Concurso Receita Federal aguarda autorização. Saiba mais!

Concurso Receita Federal: com a aprovação do PLN 01/2022, está superado o último entrave para a aprovação do concurso. Entenda!

Avatar


26/05/2022 | 14:57 Atualizado há 1 dias

Ansioso pelo concurso Receita Federal? Movimentações do Processo que visa a abertura do concurso foram registradas pelo Sistema Eletrônico de Informações (SEI) recentemente. Essas tramitações aumentam as expectativas dos concurseiros pela autorização.

O concurso da Receita Federal do Brasil (RFB) já foi solicitado ao Ministério da Economia e segue aguardando autorização. Após a aprovação do PLN 01/2022,  que acrescenta R$ 2,57 bilhões ao Orçamento da União, ficou superado o último entrave alegado pelo governo para a aprovação de concurso público para os cargos da Receita Federal.

São 699 vagas solicitadas, sendo 230 para o cargo de Auditor-Fiscal e 469 para Analista Tributário. As remunerações iniciais vão de R$11,6 mil a R$21 mil. Segundo chefe de gabinete da RFB, Auditor-Fiscal  Márcio Aguiar, as nomeações estão previstas para o primeiro dia útil de 2023.

Navegue pelo índice e saiba muito mais sobre o concurso Receita Federal:

Destaques:

Concurso Receita Federal: situação atual

O concurso Receita Federal já foi solicitado ao Ministério da Economia. A expetativa é que esta autorização seja anunciada em breve. Confira abaixo o histórico do concurso:

  • mai/2022: Novas movimentações no SEI
    Foram registradas pelo Sistema Eletrônico de Informações novas movimentações do processo que visa a realização do concurso. O  professor Alexandre Meirelles considera que essas últimas movimentações indicam que o concurso seja autorizado nos próximos dias. Confira os últimos registros de tramitação.
  • mai/2022:  Sindifisco solicita reunião com o Ministro da Economia para tratar sobre o concurso
    O Ministério da Economia recebeu solicitação do Sindifisco  para realizar uma reunião presencial, para tratar sobre o concurso público para Auditor-Fiscal. Esta reunião deve acontecer o mais breve possível!
    A expectativa de muitos concurseiros é que, dentre as reivindicações de interesse da categoria dos Auditores, a realização do concurso da Receita pode ser uma das primeiras solicitações atendidas pelo governo.
  • abr/2022: Aprovação do PLN 01/2022
    Este Projeto de Lei acrescenta R$ 2,57 bilhões ao Orçamento da União deste ano, sendo que a maior parte (R$ 1,7 bi) servirá para despesas do governo com pessoal, encargos sociais e programas.Com essa aprovação, restou superado o último entrave alegado pelo governo para a aprovação de concurso público para os cargos da Receita Federal. Em razão disso, o Sindifisco intensificará as cobranças para que o concurso público para o cargo de Auditor-Fiscal finalmente saia do papel.
  • abr/2022: a necessidade da realização do concurso foi apresentada em plenário
  • mar/2022: concurso iminente. Durante visita do Secretário especial da Receita Federal a 6ª RF, a iminência do novo concurso público foi tema tratado na reunião. De acordo com o secretário especial, Júlio César Vieira Gomes, o concurso público da Receita Federal está muito bem encaminhado.
  • mar/2022: administração segue empenhada na realização de um novo concurso ainda este ano.  A Diretoria Executiva Nacional do Sindireceita discute a necessidade urgente de realização de concurso para o cargo e de remoção.
  • fev/2022: nomeações previstas para janeiro de 2023
    Secretário especial da Receita Federal, Julio Gomes, se reuniu com delegados e chefes da 7.ª Região Fiscal para tratar sobre assuntos importantes para a RFB. Segundo o chefe de gabinete da RFB, Auditor-Fiscal  Márcio Aguiar, as nomeações estão previstas para o primeiro dia útil de 2023.
  • fev/ 2022: aprovação do concurso está iminente
    Secretário especial participa de reunião com o ministro da Economia para tratar sobre a realização de concurso público e faz compromisso de aprovar a realização do certame ainda neste trimestre.
  • jan/2022: Ministro da Economia, Paulo Guedes não apresentou data para a regulamentação do bônus de eficiência reivindicado pela categoria, nem uma solução para a insatisfação dos Auditores quanto aos cortes orçamentários da LOA 2022. Leia aqui mais detalhes da reunião do Sindifisco com o Ministro da Economia.
  • dez/2021: O Secretário da Receita voltou a comentar sobre o novo edital da Receita Federal
    “A realização de concurso público também foi tratada na reunião como uma prioridade para o 2022, tendo em vista que a instituição teve uma redução de 40% do seu quadro nos últimos anos: em 2007 a Receita tinha cerca de 30 mil servidores e atualmente tem cerca de 18 mil, sendo que muitos deles já com abono de permanência.”
  • nov/2021: De acordo com Sindifisco, a indefinição a respeito do concurso Receita Federal tem trazido diversos prejuízos ao serviço desempenhado pelos Auditores-Fiscais.
  • nov/2021: procuradora da República de Francisco Beltrão/PR pediu que o Ministério da Economia responda sobre a previsão de abertura de concurso público.
  • out/2021: Sindifisco reforça mobilização para remoção interna e abertura de concurso público.
  • out/2021: portaria da RFB estabelece funcionamento do programa de gestão do teletrabalho.
  • jul/2021: Sindifisco comenta sobre autorização dada à CGU e a demora do mesmo ato para a RFB.
  • jun/2021: processo relacionado à seleção teve novas tramitações no setor de Divisão de Planejamento e Seleção.
  • mai/2021: pedido para 699 vagas (novo certame) protocolado no prazo para o Ministério da Economia.
  • jan/2021: Sindifisco realiza reunião com administração da RFB sobre novo concurso público.
  • nov/2020: SindiReceita cobra por realização de novo certame para reposição de cargos efetivos.
  • jun/2020: Receita Federal confirma informação sobre o pedido de autorização ao Ministério da Economia para abrir novo concurso público.
  • mai/2020: STF delibera sobre a distinção dos cargos de Analista Tributário e Auditor-Fiscal.
  • jan/2020: Publicada no Diário Oficial da União portaria que autoriza a reversão de 100 servidores inativos para ativos.
  • dez/2019: Sindicato Nacional dos Auditores-Fiscais da RFB cobra  novo concurso público.

Volte ao topo

Concurso Receita Federal: remuneração e benefícios

Conforme a legislação específica do pessoal da carreira tributária e aduaneira da Receita Federal do Brasil, os vencimentos básicos para os cargos são de:

VENCIMENTO BÁSICO INICIAL FINAL
Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil R$ 21.029,09 R$ 27.303,62
Analista Tributário da Receita Federal do Brasil R$ 11.684,39 R$ 16.276,05

Além do vencimento correspondente ao padrão e classe que o profissional se encontra é pago também um Bônus de Eficiência que varia entre R$ 1.500,00 e R$ 3.000,00 para os Auditores e Analistas.

*As informações podem ser encontradas na Lei n.º 13.464, de 10 de julho de 2017.

Aos valores soma-se, ainda:

  • Auxílio-Alimentação,
  • Auxílio-Saúde,
  • Benefício Pré-Escolar.

Confira o detalhamento abaixo:

Remuneração de Auditor-Fiscal

Classe Padrão Vencimento Base BÔNUS – ATIVO Ativo total BÔNUS – APOSENTADO BÔNUS – APOSENTADO APOSENTADO total APOSENTADO total
A B A+B 35% (D) 100% (E) 35% (A+D) 100% (A+E)
ESPECIAL III 27.303,62 3.000,00 30.303,62 1.050,00 3.000,00 28.353,62 30.303,62
II 26.545,07 3.000,00 29.545,07 1.050,00 3.000,00 27.595,07 29.545,07
I 26.075,71 3.000,00 29.075,71 1.050,00 3.000,00 27.125,71 29.075,71
PRIMEIRA III 24.629,46 3.000,00 27.629,46 1.050,00 3.000,00 25.679,46 27.629,46
II 24.146,54 3.000,00 27.146,54 1.050,00 3.000,00 25.196,54 27.146,54
I 23.208,90 3.000,00 26.208,90 1.050,00 3.000,00 24.258,90 26.208,90
SEGUNDA III 22.316,25 2.250,00 25.316,25 1.050,00 3.000,00 23.366,25 25.316,25
II 21.878,68 1.500,00 24.878,68 1.050,00 3.000,00 22.928,68 24.878,68
I 21.029,09 0,00 23.279,09 787,50 2.250,00 21.816,59 23.279,09
22.529,09 525,00 1.500,00 21.554,09 22.529,09
21.029,09 0,00 0,00 21.029,09 21.029,09

 

 Remuneração de Analista Tributário

Classe Padrão Vencimento Base BÔNUS – ATIVO Ativo total BÔNUS – APOSENTADO BÔNUS – APOSENTADO APOSENTADO total APOSENTADO total
A B A+B 35% (D) 100% (E) 35% (A+D) 100% (A+E)
ESPECIAL III 16.276,05 1.800,00 18.076,05 630,00 1.800,00 16.906,05 18.076,05
II 15.695,44 1.800,00 17.495,44 630,00 1.800,00 16.325,44 17.495,44
I 15.387,69 1.800,00 17.187,69 630,00 1.800,00 16.017,69 17.187,69
PRIMEIRA III 14.505,74 1.800,00 16.305,74 630,00 1.800,00 15.135,74 16.305,74
II 13.947,83 1.800,00 15.747,83 630,00 1.800,00 14.577,83 15.747,83
I 12.895,55 1.800,00 14.695,55 630,00 1.800,00 13.525,55 14.695,55
SEGUNDA III 12.399,56 1.350,00 14.199,56 630,00 1.800,00 13.029,56 14.199,56
II 12.156,44 900,00 13.956,44 630,00 1.800,00 12.786,44 13.956,44
I 11.684,39 0,00 13.034,39 472,50 1.350,00 12.156,89 13.034,39
12.584,39 315,00 900,00 11.999,39 12.584,39
11.684,39 0,00 0,00 11.684,39 11.684,39

Volte ao topo

Concurso Receita Federal: cargos e vagas

Cargos vagos

Atualmente, o quadro efetivo de pessoal da Receita Federal possui 2.267 profissionais atuando na Administração Aduaneira. Um número baixo, considerando a atividade que realizam e a atuação que é a fiscalização e controle aduaneiro em portos, aeroportos e postos de fronteira terrestre e nas principais operações de Vigilância e Repressão nas cidades e estradas brasileiras. Mas vale lembrar que o número é bem maior quando se trata de todo o quadro.

Segundos dados com referência do mês de fevereiro de 2022, existem mais de 22 mil cargos ociosos na carreira:

Concurso Receita Federal: vacâncias na RFB

Cargos Referência Quantitativo de cargos vagos
Auditor-Fiscal Fevereiro/2022 12.352
Analista Tributário Fevereiro/2022 10.609

Veja mais cargos vagos nas demais ocupações:

Cargo Quantitativo
Arquiteto 5
Engenheiro 17
Contador 76
Analista Técnico-Administrativo 274
Assistente Técnico-Administrativo 1.111

Deficit de servidores

De acordo com informações da Coordenação de Gestão de Pessoas da Receita Federal, o déficit de servidores cresce a cada ano, e a tendência é de que o número aumente devido à quantidade de aposentadorias tanto no cargo de Auditor-Fiscal para Analista Tributário.

Somente no ano de 2019, a Receita Federal do Brasil fez a apreensão de mais de R$ 3 bilhões em produtos contrabandeados. Além disso, impediu a distribuições de drogas ilícitas dentro e fora do Brasil, com ação nas fronteiras ou em parceria com outros países. O resultado impressiona. Por dia, em média, foram R$ 8,2 milhões de mercadorias ilegais apreendidas e 137 quilos de drogas ilícitas confiscadas.

O quantitativo de pessoal é pouco no controle de Aduaneira quando comparado com outros países e pela dimensão territorial do Brasil. Veja abaixo a imagem:

Concurso Receita Federal

Concurso Receita Federal: quantitativo de pessoal atuando no Controle de Fronteira(Fonte: Estadão)

 

O diretor de comunicação do Sindicato Nacional dos Analistas Tributários da Receita Federal (SindiReceita), Odair Ambrósio, já havia informado em entrevista ao site da Folha Dirigida, em 2018, que o órgão estava operando com pouco mais de 40% do efetivo necessário para atender as demandas.

“20% dos auditores, 13% dos analistas e 47% servidores administrativos já podem se aposentar e hoje recebem abono permanência. Em resumo, o órgão responsável por arrecadar, fiscalizar, cobrar tributos e controlar o comércio internacional e as fronteiras do país opera hoje com pouco mais de 40% do efetivo necessário de servidores e com forte restrição orçamentária e está ameaçado a paralisar suas atividades”, alerta o diretor.

Concurso Receita Federal: carreira

De acordo com a Lei n.º 13.464, de 10 de julho de 2017, a carreira Tributária e Aduaneira da Receita Federal do Brasil é composta de cargos de nível superior de Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil e de Analista Tributário da Receita Federal do Brasil.

Progressão funcional e promoção de carreira

Os servidores ocupantes dos cargos de Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil e de Analista Tributário da Receita Federal do Brasil possuem direito à progressão funcional e promoção através de procedimentos específicos de avaliação de desempenho. Estes procedimentos são norteados pelas seguintes diretrizes:

  • o aprimoramento, a qualificação profissional e o desenvolvimento de competências individuais, com transparência e objetividade;
  • o desenvolvimento individual alinhado às estratégias organizacionais;
  • a adoção de um ciclo dinâmico de gestão de desempenho, com o objetivo de melhorar os resultados individuais e organizacionais; e
  • a gestão do desempenho focada no desenvolvimento das pessoas e da organização, de forma a subsidiar as demais práticas de gestão de pessoas. Além de outras diretrizes.

Volte ao topo

Concurso Receita Federal: lotações

Os candidatos aprovados no concurso são nomeados e lotados com exercício nas Unidades Centrais da Secretaria da Receita Federal do Brasil, em Brasília-DF, ou nas Unidades descentralizadas da Secretaria da Receita Federal do Brasil.

Confira a distribuição do órgão por todo o país:

  • 34 unidades de fronteira,
  • 27 pontos de fronteira alfandegados,
  • 39 portos organizados,
  • 33 terminais aeroportuários de passageiros,
  • 36 terminais aeroportuários de cargas,
  • 5 centros de distribuições de remessas postais internacionais,
  • 3 polos de processamento de remessas expressas e
  • Dezenas de unidades da Receita Federal (controle aduaneiro).

Confira as regiões fiscais que os profissionais poderão trabalhar:

RF INDICADA UNIDADES FEDERATIVAS
1.ª Região Fiscal DF/GO/MT/MS/TO
2.ª Região Fiscal AC/AP/AM/PA/RO/RR
3.ª Região Fiscal CE/MA/PI
4.ª Região Fiscal AL/PB/PE/RN
5.ª Região Fiscal BA/SE
6.ª Região Fiscal MG
7.ª Região Fiscal ES/RJ
8.ª Região Fiscal SP
9.ª Região Fiscal PR/SC
10.ª Região Fiscal RS

Anteriormente, foi feito um estudo com a intenção diminuir o quantitativo de RFs de forma a otimizar os processos de trabalho. A Receita Federal comunicou ao Gran Cursos Online que não deu prosseguimento aos estudos referentes à redução da quantidade de Regiões Fiscais

A nova reestrutura, caso fosse atendida, ficaria assim:

  • 1.ª RF: Acre, Amapá, Amazonas, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins
  • 2.ª RF: Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe
  • 3.ª RF: Espírito Santo, Minas Gerais e Rio de Janeiro
  • 4.ª RF: São Paulo
  • 5.ª RF: Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina

Volte ao topo

Concurso Receita Federal 2014: Auditor-Fiscal

O último concurso Receita Federal, destinado a prover vagas para o cargo de Auditor-Fiscal, foi realizado em 2014. Na ocasião, foram ofertadas 278 vagas. Todos os candidatos foram avaliados por meio de provas objetivas e discursiva.

Etapas

O concurso Receita Federal para o cargo de Auditor, com classificação em âmbito nacional, foi  assim constituído:

Prova Objetiva

A prova objetiva de conhecimentos gerais foi de caráter seletivo, eliminatório e classificatório, valendo, no máximo, 70 pontos ponderados. Já a prova  de Conhecimentos Específicos, de caráter seletivo, eliminatório e classificatório, valeu, no máximo, 140 pontos ponderados;

Confira as disciplinas e quantidade de questões que compunham a prova objetiva:

Conhecimentos Gerais N.º questões Conhecimentos Específicos N.º questões
Língua portuguesa 20 Direito Tributário 15
Espanhol ou inglês 10 Contabilidade Geral e Avançada 20
Raciocínio Lógico-Quantitativo 10 Comércio Internacional e Legislação Aduaneira 15
Administração Geral e Pública 10 Legislação Tributária 10
Direito Constitucional 10 Auditoria 10
Direito Administrativo 10

Confira abaixo as avaliações disponibilizadas pela banca organizadora do concurso Receita Federal, bem como do gabarito definitivo.
Banca: ESAF
Ano: 2014
Prova de conhecimentos gerais
Prova de conhecimentos específicos
Gabarito definitivo

Prova discursiva

Já a prova discursiva foi composta de 2 questões sobre conteúdo de Direito Tributário, Comércio Internacional e Legislação Aduaneira. O valor cobrado foi no máximo de 60 pontos. A prova discursiva teve caráter seletivo, eliminatório e classificatório, valendo, no máximo, 60 pontos.

Confira as questões cobradas na prova discursiva:

[ Questão 1]

Discorra, em um mínimo de 20(vinte) e em um máximo de 40(quarenta) linhas, sobre o Simples Nacional, abordando os seguintes tópicos:
a) O que é, quem pode e quem não pode optar por este regime (quais os parâmetros legais); de que forma se dá essa opção; quem possui a competência para regulamentá-lo; o que se considera receita bruta para fins de aplicação do simples nacional.
b) Quais os tributos que têm seu recolhimento unificado abrangido pelo Simples Nacional; se o Simples Nacional é facultativo para Estados e Municípios.
c) Como deverá proceder o contribuinte optante pelo Simples Nacional que auferir receitas sujeitas a substituição tributária ou decorrentes de exportação; se há alguma distinção, no tocante às obrigações acessórias, entre optantes do Simples Nacional e os demais contribuintes.

[Questão 2]

Em tempos de globalização o comércio internacional adquire importância crescente no cenário econômico mundial. A administração aduaneira deve se manter constantemente atualizada no intuito de não se tornar obstáculo desnecessário ao comércio lícito, tampouco em incentivo a práticas ilícitas. Partindo dessa premissa, nos termos da legislação aduaneira, é possível a atuação do Auditor-Fiscal da Receita Federal além da linha de fronteira terrestre do Brasil? Justifique e fundamente sua resposta em um mínimo de 20 (vinte) e em um máximo de 40 (quarenta) linhas, a qual deverá abordar, obrigatoriamente, os seguintes tópicos:
a) Definição de território aduaneiro; e
b) Abrangência da jurisdição dos serviços aduaneiros

Sindicância de vida pregressa

De caráter unicamente eliminatório, esta etapa foi realizada  segundo regras estabelecidas pela Secretaria da Receita Federal do Brasil, mediante o exame de
documentação exigida do candidato

No ato de publicação do resultado provisório da prova discursiva, os candidatos
foram convocados para, enviarem os documentos a seguir relacionados:
a) certidão dos setores de distribuição dos foros criminais da Justiça Federal, Estadual e Eleitoral dos lugares em que o candidato tenha residido nos últimos 5 (cinco) anos;
b) declaração firmada pelo candidato, da qual conste não haver sofrido condenação definitiva por crime ou contravenção, nem penalidade disciplinar de demissão, no exercício de cargo ou de destituição de função pública;
c) declaração do órgão público, ao qual esteja vinculado o candidato à data da convocação para a Segunda Etapa, que não tenha sofrido punição em processo disciplinar por ato de improbidade administrativa mediante decisão de que não
caiba recurso hierárquico;
d) folha de antecedentes expedida pela Polícia do Distrito Federal ou dos Estados onde o candidato residiu, nos últimos 5 (cinco) anos, expedida, no máximo, há 6 (seis ) meses.

Concorrência Auditor-Fiscal 2014

No total, 68.540 candidatos se inscreveram na última seleção e a concorrência foi de 246 candidatos por vaga. Confira logo abaixo a demanda da seleção de 2014:

ÁREA INSCRITOS Relação candidato x vaga
Ampla  Deficientes  Total Ampla  Deficientes  Total
Auditor-Fiscal 65.871 2.669 68.540 249,5 190,6 246,5

Nomeações Auditor-Fiscal 2014

Para o cargo de Auditor-Fiscal todos os 550 habilitados e classificados foram convocados e nomeados (essa relação inclui candidatos sub judice). Vale lembrar que o edital de 2014 ofertou apenas 278 vagas.

Nota de corte Auditor-Fiscal 2014

Veja a nota de corte, referente ao último colocado nas vagas, conforme dados extraídos do sistema da coordenação-geral de Gestão de Pessoas da Receita Federal e da banca organizadora dos certames à época:

D1 D2 D3 D4 D5 D6 D7 D8 D9 D10 D11 Nota final objetiva Nota dissertativa Nota final
19 7 8 9 5 6 12 16 28 8 18 138,00 54,75 190,75

Volte ao topo

Concurso Receita Federal 2012: Analista Tributário

Em 2012 ocorreu a última prova para provimento no cargo de Analista Tributário da Receita Federal. À época, foram ofertadas 750 vagas, distribuídas nas áreas de Informática e Geral. Os candidatos também foram avaliados por meio de provas objetivas e prova dissertativa.

Etapas

O concurso foi constituído das seguintes etapas:

Prova Objetiva

A prova objetiva de Conhecimentos Gerais foi  de caráter seletivo, eliminatório e classificatório, valendo, no máximo, 120 pontos ponderados. Já a prova objetiva de Conhecimentos Específicos valeu no máximo, 120 pontos ponderados.

Disciplinas 

Veja mais detalhes abaixo as disciplinas cobradas:

Conhecimentos Gerais N.º questões Conhecimentos Específicos N.º questões
Língua portuguesa 20 Direito Tributário 20
Espanhol ou inglês 10 Contabilidade Geral 10
Raciocínio Lógico-Quantitativo 10 Legislação Tributária e Aduaneira (Área geral) 30
Administração Geral 10 ou
Direito Constitucional e Administrativo 25 Informática (Área informática) 30

Confira abaixo as avaliações disponibilizadas pela banca organizadora do concurso Receita Federal, bem como do gabarito definitivo.

Banca: ESAF
Ano: 2012
Prova de conhecimentos gerais
Prova de conhecimentos específicos – Área: Geral
Prova de conhecimentos específicos – Área: Informática
Gabarito definitivo

Prova dissertativa

Essa etapa foi de caráter seletivo, eliminatório e classificatório. A prova dissertativa foi composta da exigência de um texto com mínimo de 40 até o máximo de 60 linhas. A pontuação máxima a ser obtida foi de 100 pontos.

Sindicância de vida pregressa

De caráter unicamente eliminatório, a ser realizada pela ESAF, segundo regras estabelecidas pela Secretaria da Receita Federal do Brasil,  a Sindicância de vida pregressa exigiu os seguintes documentos:

a) certidão dos setores de distribuição dos foros criminais da Justiça Federal, Estadual e Eleitoral dos lugares em que o candidato tenha residido nos últimos 5 (cinco) anos;
b) declaração firmada pelo candidato, da qual conste não haver sofrido condenação definitiva por crime ou contravenção, nem penalidade disciplinar de demissão, no exercício de cargo ou de destituição de função pública;
c) declaração do órgão público, ao qual esteja vinculado o candidato à data da convocação para a Segunda Etapa, que não tenha sofrido punição em processo disciplinar por ato de improbidade administrativa mediante decisão de
que não caiba recurso hierárquico;
d) folha de antecedentes expedida pela Polícia do Distrito Federal ou dos Estados onde candidato residiu nos últimos 5 (cinco) anos, expedida, no máximo, há 6 (seis ) meses.

Volte ao topo

Concorrência Analista tributário 2012

Ao todo concorreram 93.692 candidatos. Desta forma, a concorrência foi de 128 candidatos por vaga geral e 78 por vaga de informática, aproximadamente.

ÁREA INSCRITOS Candidato x vaga
Ampla  Deficientes  Total Ampla  Deficientes  Total
Geral 84379 5412 89791 126,88 154,62 128,27
Informática 3721 180 3901 79,17 60 78,02

Nomeações Analista tributário 2012

Já o concurso público para provimento no cargo de Analista Tributário (2012) ofertou 750 vagas. As nomeações iniciaram em 2013. Foram 1.487 pessoas admitidas no cargo de Analista Tributário, incluindo pessoas que entraram na justiça para garantir a posse.

Notas de corte Analista tributário 2012

Veja a nota de corte, referente ao último colocado nas vagas, conforme dados extraídos do sistema da coordenação-geral de Gestão de Pessoas da Receita Federal e da banca organizadora dos certames à época:

D1 D2 D3 D4 D5 Nota P1 D6 D7 D8 Nota P2 Nota final objetiva Nota dissertativa Nota final
34 7 6 28 6 81 20 8 36 64 145,00 60,00 205,00

Volte ao topo

Concurso Receita Federal: materiais gratuitos

Que tal estudar com materiais gratuitos para concursos públicos? O Gran Cursos Online tem uma página exclusiva com muitos conteúdos. Faça o download, é fácil e grátis!

Editais verticalizados

Simulados

Telegram Receita Federal

Participe do grupo especial com diversos materiais e dicas dos especialistas

Concurso Receita Federal: curso avançado de questões

Pensando em turbinar a sua preparação, o time de mestres do Gran Cursos Online preparou a Receita do Aprovado, um Curso Avançado de Questões que podem cair na sua prova.

Essa série de aulas gratuitas estão sendo transmitidas pelo Youtube, no canal do Gran Cursos Online. Confira a nossa programação:

Receita do Aprovado: Curso Avançado de Questões

Volte ao topo

Depoimento de aprovados

O Gran Cursos Online já ajudou muitos concurseiros na tão sonhada aprovação em concursos públicos. Veja abaixo depoimento de alunos que estudaram com a melhor equipe de especialistas:

Motivos para fazer o Concurso Receita Federal

Confira aqui alguns motivos para você se dedicar aos estudos e alcançar a sua tão sonhada aprovação no concurso RFB.

  • Edital será autorizado em breve.
  • A remuneração ofertada é muito atrativa.
  • Oportunidade de vagas para carreiras típicas de Estado.
  • Possibilidade de assumir funções de chefia na pasta.
  • A RFB possui muitos cargos vagos.

 

Concurso Receita Federal: Curso Gratuito para Concursos

Você é imparável? Tem um sonho grande em mente que te motiva a seguir em frente em busca de uma vida melhor, mesmo com as dificuldades que aparecem no caminho (falta de tempo, desafios de conciliar a rotina, insegurança)? Se sim, então estes cursos são para você!

Clique AQUI para se inscrever gratuitamente!

 

Volte ao topo

Resumo do Concurso Receita Federal

Concurso Receita Federal Receita Federal do Brasil (RFB)
Situação do concurso Solicitado
Banca organizadora A definir
Cargos Auditor-Fiscal e Analista Tributário
Escolaridade Nível superior
Carreira Fiscal
Lotação Nacional
Número de vagas 699 vagas solicitadas
Remuneração Iniciais de R$ 11.684,39 a R$ 21.029,09
Confira o último edital Auditor-Fiscal 2014
Confira o último edital de Analista Tributário 2012

Quer ficar por dentro dos concursos públicos abertos e previstos pelo Brasil?
Clique nos links abaixo:

CONCURSOS ABERTOS

CONCURSOS 2022

Receba gratuitamente no seu celular as principais notícias do mundo dos concursos!
Clique no link abaixo e inscreva-se gratuitamente:

TELEGRAM

Avatar

Equipe do Gran Cursos Online
33

107


Tudo que sabemos sobre:

destaque solicitado


Comentários (107)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.