Simulado Mucormicose – Como pode cair na minha prova?

Questões

  1. O termo mucormicose é usado para se referir a toda infecção fúngica causada por fungo da classe Zygomycetes e ordem Mucorales. Mucormycose (às vezes chamada de zigomycose).
  2. Mucormicose é uma doença fúngica de moderada gravidade e muito comum.
  3. Esses fungos vivem em todo o ambiente, particularmente no solo e em matéria orgânica em decomposição, como folhas, pilhas de adubo ou madeira podre.
  4. O indivíduo com diabetes mellitus contaminado com a COVID-19 e em uso de corticoide tem maior chance de adquirir a mucormicose.
  5. A Mucormicose rinoceronte (sinusal e cerebral) é o tipo mais comum de mucormicose em pessoas com câncer e em pessoas que fizeram um transplante de órgãos ou um transplante de células tronco.
  6. São sintomas da mucormicose dor orbital unilateral ou facial súbita, podendo conter obstrução nasal e secreção nasal necrótica. Por sua capacidade de causar necrose tecidual, é chamado de fungo preto ou negro.
  7. O tratamento da mucormicose envolve o uso de antibióticos como Anfotericina B e/ou Isavuconazol e a remoção cirúrgica da área necrosada.

 

Questões comentadas:

 

  1. O termo mucormicose é usado para se referir a toda infecção fúngica causada por fungo da classe Zygomycetes e ordem Mucorales. Mucormycose (às vezes chamada de zigomycose).

 

Gabarito: Certo

Comentários: essa pergunta responde quem é esse fungo:

O termo mucormicose é usado para se referir a toda infecção fúngica causada por fungo da classe Zygomycetes e ordem Mucorales. Mucormycose (às vezes chamada de zigomycose).

 

  1. Mucormicose é uma doença fúngica de moderada gravidade e muito comum.

 

Gabarito: Errada.

Comentários:

O que esse fungo causa: uma infecção fúngica grave, mas rara, causada por um grupo de moldes chamados mucormycetes.

 

  1. Esses fungos vivem em todo o ambiente, particularmente no solo e em matéria orgânica em decomposição, como folhas, pilhas de adubo ou madeira podre.

 

Gabarito: Certo

Comentários: Esses fungos vivem em todo o ambiente, particularmente no solo e em matéria orgânica em decomposição, como folhas, pilhas de adubo ou madeira podre.

 

  1. O indivíduo com diabetes mellitus contaminado com a COVID-19 tem maior chance de adquirir a mucormicose.

 

Gabarito: Certo

Comentários:

Quais são as pessoas com risco de adquirir esse fungo?

Mucormicose geralmente ocorrem em pessoas que têm comorbidades (como DM) ou imunossuprimido (câncer ou transplante de órgãos e medula e uso de imunossupressor em altas doses, como o corticoide).

A mucormicose também pode se desenvolver de forma cutânea depois que o fungo entra na pele através de um corte, raspagem, queimadura ou outro tipo de trauma.

 

  1. A Mucormicose rinoceronte (sinusal e cerebral) é o tipo mais comum de mucormicose em pessoas com câncer e em pessoas que fizeram um transplante de órgãos ou um transplante de células tronco.

 

Gabarito: Errada. Essa é descrição da Mucormicose pulmonar.

 

Tipos de mucormicose

Mucormicose rinoceronte (sinusal e cerebral): é uma infecção nos seios que pode se espalhar para o cérebro. Essa forma de mucormicose é mais comum em pessoas com diabetes descontrolada e em pessoas que fizeram um transplante de rim.

Mucormicose pulmonar: é o tipo mais comum de mucormicose em pessoas com câncer e em pessoas que fizeram um transplante de órgãos ou um transplante de células tronco.

Mucormicose gastrointestinal: é mais comum entre crianças jovens do que adultos, especialmente bebês prematuros e com baixo peso ao nascer com menos de 1 mês de idade, que tomaram antibióticos, cirurgias ou medicamentos que diminuem a capacidade do corpo de combater germes e doenças.

Mucormicose cutânea (pele): ocorre após os fungos entrarem no corpo através de uma ruptura na pele (por exemplo, após cirurgia, queimadura ou outro tipo de trauma da pele). Esta é a forma mais comum de mucormicose entre pessoas que não têm o sistema imunológico enfraquecido.

Mucormicose disseminada: ocorre quando a infecção se espalha pela corrente sanguínea para afetar outra parte do corpo. A infecção afeta mais comumente o cérebro, mas também pode afetar outros órgãos, como o baço, o coração e a pele.

 

  1. São sintomas da mucormicose dor orbital unilateral ou facial súbita, podendo conter obstrução nasal e secreção nasal necrótica. Por sua capacidade de causar necrose tecidual, é chamado de fungo preto ou negro.

 

Gabarito: Certa

Quais são os Sintomas?

Dor orbital unilateral ou facial súbita, podendo conter obstrução nasal e secreção nasal necrótica.

Possibilidade de ocorrer lesão lítica escura na mucosa nasal ou dorso do nariz, celulite orbitária e facial, febre, ptose palpebral, amaurose, oftalmoplegia, anestesia de córnea, evoluindo em coma e óbito.

 

  1. O tratamento da mucormicose envolve o uso de antibióticos como Anfotericina B e/ou Isavuconazol e a remoção cirúrgica da área necrosada.

 

Gabarito: Errada.

Comentários: o tratamento é com ANTIFÚNGICO e não antibióticos.

Tratamento

Remover cirurgicamente todos os tecidos mortos e infectados.

A cura também pode envolver de 4 a 6 semanas de terapia antifúngica intravenosa (Anfotericina B e/ou Isavuconazol).

 

Fonte: COMUNICAÇÃO DE RISCO REDE CIEVS – Secretaria de Vigilância em Saúde | Ministério da Saúde Número 14 | 28.05.2021

Quer conquistar a sua aprovação em concursos públicos?
Prepare-se com quem mais entende do assunto!
Comece a estudar no Gran Cursos
Fernanda Barboza
Fernanda Barboza
Professora e coordenadora-científica do Gran Cursos Saúde
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer conquistar a sua aprovação em concursos públicos?
Prepare-se com quem mais entende do assunto!
Comece a estudar no Gran Cursos
Para o Topo