenageado com o título de Carioca Honorário, ele declarou: “Há um ditado que diz: ‘Deus ajuda a quem madruga’. Posso garantir que, se eu tenho madrugado, Deus também tem me ajudado, e muito. E talvez seja por essa ajuda que Deus sempre me deu, que eu tenho procurado, na minha vida, seguir alguns dos seus ensinamentos, fazendo da humildade uma norma de conduta, da honestidade um princípio sagrado e da vontade de trabalhar uma filosofia de vida”. Veja bem, concurseiro: humildade, honestidade, fé e muito trabalho são forças extraordinárias, capazes de converter sonhos em realidade. Se puderam transformar um camelô em um dos maiores empreendedores do nosso país, podem perfeitamente fazer de um concurseiro um concursado.

Silvio é uma pessoa grata e faz questão de demonstrar essa gratidão, especialmente pelas pessoas que o ajudaram a construir a sua fama e o seu grupo empresarial e conglomerado de mídia. Ele cita, por exemplo, Manoel da Nóbrega, que lhe “deu” o Baú da Felicidade. Assimile aí a grande lição desse senhor, simultaneamente mestre e discípulo de Silvio Santos: “Não desejamos fazer promessas. Para quê? Nosso passado cheio de lutas e realizações há de espelhar o nosso futuro… Em nossa filosofia de trabalho os homens são transitórios. A ideia será indestrutível. Os homens que estão conosco e os outros que virão um dia terão de obedecer à nossa ideia. Nunca nos afastamos da ética, nunca pisamos nos que caíam, nunca empurramos os que estavam à nossa frente. Vamos somar, não diminuir. Multiplicar, não dividir. Construir, não destruir. Jamais usaremos a intriga ou calúnia para eliminar terceiros”.

Já deu pra notar como os valores apregoados por Manoel da Nóbrega são relevantes para qualquer pessoa e, em especial, para quem enfrenta a longa caminhada da preparação para concurso público, não deu? Eles encontram amparo em diversos momentos da biografia de Silvio Santos, que aconselha a lutar em vez de ficar apenas esperando a vida passar; a ir em busca de conquistas com méritos próprios e sem “passar por cima” de ninguém; a empregar a ética, a verdade, a sinceridade em todas as ocasiões da vida pública e privada; a ter humildade para encontrar o caminho que conduz às alturas; a construir um belo futuro de bases sólidas, resultado dos ensinamentos que a vida dá e da aprendizagem com os erros do passado; a viver o hoje onde quer que a vida esteja acontecendo, fervilhando.

“Não ache que as coisas da vida são fáceis. Tudo na vida tem que ser lutado; e, quando você conquistar uma coisa fácil, desconfie, pois ela não é tão fácil como parece”.

Para concluir, ouça mais esta lição que o nosso personagem nos ensina e que parece resumir tudo que foi dito até aqui: “Não ache que as coisas da vida são fáceis. Tudo na vida tem de ser lutado; e, quando você conquistar uma coisa fácil, desconfie, pois ela não é tão fácil como parece”.

Silvio Santos tem muitas lições para nos oferecer. São tantas, que certamente serviriam de inspiração para uma série de artigos. Por ora, vamos nos restringir a esses imprescindíveis valores objeto de nossa conversa de hoje.

Se você acredita nesses ensinamentos e quer seguir o exemplo de sucesso do apresentador Silvio Santos, expresse tal desejo e determinação nos comentários. Repita comigo: “Vou lutar sempre e em todo lugar!”.

Vamos em frente, aprendendo com os bons exemplos e buscando melhorar a cada dia.

“A experiência da minha vida me mostrou que é possível fazer qualquer coisa desde que nós estejamos dispostos a trabalhar” – Silvio Santos

GRAN aprovações e GRAN sucesso para todos os que nos seguem!

PS: Siga-me (moderadamente, é claro) em minha página no Facebook e em meu perfil no Instagram. Lá, postarei pequenos textos de conteúdo motivacional. Serão dicas bem objetivas, mas, ainda assim, capazes de ajudá-lo em sua jornada rumo ao serviço público.


Gabriel Granjeiro – Diretor-Presidente e Fundador do Gran Cursos Online. Vive e respira concursos há mais de 10 anos. Formado em Administração e Marketing pela New York University, Leonardo N. Stern School of Business. Fascinado pelo empreendedorismo e pelo ensino a distância.

 

 

 


Cheguei Lá

80 Comentários

80 Comentários

  1. Marcelo H. Sumaio

    07/03/2018 01:16 em 01:16

    “Vou lutar sempre e em todo lugar!”. ‘Deus ajuda tendo humildade, honestidade, fé e muito trabalho”!!!

  2. Isabel

    20/03/2018 16:12 em 16:12

    “Vou lutar sempre e em todo lugar!”

  3. Alessandro

    27/08/2018 21:38 em 21:38

    Vou lutar sempre e em todo lugar!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o Topo