Concurso Receita Federal para Auditor-Fiscal: Detalhes e estratégias para ser aprovado! Inicial de R$ 21 mil!

Concurso Receita Federal para Auditor-Fiscal:

Concurso Receita Federal para Auditor-Fiscal paga inicial de R$ 24 mil. Veja detalhes importantes para o início da preparação!

Um grande concurso para quem deseja ingressar na carreira fiscal deverá ser anunciado em breve. Trata-se da excelente oportunidade que será aberta pela Receita Federal do Brasil (Concurso Receita Federal), que fará pedido para até 40o vagas para o posto de Auditor-Fiscal, que requer nível superior para qualquer área de formação.

O cargo é uma das funções típicas do Estado e oferece subsídio de R$ 30 mil no topo da carreira, além de diversos outros benefícios, tornando a seleção uma das mais disputadas pelos candidatos que almejam ingressar na área. Os selecionados são contratados sob o regime estatutário, que dá direito à estabilidade.

Por isso, é bom que quem tem o sonho de alcançar a aprovação no posto inicie imediatamente os estudos, a fim de lograr êxito. Além da excelente remuneração, os auditores contam com muitas prerrogativas e peculiaridades da função. Fique por dentro de todos os detalhes dos últimos concursos e saiba mais sobre a carreira.

O cargo

O Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil (AFRFB) é a autoridade pública responsável pela Administração Tributária e Aduaneira da União. Possui como atribuição principal, na qualidade de autoridade administrativa, tributária e aduaneira, a função de presidir os procedimentos de fiscalização dos tributos internos federais e dos incidentes sobre o comércio exterior, culminando com o lançamento do crédito tributário (instituição do débito do contribuinte), atividade de sua competência exclusiva. Integra a Carreira de Auditoria da Receita Federal do Brasil, exercendo função essencial, típica e exclusiva de Estado.

Requisitos, organizadora, etapas do concurso e evolução do subsídio do cargo

Quem deseja se tornar Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil precisa saber que é exigido nível superior em qualquer área e ser aprovado por meio do concurso Receita Federal 2016. A seleção, historicamente realizada pela Escola de Administração Fazendária (ESAF), é composta por provas objetivas e discursivas, exigindo um profundo conhecimento das mais diversas disciplinas. Não à toa, o certame é tido como um dos mais desafiadores do Brasil, exigindo dos candidatos um altíssimo nível de preparação, exigindo uma preparação pré-edital de muita dedicação.

Quem ingressar no próximo concurso da Receita Federal terá motivos para comemorar a vitória que a categoria obteve em 2016. É que, após acordo com o Ministério do Planejamento, a categoria teve seus vencimentos alterados e agora o menor valor é de R$ 21 mil, além de auxílio-alimentação no valor de R$ 458. A proposta do governo concede reajuste de 21,3%, em quatro anos até 2019, mais um bônus de eficiência de R$ 3 mil e R$ 1,8 mil mensais, respectivamente, para auditores e analistas. Benefícios que se estenderam aos futuros integrantes da carreira fiscal federal.

A partir do mês de janeiro de 2017, o menor vencimento básico, relativo ao primeiro nível da tabela, passará a ser de R$ 19.211,01. A esses valores deverá ser acrescido o auxílio alimentação no valor de R$ 458,00 e o bônus de eficiência, o qual será de R$ 3.000,00, de agosto a dezembro de 2016, e por volta de R$ 5.300,00, a partir de janeiro de 2017, segundo cálculos do Sindifisco Nacional. A remuneração mínima do último padrão em agosto de 2016 será de R$ 27.213,31.

Veja, abaixo, os valores atualizados dos vencimentos dos auditores (não incluindo o auxílio saúde).auditor-rfb-vencimento

Lotação dos aprovados

A lotação dos aprovados no concurso, que é de âmbito nacional, é definida somente na nomeação, observando-se a ordem de classificação. Ressalta-se que os aprovados podem ser lotados nas unidades centrais da Receita Federal, em Brasília, ou em unidades descentralizadas espalhadas por todo o país. No último concurso, a Portaria que autorizou o certame determinou que 28 vagas fossem destinadas para exercício inicial na Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc).

Prova objetiva

provaobjetiva

Conhecimentos gerais: o candidato precisa ficar atento à prova de Língua Portuguesa, que apresentará 20 questões, enquanto haverá apenas 10 sobre as demais disciplinas de conhecimentos gerais. O total de questões é 70 e com o peso 1 – essa parte da prova é responsável por quase 26% da nota total do concurso.

Conhecimentos específicos: essas matérias também são compostas por 70 questões, distribuídas de forma menos uniforme do que as de conhecimentos gerais. Serão 10 questões para Auditoria e Legislação Tributária; 15 para Direito Tributário e para Comércio Internacional e Legislação Aduaneira; com as 20 restantes sendo alocadas em Contabilidade Geral e Avançada. O peso dessas questões, com a pontuação total de 140 pontos, é cerca de 52%.

Importante: todas as matérias possuem notas mínimas. É necessário fazer 40% dos pontos em cada disciplina. Além das notas mínimas por disciplina, é necessário atingir 126 pontos ponderados no conjunto das provas objetivas.

ITENS2

Prova discursiva

Os candidatos respondem a duas questões discursivas, cada uma delas vale 30 pontos e deve ter a extensão entre 20 e 40 linhas. A primeira questão versa sobre Direito Tributário; a segunda, sobre Comércio Internacional.

Comparando os últimos editais

Mantida sempre como organizadora, a ESAF traz mudanças marcantes a cada novo concurso que lança para o cargo de auditor. O concurso de 2012 teve três provas objetivas, enquanto o último (2014) era composto apenas por duas. Em 2012, o candidato precisava responder a uma Prova de Conhecimentos Gerais, com 80 questões, e a duas de Conhecimentos Específicos, com 60 questões cada. Foram 200 questões, enquanto, em 2014, foram apenas 140. Além do número e da distribuição das questões, as disciplinas também foram alteradas. A ESAF retirou a parte que continha, dentre as disciplinas básicas, Direito Civil, Direito Penal e Direito Comercial.

Concorrência

Sempre muito disputados, os concursos para a Receita Federal batem recorde de interessados sempre que um novo edital é lançado. Com 26.313 inscritos para 200 vagas em 2012 (131,56 por vaga), o concurso atingiu a marca de 68.540 inscritos para 278 vagas em 2014. A média foi de 246,5 candidatos por vaga, sendo 65.871 inscritos para as 264 vagas de ampla concorrência (relação de 249,5 por vaga) e 2.269 para as 14 vagas reservadas a pessoas com deficiência (190,6).

Rito do concurso

Tradicionalmente, os concursos para a RFB são rápidos, pois é curto o prazo entre a autorização, a publicação do edital, o resultado e a nomeação dos aprovados. Em 2014, por exemplo, a Portaria de autorização do Ministério do Planejamento foi divulgada no Diário Oficial da União no dia 19/02, e o edital foi publicado em menos de 15 dias, em 07/03.

As inscrições estavam abertas de 13 a 27 de março de 2014, e as provas foram aplicadas nos dias 10 e 11 de maio de 2014, algo em torno de 60 dias para a preparação. Animando ainda mais quem está deseja ingressar na carreira fiscal federal, temos o prazo para nomeações dos aprovados, que foi de 45 dias após a publicação do resultado final. Não foi diferente em 2012, quando o prazo entre a autorização e a publicação do edital foi de menos de 30 dias, com provas em 60 dias e nomeações entre 45 e 50 dias até a divulgação do resultado final.

Portanto, fica claro que a preparação antes mesmo da publicação do edital é extremamente importante. Sairá na frente quem conseguir estudar previamente, usando o tempo em que o edital for publicado até as provas para revisão e maximização dos conteúdos ou das pequenas alterações.

Histórico de nomeações

O concurso sempre nomeia grande quantitativo de candidatos aprovados. Trazemos mais uma vez como base os dois últimos editais (2012 e 2014).

2012: oferecendo 200 vagas em edital, foram convocados todos os 251 aprovados.

2014: oferecendo 278 vagas em edital, foram convocados todos os excedentes em cadastro de reserva, um total de mais de 500 nomeações.

Déficit da carreira

Atualmente, há um quadro com 10.500 auditores, mas, desde 2002, a Receita registra média de 600 aposentadorias por ano na carreira de auditor. Entre 2009 e 2014, 3.246 servidores deixaram de trabalhar no órgão e, por meio de concurso, entraram somente 1.204, ou seja, déficit de 2.042 auditores apenas no período citado.

Ainda está na dúvida se vale a pena estudar para este concurso? Veja dez razões para iniciar os estudos e concorrer às vagas de Auditor-Fiscal da Receita:

O cargo admite formação superior em qualquer área (inclusive tecnólogo);
O órgão possui áreas voltadas para profissionais de diferentes perfis;
Remuneração de até R$ 30 mil no topo da carreira;
Carreira típica de Estado (não possui função correspondente na iniciativa privada);
Estabilidade (após período de estágio probatório, de três anos);
Possibilidade de assumir funções de chefia dentro do órgão;
Carga de trabalho de 40 horas semanais, podendo ser adotado, por interesse da Administração, o regime de escala de 24 horas de trabalho por 72 horas de descanso;
A Receita Federal é um órgão respeitado e fundamental para a prosperidade econômica do país;
O órgão possui unidades em diversos municípios de todo o país, possibilitando a remoção, por meio de concurso interno, para a localidade de interesse após o período de estágio probatório;
Com ações de Treinamentos, a Receita Federal investe na capacitação de seus servidores com o foco na qualidade de suas funções na administração tributária.

Instituído em 25 de maio de 2000, o Programa de Capacitação e Desenvolvimento de Pessoas (PROCAD) é destinado a servidores em exercício e busca estruturar as atividades de treinamento permanente do corpo técnico do órgão. O objetivo é a reciclagem, a atualização ou o aprofundamento de conhecimentos dos servidores.

Sobre o concurso para a Receita Federal

O concurso da Receita Federal pode estar entre as exceções em meio ao cenário que o país vive. Isso porque segundo o SindReceita cerca de 3 mil servidores estão em abono de permanência no órgão e, portanto, podem aposentar-se a qualquer momento. Somente para o cargo de auditor-fiscal são registradas mais de 600 aposentadorias anualmente.


Detalhes concurso Receita Federal:

  • Concurso: Receita Federal do Brasil (Concurso Receita Federal)
  • Banca organizadora: Esaf
  • Cargos: Auditor-Fiscal; Analista-Tributário
  • Escolaridade: Nível superior
  • Número de vagas: a definir
  • Remuneração: Até R$ 21 mil  (com aumento recente e bônus de eficiência)
  • Situação: Previsto
  • Previsão de publicação do edital: Em breve
  • Link do último edital: Auditor Analista

Gostou desta oportunidade? A fim de preparar os candidatos para o concurso da Receita Federal, o Gran Cursos Online escalou uma equipe de professores de todo o país, altamente especializada em concursos da área fiscal. Os cursos estão de acordo com os últimos editais publicados e contam com uma equipe nacional de professores, 1 ano de acesso (cursos por pacote), abordagem teórica e em exercícios (ESAF) e estudo jurisprudencial. Início imediato, visualizações ilimitadas e parcelamento em até 12x sem juros!

Matricule-se!

garantia-de-satisfacao-30

Avatar
Anna Rodrigues
Equipe Gran Cursos Online
33 Comentários

33 Comentários

  1. Avatar

    Solange

    09/03/2016 08:49em08:49

    Gostaria de saber qual o valor do curso e se tem em minha cidade Belém do Pará?

  2. Avatar

    Anna Rodrigues

    09/03/2016 09:10em09:10

    Olá Solange, bom dia!

    Os nossos cursos estão disponíveis em nossa plataforma online para todo Brasil. Segue o link do curso para Auditor-Fiscal da Receita Federal: https://www.grancursosonline.com.br/cursos/por-concurso/receita-federal-do-brasil-2016-auditor-fiscal

    Estamos à disposição.

    Atenciosamente,
    – Comunicação Gran Cursos Online

  3. Avatar

    Aparecida do Carmo Barreto

    09/03/2016 22:11em22:11

    Olá gostaria de saber se existe uma unidade de vcs na minha cidade ou em alguma cidade da região
    Sou de Jundiaí /SP

  4. Avatar

    Igor

    21/03/2016 07:16em07:16

    Gostaria de saber o tempo médio de preparação para o concurso da RFB cargo de analista. E se fosse para dar um chute sobre a previsão da realização da prova. Qual período que vocês dariam esse chute?

  5. Avatar

    Liberto Puig

    28/03/2016 11:52em11:52

    Qual o limite de idade para prestar o concurso de Auditor Fiscal ? Obrigado

    • Avatar

      João Cláudio

      29/03/2016 15:38em15:38

      Não tem limite.
      Só tem que ser maior de 18 anos para tomar posse e com 70 anos no serviço público há a aposentadoria compulsória (obrigatória).

  6. Avatar

    gabriel

    29/04/2016 14:58em14:58

    Será q está próximo de sair? Pelo oq eu sei a defasagem está grande tb lá!

  7. Avatar

    Qual nivel superior e exigido, digo para qual função, qual faculdade devo fazer para fazer este concurso, ou somente fundamental posso fazer?

    08/09/2016 00:30em00:30

    Qual nível
    superior e exigido, digo para qual função, qual faculdade devo fazer para fazer este concurso, ou somente fundamental posso fazer?

    • Avatar

      Patrícia

      17/10/2016 14:18em14:18

      Qualquer área de formação.

  8. Avatar

    Cyntia Silva Teixeira Lima

    10/09/2016 07:06em07:06

    O curso para RFB está indisponível para venda! Quando vão liberar?

  9. Avatar

    Jessica

    10/11/2016 11:14em11:14

    Eu acho um absurdo qualquer formação poder prestar um concurso tão especifico quanto este. Tudo bem que a pessoa vai estudar para a prova e ter conhecimento sobre Direito e Contabilidade, mas que habilidade tem uma pessoa formada em Odonto ou Enfermagem?? Por isso é tão concorrido e convocam pessoas tão despreparadas….

    • Avatar

      João Leopoldino

      03/03/2017 21:04em21:04

      Em vez de se preocupar com isso, estude, ingresse e faça a sua parte!!

    • Avatar

      Jorge

      21/06/2017 19:50em19:50

      A instituição realiza o CURSO DE FORMAÇÃO, justamente por ser uma área “tão específica” (na verdade, a atuação da Receita Federal é bem mais abrangente do que se imagina). Nesse sentido, independente da formação superior, a pessoa estará, ao final do curso, preparada para desenvolver as atividades e atribuições inerentes ao cargo. Acredite: no que diz respeito ao conhecimento técnico, os servidores da Receita certamente não são nada “despreparados”.

    • Avatar

      jjj

      16/01/2018 14:35em14:35

      para arrecadar…

  10. Avatar

    Helaine

    22/11/2016 10:25em10:25

    Faço graduação no curso em tecnologia em secretariado, poderia concorrer a uma vaga de nivel superior?

  11. Avatar

    Gustavo

    05/01/2017 12:13em12:13

    Gostaria de saber como é escolhido o local de trabalho, se é antes (na hora da inscrição), ou após a aprovação.

    • Avatar

      Jorge

      21/06/2017 21:41em21:41

      Via de regra, apenas os mais bem classificados podem escolher o local de lotação, enquanto os demais são lotados conforme a conveniência da Administração. No ato da inscrição, é possível escolher apenas o local de prova, o que não significa que este será também a localidade de lotação.

  12. Avatar

    Rita

    11/01/2017 09:01em09:01

    Olá,
    Gostaria de saber se há, e qual o critério de desempate entre os candidatos para esse concurso.
    Obrigada

    • Avatar

      Jorge

      21/06/2017 21:45em21:45

      Depende do que vai dizer o edital.

  13. Avatar

    Mário Lioli Pacheco

    07/02/2017 08:41em08:41

    Bom dia!
    Gostaria de saber qual o valor do curso para Auditor Fiscal?

  14. Avatar

    vinicius

    18/04/2017 23:54em23:54

    esse estagio probatorio e renumerado como se ja tivesse assumido o cargo ? , é complicado você passa num concurso desse e ainda fica 3 anos em estagio , para de depois assumir de fato me responda essa duvida

    • Avatar

      Jorge

      21/06/2017 22:10em22:10

      Você só inicia o estágio probatório se assumir o cargo (entrar em efetivo exercício).

      O estágio probatório corresponde ao período de 03 (três) anos durante o qual o servidor será avaliado periodicamente no intuito de a Administração Pública verificar se ele se adaptará às exigências do cargo, isto é, se ele será capaz de desenvolver as atribuições inerentes ao cargo sem quaisquer problemas (salvo para o casos de deficientes físicos).

      A remuneração é devida ao servidor a partir do momento em que ele entrar em exercício no cargo, que se dá após (1) ser nomeado (tendo 30 dias para tomar posse) e (2) tomar posse (tendo 15 dias para entrar em efetivo exercício).

  15. Avatar

    Marcos Antônio

    18/05/2017 18:57em18:57

    Gostaria de saber se o nível tecnólogo pode participar do concurso de auditor fiscal da receita federal.

    • Avatar

      Jorge

      21/06/2017 22:14em22:14

      Depende do edital. Atualmente, a maioria dos certames já aceita o nível de tecnólogo como equivalente ao nível superior tradicional. Mas, no fim, vai depender do que dirá o edital.

  16. Avatar

    alessandro

    30/05/2017 11:04em11:04

    qual a idade maxima para prestart concurso de auditor fiscal?

  17. Avatar

    Jorge

    21/06/2017 22:25em22:25

    Existe a idade mínima de 18 (dezoito) anos completos, devendo-se possuir nível superior em qualquer área. Quanto à idade máxima, nunca vi o concurso exigi-la, mas existe a idade de 70 (setenta) anos quando o servidor é aposentado compulsoriamente (independente de sua vontade).

  18. Avatar

    daniela

    17/10/2017 19:02em19:02

    No caso de uma pessoa ser naturalizada e fez o curso superior no pais de origem, o Diploma de graduação tem que ser revalidado no Brasil para poder fazer o concurso ou nao precisa?

  19. Avatar

    Ana Paula

    11/01/2018 12:37em12:37

    Gostaria de saber quando vai sair o concurso da receita federal

  20. Avatar

    Aninha

    07/05/2018 21:14em21:14

    Gostaria de saber se é possivel uma pessoa como eu, não entender de contabilidade, estudar e passar?

  21. Avatar

    sutene andrade

    03/10/2018 08:29em08:29

    ola,o curso sequencial serve para este concurso?

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para o Topo